Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

27
Dez 16

Agora sem George Michael

Já que Outros ainda estão vivos lucrando com os seus zombies – nós

RIP

(Londres, 1963/2016)

 

Como num espaço de tempo minoritário (de muito menos do que 24 Horas) se consegue ressuscitar um morto descoberto em domínio privado, para logo de seguida e mantendo-o sempre no escuro o abater sem dó nem piedade mas agora em domínio público (no passado utilizando setas, pistolas e catanas diretamente apontados ao físico, no presente utilizando corpos devidamente certificados e tendo como seu alvo a mente). Tudo isto porque um dia e esquecendo-nos de nós, deixamos de querer evoluir apenas querendo imitar – e decidimos sem pensar nem mesmo sequer duvidar, entrarmos em múltiplas tendas e na Sociedade (do Espetáculo) participar. Oferecendo corpo e alma aos nossos verdadeiros Vampiros.

 

945495_George_Michael_4f147c300fc21ee02fa5e83a566c

Último registo fotográfico conhecido de George Michael

(Setembro 2016 – splashnews.com)

 

Pop superstar dies at 53

(bbc.com – 26.12.16)

 

The star, who launched his career with Wham! in the 1980s and had huge success as a solo performer, "passed away peacefully" on Christmas Day in Goring, Oxfordshire, his publicist said. His manager, Michael Lippman, said he had died of heart failure.

 

Michael's family announced news of his death in a statement issued through the singer's publicist.

 

"It is with great sadness that we can confirm our beloved son, brother and friend George passed away peacefully at home over the Christmas period. The family would ask that their privacy be respected at this difficult and emotional time. There will be no further comment at this stage."

 

JS116684220_Splash-News_EXCLUSIVE-George-Michael-s

Fadi Fawaz e George Michael

(spashnews.com)

 

George Michael's boyfriend reveals he died alone at home

And 'battled a secret heroin addiction

(telegraph.co.uk – 27.12.2016)

 

"I went round there to wake him up and he was just gone, lying peacefully in bed. We don't know what happened yet. Everything had been very complicated recently, but George was looking forward to Christmas, and so was I. Now everything is ruined." (Fadi Fawaz)

 

During the past year he is thought to have been battling a spiralling heroin addiction. Michael had been treated in hospital for an overdose. “He's been rushed to A&E on several occasions. He used heroin. I think it’s amazing he’s lasted as long as he has.”

 

Cardiac arrest - the cause of death according to Michael's manager, Michael Lipman - is common among heroin users.

 

Ainda-por-cima passando-se tudo isto num mundo pejado de hipócritas bem pagos, nunca presentes, mas sempre bem preparados (com certificação e autorização de porte não de uma arma tradicional mas de uma arma mental) e sabendo todos nós muito bem o que tal palavra significa (sendo tão praticada nos média): “O hipócrita é alguém que oculta a realidade através de uma máscara de aparência.” (significados.com.br)

 

E como se o problema fosse da droga!

 

(imagens: ok.co.uk e telegraph.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:09

Para a nossa cabecinha assistir a um jogo de Snooker não só é um excelente exercício mental (de imaginação, de cálculo e de descodificação das nossas perceções) – convidando-nos à análise de situações e à sua própria antecipação (fabulosa estratégia do Homem prevendo por processamento de dados o futuro que o rodeia) – como simultaneamente um oásis de sensações televisivas transmitidas por uma caixa de imagens coloridas habitualmente destinada a transmitir banalidades por opção (moda) ou por obrigação (morte): proporcionando-nos um cenário com simples contrastes de cores (não nos distraindo), com indivíduos bem comportados (apenas se dedicando ao seu ofício), com uma assistência muito do tempo invisível (interessados e entretidos como nós), num cenário convidando-nos à sonolência consciente e reflexiva (que até nos poderá convidar a ultrapassar o estado pondo-nos mesmo que temporariamente a sonhar), sujeito a um espaço limitado mas protetor (e como no ventre da nossa mãe protegidos e apenas filtrando o que interessa) e, entre muitos outros fatores mais evidentes ou discretos (e talvez atribuindo-lhe a pontuação máxima), o sentimento geral tanto físico como mental de sossego e tranquilidade (para se recarregar e se aguentar mais um dia, neste nosso quotidiano vazio).

 

joe_and_fred_davis_fridge_magnet.jpg

História

Dois dos maiores jogadores de sempre na modalidade de Snooker

Os pioneiros JOE DAVIS e FRED DAVIS

Irmãos e entre si partilhando 23 títulos mundiais (15 e 8 respetivamente)

De um total de 70 (1/3 dos mundiais realizados)

 

1

Encerrado o ano de 2016 com a vitória do chinês (originário de Hong Kong) MARCO FU sobre o escocês JOHN HIGGINS no OPEN da ESCÓCIA a tabela atual do Ranking Mundial de Snooker é a seguinte:

 

Posição

Atual

Posição

Anterior

Jogador

País

Pontos

(milhares de libras)

1

1

MARK

SELBY

ING

995

2

2

Stuart

Bingham

ING

517

3

3

John

Higgins

ESC

485

4

4

Judd

Trump

ING

463

5

6

Shaun

Murphy

ING

447

6

5

Ding

Junhui

CHI

445

7

7

Neil

Robertson

AUS

372

8

14

Marco

Fu

CHI/HK

323

9

8

Joe

Perry

ING

307

10

9

Mark

Allen

IRL

301

RM – Dez 2016

Com as notas mais marcantes a serem

A liderança de SELBY, a subida de FU e a ausência de RONNIE

 

2

À cabeça com o atual Campeão do Mundo de SNOOKER o inglês MARK SELBY, vencedor de 3 dos últimos 11 torneios contando para o RM (noutro foi finalista vencido) e bem distanciado dos seus colegas de ranking (quase o dobro das libras ganhas pelo seu compatriota STUART BINGHAM). No caso deste último jogador e ex-Campeão do Mundo (ao qual lhe sucedeu o primeiro jogador aqui citado) andando um pouco perdido desde que se sagrou Campeão, por vezes parecendo não querer confirmar (talvez por desconcentração) o seu estatuto de vice-líder do RM.

 

3

Pondo de lado o grande líder, campeão e dominador atual a grande distância do RM, tendo forçosamente de destacar quatro grandes figuras do SNOOKER do momento: JOHN HIGGINS, JUDD TRUMP, DING JUNHUI e MARCO FU:

 

- John Higgins pelo seu longo historial de profissional de Snooker desde o ano de 1992 (tendo sido 4 vezes Campeão do Mundo em 1998, 2007, 2009 e 2011 e recentemente finalista vencido do OPEN da ESCÓCIA) sendo já uma das futuras lendas da modalidade (só ultrapassado por JOE DAVIS/15, FRED DAVIS e JOHN PULMAN/8, STEPHEN HENDRY /7, STEVE DAVIS/6 e o ainda pelo incontornável e ainda em atividade RONNIE O´SULLIVAN/5 com títulos mundiais);

 

- Judd Trump e Ding Junhui não só pela regularidade exibicional exibida ao longo do ano de 2016 – colocando-os no Top Ten do RM de Snooker (Trump em 4º e Junhui em 6º) – como pelas suas presenças em duas finais de provas contando para o ranking mundial, cada um deles vencendo uma;

 

- Marco Fu talvez o melhor profissional de Snooker da atualidade não sendo originário da Grã-Bretanha, mas que no entanto apesar da sua excelente expressão técnica, capacidade de ataque em situações mais problemáticas 8e de risco) e grande número de entradas com mais de 100 pontos, só se exprimiu este ano no pleno das suas capacidades ao vencer o Open da Escócia derrotando o seu adversário na final por uns concludentes 9-4 – tendo a maior subida no ranking entre os dez melhores classificados (6 posições).

 

p03fmc2d.jpg

História

O escocês Alex Higgins (2 X Campeão do Mundo – 72/82)

E o Inglês Steve Davis (6 X Campeão do Mundo – 81/83/84/87/88/89)

Preparando-se para os quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1980

(que Alex Higgins venceria por 13-9 chegando à final e perdendo-a)

 

4

Restando-nos para completar a tabela referir rapidamente SHAUN MURPHY (num percurso parcialmente idêntico ao de Stuart Bingham desde a final do mundial de 2015 disputado entre ambos), NEIL ROBERTSON e finalmente o par JOE PERRY e MARK ALLEN: o primeiro de forma negativa, por devido a evidentes e persistentes erros de concentração nas fases iniciais de muitas das provas se deixar eliminar prejudicando a sua evolução no ranking; o segundo e apesar de alguma irregularidade no decorrer das diversas competições, pelas suas boas prestações nas eliminatórias e por já ter vencido uma das provas a contar para o RM; finalmente o último par de jogadores por fazerem parte daquele lote que a qualquer momento poderá surgir e tal como outros já o fizeram antes vencer num Flash um torneio (o que aliás os dois já fizeram antes 1 e 2 vezes respetivamente).

 

Prova

Local

Data

Categoria

Participantes

Último vencedor

Masters

Dafabet

Londres

(ING)

15-22

JAN

Por convite

16

Ronnie O´Sullivan

Pré-Eliminatórias

Open da China

Preston

(ING)

24-27

JAN

Qualificações

128

-

Masters

Alemanha

Berlim

(ALE)

1-5

FEV

Ranking

32

Martin

Gould

Grande Prémio

Mundial

Preston

(ING)

6-12

FEV

Ranking

s/d

Shaun

Murphy

Open

País de Gales

Cardiff

(GAL)

15-19

FEV

Ranking

s/d

Ronnie O´Sullivan

Coral

Shoot-Out

Watford

(ING)

23-26

FEV

Ranking

s/d

Robin

Hull

Principais torneios da World Snooker

(convite/qualificação/ranking)

A decorrer em Janeiro e Fevereiro de 2017

 

5

Colocados fora da tabela dos dez melhores do ranking mundial não podendo esquecer evidentemente num 1º grupo, LIANG WENBO (11º), ALLISTER CARTER (14º), ANTHONY McGILL (18º), MARK KING (21º) e RONNIE O´SULLIVAN (13º) e num segundo grupo um pouco mais abaixo outros jogadores com grande potencial mas aparecendo menos vezes nas fases mais avançadas dos torneios como por exemplo (só outros 3 entre os 129 jogadores presentes na lista): BARRY HAWKINS (12º), MARK WILLIAMS (15º) e porque não YU DE LU (46º) – com este último a registar a maior subida no ranking (13 posições). E com o inglês CHRISTOPHER KEOGAN a manter-se no último lugar do RM (124º).

 

6

Tendo como dois desejos para 2017 o regresso efetivo de RONNIE à sua verdadeira mesa de trabalho (dado ainda não estar na reforma a mesa de snooker e não a de comentador – que só o distrai) e a chegada de novos jogadores não só originários das Ilhas Britânicas, ao Mundo Profissional de Snooker – como já o estão a fazer os chineses (e Marco Fu que o diga batendo o tetra campeão do Mundo na sua própria casa no recente Open da Escócia).

 

(imagens: johnparrottcuesports.com e bbc.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:51

Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO