Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Jan 17

O único corpo celeste a que até hoje tive verdadeiramente acesso foi o planeta Terra local onde sempre vivi: todo e qualquer outro corpo até agora vislumbrado feito à vista desarmada ou utilizando suplementos (óticas).

 

Como o Sol (e as suas manchas solares), a nossa Lua e até o distante Saturno (e os seus famosos anéis) – mas nunca esquecendo as estrelas iluminando de noite o céu e as estrelas-cadentes (pequeníssimos meteoritos) perdendo-se na escuridão.

 

Meteorito e vulcão isso não.

 

C0vgaVnUUAQk_Et.jpg large.jpg

Meteorito no céu noturno da Guatemala

(28.12.16)

 

No dia em que a tradicional chuva de meteoritos (resultado da desintegração de um cometa ou de um asteroide) provenientes da direção da outrora e agora extinta constelação QUADRANTIDS atinge o seu pico máximo de registos (na madrugada do dia 3 Janeiro) – e em que os observadores localizados no Hemisfério Norte poderão ter o prazer de usufruir desse fenómeno no início de todos os anos – eis que na América Central os seus observadores mais atentos acabam de registar no passado dia 28 de Dezembro (passada 4ª feira) a passagem de um objeto voador atravessando os ares da Guatemala, El Salvador, Nicarágua e Costa Rica.

 

m1.jpgm2.jpg

(1-2)

Meteorito atravessando o céu da Costa Rica

 

Aparentemente com o objeto desintegrando-se sobre a Guatemala, mas com outros testemunhos relatados durante o mesmo período de tempo a afirmarem o mesmo ter atravessado a Costa Rica, passando mesmo sobre o seu vulcão TURRIALBA atualmente ativo (em erupção). Pela sequência de passagem nos diversos territórios e apesar de serem relatos diferenciados no espaço podendo tratar-se do mesmo objeto cruzando os céus de sul para norte (4:22 UTC observado na Costa Rica e 4:28 UTC observado na Guatemala). Algo que muito naturalmente surpreendeu todos aqueles que iam observando a erupção do vulcão Turrialba.

 

m3.jpg

(3)

Sobrevoando os céus na proximidade do vulcão Turrialba

 

Numa travessia da atmosfera terrestre que para os observadores locais terá durado cerca de 30 segundos, mais certamente tratando-se de um meteorito mas para alguns devido à velocidade apresentada podendo tratar-se apenas de lixo espacial. Mas que na realidade provocou um acontecimento visual não muito comum de se ver, ao depararmo-nos perante um vulcão em plena erupção a ser sobrevoado por um objeto voador desconhecido deixando atrás de si todos os fragmentos provocados pela sua progressiva desintegração: um vulcão do planeta Terra sendo visitado por um viajante, alienígena e fixando aqui residência.

 

(imagens: watchers.news)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:48

Para quem ainda pensa que Donald Trump não tem nada na cabeça, resolvendo tudo no momento por mero instinto e sem critério, deverá pensar duas vezes (já que à 1ª irá apenas replicar informações recebidas) o motivo pelo qual é milionário e Presidente dos US: talvez por conhecer todos os caminhos possíveis (e impensáveis) de como se chegar ao poder, reconhecendo os adversários e chamando a si os seus amigos (de negócios). E o que é que se poderia esperar de uma Nação gerida por Homens em nome do Dinheiro? Religiosamente e um pouco antissistema (como a Bíblia um conglomerado de Bem e de Mal) aplicando delicadamente a norma de base cristã (e aqui vista como moeda de troca) “Olho por Olho, Dente por Dente”.

 

5f41fcf8894a405ea68352133c1c5a05_XL.jpg

Donald Trump

(superstation95.com)

 

Sendo o caso dos irmãos KOCH (milionários) um exemplo dessa evidência,

 

Koch network refusing to help Trump

(31 JUL 2016 – breitbart.com/AP)

 

Que certamente continuará a alastrar na sociedade norte-americana – agora nas mãos de Trump (outro dos milionários) e fora das mãos dos Clinton (e da hierarquia Republicana). Com o verdadeiro problema a surgir (para a generalidade da classe média e classe baixa norte-americana – a esmagadora maioria) quando chegar a vez do povo. Senão olhemos a cena para já só para ver (e rever), sorrir e mais tarde chorar (pelas consequências) – e logo no Twitter:

 

29 JUL 2015

I really like the Koch Brothers (members of my P.B. Club), but I don't want their money or anything else from them. Cannot influence Trump!

 

2 AGO 2015

I wish good luck to all of the Republican candidates that traveled to California to beg for money etc. from the Koch Brothers. Puppets?

 

28 FEV 2016

While I hear the Koch brothers are in big financial trouble (oil), word is they have chosen little Marco Rubio, the lightweight from Florida

 

28 FEV 2016

Little Marco Rubio, the lightweight no show Senator from Florida, is set to be the "puppet" of the special interest Koch brothers. WATCH!

 

30 JUL 2016

I turned down a meeting with Charles and David Koch. Much better for them to meet with the puppets of politics, they will do much better!

 

ap_ap-photo-1700-640x444.jpg

Charles Koch

(breitbart.com/AP)

 

Não significando que a partir das afirmações proferidas por KOCH e das réplicas emitidas via TWITTER por parte de DONALD TRUMP (uma forma de vingança contra a campanha anti-Trump promovida pela generalidade dos Media norte-americanos), um deles tenha a razão (do seu lado) ou seja melhor do que o outro (apesar de um deles dizer ao que vem/KOCH enquanto o outro ainda se vê pensando/TRUMP). E sabendo-se que se este (DT) é uma grande incerteza (talvez por isso mesmo perigosa), com KOCH seria bem pior como o demonstram as ideias segundo ele a implementar: iniciando-se com uma campanha feroz contra a Administração Obama e a sua tentativa de melhorar as condições mínimas de sobrevivência de todos os cidadãos norte-americanos (no ensino, na saúde, nas leis do trabalho, no apoio e solidariedade social) e contrapondo como alternativa ao dispendioso e financeiramente incomportável programa Presidencial (como se os US não imprimissem moeda) – de modo a segundo ele e outros grupos restritos de milionários melhorar a economia e as finanças dos US – por um lado um novo decrescimento nos custos do trabalho (essencialmente nos impostos e no custo da mão-de-obra – diminuindo impostos/patrões, pagamentos e direitos/assalariados) e por outro a total liberalização (talvez até ao nível da pura e então banal selvajaria) e progressiva discriminização e perseguição (tornando legal o então aí ilegal e integrando-o na contabilidade global) até dos traficantes de droga (como poderiam ser os de crianças, os de mulheres, os de armas e até os de órgãos). E tendo atrás de si milionários rebeldes como ele (KOCH) que não gostam de outros como o outro (TRUMP): “Amigos, amigos, negócios à parte”.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:41

Legado ou Herança?

 

No que aqui interessa o que acontece é que Barack Obama confunde Legado com Herança – pois tal como diz o dicionário “Legado é algo transmitido ou adquirido mas não como herança, é algo deixado para um todo e não só pra um” (dicionarioinformal.com.br). O que ele deixará será uma Herança em bens e para os seus herdeiros (o que como todos nós sabemos já não é nada mau). Legado (e infelizmente) só se Trump deixar (passar o Obamacare).

 

5866983a1500002300916855.jpeg

Obama Will Meet With Congressional Democrats

On Strategy To Block Obamacare Repeal

(huffingtonpost.com)

 

1

Enquanto nos seus últimos dias de mandato como Presidente dos Estados Unidos da América o Democrata Barack Obama tenta deixar atrás de si o seu Legado Presidencial iniciado com a atribuição ao próprio no ano de 2009 do prémio Nobel da Paz (o ano em que tomou posse como 44º Presidente dos US) – "pelos seus extraordinários esforços com vista a reforçar a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos" (dw.com) – o único objetivo que se perceciona nos seus derradeiros atos assumidos na Casa Branca resume-se, inesperadamente e para espanto de todos aqueles que ainda acreditam nele até ao último segundo, num não reconhecimento da vitória do seu adversário Republicano Donald Trump provocando-o deliberadamente e aos seus apoiantes e votantes Republicanos (apesar da sua vitória no Colégio Eleitoral, o organismo oficial que sempre confirmou e designou o Presidente eleito), numa imediata montagem seguida de colagem do presidente eleito à Rússia e a Putin (criando uma situação irrecuperável e inalterável para as tentativas de Trump de implementar uma nova política e atitude face à Rússia), mas sobretudo pela campanha secreta e subterrânea levada a cabo por todos aqueles prestes a perder o controlo do poder nos US (seu desde há oito anos), com os Democratas (que não os retratados em Bernie Sanders), os apoiantes de Clinton (e da sua Fundação) e agora até com os órfãos de Obama, não se incomodando de com as suas ideias, mensagens e comportamentos incorretos, inadequados e até criminosos, conscientemente induzidos (persistentemente transmitidos e replicados incessantemente por todo o Mundo), criarem mais ódio, mais crimes e mais mortes.

 

2

Sucedendo-se assim vários entre muitos episódios demonstrando falta de valores e completa intolerância, muitos deles pela hipocrisia e falta de vergonha nunca conhecidos ou sequer divulgados (desde que Trump foi eleito, passando pela sua previsível tomada de posse e continuando a partir daí se entretanto não o fizerem desaparecer), mas com todos eles revelando claramente o mesmo denominador comum o da manutenção do Status Quo seja qual for o custo a pagar (pelos seus cidadãos e cobaias): com os últimos a serem o assassinato do embaixador russo na Turquia (colocando a vida de todos os embaixadores em causa) e a carnificina numa discoteca de Istambul na passagem de Ano Novo e provocando mais de 40 mortos – tudo isto depois da Turquia se atrever a assinar um acordo de Paz sobre a Síria envolvendo a Rússia e o Irão (recordando o golpe falhado dos norte-americanos para arrumar Erdogan), pondo em causa os terroristas apoiados pelos US.

 

3

No fim do seu 2º mandato como Presidente (o primeiro nos US oriundo da Comunidade Negra) e sem nada de significativo a apresentar – a não ser o seu prémio Nobel da Paz em 2009 e a sua tentativa de reforma na área da Saúde iniciada em 2010 (mais conhecida como Obamacare e que noutras circunstâncias poderia ter sido o seu verdadeiro Legado) – torna-se natural que face à vitória inesperada do candidato Republicano nas recentes eleições presidenciais dos US (ainda-por-cima sendo Trump quando todos no Mundo esperavam por destino e sugestão coletiva ser uma Mulher a suceder a um Negro – ou seja Hillary), os Democratas ainda se encontrem completamente perdidos (mesmo assim não recorrendo nem sequer a Sanders) e extraordinariamente descontrolados (pensando que ainda são poder e não o sendo, tentando impor um novo período de Macartismo mas agora subterrâneo – sem eco no poder) e que como consequência dessa crise psicótica retransmitida através do seu ainda Presidente (a prazo por menos de 18 dias) expressem essa desorientação (de quem há muito deixou de controlar o rumo) aumentando a nossa preocupação (de todos) pelo seu Estado de Negação (pelos vistos também dele).

 

5868651a1500002300916abe.jpeg

ISTANBUL CARNAGE:

SHOOTER SLAUGHTERS 39

(huffingtonpost.com)

 

4

[E se diversas personalidades da vida socioeconómica norte-americana (como poderiam ser de outras áreas como a Militar, a da Ciência e da Cultura), receberam e para muitos mereceram o seu Nobel da Paz na altura atribuído, analisando os candidatos eleitos nesses últimos digamos 50 Anos e oriundos dos US, poderemos encontrar entre os diferentes premiados caraterísticas e objetivos se não simétricos pelo menos irreconciliáveis com a nossa noção de Paz (e da esmagadora dos 7 biliões habitando este planeta único – a Terra): como por exemplo Martin Luther King Jr. (Ativista dos Direitos Humanos, 1964) e Jimmy Carter (Luta pela Democracia e Direitos Humanos,2002) de um lado e Henry Kissinger (Paz no Vietnam, 1973) e Barack Obama (Diplomacia Internacional e Cooperação entre povos, 2009) do outro (da barricada) – uns chegando ao prémio pela via da Paz outros chegando lá pelas virtudes pacifistas da Guerra. E até podendo citar outros norte-americanos verdadeiramente lutando pela Paz no Mundo, como Linus Pauling (Campanha contra os testes nucleares, 1962), Elie Wiesel (Sobrevivente do Holocausto Nazi, 1986) e Jody Williams (Proibição do uso de minas antipessoais, 1997).

 

5

Referenciando-nos unicamente ao último Presidente dos US o Democrata Barack Obama (eleito e reeleito Presidente dos US) e tendo em conta todas as Esperanças que a América e o Resto do Mundo religiosamente depositavam nele (como se o Bem e o Mal tivessem cor e nestas últimas presidenciais se distinguissem pelo género), servindo-me da afirmação de Eric Zuesse

 

“I’m a former lifelong Democrat, stating here a clear and incontestable fact:

Barack Obama is a failed President.”

 

Para concluir que a sua política e a da Casa Branca foi um completo desastre tanto a nível interno como a nível externo (comparativamente com outros Presidentes sendo mesmo das piores). Como nos induz Eric Zuesse (democrata, escritor e investigador histórico norte-americano) com algumas boas observações (cirurgicamente retiradas da experiência de outros) e ficando-nos aqui apenas pela política interna:

 

«Top Ex-White House Economist Admits 94 % Of All New Jobs Under Obama Were Part-Time»

(Tyler Durden – zerohedge.com)

 

«Poverty Rose In 96 % Of U.S. House Districts, During Obama’s Presidency»

(Eric Zuesse – rinf.com)

 

6

Deixando-nos apesar de tudo a pensar no que seria hoje a América – que amanhã será de Trump – se John McCain tivesse ganho em 2008 ou Mitt Romney em 2012. E ainda a constatar que se por um lado Obama foi muitas das vezes um estorvo (para muito do que se poderia ter feito pela liberdade e pelos direitos do Homem), também poderá ter sido outras vezes um poderoso travão (para outras políticas mais belicistas): mas nunca esquecendo o caos mortal instalado em todo o Médio Oriente (via Estado Islâmico/Arábia Saudita/EUA), a perseguição impiedosa a todos os que denunciam os crimes de Estado (whistleblowers como Assange e Snowden), os crimes sucessivos praticados impunemente pelos seus Drones (com centenas de inocentes despromovidas a vítimas colaterais) e até a destruição da Rússia através da demonização de Putin.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:03

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO