Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Jan 17

Em 24horas lá conseguiu o JPL definir a órbita de mais um objeto em aproximação à Terra: chega? E quanto deles poderá deixar passar?

 

Rosetta_OSIRIS_NAC_comet_67P_20140803_1.jpg

Cometa 67P/C-G

(o dobro do tamanho de 1991VK)

 

Mais um “calhau” do tamanho de um pequeno autocarro (10m) que irá passar amanhã mais perto da Terra do que a Lua o faz todos os dias (384.000Km): um meteorito denominado 2017 BX, observado pela primeira vez a 19 de Janeiro de 2017, com a sus órbita definida a 23 (ontem) e adicionado hoje à lista dos corpos celestes (meteoros, asteroides, cometas) em rota de aproximação à Terra (e ao Sol). Um dos pequenos “calhaus” que se aproximam de nós, uns sendo previamente detetados outros não.

 

Alcançando o seu periélio no início da terceira semana de Fevereiro e atingindo amanhã o seu ponto de maior aproximação ao nosso planeta – menos de 270.000Km: pelo que não existirá nenhum perigo de impacto com a Terra (probabilidade = 0). No mesmo dia com um monstro (1991 VK) de quase 2Km de dimensão (e ultrapassado o seu periélio) a passar a pouco mais de 9,5 milhões de Km – esse certamente um asteroide passando mais perto de nós do que qualquer outro planeta.

 

[67P/C-G: Um corpo celeste descoberto em 1969, viajando pelo interior do Sistema Solar, descrevendo uma volta em torno do Sol cada 6,5 anos e na superfície do qual (um mundo alienígena) o Homem colocou um artefacto terrestre (a sonda Philae). Numa visita inserida na missão Rosetta.]

 

(imagem: ROSETTA –  esa.int)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:24

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO