Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Set 17

Donald J. Trump ‒ 45º Presidente dos EUA

 

Desde que a história do ROCKET MAN não se repita aqui com Donald Trump (com o Presidente a ir para o Espaço por um período de 3 meses e a regressar à Terra por um período de somente 3 dias) durante o seu primeiro mandato (para os leitores de O Homem Ilustrado de Ray Bradbury e do conto nele incluído ‒ o Homem-Foguete ‒ uma necessidade mais do que uma certeza), sendo melhor até pelas consequências que tal acontecimento acarretaria (morrendo o Homem-Foguete Senior, suceder-se-ia o Homem-Foguete Junior, repetindo este os erros do primeiro) que o Presidente tecle no Twitter e não noutros botões. Mesmo promovendo Kim Jong-un (um ditador) ao estatuto de um Rocket Man (num conto de Ray Bradbury, inspirando Elton John e ecoando em David Bowie no seu tema Space Odissey). Uma das (500) maiores canções (de todos os tempos) segundo a revista Rolling Stone (e agora usada por Trump).

 

@realDonald Trump

 

kUuht00m_400x400.jpg

 

"I spoke with President Moon of South Korea last night.

Asked him how Rocket Man is doing.

Long gas lines forming in North Korea.

Too bad!"

(04:53 - 17 set 2017)

 

Já no caso de ao ver-se inesperadamente frente a um espelho (como se sabe uma imagem poderá aparecer distorcida devido à curvatura da lente) não se ver a si próprio mas ao seu inimigo Kim Jong-un (aparente e perigosamente com ambos a partilharem o mesmo foco), podendo significar uma realidade diferente pelo menos do outro lado do espelho (de um lado o objeto pretensamente mais forte, do outro a sua imagem segundo a lógica dependente): com o líder sagrado, hereditário, histórico e único de toda a Coreia do Norte (mais de 25 milhões de habitantes em 1,3 X a área de Portugal, com menos de metade da população) a ameaçar diretamente os EUA e países aliados (como a Coreia do Sul, o Japão e o território de Guam/EUA por serem os mais próximos) com mísseis de longo-alcance e até com armas nucleares ‒ e julgando-se o Homem-Foguete, repetindo e morrendo e levando alguns com ele.

 

(imagem: @realDonaldTrump)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:07

[Não sendo um planeta nem sendo uma anomalia técnica, podendo ser muito bem apenas mais uma projeção (do Sol, acidental e por defeito técnico, introduzido pelo Homem ou pelo seu Criador).]

 

700755main_ST_equidistant_orbit-orig_full.jpg

 1

Localização de Stereo A e de Stereo B

(dessa forma observando toda a superfície do Sol)

 

“Theoretical physicists and astrophysicists, investigating irregularities in the cosmic microwave background (the 'afterglow' of the Big Bang) have found there is substantial evidence supporting a holographic explanation of the universe.”

(phys.org)

Para quem se entretém a ver as imagens oriundas do Espaço (exterior à Terra) e transportadas até nós por sondas e satélites, uma das imagens mais curiosas recentemente editadas pela NASA (através do seu Centro de Ciência Stereo/SSC) refere-se a um dos seus dois satélites STEREO (Stereo Ahead HI1) e a imagens registadas a 6 de Setembro deste ano (de 2017).

 

Podendo-se observar uma imagem (de uma sequência onde surge um corpo estranho), a anterior e a seguinte (da mesma sequência onde nada de estranho aparece) ‒ como a seguir se pode confirmar:

 

De 2 a 5 com o Sol localizado à esquerda

 

S1.jpgS2.jpg

 2/3

Stereo Ahead HI1 - 06.09.2017 - 15:29:01/20:09:01

 

A major X-class solar flare erupted from geoeffective Active Region 2673 peaking as X9.3 at 12:02 UTC on September 6, 2017. This is the second X-class solar flare of the day. It comes just hours after a long-duration X2.2 at 09:33 UTC. It is also the strongest solar flare of the current solar cycle (Solar Cycle 24). Radio signatures suggest a strong Coronal Mass Ejection (CME) was produced during this event. The location of this region favors Earth-directed CMEs.” (TW/watchers.news/06.09.2017)

 

S3.jpgS4.jpg

 4/5

Stereo Ahead HI1 - 07.09.2017 - 14:49:01/15:29:01

 

Com estas 4 imagens de uma longa sequência (aqui registadas num intervalo de tempo de 24 horas) a proporcionar-nos imagens intermitentes neste já apreciável período de tempo (da mais pura anomalia), umas com a presença do corpo (estranho), outras sem a presença do mesmo (aparecendo/desaparecendo):

 

Em sites como o ufosightingshotspot.blogspot.pt (e outros interessados no tema como Streetcap 1) propondo-nos (estes) a teoria de que estaríamos em presença de uma possível falha na projeção holográfica (libertando uma réplica mas deslocada no tempo e no espaço) em que vivemos e no qual fomos (um dia) inseridos;

 

Já no caso das versões mais credíveis e facilmente aceites pelas autoridades cientificas oficiais (como será certamente o caso da agência governamental NASA e da maioria dos responsáveis eruditos e até leigos autodidatas) não passando o estranho fenómeno de um mau funcionamento do sistema do satélite STEREO (A), talvez devido a uma sobrecarga motivada pelo forte atividade solar registada desde o início do mês (de Setembro) na superfície do Sol (introduzindo uma imagem ‒ claramente que a do sol ‒ de tanto em tanto tempo).

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:02

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

18



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO