Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Set 17

Só nos últimos três dias (18/19/20) com violentas tempestades sobre a Roménia (8 mortos/140 feridos), com o furacão Maria a atingir Dominica e Porto Rico (com um impacto catastrófico), com grandes inundações no Níger (56 mortos/200.000 sem abrigo/11.000 desalojados) e com o sismo no México (em torno dos 250 mortos), eis que chega o momento de um outro ator entrar em ação (e num lugar já conhecido) tornando-se protagonista: situado perto de Puebla e do epicentro do sismo (de M7.1) o vulcão POPOCATEPETL.

 

articulos36_40771.jpg

 

Despertando da sua monotonia eruptiva desde o sismo de M8.1 sentido no México no passado dia 8 de Setembro, o vulcão POPOCATEPETL reativou-se de novo para mais umas manifestações do tipo vulcânicas com o impulso que lhe foi dado pelo novo sismo de M7.1 sentido no dia de ontem na Cidade do México: como se já não lhes bastasse os furacões e os sismos agora com os mexicanos a terem que se deparar com um vulcão.

 

“El volcán Popocatépetl, situado en los estados de Puebla, Morelos y México, se ha activado tras el terremoto de magnitud 7,1. Ha sido justo en el momento del temblor cuando el volcán ha soltado una fumarola considerable.”

(17.09.2017 ‒ ppn.com.py)

 

DKBQZZ3VYAA6iST.jpgDKBQZZ-UEAAegGR 1.jpg

 Fig. 1/2

 

O Vulcão Popocatepetl Ativo

A sequência explosiva registada a 19 de setembro de 2017

(de 1 a 4 e iniciada por volta das 11:10)

 

DKBQZZ6VAAA4RcM 2.jpgDKBQZa4VwAA1_er 3.jpg

 Fig. 3/4

 

Com o Centro Nacional de Prevenção de Desastre mexicano a detetar uma explosão no vulcão e umas 300 outras manifestações vulcânicas ‒ exalações de baixa intensidade ‒ nas 24 horas seguintes à primeira manifestação: e ainda outras atividades associadas como sismos vulcânico-tectónicos de baixa intensidade ‒ segundo esses responsáveis ao serviço do Cenapred. Mantendo-se como medida de prevenção e de proteção o alerta em toda a região envolvendo o vulcão Popocatepetl devido ao perigo de novas explosões (eruptivas), queda de cinzas e aparecimento de correntes de lava.

 

(imagens: AFP ‒ @Popocatepetl_MX/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:12

Fim da 1ª Ronda (19 Setembro) com 32 jogadores ainda em prova:

 

32355eb2-e9c3-4e5a-a187-5ee98230bdec.jpg

John Higgins

 

Depois da eliminação do inglês Barry Hawkins (7ºRM) na primeira parte da 1ª ronda (eliminado por 5-4 pelo seu compatriota Chris Wakelin/64ºRM), eis que outros 3 jogadores colocados entre os 20 primeiros do Ranking Mundial (RM) são eliminados na conclusão dessa mesma 1ª ronda (apurando 32 para os oitavas-de-final): nada mais nada menos que o chinês Liang Wenbo/14ºRM (eliminado por 5-4 pelo seu compatriota Li Hang/46ºRM), o inglês Shaun Murphy/5ºRM (eliminado por 5-3 pelo galês Daniel Wells/63ºRM) e último mas não menor o também inglês Mark Selby/1ºRM (eliminado por 5-2 pelo galês Lee Walker/69ºRM) ‒ e não esquecendo o inglês Mark King/22ºRM eliminado por 5-3 pelo chinês Chen Zhe/99ºRM.

 

Sendo o caso mais gritante o da eliminação do inglês Mark Selby (tricampeão do Mundo nos últimos 4 anos/2014/2016/2017 e tendo apenas o seu compatriota Stuart Bingham de permeio/2015), logo na 1ª ronda da prova confirmando o seu mau momento desde o início da época (de 2017/18): das 5 provas onde se encontrava inscrito (no fundo em todas contando para o RM) não tendo comparecido em 1 delas, tendo sido logo eliminado na 1ª ronda em 2, na 2ª ronda em 1 e finalmente (a sua melhor prestação) sendo eliminado apenas 1 vez na 7ª ronda das provas (apesar de só ter participado a partir da 4ª) no clássico Paul Hunter (no conjunto um desastre talvez só inicial).

 

E como curiosidade o esmagamento do suiço Alexander Ursenbacher (101ºRM) no seu confronto face ao escocês John Higgins (3ºRM), perdendo logo na 1ª ronda (e não sobrevivendo) por uns mais que esclarecedores 5-0 ‒ não sendo por acaso o escocês Tetra Campeão do Mundo (1998, 2007, 2009 e 2011), atual Vice-Campeão do Mundo (2017) e vindo recentemente de vencer a última prova do circuito mundial de Snooker (época 2017/18) contando para o RM: o Open da Índia.

 

2ª Ronda (20 de Setembro) apurando 16 jogadores para as Oitavas-de-Final (OF):

 

Jimmy_Robertson_at_Snooker_German_Masters_(DerHexe

Jimmy Robertson

 

Disputados os 7 encontros de Qualificação e os 32 encontros da 1ª ronda, com alguns bons jogos em perspetiva (de um total de 16) previstos para a 2ª ronda (e envolvendo jogadores entre os melhores 25 do RM): Anthony McGill (18ºRM) ‒ Stephen Maguire (20ºRM), Joe Perry (23ºRM) ‒ Ryan Day (16ºRM), Michael Holt (25ºRM) ‒ Kyren Wilson (13ºRM) e David Gibert (21ºRM) ‒ Martin Gould (19ºRM).

 

Terminada a 1ª sessão da 2ª ronda (8 das 16 partidas disputadas) com as grandes surpresas até ao momento a serem a eliminação do inglês Stuart Bingham (9ºRM) às mãos do chinês (na negra por 5-4) CAO YUPENG (87ºRM), do chinês de HK Marco Fu (6ºRM) face ao inglês (perdendo por 5-3) PETER EBDON (42ºRM) e da estrondosa derrota do galês Ryan Day (16ºRM) no seu confronto com o inglês JOE PERRY (24ºRM) por uns expressivos 5-0 (para além da vitória do galês LEE WALKER/69ºRM e do difícil apuramento do escocês JOHN HIGGINS/3ºRM).

 

Na 2ª sessão desta ronda sendo apenas relevante a eliminação do inglês Ricky Walden/24ºRM no seu embate com o chinês LI HANG/46ºRM (perdendo por 5-3) e as vitórias esclarecedoras (ambas por 5-0) do chinês DING JUNHUI e do galês MARK WILLIAMS ‒ com o australiano NEIL ROBERTSON/8ºRM a apurar-se apenas na “negra” (5-4) eliminando o inglês Ben Woollaston/31ºRM.

 

3ª Ronda (21 de Setembro) apurando 8 jogadores para os Quartos-de Final (QF):

 

Lee-Walker.jpg

Lee Walker

 

Na 3ª Ronda sendo apurados os 8 jogadores a participarem nos Quartos-de-Final do Open (QF) tendo estes desde logo garantido um prémio pecuniário de 18.000£ (expressos em pontos na tabela do RM de Snooker). E com o quadro dos QF a estar já estabelecido com as seguintes partidas a decorrerem amanhã (quinta-feira, 21):

 

Jogo

 

J

N

RM

J

N

RM

1

Jimmy

Robertson

ING

35

Mark

Williams

GAL

17

2

Kyren

Wilson

ING

13

Thepchaiya

Un-Nooh

TAI

41

3

Neil Robertson

AUS

8

Mark

Allen

ING

11

4

David

Gilbert

ING

19

John

Higgins

ESC

2

5

Lee

Walker

GAL

69

Anthony McGill

ESC

18

6

Cao

Yupeng

CHI

87

Luca

Brecel

BEL

15

7

Peter

Ebdon

ING

42

Li

Hang

CHI

46

8

Joe

Perry

ING

24

Ding

Junhui

CHI

4

Jogos dos Quartos-de-Final do Yushan World Open

Já com o RM atualizado, incluindo a última prova disputada ‒ O Open da Índia

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

 

Integrando 3 jogadores do Top Ten e 6 incluídos entre os vinte melhores, com o favoritismo em teoria (neste momento e para a vitória na prova) a estar do lado do trio JOHN HIGGINS/DING JUNHUI/NEIL ROBERTSON, mas podendo surgir surpresas até por parte dos menos cotados (como o de RM mais baixo, o chinês CAO YUPENG).

 

(imagens: sportinglife.com/Wikipedia.org/snookercoach.ws)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:57

México ‒ Cidade do México (e Puebla) ‒ Sismo

 

mexicoquake1909g.jpg

 Colapso de um edifício na Cidade do México

(no decorrer do forte sismo de 19.09.2017)

 

Magnitude

7.1

Região

Puebla/México

Data/Hora

19.09.2017 18:14 UTC

Localização

18.59 N 98.47W

Profundidade

50 Km

Distância

58 Km SW Puebla

 

Com um tremor de terra de M7.1 registado no MÉXICO a 5km a ENE de RABOSO (estado de Puebla) ‒ localidade mexicana a cerca de 100Km SE da Cidade do México (capital do país) ‒ e com epicentro a cerca de 50Km de profundidade (11 dias depois do sismo de M8.1 que assolou o MÉXICO particularmente os estados de OAXACA e de CHIAPAS provocando mais de 100 mortos ‒ e com epicentro no mar a cerca de 70Km de profundidade), este país da América do Norte e já depois de ter sentido nos últimos dias os efeitos de um TSUNAMI, de uma ERUPÇÃO VULCÂNICA (os dois como consequência do sismo de 8.1 ocorrido em Setembro, sendo o 1º um pequeno Tsunami e o 2º tendo o vulcão POPOCATEPETI como protagonista provocando 15 mortos), de um FURACÃO (o furacão KATIA) e de um novo SISMO (ocorrido ontem por volta da hora do almoço) ‒ provocando para já mais de 250 mortos e grandes danos materiais em edifícios e outras importantes infraestruturas (com edifícios a colapsarem).

 

8962554-3x2-940x627.jpg

 Feridos resultantes do sismo M7.1

(registado ontem na capital mexicana)

 

Seguido (até às 06:00 UTC) por outros 3 sismos de magnitude igual ou superior a M4.5 (M4.9/M4.6/M4.6) e assim confirmando (posteriormente) informações proferidas pelas autoridades mexicanas aquando do sismo M8.1 (a 8 de Setembro) de que existiam fortes probabilidades do México (para além de todas as outras fortes réplicas registadas) vir de novo a ser atingido nos próximos dias por um sismo de intensidade semelhante ou até superior: o que se confirmou esta terça-feira (dia 19) no México com um sismo de menor intensidade (M7.1 em vez de M8.1) mas com um epicentro a menor profundidade (50Km em vez de 70Km), causando num ápice mais do dobro de vítimas (2.5X) comparativamente com o anterior.

 

mc.jpg

 Com as ondas sísmicas a repercutirem-se nos barcos de recreio

(em Xochimilco/centro da capital através do movimento das águas)

 

No dia de hoje (quarta-feira, 20) com os sismos mais intensos (de maior magnitude) a registarem-se a nível Global (com M>4.5) a serem (até às 08:39 UTC):

 

Região

Hora (UTC)

Profundidade (Km)

Magnitude

(M)

Leste

Irão

00:08

10

5.0

Ilhas Auckland

NZ

01:43

10

6.1

Estreito de Cook

NZ

02:42

24

5.0

Sul

Perú

05:26

115

5.3

 

Teoricamente podendo-se afirmar (se registado em zonas habitadas) que mesmo que não se tenham notícias provenientes do lugar, pela localização do sismo (em terra ou no mar), pela intensidade do mesmo (maior ou menor magnitude) e pela profundidade do seu epicentro (menores profundidades originando maiores efeitos), o mais grave em consequências (humanas e danos materiais) poderá ter sido o do leste do Irão.

 

Com o sismo mais forte sentido na Europa e nas proximidades de Portugal (este dia 20) a ser o registado a NW de Málaga (sul de Espanha), pelas 02:44, a 4Km de profundidade e de M1.6 (praticamente impercetível).

 

(imagens: AFP/GETTY IMAGES/standard.co.uk ‒ Carlos Jasso/REUTERS/abc.net.au ‒ Storyful News/youtube.com/abc.net.au)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:48

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

18



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO