Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Mar 18

[Em Estado de Alerta pela Agitação Marítima]

 

Com as temperaturas em Portugal a variarem entre os - 0,1⁰C (mínima nas Penhas Douradas) e os + 19,3⁰C (máxima em Castro Marim),

 

Com o máximo de precipitação a atingir os 76,3mm (na Madeira/Areeiro)

 

‒ No continente com 14,6mm (no Cabril/Montalegre)

 

E com o vento a registar rajadas máximas de V = 133,49Km/h (na Madeira/Lombo da Terça)

 

‒ No continente com V = 59Km/h (na Fóia)

 

A caraterizarem fortemente o dia de ontem (quinta-feira 8 de Março, vésperas da chegada da tempestade FÉLIX),

 

hs-iberia-2018-03-09T1500.jpghs-iberia-2018-03-10T1500.jpghs-iberia-2018-03-11T0000.jpg

Ondulação ‒ Previsão da altura significativa

Sexta-feira/15h, Sábado/15h e Domingo/00h

(fonte: IPMA)

 

Esta sexta-feira com todo o continente sob um manto cinzento de chuva (nuvens) e de vento moderado e com as temperaturas de momento (14:30) a andarem entre os 6,8⁰C (Penhas Douradas) e os 16,5⁰C (Aveiro e Sagres),

 

Mantêm-se sensivelmente as mesmas condições meteorológicas de ontem (de vento e de chuva) sendo apenas de relevar o agravamento do estado do mar

 

‒ Estando previstas para hoje e para toda a costa portuguesa ondas de 3 a 4,5 metros (no domingo sobretudo na costa ocidental podendo atingir os 7,5 metros).

 

E devido à aproximação e passagem da tempestade Félix com a mesma colocando a Madeira e todo o norte de Portugal continental em Alerta Laranja (exceção feita à sua ponta leste),

 

Para além de se estender ainda (o alerta) por todo o litoral continental (do rio Minho ao rio Guadiana) e como consequência da forte ondulação (marítima) prevista,

 

Com ondas a surgirem que segundo as previsões poderão atingir os 12 metros (de altura).

 

(dados e imagens: ipma.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:21

Júpiter ‒ O planeta onde caberiam 1300 Terras

 

1/2

1 Ciclone central rodeado por outros 8 Ciclones

(com diâmetros variando entre 4000Km/4600Km)

 

PIA22335.jpg PIA22336.jpg

1/2

Pólo Norte de Marte ‒ Missão Juno

(PIA 22335/PIA 22336)

 

Imagens obtidas a partir da sonda JUNO atualmente orbitando o planeta JÚPITER (o Gigante Gasoso e maior planeta do Sistema Solar), mostrando-nos as violentíssimas tempestades atmosféricas que ocorrem à superfície do 1º Planeta Exterior (planeta localizado para além da Cintura de Asteroides), no primeiro dos registos sendo de assinalar vários ciclones rodeando o Pólo Norte do planeta e no segundo (obtido há pouco mais de um ano, a 2 de Fevereiro de 2017) esclarecendo-nos melhor sobre a estrutura e o padrão desses ciclones. Através dos dados registados por instrumentos da sonda Juno utilizando (neste caso e especificamente) infravermelhos (e associando as cores obtidas a temperaturas), com as temperaturas (indicando calor radiante) dessa espessa camada de nuvens movimentando-se à superfície de Júpiter a elevadíssimas velocidades (se comparadas com os casos mais extremos e semelhantes ocorridos na Terra) a variarem entre os -13⁰/amarelo e os -181⁰C/vermelho.

 

3

1 Ciclone central rodeado por outros 5 Ciclones

(com diâmetros variando entre 5600Km/7000Km)

 

PIA22337.jpg

3

Pólo Sul de Marte ‒ Missão Juno

(PIA 22337)

 

Já no terceiro registo verificando-se o aparecimento do mesmo tipo de violentíssimas tempestades tal como as ocorridas no Pólo Norte (atrás referidas), neste caso com um menor número de Ciclones em presença ‒ um central e outros cinco rodeando-o ‒ e com diâmetros de ação (dos mesmos) ainda maiores: tal como no Pólo Norte ‒ e apesar destes monstruosos ciclones abrangendo áreas enormes, rodando a elevadíssimas velocidades e de quase se tocarem mantendo no entanto a sua identidade (forma e características) ‒ com o mesmo fenómeno atmosférico (brutal) a manifestar-se em tempestades desenvolvendo-se e observadas durante meses. E entre os muitos mistérios que envolvem este planeta gigante (com o hidrogénio e o hélio a perfazerem quase os 100% da sua atmosfera) podendo incluir no seu interior (2.5X) todos os astros irmãos (planetas) integrando o mesmo conjunto (Sistema Solar) ‒ só sendo mesmo superado pelo Sol ‒ assinalando-se a grande espessura das diferentes camadas de nuvens envolvendo o planeta Júpiter (nelas circulando fortes correntes de jato originando estes ciclones e podendo ter uma profundidade de cerca de 3000Km) ‒ comparativamente com uma massa total 1000X superior à terrestre ‒ rodeando um núcleo central sólido (eventual) mas nunca visto (direta ou indiretamente nunca observado, apenas apoiado em dados recolhidos e teorizados). Um núcleo central certamente ainda mais quente que o de Saturno (atingindo quase 12000⁰C) tendo a envolve-lo uma espessa e turbulenta atmosfera com ventos podendo atingir velocidades (dependendo da profundidade/pressão atmosférica) entre os 300Km/h e os 600Km/h.

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:47

Apesar das anomalias e fissuras detetadas na ponte (25 de Abril/Tejo/Lisboa) há já pelo menos oito anos, segundo os técnicos responsáveis pela sua manutenção (pelo menos enquanto não foi desvendado o Segredo) mantendo-se firme e hirta. Mas pelos vistos precisando de obras (descoberta feita momentos antes da revelação do Segredo) para se manter por mais uns anos ereta.

Confuso não? Ou (mão de) artista português?

 

april-25th-bridge-and-christ-the-king-bus-tour-fro

Cristo-Rei e Ponte 25 de Abril

(sobressaindo o rio Tejo e na outra margem Lisboa)

 

Com mais ou menos rachadelas descobertas há mais ou menos anos, a realidade é que a Ponte 25 de Abril continua a cumprir a sua obrigação, não se tendo notícia até hoje de algum incidente grave (a nível de construção) que aí tenha alguma vez ocorrido,

 

‒ É certo que com algumas obras entretanto aí realizadas (originando interrupções temporárias na circulação) mas como simples trabalhos necessários e/ou programados de manutenção: uma ponte rodoviária inaugurada há 51 anos (confirmado), sendo-lhe posteriormente adicionada uma via ferroviária há 18 anos (confirmado) e que pelos vistos há já 8 anos (não confirmado podendo obviamente ser maior o período de tempo em causa) apresenta fissuras e outras anomalias na sua estrutura ‒

 

Para já mantidas tranquilas (ou seja sem qualquer tipo de intervenção técnica), não fosse o “Diabo tecê-las” (implicando gastos não previstos e podendo colocar em pânico os seus utilizadores).

 

E se esta ponte com meio século de vida e com um novo tabuleiro (ferroviário) até hoje ainda não caiu, não será por se falar dela que tal sucederá e alguém morrerá: com o mesmo a ser assegurado certamente pelo mesmo Chefe responsável que nada disse e que nada fez e que no entanto e do alto da sua poltrona (evidentemente de excecionalidade) apresentou como prova irrefutável da sua sabedoria e certeza a imagem da mesma (ponte) ainda de pé.

 

E assim com os utilizadores da Ponte a poderem ficar descansados (a ponte foi construída há 51 anos, foi aumentada há 18 anos e só apresenta anomalias há 8) ‒ evitando-se assim o alarme social só porque um documento secreto sobre a ponte (só acessível a um número restrito de eruditos) foi revelado (aos leigos) ‒ já que resolvido o mistério (fissura sim, fissura não) vai-se finalmente dar o milagre (o arranque das reparações):

 

Mas como um Mal nunca vem só com o primeiro a oferecer-se para pagar os 20 milhões para as obras na ponte (25 de Abril) nesta Parceria Público-Privada (o estado oferece as instalações e o privado instala-se e explora-a), a ser como sempre o Estado (nós os contribuintes) com os Privados calados e por trás a agradecer e a receber.

 

Entretanto com o utilizador a virar-se para o Cristo-Rei (rezando) como uma garantia adicional (mesmo que espiritual) ‒ com a Ponte a transformar-se num novo Ópio do Povo (a única forma rápida e viável de atingir a tão desejada e necessária Outra Margem).

 

(imagem: portugalresident.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:53

Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10



25
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO