Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Abr 18
  1. Liga dos Campeões

(n/contando p/RM)

 

hqdefault.jpg

Zhou Yuelong Vs. John Higgins

(finalista Vs. vencedor da Liga dos Campeões)

 

Vencendo a Liga dos Campeões, com o escocês JOHN HIGGINS a integrar o Quinteto de Jogadores tendo ganho mais do que uma prova (contando p/RM + n/contando p/RM) integrando o Circuito Mundial de Snooker época 2017/18: constituído por Ronnie O’Sullivan/ING (5+0), John Higgins/ESC (2+1), Mark Williams/GAL (2+1), Ryan Day/GAL (2+1) e Neil Robertson/AUS (1+1).

 

Fase

J

N

RM

F

J

N

RM

MF1

John

Higgins

ESC

5

3-2

Mark

Selby

ING

1

MF2

Zhou

Yuelong

CHI

31

3-0

Allister

Carter

ING

14

Final

John

Higgins

ESC

5

3-2

Zhou

Yuelong

CHI

31

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial MF: Meia-Final)

 

  1. Open da China

(contando p/RM)

 

DZ3DESwXkAA1DqW.jpg

Mark Selby

(atual detentor do Open da China)

 

Realizadas as duas primeiras rondas do Open da China e já com os 16 finalistas apurados, sendo este o quadro para a 3ª ronda da prova (e salientando-se desde logo as eliminações de Ronnie O’Sullivan/1ªRonda, John Higgins/2ªRonda e Shaun Murphy/1ªRonda):

 

3ª R

J

N

RM

J

N

RM

1

Mark

Selby

ING

1

Lu

Haotian

CHI

68

2

Mark

Williams

GAL

6

Mark

Alllen

IRLN

16

3

Jack

Lisovsky

ING

32

Gary

Wilson

ING

39

4

Kyren

Wilson

ING

10

Ding

Junhui

CHI

3

5

Zhou

Yuelong

CHI

31

Neil

Robertson

AUS

11

6

Stuart

Bingham

ING

13

Graeme

Dott

ESC

21

7

Bary

Hawkins

ING

8

Cao

Yupeng

CHI

38

8

Luo

Honghao

CHI

s/RM

Tom

Ford

ING

33

(R: Ronda)

 

  1. Top 16

(isentos das Qualificações p/Mundial)

 

2016-01-17T000000Z_1158901508_MT1ACI14249987_RTRMA

Ronnie O’Sullivan

(Líder do RM da época 2017/18)

 

Relativamente aos jogadores (concluído o Open da China última prova antes da realização do Campeonato do Mundo) integrando o TOP 16 Mundial ‒ como se sabe tendo acesso direto ao quadro final do Campeonato do Mundo (21 Abril/7 Maio) e assim sendo dispensados das pré-Qualificações (11/18 Abril) ‒ com a grande alteração a verificar-se na entrada do norte-irlandês MARK ALLEN para esse Top (16) substituindo o galês Ryan Day (agora 17ºRM).

 

RM

J/N

RM

J/N

RM

J/N

RM

J/N

Mark

Selby

(ING)

John

Higgins

(ESC)

Marco

Fu

(HK)

13º

Stauart

Bingham

(ING)

Ronnie

O’Sullivan

(ING)

Mark

Williams

(GAL)

10º

Kyren

Wilson

(ING)

14º

Anthony

McGill

(ESC)

Ding

Junhui

(CHI)

Shaun

Murphy

(ING)

11º

Neil

Robertson

(AUS)

15º

Allister

Carter

(ING)

Judd

Trump

(ING)

Barry

Hawkins

(ING)

12º

Luca

Brecel

(BEL)

16º

Mark

Allen

(IRLN)

 

Pela 1 hora da manhã (em Portugal Continental) desta quinta-feira dia 5 (8 horas da manhã em Pequim) iniciando-se a 1ª sessão desta 3ª ronda (com a 2ª sessão a disputar-se a partir das 13:30), para na sexta-feira dia 6 se disputarem os Quartos-de-Final. Com o emparelhamento para os QF a ser o seguinte (olhando para a tabela relativa à 3ª ronda): 1-2, 3-4, 5-6 e 7-8. E já este mês se iniciando o Campeonato do Mundo de Snooker (época 2017/18), ficando-se a partir daí a conhecer o nome do sucessor de MARK SELBY (atual Campeão do Mundo).

 

[Transmissão EUROSPORT]

 

(imagens: Snooker Best/youtube.com ‒ scoopnets.com ‒ Action Images)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:25

Numa imagem com mais de 10 anos (2007) de um dos mais de sessenta satélites naturais do planeta Gigante Saturno (no Sistema Solar o 2º maior depois de Júpiter),

 

‒ A lua gelada de ENCÉLADO ‒

(descoberta em 1789 pelo astrónomo e compositor alemão William Herschel)

 

PIA17216.jpg

Encélado

28 Junho 2007

(PIA 17216)

 

Podendo-se usufruir de um cenário distante (com Saturno a localizar-se a uma distância média da Terra de 1,43 biliões de Km) e misterioso (terminada a missão CASSINI de momento sem nenhuma sonda terrestre nas proximidades),

 

- Tendo como pano de fundo os anéis de Saturno (os maiores e mais brilhantes do nosso Sistema),

 

- E exibindo em primeiro plano a sua 6ª maior lua Encélado (possuindo um oceano de água líquida debaixo da sua superfície gelada):

 

Pela presença de Água (65% de vapor de água constituindo a sua atmosfera) e dada a sua provável associação (deste composto fulcral incluindo O e H) à Existência de Vida (mesmo que primitiva ou diferenciada),

 

Devendo esta lua ser uma das prioridades dos Humanos não só na busca de Vida Extraterrestre (Água = Vida),

 

Como também de um local de possível instalação (base/colónia) e futuro relançamento (para outras viagens interplanetárias, entre sistemas e intergalácticas),

 

- Na Conquista dos Oceanos levada a cabo pelos Novos Navegadores, agora tendo como objetivo num palco de Aventura & Ação as profundezas do Espaço e a Descoberta do Universo (essa coisa sem fim, pondo em causa a vida e a morte e ainda nos deixando perplexos e sem compreender a essência).

 

6958_lTIiKiiw.jpg

 

No fundo à procura da Alma.

 

Com o Homem mesmo podendo ser um corpo físico apenas reagindo se submetido a estímulos externos,

 

‒ Sentindo, reagindo, replicando, comportando-se quase como uma máquina ‒

 

A ter nesse caso e para funcionar normalmente de depender de uma estrutura mais complexa e hierarquicamente superior, a que poderíamos chamar o nosso operador, o nosso orientador/tutor/educador e em conclusão e como substituição, o subscritor da nossa componente psíquica, o último Dono da nossa Alma.

 

Confrontando-nos com um corpo celeste com um diâmetro cerca de 25 X menor do que a Terra (um mini protótipo de planeta) brilhando na escuridão do Espaço e perdido na sua imensidão temporal (sendo o Tempo uma das componentes associadas ao Espaço sua transformação e evolução),

 

E nesse local distante e ainda por explorar, expondo a razão do seu brilho e presença relevante:

 

Pela presença de material originado na ejeção de partículas (de gelo) a partir da sua superfície e impulsionadas em direção ao exterior (à camada superior da sua atmosfera),

 

‒ Eventualmente oriundas (como já vimos) de um oceano subterrâneo ‒

 

Com essas pequenas partículas flutuando na atmosfera e sendo expostas à luz exterior (oriunda dos raios solares, dos raios cósmicos e refletida pelo planeta-gigante principal e próximo) dando um aspeto branco/brilhante (refletindo a luz) à sua superfície e desse modo destacando-a (com justificação) da negritude envolvente.

 

(imagens: nasa.gov e blogtalkradio.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:55

Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18
21

22
25
27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO