Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

31
Mai 18

No Mundo de hoje e face à falta de certezas para se poder condenar e matar (como no Tempo da Inquisição agora apresentado como Tempo das Fake News) entre o Verdadeiro e o Falso optando-se (de momento) pelo Altamente Provável (numa patente dos UK, da dupla Theresa May/Boris Johnson) ‒ e desse modo Queimando-se o Bruxo (Vladimir Putin).

 

1835.jpg

O gato persa Nash Van Drake

Os 2 porquinhos da guiné e o cão Noir

[Com as únicas vítimas mortais relacionados com o caso da tentativa de assassinato do ex-espião russo Sergei Skripal (em Salisbury/Londres) ‒ e com as autoridades britânicas a afirmarem terem descoberto uma alta concentração de Novichok à porta de casa dos Skripall ‒ a serem dois porquinhos da guiné (vivendo numa gaiola) e o gato persa Nash Van Drake (passeando-se pelo interior da casa): depois da mesma selada e só encontrados dias depois, com os porquinhos a serem encontrados mortos de sede e com o gato muito mal nutrido, stressado e em más condições físicas ‒ todos posteriormente incinerados (sem se confirmar a causa dos seus estados de saúde) aparentemente (só agora?) para evitar possíveis contaminações. Salvando-se o cão Noir (pelo que se sabe à altura preso num canil) talvez por se ter pirado antes para Moscovo (onde atualmente se encontra)]

 

Depois da recente tentativa de assassinato do ex-agente russo Sergei Skripal (e da sua filha Yulia) às mãos dos serviços secretos russos e sob ordens do seu presidente (e ex-agente do KGB) Vladimir Putin (tal como o confirmam as declarações de Theresa May),

 

Mr. Speaker, on Monday I set out that Mr Skripal and his daughter were poisoned with a Novichok: a military grade nerve agent developed by Russia.

 

Based on this capability, combined with their record of conducting state sponsored assassinations,

 

– Including against former intelligence officers whom they regard as legitimate targets ‒

 

The UK Government concluded,

 

It was highly likely that Russia was responsible for this reckless and despicable act.

 

(Theresa May intervindo na Casa dos Comuns)

 

No dia 4 de Março com os Skripal (pai e filha) depois de abandonarem o restaurante italiano Zizzi (pouco antes das 04:00 PM), a serem descobertos (pelas 04:15 PM) por um transeunte passando acidentalmente perto do local ‒ aparentemente (com pai e filha) em situação clínica grave ‒ chamando de imediato as autoridades e levando ambos ao seu internamento hospitalar. Suspeitando-se inicialmente (pelos sintomas) poder ser um caso de Overdose (de drogas) e tratando-o como tal, para posteriormente ser apresentado (no mínimo mais de 24 horas depois) ‒ apoiado pelo Poder Político e depois deste o ter colocado nas suas mãos (do impensável duo May/Boris) ‒ como um Grave Incidente Político-Internacional dado tratar-se efetivamente (segundo o Governo Britânico) da utilização de um gaz venenoso e mortal e internacionalmente proibido, para assassinar um cidadão opondo-se (democraticamente) a um determinado regime (ditatorial) em pleno (e soberano) solo britânico: no fundo (e para o Governo Britânico) uma Declaração de Guerra. Muitas semanas depois deste atentado perpetrado (?) mas falhado (por amador certamente, com o objetivo de falhar, bastando-se descobrir para quê) com um poderoso produto denominado Novichok ‒ capaz de matar sem recurso em alguns minutos no máximo em horas ‒ a não ter morto ninguém (racional e humano) apesar da eventual tentativa, para além das 3 vítimas mortais noutro Mundo registadas: no Mundo irracional não humano, com dois porcos-da-guiné e um gato ‒ não morrendo pelo gaz tóxico (Novichok) mas sim de isolamento e de stess, para além de sede e de fome (ao serem seladas com a casa ‒ dos Skripal ‒ pelas autoridades). Obra de Humanos.

 

000_15H46O-768x520.jpg

O Fenómeno Russo Arkady Babchenko

Assassinado num dia Ressuscitando no seguinte

[O jornalista russo Arkady Babchenko (atualmente trabalhando para uma estação de TV ucraniana) assassinado a tiro no seu apartamento em Kiev (sendo um forte opositor do regime russo de Vladimir Putin) ‒ segundo as autoridades policiais numa operação levada a cabo com sucesso pelos Serviços Secretos Russos ‒ e (deixando todo o Mundo de Boca Aberta com o Evento Miraculoso suplantando o feito de Jesus Cristo) cerca de 24 horas depois e com um aspeto impecável aparecendo ressuscitado numa conferência de imprensa juntamente com responsáveis dos Serviços Secretos Ucranianos: tentando-nos convencer que à segunda versão (quando todos nós sabemos que não há duas sem três) será de vez (até já tendo na sua posse e armadilhado o verdadeiro suspeito outro russo)]

 

À falta de uma resposta imediata e efetiva do Mundo Ocidental e dos seus Aliados (mais especificamente da Europa) às contínuas agressões levadas a cabo pelo líder ditatorial russo Vladimir Putin (tendo atrás de si a sua poderosa Máquina Militar),

 

Eis que a notícia de mais uma violenta agressão (russa) agora terminando mesmo num assassinato (numa execução pública), se espalhou rapidamente pelo mundo e pelos Média Globais (neste interlúdio noticioso balançando entre a Guerra na Coreia ou a Guerra no Irão e com a Ucrânia irrequieta e na fila seguindo sempre na procissão):

 

Com o conhecido escritor e jornalista russo Arkady Babchenko (conhecido pelas suas ideias críticas contra o Kremlin) a ser assassinado a tiro enquanto se encontrava no seu apartamento em Kiev capital da Ucrânia (aí trabalhando como jornalista no canal de TV ucraniano ATR).

 

Segundo as autoridades policiais ucranianas responsáveis pela investigação deste crime com todos os indícios a apontarem para mais um caso inserido nas contínuas provocações da Rússia (no Ocidente e seus aliados de leste),

 

Utilizando agentes seus infiltrados e sob as ordens dos Serviços Secretos Russos (e sob a supervisão final do seu Líder e Presidente) para assim cometerem crimes (em solo estrangeiro) tentando coagir (amedrontar) o Mundo.

 

‒ Como o fez nos EUA derrotando (a virtual/virtuosa) Hillary e dando a vitória a (ao real e diabólico) Trump.

 

481779-boris-johnson-afp-1.jpg

O peso-pesado Boris Johnson

Companheiro de vida e de caminhada política do anterior 1º Ministro David Cameron

[E no presente Secretário de Estado para os Assuntos Externos (tipo Ministro dos Negócios Estrangeiros do UK) do Governo de Theresa May ‒ e simultaneamente como teria que ser (dadas as suas posições no referendo) fervoroso adepto do Brexit ‒ para além de evidenciar uma das suas principais características pessoais (segundo os seus colegas de partido ambicionando ser 1º Ministro) ainda prejudicando a ação do seu Governo e da sua (ainda) chefe Theresa May com mais umas quantas Gafes: obrigando o Governo Britânico a apagar uma declaração de Boris Johnson declarando de uma forma convincente terem os cientistas do laboratório de defesa de Porton Down identificado a Rússia como origem do gás tóxico usado no ataque, mesmo que anteriormente o laboratório já tivesse desmentido tal conclusão (distração de Boris Johnson?)]

 

180314083640-putin-vs-may-780x439.jpg

Vladimir Putin e Theresa May

Respetivamente líder da 2ª Potência Mundial e do já extinto Império Britânico

[Apesar de todas as campanhas políticas anti-Rússia e anti-Putin promovidas pelas autoridades do Reino Unido ‒ levando o Governo ao extremo dramático, os Média ao total histerismo e o Povo à natural Indiferença (dado o cansaço acumulado e constantemente obrigado a escutar coisas que nada lhe dizem) … sem dúvida sendo mais Norte-Americano que Trump ‒ e de no retrato anterior se apresentarem de costas voltadas (com um cenário negro de fundo, não se sabendo ainda para quem), no que toca à ação (recente) e ao Agente Provocador (neste caso Theresa May invocando uma resposta imediata ao Perigo Vermelho) será fácil de constatar as (razões das) fraquezas de May: abandonada a EU depois do referendo do Brexit (num custo já assumido e que só a nível aduaneiros poderá provocar prejuízos de vários biliões de euros) e tendo agora apenas como seu principal aliado os EUA (hoje dizendo sim, amanhã não ou então talvez) com os UK a curto-prazo não podendo continuar a hostilizar muitas daqueles (dos mais poderosos a nível Global) que ainda lhe têm permitido respirar: além dos EUA e da EU ‒ e só mencionando dois ‒ a Rússia e a China. Que o diga a Europa que o diga a Alemanha.]

 

Russia's embattled liberal community was reeling Wednesday from the murder of fiercely anti-Kremlin journalist Arkady Babchenko who was gunned down in Ukraine after leaving Moscow following a campaign of harassment.

 

A prominent Russian war correspondent who became famous for his fierce tirades against Moscow, Babchenko, 41, was murdered on Tuesday evening in a contract-style killing in the stairwell of his building in the Ukrainian capital Kiev where he moved last year.

 

Ukrainian authorities blamed Russia's "totalitarian machine" for his murder.

 

(Agence France Press/afp.com)

 

Na passada terça-feira dia 29 de Maio (curiosamente e podendo o jornalista ser um adepto de futebol, já depois da disputa da final da Liga dos Campeões com a participação de CR7) com a notícia do assassínio de um jornalista russo conhecido como sendo altamente crítico de Putin e trabalhando para uma estação de TV ucraniana, a espalhar-se por todo o Mundo colocando de novo (depois do caso Skripal) em causa a Rússia. Numa réplica do procedimento (jurídico) inaugurado nos UK, com a Ucrânia a indicar desde logo os assassinos (tendo morto Arkady, covardemente a tiro, no seu apartamento) apontando sem provas (mas sendo altamente provável) em direção a leste para a Rússia de Putin. E superando o recorde até hoje mantido por Jesus Cristo (registado há cerca de 2000 anos) contabilizado desde que o mesmo morreu, até ao momento em que ressuscitou Jesus Cristo demorou 7 dias a ressuscitar com o russo Arkady Babchenko demorando apenas 2 dias para conseguir ressuscitar: na conferência de imprensa da quarta-feira seguinte surpreendendo os seus colegas e Regressando dos Mortos, provando ainda estar vivo e arranjando (para as autoridades) mais uma bela desculpa (provocando o falso rapto por pressentimento e antecipação) e levando a afirmar (as autoridades) já terem prendido o culpado ‒ obviamente sendo russo de modo a tudo esclarecer (nesta enorme confusão) resolvendo a situação. Não sendo um filme de Zombies mas nele incluindo Mortos-Vivos.

 

Ficando-se agora a aguardar por cenas dos próximos capítulos de uma Nova Temporada (provavelmente dependendo a data da sua estreia, do sucesso ou não de outras séries de guerra, em curso ou por estrear). Na Coreia do Norte ou Irão, ou inesperadamente noutro lugar não-qualquer, como será certamente a pobre da Venezuela (com grandes reservas de petróleo).

 

(imagens: thesun.co.uk ‒ kyivpost.com ‒ dnaindia.com ‒ cnn.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:38

30
Mai 18

Ao entardecer do passado dia 17 de Maio uma visão fabulosa (segundo Gianluca Masi) do céu colorido cobrindo a cidade (Eterna) de Roma ‒ num contraste de fatores envolvendo o azul de fundo do céu, o castanho-alaranjado do Sol e ainda nuvens escuras de passagem‒ observando-se debaixo do mesmo (céu) a cúpula da Basílica de São Pedro: e por cima dela (da basílica) sobressaindo dois pontos luminosos no céu, um mais perto de nós ‒ a Lua (por sinal o de mais pequena dimensão pouco mais de 1/4 do nosso planeta) a 384.400Km da Terra ‒ o outro mais afastado ‒ Vénus (por acaso o de maior dimensão ligeiramente mais pequeno que o nosso planeta) a 41.400.000Km da Terra. Deixando-nos aqui na Terra olhando para o Céu e penetrando o Espaço.

 

MoonVenusRome_17may2018.jpg

Pôr-do-Sol

 

Num dia em que Gianluca Masi (o autor do retrato) apanhou uma conjunção envolvendo quatro vértices de um mesmo cenário, incluindo na sua lista de protagonistas (sendo estes provavelmente infinitos) o Sol, a Lua, Vénus e a Basílica de São Pedro (aquelas projeções localizadas mais perto de nós): provavelmente sendo um fenómeno vulgar (dado o número deste tipo de aparições) mas justificando mais do que nunca (dada a sua beleza) uma olhadela ao céu (sobretudo ao entardecer ou então ao amanhecer, devido às fabulosas composições coloridas; nesses períodos de tempo apesar de limitados com sucessivas mudanças de cores). Mostrando-nos o maior e mais importante (a nível mundial) edifício do Catolicismo.

 

(imagem: Gianluca Masi/virtualtelescope.eu)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:39
tags: , , ,

SRI International Selected by DARPA To Develop Artificial Intelligence System that Continually Learns

 

l2m-1280x540_2.jpg

 

MENLO PARK, Calif. – May 16, 2018

 

SRI International has been selected by the Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA) to develop a next-generation artificial intelligence (AI) system able to learn continuously and apply that learning to become better and more reliable at performing new tasks. The contract will be supported under DARPA’s Lifelong Learning Machines (L2M) Program.

 

While AI systems have become core to many commercial and government applications, they are not able to handle new scenarios that they are not trained on. AI systems today can repeatedly make the same mistakes. Even with retraining, today’s systems are prone to “catastrophic forgetting” when a new item disrupts previously learned knowledg

 

“Our goal is to address these limitations by enabling AI systems to know what to learn and when,” explained Sek Chai, Ph.D., technical director in the Center for Vision Technologies, SRI International.  “Since memory is a key element of cognitive function, our research is focused on understanding and applying biological memory transfers to new AI algorithms that can fundamentally improve their performance throughout their fielded lifetime experience.”

 

Biological memory transfer is a complex sequence of dynamic processes, with local and global synchronization patterns. These processes support memories with flexibility in expression for future thinking, foresight, planning, and creativity.  As part of the L2M program, SRI researchers will develop AI algorithms based on biological mechanisms in memory consolidation and replay.  With this AI technology, future cognitive systems such as autonomous robots may be able to continually learn after initial deployment, improving execution performance and overall safety.

 

(texto e imagem: sri.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:04

new_logo1.57479.jpg

Estado

(Terrestre)

Território

(localização)

Nº Cidadãos

(milhares)

Dimensão

(por população)

Reino

Espacial

de

Asgardia

Plataforma espacial (iniciada com o lançamento do satélite Asgardia-1)

197

(196.985 espalhados por + de 200 Estados & Territórios)

172º Estado Terrestre

(com mais população)

 

Para todos aqueles que fartos de esperar por um Acontecimento ‒ que lhes transforme radicalmente a Vida ‒tentam desesperadamente encontrar o caminho ‒ o Mapa do Tesouro ‒ que os conduza à Felicidade,

 

Abandonados os Terrestres (e as suas constantes promessas nunca cumpridas) e a chegada nunca concretizada dos Extraterrestres (mesmo já cá tendo estado nunca se tendo manifestado pelo menos publicamente)

 

15054648526413(3).jpg

Reino Espacial de Asgardia

(ilustração)

 

Eis que no próximo dia 25 de Junho e assumindo (desde já) a necessidade de alguns dos membros da Humanidade (ultrapassando já os 7,5 biliões de Almas) de encontrarem uma Via Alternativa à Miséria do Quotidiano atual, uma nova nação se juntará às já existentes (193 segundo o ONU) a nação espacial de ASGARDIA (Asgardia Space Nation).

 

Uma nação (formada em Outubro de 2016) ainda não formalmente constituída ‒ elegendo o seu Líder ‒ mas já com 200.000 cidadãos e um ponto central de referência (a sua origem material):

 

O satélite Asgardia-1 ‒ propriedade do Reino Espacial de Asgardia (e do cientista e bilionário russo Igor Ashurbeyli) ‒  lançado em Novembro de 2017 e desde essa data em órbita da Terra.

 

screenshot-2017-11-13-16.30.33.jpg

Lançamento da 1ª pedra da construção do Reino de Asgardia

(12 de Novembro de 2017)

 

Nestes dois últimos anos (desde 2016) para além do lançamento do seu primeiro satélite artificial, com a Nação Espacial de Asgardia (querendo tornar-se num estado independente) a ter já a sua bandeira, o seu hino, a sua constituição e até o seu próprio território (centrado em Asgardia-1).

 

A 25 de Junho de 2018 (a última segunda-feira do mês) tornando-se oficial a declaração de ASGARDIA como mais uma nação terrestre, com a nomeação por parte de uma comissão de mais de uma centena de membros (tipo parlamento) e na presença de representantes dos vários territórios do planeta Terra (testemunhas oficiais) do Líder da Primeira Nação do Espaço.

 

Com o lema do que virá a ser o primeiro Líder de Asgardia (o russo IGOR ASHURBEYLI) e no qual se baseia o aparecimento desta Nação Espacial (localizada no Espaço exterior ao planeta Terra) a estar contida na afirmação (do próprio líder e bilionário russo) de que,

 

“Access to outer space should be a human right, beyond the control of any Earthly nation”.

 

15078316805909.jpg

Igor Ashurbeyli

Cientista e bilionário russo e futuro Líder de Asgardia

 

E para ser seu cidadão bastando basear-se no Princípio da Igualdade (o fundamental), respeitar a Constituição (de Asgardia) e inscrever-se (ficando entretanto a aguardar).

 

“Asgardia was formed with the mission to ensure peace in space, protect the Earth from space hazards, prevent Earth’s conflicts from being transferred into space, and with the long-term goal to build a habitable, orbital space station where someday Asgardia citizens can reside.” (room.eu.com)

 

E num Futuro que se espera próximo estando previsto (em torno do ponto original de localização do satélite Asgardia-1) a construção de uma Grande Estação Espacial (tipo uma grande cidade terrestre com uma vasta e crescente malha urbana) capaz de acolher todos os cidadãos da Nação Asgardia:

 

Tornando-se a partir daí (essa que a concretizar-se será sem dúvida uma grande obra da Humanidade) num ponto de lançamento do Homem na Aventura e Conquista de outros territórios (desconhecidos), que não terras e oceanos (do nosso planeta) mas Outros Mundos (a distâncias incríveis) como Galáxias.

 

(dados: room.com ‒ imagens: 1/2/4 ASGARDIA e 3 NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:47

29
Mai 18

“Up to 20,000 bolts of lightning hit Britain, leaving hundreds of homes without power.”

(theguardian.com/27.05.2018)

 

3468.jpg

Londres e o rio Tamisa

 

No passado fim-de-semana (26/27 Maio) e a pouco menos de um mês do início do Verão (no Hemisfério Norte/Portugal) a Europa foi atravessada por uma nova e severa tempestade transportando consigo elevada precipitação com queda de granizo, trovoada e um número não muito usual de descargas elétricas (relâmpagos):

 

Pelo número de relâmpagos contabilizados em cerca de 48 horas ‒ mais de 400.000 descargas elétricas em 2 dias ‒ podendo-se afirmar que (pelo menos uma) parte da Europa atravessou verdadeiramente um FIM-DE-SEMANA ELÉTRICO ‒ particularmente o Reino Unido, a França e a Alemanha ‒ sentindo-o bem na pele se não diretamente (choque elétrico) então por via indireta (meteorologicamente falando).

 

Aqui pela ponta sudoeste da Europa (e da Península Ibérica ponta oeste do Califado) virada ao Atlântico mas beneficiando ainda (do sabor quente, húmido e sensual) do mar Mediterrânico e do (perfume a especiarias do) norte de África ‒ mais especificamente no Algarve (Albufeira) ponta sul de Portugal ‒ notando-se pouco a sua passagem limitando-se à intermitência entre céu limpo (a grande maioria do dia) e ligeiros períodos de chuva (de vez em quando mas pouco) e até dando para um salto até ao mar e à praia (à areia, ao Sol e até à água, pelo menos molhando os pés).

 

No fim-de-semana marcado (no Algarve) pelo início da época (da caça ao bicho) e do Festival do Caracol:

 

Uns (os teóricos da Imaginação) gostando de os ver com a sua casa às costas (sendo o único inquilino além de hermafrodita) deslizando suavemente sobre a sua baba (pelos próprios produzida e diminuindo o atrito) e expondo aos céus os seus corninhos (bem apontados ao Sol) tal como antenas de comunicações mantendo-os informados (os caracóis) sobre o seu Mundo,

 

Outros muito mais práticos e encarando desde logo a Realidade de frente (mesmo que Futura pelos indícios sendo previsível) e talvez prevendo outros cenários, habituando-se desde já a apreciar e comer outras espécies animais (sendo estes herbívoros certamente sendo menos tóxicos que os carnívoros) sejam elas quais forem (um dia já foi o Homem) e sejam quais forem as necessidades (se elas por acaso existem ignorando o poder avassalador da moda) ‒ acompanhados (os caracóis) por umas minis (cervejolas).

 

“Violent thunderstorms produce more than 400 000 lightning strikes in 48 hours, Europe.”

(The Watchers)

 

33764286_2234439913445764_7939008362438459392_n.jp  33823382_2234439916779097_6092266888669167616_n.jp

Paris e a torre Eiffel

 

E como consequência da passagem pela Europa desta tempestade de Caraterísticas Elétricas,

 

‒ Fonte geradora de inúmeras descargas elétricas, produzidas e partindo das nuvens chocando entre si (com cargas + ou -) e sob a forma de um relâmpago (de altíssima voltagem) atingindo violentamente o solo (sendo o seu efeito mortal)

 

Tendo-se registado uma vítima mortal no Reino Unido (depois de ficar submergido no interior do seu automóvel numa cheia repentina) e um ferido grave na Alemanha,

 

Na ilha com uns 60.000 relâmpagos em 24 horas (algo nunca visto num intervalo de tempo tão curto e com quase 20.000 relâmpagos unicamente durante o período noturno) acompanhadas por uma chuva diluviana (numa hora chovendo o equivalente a um mês) ‒ afetando uma das áreas mais em risco durante os períodos de cheias o vale do rio Tamisa (neste caso afetando mais de um milhar de propriedades e provocando cortes no abastecimento de energia);

 

E na Alemanha assim como na França (e tal como ocorrido no Reino Unido) com a chuva e os relâmpagos (para além do ferido grave) a provocarem o caos em certas regiões e a causarem alguns feridos mas ligeiros. Num momento meteorológico em que a Europa atravessava um período com tempo quente, como que nos recordando que o Verão estava aí à porta (chegando a 21 de Junho).

 

Já no caso francês e no que concerne à sua produção vitivinícola com as famosas regiões de Bordéus e Cognac (ocidente francês) a serem as mais afetadas, com cerca de 2.000 hectares (depois de já terem sido anteriormente atingidas pelo frio extremo) a levarem com um novo agora por parte desta forte tempestade.

 

(dados do texto: The Watchers ‒ imagens: Tom Jacobs/Reuters/theguardian.com e Severe Weather Europe/facebook.com

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:49

28
Mai 18

Só a ausência total de movimento e de presença eletromagnética (consubstanciadas na Matéria e na Alma) ‒ seja o objeto/imagem de base Mineral ou Orgânica uma certa impossibilidade dado o contexto Infinito ‒ poderá levar-nos a pensar o contrário de Lavoisier: ou seja “Na Natureza tudo Nasce e tudo se Morre, nada Evolui”.

 

Dispostas como folhas secas de uma árvore

Suspensas provisoriamente no ar

Mas prestes a quebrar e a tombar,

 

Estas finas camadas de rochas

Sobrepostas sobre uma estrutura central

E aqui numa sua visão superficial,

 

Sugerem-nos um Outro Mundo

Não de Base Orgânica

Mas de Base Mineral.

 

2056MR0109020000903636E01_DXXX.jpg

MARTE ‒ CRATERA GALE

OPPORTUNITY ROVER ‒ SOL 2056

MASTCAM RIGHT ‒ 19 MAIO 2018

 

Quando nos pomos a olhar para uma imagem distante de um mundo situado no Espaço para além dos domínios da Terra (do nosso Ecossistema Terrestre e da nossa acompanhante a Lua),

 

‒ Como é o caso do mais distante Planeta (Interior) Marte localizado a uma distância média do Sol de 230 milhões de Km

 

A primeira coisa que procurámos (talvez sendo algo de inato e de profundo e ligando-nos às nossas origens) é sempre algo que associe essa imagem em questão (e certamente impressa na nossa Imaginação) com uma outra imagem mas numa outra projeção, tendo como cenário a Terra mas aí com uma (grande) intrusão: a Vida.

 

frase-na-natureza-nada-se-cria-nada-se-perde-tudo-

 

E se na Terra o aparecimento da Vida (orgânica) teve obviamente origem numa Estrutura Central de base Mineral,

 

(que conjuntamente com a Água ‒ o dissolvente ‒ se traduziu na constituição da esmagadora percentagem do corpo da maioria dos seres vivos ‒ incluindo o Homem ‒ movimentando-se num Espaço/Tempo sucessivamente replicado e gerido por Impulsos Eletromagnéticos)

 

Porque não pensar que em Marte mesmo vendo-o hoje (século XXI) como um planeta seco, morto e sem vida, num passado remoto (talvez de 2/3 biliões de anos) e numa outra fase da sua evolução,

 

‒  Não coincidente (cronologicamente) com a nossa ‒

 

O mesmo (Marte) terá dela (Vida) usufruído num Testemunho Idêntico (ao nosso) ou então algo diferente, no mínimo (por associação) semelhante. Podendo um deles ser o Objeto, o outro a Imagem e o Espelho sendo a Tela.

 

(imagem: nasa.gov e kdfrases.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:27
tags: , ,

[Na Cena Política Internacional]

 

“Last week, French president Emmanuel Macron came to the US for his first official post-election visit to the White House, where—during a break from holding hands—he and Trump planted a small, unhappy-looking tree on the South Lawn. The oak, taken from a French WWI site where 2,000 US soldiers lost their lives, was Macron's gift to Trump—what he called "a reminder at the White House of these ties that bind us." But by the end of the week, the living monument to their bromance had mysteriously disappeared.” (Drew Schwartz/vice.com/30.04.2018)

 

trump-macron-tree-before-after-split-1-rt-ap-jt-18

O Carvalho de Macron

(bem visível na imagem a 25 de Abril de 2018)

 

Num acontecimento deveras revelador (aparentemente menor mas conduzindo-nos à descoberta do Todo) do estado das relações internacionais US/EU (sobretudo após o abandono por parte dos US do Acordo Nuclear Iraniano), depois de no dia 23 de Abril de 2018 sob o olhar das suas companheiras (respetivamente Melania Trump e Brigitte Macron) e sob os holofotes do Mundo inteiro os Presidentes dos US e da França terem plantado uma árvore (um carvalho) nos Jardins da Casa Branca ‒ propositadamente retirada de um local situado em território francês onde teriam morrido cerca de 2.000 soldados norte-americanos (durante a 1ª Guerra Mundial) e oferecida nesse dia por Macron a Trump como homenagem ao sacrifício desses mesmos soldados ‒ eis que apenas 5 dias depois (28 de Abril) e numa observação ao local onde o mesmo carvalho fora efetivamente plantado, nada aí restava a não ser uma leve mancha amarela (no terreno) onde o mesmo fora inserido e estivera. À primeira vista ‒ e tratando-se de um Evento ocorrido na autodenominada maior potência Cientifica e Tecnológica Terrestre e terra de Excecionais (os USA) ‒ podendo-se pensar estar-se perante um caso de rapto (executado por terrestres) ou de abdução (levado a cabo por extraterrestres), mas na realidade não sendo um caso nem o outro e não passando simplesmente da concretização de mais uma das diretivas (entre as suas promessas eleitorais umas cumpridas outras não) de Trump, de modo a controlar decisivamente (e assim colocando a defesa da América Primeiro) possíveis invasões de contingentes de alienígenas ‒ como de mexicanos (e outros povos latinos), de árabes (excluindo os auditas e os seus aliados árabes do Golfo Pérsico) e de outros povos oriundos de outros países ricos (em matéria-prima como o petróleo) mas não sendo colaborantes com a defesa dos interesses estratégicos (e globais) dos norte-americanos (como a Venezuela e o Irão sendo dois dos cinco países com maiores reservas mundiais comprovadas ‒ das dez maiores reservas com os EUA só não controlando ‒ para além dos dois países anteriores ‒ a Rússia) entre outras áreas vitais no campo do controlo e domínio da Energia (pela propriedade da fonte e pelo direito exclusivo da sua exploração).

 

trump-macron-tree-before-after-split-1-rt-ap-jt-18

O Carvalho de Macron

(já tornado invisível na imagem a 28 de Abril de 2018)

 

Evitando possíveis contaminações (físicas como psíquicas) provocadas por agentes secretos infiltrados (e extremamente intrusivos através de praticas de tortura e de violência e/ou de manipulação coerciva e hierarquização forçada) em Elementos oriundos do Mundo Exterior ‒ pertencendo à sua Fauna (racional e irracional) e estendendo-se como se comprova à sua Flora (afinal de contas as plantas também pensam, podendo como tal tomar opções) ‒ e assim salvaguardando a vida de uns milhões (mais de 300) contra uma possível colonização futura por parte dos outros biliões (mais de 7,5). E assim momentos depois de Trump e de Macron terem pegado nas pás e plantado o carvalho ‒ nesse momento pelos vistos sem existirem perigos de contaminação fosse para o nobre terreno fosse para as altas individualidades presentes (manipulando-a e tocando-a) ‒ com o Carvalho de Macron (não tendo sido roubado, raptado, abduzido, assassinado/sugerindo-se com um pontapé de Fúria de Trump ou simplesmente morrido/tendo sido após a cerimónia abandonado) eliminando possíveis boatos e teorias da conspiração (e porque não Fake News) a ser colocado (por prevenção e segurança) num período de Quarentena. Com este tipo de problemas e com este tipo de questões (sinaizinhos) confirmando-se o cenário (previsto) da próxima Queda do Império (Norte-Americano), com russos e chineses à frente (nunca se podendo esquecer a Índia) e com uma multidão de asiáticos logo atrás (localizando-se no Continente Asiático o Novo Eixo do Mundo). Se entretanto um Iluminado (entrando em curto-circuito e julgando-se Brilhante) não carregar num botão provocando uma sobrecarga e uma Enorme Explosão.

 

“Com o 25º Presidente de França Emmanuel Macron (2017/?) a tentar imitar um dos seus antecessores o 23º Presidente de França Nicolas Sarkosy (2007/2012) ‒ substituindo-o nos palcos Mundiais como o Novo Dançarino Europeu (recordando os tempos ainda recentes dos espetáculos proporcionados por Nicolas Sarkosy à líder da Europa Angela Merkel) ‒ mas tropeçando logo numa das suas primeiras atuações sob os olhares do Mundo e numa das suas mais esperadas aparições a nível Global: estatelando-se ao cumprido ao tropeçar num carvalho por si oferecido a Trump com este inadvertidamente a colocá-lo no caminho (político) do Bailarino Macron.” (Publicações Anormais/PA)

 

(imagens: Jim Watson/AFP/Getty Images e Carolyn Kaster/AP em vice.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:02

27
Mai 18

Concluída este sábado dia 26 de Maio a Liga dos Campeões de 2017/18 (a maior competição Mundial realizada a nível de clubes ‒ os mais ricos clubes de futebol a nível internacional ‒ disputada no continente Europeu) e a menos de três semanas do início (a 14 de junho com o jogo de abertura) do 21º Campeonato do Mundo de Futebol (de 2018) a realizar-se na Rússia, não param as tentativas de descredibilizar a Rússia ‒ atacando o seu Presidente Vladimir Putin ‒ para dessa forma fazerem a Vida Negra ao país organizador, boicotando de uma forma ou de outra (já que não a conseguiram anular e transferir) a Maior Prova Desportiva Global: com os Media concluída a partida e acabado derrotado o clube inglês (por 3-1), através das suas publicações e Redes Sociais a espalharem a notícia de que o jogador egípcio do Liverpool (e da seleção do Egito presente no Mundial da Rússia) Mohamed Salah, teria sido lesionado intencionalmente pelo jogador espanhol Sérgio Ramos (Real Madrid e seleção de Espanha), respondendo a um pedido (certamente com retribuição) da responsabilidade da Rússia e do seu Agente (e ex-KGB) Putin.

 

5b09da45fc7e93f2198b4600.jpg

1

Um dos Momentos da Final

Por volta dos 25’ da 1ª parte com o egípcio (do Liverpool) Mohamed Salah (ao centro na imagem) a cair lesionado por falta (não assinalada pelo árbitro) cometida pelo espanhol (do Real Madrid) Sérgio Ramos ‒ saindo pouco depois da meia hora de jogo (aos 37’) em lágrimas e com prognóstico reservado (tendo em vista a sua participação no Mundial de Futebol)

 

“A tearful Salah was subbed off in the first half UEFA Champions League final against Real Madrid after suffering a shoulder injury in a tussle with Madrid defender Sergio Ramos.” (rt.com)

 

Liga dos Campeões ‒ Final

Kiev ‒ Ucrânia ‒ 26 Maio 2018)

Real Madrid ‒ 3 Liverpool ‒ 1

 

“Social media users have blamed Russian President Vladimir Putin for the UEFA Champions League final injury to Liverpool striker Mohamed Salah, which may rule him out of Egypt's group game against Russia at the World Cup 2018.” (rt.com)

 

I FIGURED IT OUT... Putin didn’t want Salah to play against Russia in the World Cup.

(Mohammad Alawawdeh/@AhbalPrince/twitter.com)

 

Putin arranged Salah's injury so that Russia will advance at the World Cup.

He'll probably congratulate Ramos at the very least.

(Ian/@ian_10_19/twitter.com)

 

Fact:

If you don't think Putin paid Ramos to rip Salah's arm off then you just aren't paying attention.

(Samuel Army/@BarstoolSam/twitter.com)

 

“Social media users quickly took to Twitter to post their conspiracy theories that Russian President Vladimir Putin was responsible for taking out Egypt's star man, thus increasing the chances of Russia advancing from the group stage.” (rt.com)

 

DeJspiqXkAAZHXl.jpg

2258671_w2.jpg

2/3

Vladimir Putin e o seu Mundial de Futebol

Decorrendo de 14 Junho a 15 de Julho na Rússia (país apurado por organizador)

Integrando 32 seleções de todos os continentes (uma delas sendo Portugal)

E disputado em 10 cidades russas (com Moscovo a ter a Abertura e a Final)

Sem a presença dos EUA (surpreendentemente eliminado nas qualificações)

 

 

Com os Britânicos (tal como muitas vezes c/outros processos, mais à distância e com grande eficácia, os norte-americanos o fazem) mais uma vez a estarem por detrás desta nova Guerra Fria contra a Rússia (baseando-se exclusivamente na utilização das só agora descobertas FAKE NEWS, na verdade já passadas e tão úteis e lucrativas nas Guerras do Golfo/Iraque) ‒ não sabendo bem o que fazer desde a votação do Brexit (como Ilha abandonando a Europa e vendo-a como outro território) e a eleição de Trump (propondo aos britânicos transformarem-se num grande armazém um Entreposto Comercial Norte-Americano) apesar do Money Árabe, Russo e Chinês (injetado no Reino Unido). E à falta de melhor (enigmática e temporariamente desaparecido o caso Skripal) e pondo-se um pouco a pensar, encontrando-se logo ligação entre o Real (sucedido) e a Previsão (desejada): sugerindo-se ou afirmando-se que a Rússia seria parte interessada (no incidente) dada a seleção do Egito (onde joga Mohamed Salah a sua maior estrela) ser adversária da Rússia integrada no Grupo A ‒ juntamente com a Arábia Saudita e o Uruguai, assim diminuindo as hipóteses do Egito e aumentando as da Rússia (de passarem à fase seguinte).

 

(texto/inglês: rt.com ‒ imagens: (1) uefa.com e (2/3) rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:49

26
Mai 18

“Sadly, based on the tremendous anger and open hostility displayed in your most recent statement, I fell it is inappropriate, at this time, to have this long planned meeting.”

(Donald Trump/moonofalabama.org)

 

Última Hora

 

In attempt to salvage Trump-Kim summit, North and South Korea hold secret meeting

(Thomas Mareska/USA Today/26.06.2018)

636629197718415955-GTY-962617870.jpg

Reunião Coreia do Saul/Coreia do Norte

26 Maio 2018

 

Após a surpreendente declaração de Donald Trump (Presidente dos EUA) suspendendo (apesar de se apresentar como Mediador) o encontro entre Moon Jae-In (Presidente da Coreia do Sul) e Kim Jong-Un (Presidente da Coreia do Norte) ‒ sendo estes os países em conflito, tentando chegar a um acordo mútuo e duradouro ‒ os dois Presidentes asiáticos tentando num último esforço e utilizando todos os meios ao seu alcance (infelizmente apenas os próprios) salvar um encontro que poderia ser Histórico (relançando de vez o processo de Paz e de Reunificação das duas Coreias) ‒ e que até poderia levar Donald Trump à conquista do Nobel da Paz ‒ reúnem-se hoje dia 26 de Maio (numa inesperada 2ª reunião) em Panmunjom (Coreia do Norte). Segundo notícias recentes e face à reação dos dois países interessados (na resolução do conflito entre ambos e afetando toda a Península Coreana) com Donald Trump (face à incredibilidade internacional, dado o seu papel de mediador e não de parte interessada) a recuar e a afirmar que a reunião poderia passar para o dia 13 (de Junho).

 

 

Como um Mediador em vez de tentar arranjar pontes de ligação entre duas partes em conflito (a sua única e graciosa Função), as destrói logo à primeira sem dar qualquer tipo de justificação ou explicação credível às partes interessadas (para quem em princípio desinteressadamente o Mediador se ofereceu para trabalhar).

 

Com a inesperada reunião marcada para o próximo dia 12 de Junho (em Singapura) entre o Presidente (dos EUA) Donald Trump e o Líder (da Coreia do Norte) Kim Jong-Un a criar um ambiente-geral de alto-suspense em toda a Comunidade Internacional, eis que subitamente e sem qualquer tipo de justificação (minimamente percetível) Donald Trump anuncia a suspensão do encontro bilateral EUA/Coreia do Norte.

 

Deixando todo o Mundo de boca aberta assistindo estupefato (devido à completa falta de lógica e recusa do cumprimento dos procedimentos devidos) à recusa do Mediador (os EUA) em participar num encontro promovido e apoiado (e que deveria mediar e não nele interferir) pelas duas partes em conflito.

 

“The model, if you look at that model with Gaddafi that was a total decimation. We went in there to beat him. Now that model would take place if we don’t make a deal, most likely. But if we make a deal, I think Kim Jong-un is going to be very, very happy.”

(Donald Trump/moonofalabama.org)

 

2018_0525nk.jpg

Reunião de Mulheres pela Paz realizada na passada semana em Seoul/Coreia do Sul, em solidariedade contando com a participação de mulheres coreanas apoiadas por mulheres oriundas de outros países (inserido no Women Peace Korea Symposium e no Women's DMZ Walk)

 

Constatando-se que após a chegada de Mike Pompeo (como Secretário de Estado) e de John Bolton (como Conselheiro de Segurança Nacional) à Administração da Casa Branca (chamados por Donald Trump para o aconselharem e guiarem externamente) ‒ tentando replicar para si a ação de George W. Bush, levando às Armas de Destruição Maciça e à Guerra do Iraque ‒ a opção pela via diplomática (para solucionar divergências e conflitos) poderá ter sido definitivamente abandonada, dando-se a partir daqui o início a mais uma tentativa (bélica) por parte dos EUA,

 

‒ Optando pela confrontação e pela Guerra (dado o seu poderoso Complexo Industrial-Militar muito mais lucrativa) e subvalorizando o diálogo e a Paz (logo numa altura em que interiormente os EUA se encontram divididos como se estivessem em Guerra)

 

De mostrarem claramente ao Mundo (colocando-o no seu devido lugar) qual foi, é e será a Maior Potência a Nível Global, depois do Império Romano o Império dos Excecionais.

 

Calling the remarks of Pence "ignorant and stupid" Choe Son Hui (DPRK's vice foreign minister) said that Pence should seriously consider the "terrible consequences of his words" before making such remarks: "We could surmise more than enough what a political dummy he is as he is trying to compare the DPRK, a nuclear weapon state, to Libya that has simply installed a few items of equipment and fiddled around with them."

(moonofalabama.org)

 

Com os EUA de um lado, a Rússia e a China do outro, a Europa ainda a assistir, outras potências a aguardar (como a Índia) e a Ásia a espreitar (e com o Resto do Mundo à deriva sem saber o que pensar), com os Novos Imperadores da Terra julgando ter suplantado a ONU (e os seus quase 200 países soberanos) e (aparentemente) resignados de vez os seus súbditos (á força compressora do dólar e demolidora das armas) a lançarem-se dentro em breve em 4 possíveis direções, qual delas a mais lucrativa para a sua Florescente Industria-Militar: trabalhando a alto-ritmo, empregando mais mão-de-obra e graças aos altos-proveitos colocando em primeiro a América e tornando-a Maior.

 

Faltando apenas aos Falcões sobrevoando a casa do dono (Casa Branca) e nela se albergando (bem juntinhos a Donald Trump) escolherem entre eles um menu que os satisfaça (a todos): tendo agora à disposição ainda mais pratos variados tendo estes como origem países de 3 continentes ‒ a Coreia do Norte (na Ásia), a Ucrânia (na Europa), a Venezuela (na América do Sul) e o Irão (no Médio-Oriente).

 

(imagens: Getty Images ‒ Jeehyun Kwon/truth-out.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:30

25
Mai 18

Numa imagem de 22 de Maio (2ªfeira) obtida a partir do instrumento ótico ASTER (utilizado para fornecer imagens de alta-resolução da Terra e a partir desses dados recolhidos, criando mapas sobre parâmetros como a temperatura à sua superfície) equipando o satélite TERRA (um projeto de pesquisa da NASA tendo a Terra como objetivo de estudo), pode-se ver a região rodeando o vulcão KILAUEA (localizado na maior ilha do arquipélago do HAVAÍ) três semanas após o início da sua última erupção (ocorrida a 3 de Maio): situado numa região do Globo Terrestre considerada uma das mais ativas a nível geológico ‒ com o maior número e intensidade de fenómenos Naturais originados em Sismos e Vulcões ‒ e conhecida como o Anel de Fogo do Pacífico, uma zona (em forma de ferradura) estendendo-se pelo norte desse oceano desde as ilhas de Tonga (a sudoeste), passando pelo Japão (a norte) e alcançando toda a costa ocidental do continente Americano (até sudeste).

 

PIA22459.jpg

Vulcão Kilauea

(Instrumento Aster/Satélite Terra/Agência NASA)

 

No presente (25 Maio/6ªfeira) com a USGS (a instituição norte-americana de vigilância geológica) a manter o vulcão Kilauea em Alerta Vermelho, verificando-se a continuação de emissão de lava (por fontes e outras fissuras) alguma dela dirigindo-se para a costa e atingindo o oceano; num fenómeno acompanhado pela emissão de intensos gases tóxicos lançados para a atmosfera e tornando-a (nesses locais) irrespirável, de momento e aparentemente (com o vulcão) numa fase estacionária da sua atividade. Apesar de mais uma explosão detetada (lançando mais cinzas a uma altitude de cerca de 10.000 metros) e dos sismos (para já moderados) que continuam a ocorrer. Na imagem anterior (uma área de cerca de 1100Km²) ‒ relativa à erupção do Kilauea e ao dia 22 de Maio ‒ com as diferentes cores aí presentes a indicarem qual a constituição do cenário (da terra ao oceano): para além da lava ao contactar a água (do oceano) produzir um gás nocivo (sulfureto de hidrogénio), com a cor branca a representar as nuvens, com a cor vermelha a indicar a vegetação e com a cor amarela a destacar a localização dos canais de lava dirigindo-se para o mar.

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:57

Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
18

20
22
24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO