Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

30
Jun 18

[No Céu desde já este Verão]

 

Alan-Dyer-Planet-Panorama-at-Prairie-Pond_15295237

1

Vista panorâmica com o brilho dos planetas refletido nas águas

De Marte à direita e de Júpiter à esquerda

 

Com o planeta Marte no cumprimento da sua Translação Anual,

 

‒ Com o ano marciano (associando essa translação anual ao tempo que o planeta demora a fazer o seu movimento completo em torno do Sol) a durar quase 687 dias

 

A aproximar-se cada vez mais (menor distância entre eles desde há quinze anos) do seu ponto de maior aproximação ao planeta Terra,

 

‒ Previsto para o dia 31 de Julho de 2018 com a Terra e Marte a separarem-se por apenas uns 57,6 milhões de Km (podendo esta distância variar entre um mínimo de cerca de 55 milhões de Km e um máximo andando pelos 400 milhões de Km)

 

Bastando olhar para o céu noturno mesmo que a partir de Albufeira (por exemplo hoje a partir das 23:00 e se a visibilidade do céu o permitir) para ver como o planeta brilha cada vez mais intensamente e parecendo um pouco maior (comparando-o com anos anteriores).

 

skymap.png

2

Este sábado dia 30 de unho como nos seguintes

Com Marte em Capricórnio

 

Com esta aproximação de Marte à Terra colocando-o tão perto do seu mínimo estimado (de 57,6 para 55 milhões de Km),

 

‒ Colocando Marte a rivalizar no céu com estrelas e planetas ‒

 

Projetando sobre nós alguma da luz por si refletida e oriunda do Sol (sendo a tela a água proporcionando um fenómeno comum de se observar com o Sol e com a Lua, já menos com Vénus e Júpiter e muito raro com Marte):

 

Como o demonstra o retrato do céu noturno registado de 19 para 20 de Junho (por Alan Dyer) em Alberta (Canadá), com Marte bem brilhante (e fixo) lá em cima, rodeado de estrelas (cintilantes) e abafando o Gigante (mas distante) planeta Júpiter

 

(ainda há pouco tempo ‒ meados de Maio ‒ atingindo igualmente o seu ponto de maior aproximação à Terra na ordem dos 400 milhões de Km).

 

Alan-Dyer-Martian-Glitter-Path_1529523785.jpg

3

Com o planeta Marte bem brilhante

Como demonstra o seu forte reflexo nestas águas tranquilas da Terra

 

Marte:

 

Visível a partir do anoitecer sobre a constelação Copérnicos,

 

‒ Sendo (entre outras características) um planeta com 6779Km de diâmetro (pouco mais de metade do da Terra), com massa relativa cerca de 1/10 da nossa (Terra) e um dia aproximado ao nosso (pouco mais de 24,6 horas)

 

Num fenómeno bem visível durante as próximas semanas (mesmo a olho nu e se as condições atmosféricas o proporcionarem ‒ o mais natural dado estarmos no Hemisfério Norte e no Verão) e só voltando a suceder (nestas condições e distâncias mínimas) dentro de 15/17 anos.

 

[E só para chatear estando hoje um dia de Verão mais próprio da época de Inverno ‒ tal como antecipara o IPMA prevendo chuva para este sábado ‒ com chuva e céu encoberto e não se vendo Marte nem por um canudo, mesmo sendo um telescópio.]

 

(imagens: 1/3 Alan Dyer/spaceweather.com e 2 theskylive.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:46

[E Outros como estes futuramente envolvidos em Sacos de Plástico]

 

Afinal sempre existe vida alienígena em Marte e tal como os mexicanos, os marcianos também se mostram bastante preocupados

(especialmente depois de Trump já o ter feito e de entretanto os Clinton os terem contactado).

E existirá Vida no Algarve para nos livrarmos das Plataformas?

 

Desde há vários dias estando meio adormecida aparentemente como medida de proteção contra a Grande Tempestade (de areias e poeiras) que tem atingido há cerca de um mês e a Nível Global o planeta Marte, o veículo motorizado OPPORTUNITY entre duas imagens de fundo preto polvilhado por um numeroso conjunto de pontos brancos (o Espaço negro e estrelado visto a partir da superfície de Marte), presenteou-nos hoje de uma forma surpreendente e sem que ninguém tivesse o tempo necessário para reagir (com eficácia) com uma outra imagem deveras perturbadora (entretanto e logicamente apagada):

 

mars-aliens-telling-fuck-off-go-home.jpg

 

Colocados de frente para o que parece ser um dos dois ROVERS ainda ativos oriundos do planeta Terra (o nosso) ‒ provavelmente o OPPORTUNITY (como poderia ser o seu irmão mais novo o CURIOSITY) ‒ e sabendo-se de antemão (pelos vistos cá como lá) serem ambos norte-americanos e no presente estarem sob o comando do Todo-Poderoso terrestre de nome Donald Trump, querendo crer através da análise mais direta e imparcial deste pretenso retrato (logo sendo tanto objetiva como subjetiva, podendo estar certa como errada, mas sendo necessária e obrigatória) estarmos perante mais uma iniciativa de protesto contra Invasores e Colonizadores: num mundo em muitos aspetos (e à vista desarmada) dito morto como o nosso.

 

E conhecendo-se o que eles (os colonizadores norte-americanos) fizeram com os Índios (e outros indígenas terrestres) e o que outros tentam igualmente fazer connosco (querendo esburacar Aljezur na senda dos hidrocarbonetos) não sendo tempo de desconfiar (e contemporizar/adiar) mas sim hora de lutar (com as mãos fazendo obra e com a cabeça imaginando): neste retrato certamente de família (alienígena e impensável mesmo sendo mexicanos) registado num povoado marciano (em princípio sem Água e sem Vida) deparando-nos com outros Seres (talvez aproveitando a renovação temporária e positiva da em princípio ténue atmosfera de Marte) intervindo e manifestando ‒ demonstrando-nos como utilizando uma simples fuga (mesmo proporcionada pelos Média) se pode por momentos alterar a Realidade impondo-lhe a nossa Imaginação para uma inevitável (por Verdadeira e da Alma) desconstrução.

 

Desde que interiorizemos que no fundo somos nós os Descendentes da Máquina (e não como outras réplicas/como nós desse sempre nos ensinaram, ou seja precisamente o oposto, sendo o Homem o suposto seu criador) ‒ comprovando-se essa teoria na nossa obsessão pela mesma e na sua Ideia central consubstanciada na Tecla (mortal) da Perfeição: sendo material de desgaste, rápido e naturalmente sujeito a erros (todo o animal/vegetal circulando nesta Terra), nada melhor que criarmos (à nossa Imagem mas no Espelho) a dita Máquina Perfeita (no fundo um enganador Sucedâneo). Com Droga (legal/ilegal qual a diferença real?) apenas para facilitar (e até acelerar o processo). E no caso (talvez não tão extremo, talvez não tão surpreendente) de num dia alguém se decidir por rebentar (de vez) com toda a costa Algarvia, já estando em terra metade do trabalho feito (convertendo-se os apartamentos turísticos em pontos de apoio às plataformas), faltando apenas encher o mar (de barcos, tubagens e plataformas) mudando-se-lhe unicamente a cor e a sua consistência (talvez a do petróleo).

 

(imagem: cluesforum.info)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:41

29
Jun 18

2018 FIFA WORLD CUP RUSSIA

14 JUN ‒ 15 JUL

 

Iniciado a 14 de Junho de 2018 com a realização da partida Rússia-Arábia Saudita (5-0) conclui-se ontem (28 de Junho) a 1ª Fase (de Grupos) do Mundial de Futebol FIFA 2018: a maior competição desportiva a nível Global (só comparável aos Jogos Olímpicos) a decorrer no leste da Europa, no país com maior área do Mundo e integrando igualmente o imenso continente Asiático (em área como em população) ‒ a Confederação Russa do Presidente Vladimir Putin. Das 32 equipas iniciais representando os 5 Continentes terrestres restando apenas 16 (apurados para a 2ª Fase do Mundial agora com partidas a eliminar) desaparecendo desde já do mapa África e Oceânia e sobrevivendo ainda representantes dos outros 3 continentes: 1 Asiático, 5 Americanos (sendo um deles o adversário de Portugal ‒ o Uruguai ‒ agora numa 2ª Fase a eliminar) e 10 Europeus (um deles obviamente Portugal).

 

fifa-belgium-team-pic.jpg

Bélgica

(escalonamento inicial para a partida com a Tunísia com vitória por 5-2)

 

Performance das 16 equipas apuradas, no final da 1ª Fase/de Grupos:

 

Ranking

Equipa

Pontos

Golos

Ranking

Equipa

Pontos

Golos

1

Bélgica

9

9-2

-

Suécia

6

5-2

2

Croácia

9

7-1

10

México

6

3-4

3

Uruguai

9

5-0

11

Espanha

5

6-5

4

Brasil

7

5-1

12

Portugal

5

5-4

5

França

7

3-1

-

Suíça

5

5-4

6

Inglaterra

6

8-3

14

Dinamarca

5

2-1

7

Rússia

6

8-4

15

Japão

4

4-4

8

Colômbia

6

5-2

16

Argentina

4

3-5

 FIFA 2018

 

Da 1ª Fase do Mundial tendo como principais conclusões (Positivas) a tirar o caminho 100% vitorioso das equipas da BÉLGICA, da CROÁCIA e do URUGUAI (3 jogos = 3 vitórias) e o apuramento para a 2ª Fase (a eliminar) da equipa de PORTUGAL (3 jogos = 1 vitória + 2 empates) ‒ e com o intruso neste quadro do Top 16 Mundial a ser a equipa do Japão (3 jogos = 1 vitória + 1 empate + 1 derrota) ‒ e por outro lado (Negativo) até por nalguns casos se tratar de em acontecimento inesperado (deixando-nos claro está surpreendidos) a eliminação da Alemanha atual Campeão Mundial (até 15 de Julho) e o dificílimo apuramento da ARGENTINA (de Lionel Messi) no seu jogo de morte frente à Nigéria: resolvido aos 86’ com um golo de Marcos Rojo a fazer o 2-1 (já que o empate 1-1 apurava a Nigéria). E apesar de tudo com Portugal a poder afirmar ter jogado contra um ex-Campeão da Europa e do Mundo (a Espanha), talvez com o melhor representante asiático neste Mundial (o Irão) e certamente com uma das equipas africanas (a par da Nigéria e do Senegal) a praticar melhor futebol.

 

01A9FC3A-2C12-410C-8346-B4A1D6E57547.jpeg

Harry Kane

(5º golo marcado de penalty na goleada ao Panamá por 6-1)

 

Tabela de melhores marcadores, no final da 1ª Fase/de Grupos:

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

5

2

Romelu Lukaku

BEL

4

-

Cristiano Ronaldo

POR

4

4

Denis Cheryshev

RUS

3

-

Diego Costa

ESP

3

Top 5

 

Relativamente aos melhores marcadores da 2018 FIFA WORLD CUP RUSSIA com 18 jogadores oriundos de 15 países a terem já marcado 2 ou mais golos, tendo de momento na liderança (isolado) o inglês Harry Kane (com 5 golos) logo seguido pelo belga Romelu Lukalu e por CRISTIANO RONALDO (ambos com 4 golos mas com o belga em vantagem tendo jogado menos minutos). Com Lionel Messi (ARG) e Neymar Junior (BRA) na sua luta particular com CR7 a terem cada um deles 1 golo. Favoritos? Tudo dependendo das suas equipas e se estas se apuram ou pelo contrário são eliminadas.

 

Candy-Miyuki-Candy-Arts-1068x461.jpg

Japão

(numa criação da artista de doçaria Myuki como homenagem aos jogadores)

 

Fase a Eliminar ‒ 1ª Eliminatória:

 

Equipa

Data/hora

Equipa

França

30 Junho/15:00

Argentina

Uruguai

30 Junho/19:00

Portugal

Espanha

1 Julho/15:00

Rússia

Croácia

1 Julho/19:00

Dinamarca

Brasil

2 Julho/15:00

México

Bélgica

2 Julho/19:00

Japão

Suécia

3 Julho/15:00

Suíça

Colômbia

3 Julho/19:00

Inglaterra

Apuramento para os Quartos-de-Final

 

Chegados à 2ª Fase e entrando nas partidas a eliminar (e passando esta 1ª eliminatória, dando de seguida acesso aos Quartos-de-Final, integrando a partir daí o Top 8 Mundial) com 8 jogos de Vida ou de Morte (no sentido em que um fica e outro parte) desde logo em perspetiva (já a partir de amanhã), sem dúvida que os mais atrativos a serem (aparentemente) o FRANÇA-ARGENTINA e o COLÔMBIA-INGLATERRA. Mas claro que nunca esquecendo o URUGUAI-PORTUGAL provavelmente com 50% de hipóteses de sucesso para cada equipa (o polvo Paulo previu um empate ao fim do tempo regulamentar), mas que os portugueses desejarão certamente ser um jogo com Portugal a ganhar (no tempo regulamentar, no prolongamento ou nos penaltis, tanto faz). Esperando como sempre a contribuição do Santo CR7 (e de dois dos seus mais conhecidos apóstolos São PATRÍCIO e São QUARESMA).

 

(imagens: moneycontrol.com ‒ lastwordonfootball.com ‒ asiatrend.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:55

28
Jun 18

[E os Rovers]

 

NASA recently declared about suspensions of science operations for its Opportunity rover in the wake of the massive dust storm on Mars. NASA is waiting for the storm to blow over before it could resume its operations.

(Shazma Khan/brecorder.com/12.06.2018)

 

Mais uma imagem (referida a SOL 2094) enviada pelas câmaras do veículo motorizado CURIOSITY circulando na superfície do planeta Marte (com o outro e mais velho a ser o Rover Opportunity circulando na MERIDIANI PLANUM desde 23 de Janeiro de 2004) ‒ no interior da cratera GALE ‒ desde 6 de Agosto de 2012: no dia 27 de Junho de 2018 disponibilizando-nos mais um cenário da típica paisagem marciana (com a sua cor avermelhada devido à presença de óxido de ferro), neste caso com todo o Planeta Vermelho engolido por uma Tempestade de Poeiras Global (iniciada há cerca de um mês) impedindo a passagem dos raios solares e dificultando a visibilidade: e afetando obviamente todo o equipamento colocado na superfície do planeta Marte, estando nesse caso as sondas (não as orbitais) e os seus módulos de superfície ‒ como o de aterragem e os rovers.

 

NLB_583391195EDR_F0710996NCAM00281M_.JPG

Com a Tempestade Global ainda presente

Marte ‒ 27 Junho 2018 ‒ Cratera Gale

(Curiosity Rover ‒ Sol 2094)

 

E dos dois veículos motorizados circulando no planeta ‒ Rover Curiosity há 6 anos e Rover Opportunity há 14 anos ‒ com o equipamento/funcionamento a ser mais afetado por esta Grande Tempestade Global (atmosférica e extrema e como tal afetando a superfície) a ser o da sonda mais velha, não só devido à sua idade adiantada (uma sonda inicialmente prevista para durar alguns meses e já resistindo mais de uma dezena de anos ao Inferno térmico e tóxico/radioativo marciano) como a ser apenas alimentada por um gerador funcionando a Energia Solar (painéis solares): impossível de recarregar nestas circunstâncias de tempestade atmosférica (dificultando a passagem da luz oriunda do Sol) e obrigando o Rover Opportunity a entrar em Estado de Suspensão (até ao fim da Tempestade, preservando um mínimo de segurança, de energia necessária a um novo arranque).

 

6471_odometry_chart_update_140728_copy-full2.jpg

Comparação das distâncias percorridas até Junho de 2018 pelos veículos motorizados circulando na Lua ou em Marte

(estando apenas ativos os Rovers Opportunity e Curiosity)

 

Mas não afetando do mesmo modo o Rover Curiosity (muito mais novo que o seu irmão 2,5 X mais velho Opportunity), equipado como está de uma fonte de energia nuclear e assim não dependendo da receção ou não dos raios Solares.

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:49

Alerta:

“Amanhã Marte vai parar ao olharmos o céu noturno, começando então a andar para trás!”

 

PIA22486.jpg

MARTE ‒ CRATERA GALE

ROVER CURIOSITY ‒ SOL 22486 ‒ 15 Junho 2018

Ainda sob os efeitos da grande Tempestade de Poeiras

(reduzindo a luz e a visibilidade)

 

Com o planeta Marte a caminho de um dos momentos de maior aproximação ao nosso planeta registado nos últimos 15 anos,

 

‒ Passando a pouco mais de 57,5 milhões de Km da Terra

(facto a ocorrer no dia 20 de Julho de 2018)

 

Para além da maior intensidade do brilho refletido por Marte devido à incidência (nele) dos raios solares (continuando em crescimento) e posteriormente chegando até nós,

 

Outro fenómeno conjunto possível de se observar simultaneamente (dirigindo o nosso olhar para cima em direção ao céu noturno) e tendo sido cientificamente confirmado pelos maiores especialistas na área,

 

‒ Possível de se ver em caso de dúvida e até à vista desarmada

 

É que o Planeta Vermelho ao olharmos para o céu como que PARARÁ no seu movimento celestial noturno,

 

Rigorosamente amanhã (quinta-feira) dia 28 de Junho

 

Para de seguida e durante cerca de dois meses se deslocar,

 

‒ Para nosso duplo espanto ‒

 

Precisamente em sentido CONTRÁRIO.

 

Num Evento apenas explicável pela simples introdução (por Acaso ou por Necessidade) de mais uma simples Ilusão.

 

E passados esses dois meses com Marte a regressar às origens e ao seu sentido habitual (e movimento celestial), então olhando-se para o céu (já com o brilho em decrescimento) e tendo tudo regressado ao normal.

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:40

27
Jun 18

Natural ability to know about things before other people or to know things that other people do not know

(collinsdictionary.com)

 

PIA22330 A.jpg

Antes da Tempestade

Marte ‒ Cratera Gale

(local de perfuração Duluth)

CURIOSITY ROVER ‒ SOL 2058

(21 Maio 2018)

 

Como todos nós intuitivamente e por experiência direta (como qualquer tipo de ser vivo e inteligente capaz de se Movimentar fisicamente, transformando Energia e colocando-nos psiquicamente num estado de Alma Evolutivo) constatamos,

 

- Durante todo o nosso percurso presencial e físico neste Mundo Fantástico e Nunca visto (noutra parte deste nosso Conjunto Virtual por nós Idealizado e Edificado),

 

‒ Numa atitude normal de proteção e de preservação de uma Espécie, declarando-se Dominante e tendo necessidade absoluta de definir o seu Centro de Gravidade ‒

 

- E de modo a manter o equilíbrio necessário à solidificação da Estrutura e à Manutenção do seu Sistema (deixando funcionar tranquilamente a Máquina Divina, criada à imagem do Homem),

 

‒ Respeitando todos os dogmas necessários e devidos ao respeito pela Autoridade Político-Religiosa-Ideológica ‒

 

A obsessão pela Centralização Socioeconómica da nossa Sociedade tem sido um dos focos prioritários e orientadores da nossa Civilização (tal como o Comunismo Soviético nos demonstrou no século passado, aplicando-o e levando-o até ao fim/ao seu colapso),

 

‒ Comunista ou Capitalista, Crente ou Não-Crente (mais ou menos Idealista/Materialista)

 

star-wars-1.jpg

Donald Trump e a sua Space Force

Inspirada na série Star Wars

(do cineasta norte-americano George Lucas)

E destinada a defender os interesses dos EUA no Espaço

(contra qualquer ataque não sendo exclusivo a Space Aliens)

 

Essencialmente (sendo a partir daí definida, executada e oficializada),

 

- Desde os Tempos Fundadores do Geocentrismo (tendo a Terra como Centro do Universo),

 

- Passando pelo Heliocentrismo (posta em causa a Terra e o Homem como Elementos Centrais e substituindo-os por um outro Elemento Exterior mas Próximo e sobretudo Poderoso ‒ o Sol)

 

- E situando-se nos dias de hoje (Presente e perspetivando Um Futuro) numa situação incerta e caótica (transversal a todas as ideologias/comuns à presença do Homem):

 

Navegando à deriva quanto muito à bolina (como as Caravelas Portuguesas) entre a Defesa in deflectível do Sujeito (sujeito a desgaste mas insubstituível) e a Projeção (em sua substituição, para já dita irrelevante por apenas parcial) Icónica do Objeto (sujeito a desgaste mas podendo ser reciclado /substituído).

 

Com a maior potência Global a nível Económico, Financeiro e sobretudo Militar (os Estados Unidos da América) no presente liderada pelo multimilionário e Republicano Donald Trump (45º Presidente dos EUA) a prosseguir (como seria sempre previsível) sem qualquer tipo de interrogação ou recuo (mesmo que moral) no caminho pré-definido (e inevitável) de consolidação virtual do seu Poder:

 

Tendo como único objetivo a Edificação do Sonho Soviético (adaptado ao Sonho Americano) com uma única Corporação/Conglomerado a dominar/controlar (no caso da URSS representado por uma Empresa Totalitária Estatal) todas as Áreas Terrestres,

 

Mas no caso destes autoproclamados Excecionais (os EUA) com esse poder a ser exercido por uma Empresa Totalitária mas Privada (não sendo Governamental, para os Liberais sendo Democrática).

 

PIA22330 B.jpg

Durante a Tempestade

Marte ‒ Cratera Gale

(local de perfuração Duluth)

CURIOSITY ROVER ‒ SOL 2084

(17 Junho 2018)

 

E com exemplos bastantes (e variados) tanto a nível Global (hierarquicamente superior e contando) como a nível meramente local e institucional (nível intermédio e inferior),

 

‒ Com os Norte-Americanos a ameaçarem os seus Aliados com sansões/efeito Global e com o presidente destituído do SCP (não querendo deixar de ser Presidente) a desrespeitar tudo (mesmo a Lei) e todos (mesmo os sócios tendo-o eleito anteriormente) /efeito local

 

Justificando em conjunto e em conteúdo prático a conclusão (sentida por muitos mas nunca concretizada) de que para lá dos óbvios Cinco Sentidos haverá um outro Órgão:

 

Talvez relacionando o que a nossa Epiderme (o maior órgão humano) sente (em conjunto com um outro órgão presente mas nunca materializado ‒ o Terceiro Olho) com uma outra Realidade existente (interior, verificada e mesmo com o corpo aparentemente em repouso ‒ não estática ‒ integrando todo o processo),

 

Mas (por algum motivo que não a inevitabilidade) nunca sendo projetada com eficácia dado ser um produto da nossa (pelos vistos Pobre e Desnecessária) Imaginação. Um Sexto Sentido perdido e pelos vistos nunca mais replicado (por defeito ou pelo contrário por evolução modular).

 

No caso do planeta Marte e aproveitando a Grande Tempestade Atmosférica (incluindo areias e poeiras) engolindo toda a superfície do planeta,

 

‒ Tornando turva e quase opaca a sua atmosfera e não deixando penetrar minimamente os raios solares (afetando entre outros instrumentos os painéis solares geradores de energia instalados nas sondas Opportunity e Curiosity)

 

7.jpg

The dividing line between past, present, and future is an illusion.

Reality is merely an illusion, albeit a very persistent one.

(Albert Einstein)

What one man calls God, another calls the laws of physics.

(Nikola Tesla)

 

Com a Grandiosidade da mesma (sendo Global) aproximando-a de um Extremo (ao nível de um Evento), podendo em certas circunstâncias e tendo em vista determinados objetivos,

 

‒ Por deficiência de interpretação ou incidentes na transmissão ‒

 

Transportar-nos para cenários não correspondentes (como diríamos Reais) mas no entanto (e por outro lado) podendo não rejeitar a nossa doação (como alguns diriam Imaginária):

 

Tal como nos Sonhos e de acordo com o nosso Quotidiano de Miséria há muito normalizado (pelo mínimo) não sendo compatível com o mundo material em que hoje vivemos, apesar da presença sentida de algo de Espiritual (ocupando um determinado recetáculo), faltando saber se sob a forma de Código de Produto ou de algo só por vezes a ela (a dita Coisa) inerente (na execução de uma aplicação só conhecida na Terra).

 

Aí podendo ser considerada não apenas a Coisa (um simples objeto), mas um seu superior manipulando a anterior (sem Alma) e impondo-lhe com uma força interior (talvez do género eletromagnética) o dono da Coisa o Sujeito.

 

No caso do Planeta Vermelho e como consequência da Grande Tempestade com as amostras visuais oriundas da sua superfície a evidenciarem mais uma vez que a cor de Marte se relaciona com muitos e diversificados fatores, podendo ser mais castanhas ou mais vermelhas dependendo da variação de múltiplos parâmetros:

 

Mostrando-nos uma ou outra Realidade (mesmo que muito semelhante) nem que seja por simples variação de cor. Se fosse de forma ou de conteúdo, podendo como que representar (ser) uma Realidade Paralela (talvez mesmo) coincidente (em parte ou no todo) com o nosso Centro do Mundo.

 

Mas ficando por se saber, qual deles surgiu primeiro (tal como com o Ovo e com a Galinha): se o Mundo Mineral ou o Mundo Orgânico.

 

(imagens: nasa.gov ‒ filme Star Wars I ‒ chatdem.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:48

26
Jun 18

“Pelas 18:00 em Albufeira com a temperatura a indicar 24⁰C, com céu limpo e vento moderado, mas com índice ultravioleta muito elevado (UV10):

“Aconselhando a ir-se vestido para a praia”.

 

IMG_3122.jpg

 

Com a meteorologia nos últimos dias e pela região do Algarve a proporcionar-nos uma entrada de Verão um tanto ou quanto fora do habitual para esta altura do ano (no Hemisfério Norte),

 

‒ De dia com calor apesar do céu estar por vezes um pouco encoberto, de noite arrefecendo um pouco mais do que o normalmente esperado e no geral com o estado do tempo sendo acompanhado por uma ligeira descida nas temperaturas (segundo as previsões a acentuar-se nos próximos dias)

 

Mas apesar de tudo podendo-se desde já afirmar ter-se iniciado a Época Alta (pelo menos a Sul do rio Tejo),

 

‒ Ou não fosse o crescimento turístico (em números), os passeios e as idas à praia (apesar da água ainda fria), os caracóis e as sardinhas assadas (infelizmente não tão saborosas como no passado) e o caos orgânico e muitas vezes tornado tóxico (devido aos vapores inebriantes) da vida noturna

 

Em certas regiões do Continente Europeu (focando-nos essencialmente no seu lado Ocidental) integrando igualmente o Hemisfério Norte,

 

‒ E tendo recentemente (e igualmente) entrado na estação de Verão ‒

 

Em vez de se pensar estar nessa mesma estação (a mais quente do ano e por esse facto utilizada pela maioria das pessoas para fazer férias) e face à Meteorologia nesses locais apresentada (com frio, vento e até queda de neve),

 

Podendo-se imaginar estar noutro Tempo ou noutro Espaço que não aquele onde atual e efetivamente vivem:

 

Neste caso com uma inesperada onda de frio a invadir a Europa oriunda da Escandinávia (Europa Setentrional ‒ Dinamarca/Suécia/Dinamarca) atravessando o Centro-Este da Europa e a região dos Balcãs.

 

IMG_3123.jpg

 

Ainda ontem (segunda-feira, 25 de Junho) com uma onda de ar frio a atravessar partes da Europa (sentindo-se sobretudo ao anoitecer e ao amanhecer),

 

Atingindo a região dos Alpes com queda de 20cm de neve (já tendo a 21 entrado no Verão), provocando a descida das temperaturas em relação às normais (para esta Estação do ano) e posteriormente deslocando-se (no seu movimento) para leste: atingindo países como a Áustria, a Eslovénia, a Itália, a Polónia e muitos outros do Centro-Este da Europa (sobretudo com frio, neve e até com uma tromba de água).

 

Quando pelo Algarve e certamente por estarmos numa das pontas mais ocidentais do continente Europeu,

 

‒ O Cabo de São Vicente ‒

 

E tão próximos do estreito ligando a África à Europa,

 

‒ O Estreito de Gibraltar em tempos remotos sendo um Arco separando o Mediterrânico do Atlântico

 

Usufruindo-se já de tudo, o que a Natureza e o Dinheiro podem oferecer (turisticamente falando).

 

Com o IPMA a prever para os próximos dias na cidade de Albufeira (até sexta-feira dia 29) céu limpo a pouco nublado, temperaturas variando entre os 15⁰C de mínima e os 31⁰C de máxima (com ligeira descida nas máximas) e vento moderado.

 

E só para nos deixar Marafados talvez chovendo no fim-de-semana (sábado 30 de Junho com probabilidade de 75%).

 

(imagens: Produções Anormais)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:40

25
Jun 18

[2ª Jornada]

 

Concluída a 2ª jornada do Mundial de Futebol e em função dos resultados registados nos 8 grupos integrando as 32 equipas em competição, é este o Ranking atual das Equipas (ao fim do dia 24 de Junho):

 

1024px-Russia_vs_Egypt_2018.jpg

Seleção da Rússia

Ao fim da 2ª jornada a equipa com melhor performance

(dois jogos, duas vitórias, oito golos marcados e 1 golo sofrido)

 

R

Equipa

Pontos

Golos

R

Equipa

Pontos

Golos

1

Rússia

6

8-1

-

Alemanha

3

2-2

2

Inglaterra

6

8-2

-

Suécia

3

2-2

-

Bélgica

6

8-2

-

Nigéria

3

2-2

4

Croácia

6

5-0

20

Irão

3

1-1

5

França

6

3-1

21

Austrália

1

2-3

-

México

6

3-1

22

Islândia

1

1-3

7

Uruguai

6

2-0

23

Argentina

1

1-4

8

Brasil

4

3-1

24

C. do Sul

0

1-3

9

PORTUGAL

4

4-3

25

Marrocos

0

0-2

-

Japão

4

4-3

-

Peru

0

0-2

-

Senegal

4

4-3

27

Egito

0

1-4

-

Espanha

4

4-3

28

C. Rica

0

0-3

13

Suíça

4

3-2

29

Tunísia

0

3-7

14

Dinamarca

4

2-1

30

Polónia

0

1-5

15

Colômbia

3

4-2

31

Arábia

0

0-6

16

Sérvia

3

2-2

32

Panamá

0

1-9

 (do 24º ao 32º do Ranking com todos esses 9 países já eliminados da 2ª fase do Mundial ‒ e a negrito os países já apurados)

 

Com Portugal ocupando o 9º lugar (ao fim da 1ª jornada o 14º lugar) conjuntamente com Japão/Senegal/Espanha (todos com 4-3 em golos marcados/sofridos) contando mais uma vez com a preciosa colaboração do seu avançado Cristiano Ronaldo marcando o único golo da vitória (difícil) de Portugal sobre a seleção de Marrocos (por 1-0). Deixando no entanto de liderar isolado a tabela de melhores marcadores ultrapassado por Keane (ING) e igualado por Lukalu (BEL):

 

369419_sq-300_jpg.jpg201200_sq-300_jpg.jpg358112_sq-300_jpg.jpg

Harry Kane (5), Cristiano Ronaldo (4) e Romelu Lukalu (4)

Ao fim da 2ª jornada os três melhores marcadores

(autores de mais de 15% dos golos até agora marcados)

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

5

2

CRISTIANO RONALDO

POR

4

-

Romelu Lukaku

BEL

4

4

Denis Cheryshev

RUS

3

-

Diego Costa

ESP

3

6

Artem Dzyuba

RUS

2

-

Ahmed Musa

NIG

2

-

Mile Jedinak

AUS

2

-

Luka Modric

CRO

2

-

Philippe Coutinho

BRA

2

-

Eden Hazard

BEL

2

-

John Stones

ING

2

 

Tendo como conclusões a tirar no final da 2ª jornada do Mundial FIFA 2018 (em disputa na Rússia) a nível de equipas (e destacando-se),

 

Pela positiva o sexteto já apurado para a 2ª fase (a eliminar) ‒ Rússia, Inglaterra, Bélgica, Croácia, França e Uruguai (para além do México igualmente com 2 vitórias em dois jogos mas ainda não apurado) ‒ talvez aí adicionando as (meias) surpresas Japão e Senegal,

 

E pela negativa ‒ para além do extermínio normal entre países não Europeus ou não Sul-Americanos (como africanos e asiáticos) a Polónia, a Argentina e a Alemanha, com a primeira já eliminada, a segunda muito próxima de o ser e com os germânicos a ainda terem boas hipóteses (depois de vencerem a Suécia mesmo sob o apito final por 2-1).

 

Iran-national-football-team.jpg

Seleção do Irão

A uma vitória da sua presença inédita na 2ª fase de um Mundial

(caso aconteça à custa de Portugal, mas a este último bastando empatar)

 

A nível de jogadores e avançados e falando do trio Ronaldo/Messi/Neymar com Ronaldo a marcar mais um golo (passando a 4), com Messi ainda em branco (após 2 jogos e 1penalty falhado) e com Neymar a estrear-se marcando face à Costa Rica (o 2º golo). Mas a ser o inglês Harry Kane a liderar (ao fim da 2ª jornada) a lista de melhores marcadores deste Mundial de Futebol (FIFA/Rússia/2018) com 5 golos (2+3).

 

Grupo B ‒ 3ª Jornada

25 Junho ‒ 19:00

Irão (3 pontos/1-1) Vs. Portugal (4 pontos/4-3)

 

Amanhã iniciando-se a 3ª jornada do Mundial de Futebol Rússia FIFA 2018, concluindo-se o Grupo A (início dos jogos às 15;00) e o Grupo B (início dos jogos às 19:00): e neste segundo grupo integrando-se o jogo (decisivo) Irão Vs. Portugal com um deles (certamente) a ficar pelo caminho (maior probabilidade teoricamente para o Irão de Carlos Queiroz).

 

(imagens: soccer.ru ‒ fifa.com ‒ championix.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:10

24
Jun 18

Dust storm on Mars intensifies covering the whole Red Planet

(Steven Anderson/newsspaceflight.com/23.06.2018)

 

adeb250628eb4ac1a95c946aa00ef904.jpg

Uma Gigantesca Tempestade (de areias e de poeiras) observada desde o início do mês de Junho, há cerca de uma semana cobrindo 1/4 da superfície marciana e no presente afetando (engolindo) todo o planeta Marte ‒ e colocando em risco o funcionamento futuro do Rover Opportunity (impedindo de carregar as suas baterias devido à ausência de luz-solar)

 

A dust storm has been growing very rapidly since the last week in Mars. Only a week ago, the dust storm covered about one-fourth of the planet; it has not covered almost the whole planet.

 

NASA’s nuclear-powered Curiosity is clicking pictures of the Martian land which cannot be seen due to the excessively dark sky as a result of the storm. The storm has caused a bit of trouble for the agency as its Opportunity rover went offline since it couldn’t receive sunlight anymore. 

 

Also being called as a “global weather event,” NASA officially regarded it as a “planet-encircling,” or “global,” dust event.

 

This event is not one of a kind. A similar “global” dust storm occurred back in 2007 in Mars.  This came after the Opportunity Rover started exploring the plains of Meridiani Planum on Mars in 2004. The dust storm of 2007 had resulted in the loss of communication with Opportunity rover for some days caused by the lack of power in the rover due to blockage of sunlight. 

 

NASA reported a loss of contact with the Opportunity rover on June 12 when it didn’t respond to a check-in call. It is assumed that the rover is operating at low power and occasionally powering up to check whether batteries have charged enough to communicate back on Earth. As of now, all operations have stopped temporarily by the rover while it waits for the storm to calm down.

 

Mars_duststorm.jpg

Uma Tempestade Atmosférica (vislumbrada pela 1ª vez a 1 de Junho) envolvendo atualmente toda a superfície marciana (tal como em 2001 e 2007) ‒ como se pode ver nesta imagem do antes e durante (do Evento) relativa ao ano de 2001 ‒ mas agora podendo afetar os Rovers anteriormente não estando presentes (sobretudo o mais velhinho o Opportunity)

 

The space agency was positive about the endurance of Opportunity rover to the extreme environment on Mars and said that the batteries could stay warm enough to function. But it was also told that the atmosphere is so filled with dust that accurate measurements were very much not possible for the rover.

 

The storm has affected the working of the rover. However, NASA officials said that the wind was not as big as the one back in 2007, which the rover survived. Compared to the present, dust storms seen by NASA’s Mariner 9 spacecraft and Mars Global Surveyor were much larger. 

 

NASA’s Curiosity may not be affected by the dust storm, but the thick atmosphere is making it challenging to capture visible photographs for the scientists. 

 

An update from NASA officials said that the storm shows “no sign of clearing.” The scientists also fail to answer why specific dust storms cover the whole planet while others fade away in mere weeks.

 

(texto/inglês: Steven Anderson ‒ imagens: cgtm.com e wallstreethedge.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:01

23
Jun 18

Quando já não existe mais nenhum caminho ou possibilidade para nos reorientarmos no Espaço (onde muitos vegetamos) e no Tempo (para nós como para todos os seres vivos de base orgânica dito limitado) a cada um de nós atribuídos (ou seja aceitando não existir transformação apenas nascimento e morte) ‒ perdida a Esperança caindo-se na Apatia e na Indiferença, recusando-se definitivamente a Realidade ‒ a única réstia de recuperação poderá estar na sobreposição da Imaginação (à Realidade imposta) tentando dela extrair a outra parte perdida (seja ela qual for).

 

Um Meteoroide atingiu no passado dia 91 do ano 8102 a parte superior

(só agora emergindo nas notícias e jamais Imaginada como Realidade ‒ como se existisse alguma diferença entre elas, sendo complementares e dependendo uma da outra)

 

Da Pequena colónia portuguesa do “BOM JESUS”

 

ESP_054066_1920.jpg

Local da base PT em Marte

(e do impacto do meteoroide)

Originando um rasto de c=1Km/l=5m e provocando desabamentos de terra

 

[localizada numa base subterrânea em tempos já bastante remotos construída no vizinho e distante planeta Marte por uma civilização desconhecida e entretanto desparecida]

 

Ocupada desde há cerca de 500 anos (início do séc. XVI) por uma raça inteligente (pelos vistos oriunda da Ibéria),

 

Ali colocada (e com milhões de Km de distância separando dois mundos ignorando-se e de costas voltadas)

 

Aquando do desaparecimento (da face da Terra) da nau portuguesa Bom Jesus e quando a mesma se dirigia (em viagem de descobrimento e com objetivos comerciais) a caminho da Índia (na altura e perante o desconhecido) situada no Outro Lado do Mundo (antigo):

 

Antes de dobrar o Cabo da Boa Esperança (ponta sul do continente Africano) ‒ em ORANJEMUND ‒ e assim entrar no oceano Índico,

 

Com a Nau Bom Jesus a ser subitamente atingida por algum tipo de Evento Extremo (ainda em pleno oceano Atlântico) não tendo capacidade nem tempo de reação/recuperação (face ao inesperado impacto) e acabando aparentemente por desaparecer.

 

1P581919922EFFD2FCP2682L8M1.JPG

Rover Opportunity ‒ SOL 5111

(num momento/Junho 2018 em que o mesmo luta pela sua sobrevivência)

Face a uma Grande Tempestade de poeiras assolando Marte

 

Na realidade com os marinheiros fazendo parte da tripulação da nau portuguesa Bom Jesus, a serem surpreendidos por algum tipo de Fenómeno Estranho e Inexplicável,

 

‒ Certamente contando com alguma forma de interferência Exterior (e talvez com colaboradores inseridos entre a tripulação)

 

Sendo todos os seus tripulantes abduzidos e recolocados em Marte (bem distantes da Terra e sem justificação conhecida) e a sua nau imediatamente destruída (afundada de modo a não deixar rasto, pelo menos e talvez por estratégia, apenas num determinado período).

 

Mais tarde por qualquer motivo ou mera circunstância promovida do interior (da Terra) ou do exterior (de Marte),

 

Com a descoberta da Bom Jesus a ser concretizada já em pleno séc. XXI (primeiros objetos descobertos em 2008) ‒ acrescida de um tesouro avaliado em cerca de 12 milhões de euros (que Portugal declinou/ofereceu e a Namíbia obviamente aceitou) ‒ confirmando-se aí e definitivamente o destino da Nau portuguesa:

 

160509194809-bom-jesus-3.jpg

Exemplar da nau portuguesa Bom Jesus

(desaparecida quando a caminho da Índia)

Já carregada de tesouros valendo milhões como moedas de ouro/cobre e marfim

 

Estranhamente (e curiosamente) com o destino dos seus tripulantes apenas a ser falado cerca de 10 anos após o impacto (do meteoroide em Marte), mas citando-se apenas o ocorrido (como se fosse irrelevante apesar de retratar um acontecimento espetacular e surpreendente) mas não os presentes no local (talvez por serem portugueses e não norte-americanos).

 

Há dez anos atrás descobrindo-se a Nau (Bom Jesus) e pela mesma altura dando-se o impacto do meteoroide (com a Base PT Bom Jesus em Marte): coincidência ou resposta?

 

Levando-nos Cem Anos no Passado até ao Milagre do Sol (Outubro de 1917) ainda em Tempo de Guerra (I Guerra Mundial) mas perto da sua conclusão (Paz em 1918), como se esse tivesse sido um Momento de Comunicação (testemunhado ao vivo por mais de 70.000 pessoas) e a altura precisa de (algum tipo de) troca de informação (mesmo que sob a forma de Sujeito):

 

Com Seres Desconhecidos movimentando-se em Máquinas Voadoras Brilhantes e Cintilantes e irradiando imenso calor (chegando mesmo a queimar), a induzirem uma multidão já em si em alerta físico (devido a todas as provações da I Guerra onde Portugal era parte) e perante o grandioso e nunca visto espetáculo (atingindo o estatuto de Religioso) entrando em delírio psíquico e eminente colapso emocional,

 

snapshot 3.jpg

Milagre do Sol ou fenómeno atmosférico

(ocorrido em 13.10.1917 na Cova da Iria e perante mais de 70.000 pessoas)

Atribuído á intervenção Divina mas podendo não passar de um prenúncio de um logro

 

‒ Deixando-a com uma grande Pedrada ‒

 

Proporcionando no meio do caos certo e propositadamente instalado (durante a efetivação do Milagre), uma oportunidade de troca e de intercâmbio unilateral:

 

Levando consigo a Quarta Vidente (Carolina Carreira) ou então para além desta os outros três videntes presentes (e mais conhecidos como Lúcia, Francisco e Jacinta) ‒ e talvez do meio do povo com mais alguns ajudantes ‒ deixando-nos por aqui umas réplicas para entretanto nos entretermos, delas fazendo estátuas e mantendo a Adoração.

 

Restando-nos prestar mais atenção a tudo o que exista e que mexa (sinónimo de que ainda está vivo), mesma que aparentemente esteja fora (apenas por mera definição) dos nossos órgãos de perceção.

 

(imagens: 1/2 nasa.gov ‒ 3 cnn.com ‒ 4 L. A. Marzulli/youtube.com)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:24

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14

17
19
21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO