Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jul 18

Avistado inicialmente a 12, passando em frente a Innarsuit a 13 e partindo para norte a 14.

 

aHR0cDovL3d3dy5saXZlc2NpZW5jZS5jb20vaW1hZ2VzL2kvMD

Innarsuit ‒ Gronelândia ‒ Dinamarca

(169 habitantes)

13 Julho 2018

 

No passado dia 13 de Julho (quinta-feira) na aldeia piscatória de INNARSUITlocalizada no noroeste da GRONELÂNDIA (região autónoma da DINAMARCA) ‒ os seus poucos residentes foram inesperadamente surpreendidos mesmo à porta da sua entrada (para o oceano Atlântico, no Mar de Lavrador), pela presença de um Grande e Misterioso Calhau (não estando lá no dia anterior) que não um asteroide (ou outro objeto caído do céu): com cerca de 200 metros de comprimento, com uns 100 metros de altura (acima do nível das águas do mar) e no total do seu conjunto com um peso de 12 milhões de toneladas ‒ um Monstro em forma de ICEBERGUE. Já nesse dia e dado o perigo de a qualquer momento o Monstro se poder fragmentar (apresentando buracos e rachas visíveis) ‒ provocando um TSUNAMI local e atingindo os residentes mais próximos da costa e do mar ‒ com 33 pessoas a serem evacuadas e as restantes postas em alerta (de um total de 169 residentes); e de seguida (e por precaução) com os barcos a serem rebocados mais para o interior e para terra, enquanto se olhava o Calhau (de Gelo) vendo se o mesmo se partia ou se então se decidia (partindo para outras bandas). Já no dia 14 e deslocando-se para norte com o Monstro de Gelo a afastar-se uns bons 600 metros (e em progressão) deixando os residentes mais descansados dada a proximidade dos depósitos (de combustíveis) e da própria Central Elétrica (visíveis parcialmente na imagem no canto inferior esquerdo).

 

(imagem: Karl Petersen/AFP/Getty Images/livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:33

[Com Gramsci do Outro Lado]

 

A utopia e a derrocada da Nicarágua, contada pelo olhar de Susan Meiselas

“Susan Meiselas, quase 40 anos depois, voltou à Nicarágua, agora para nos mostrar como um dos heróis de 1979 é o chefe dos déspotas de 2018.”

(Francisco Sena Santos/24.sapo.pt/15.07.2018)

 

Daniel_Ortega_2008.jpg

Daniel Ortega

Presidente da Nicarágua

(um ditador do género masculino)

 

Recordando e ainda consciente do ocorrido nos finais dos anos 70 no continente Sul-Americano (período de 1978/80) ‒ com o combate da guerrilha Sandinista a levar à queda do ditador Anastasio Somoza e à instalação de um Governo Revolucionário (na Nicarágua) liderado pelo então herói Daniel Ortega ‒ neste artigo de opinião de FSS (português ‒ Média e Jornalismo) sobre uma experiência e relato de SM (norte-americana ‒ fotógrafa e contadora de histórias) sendo clara e violentamente demonstrada, a afirmação já há muito conhecida e verificada, de tudo aquilo de que qualquer Homem é capaz (afirmando/praticando tudo e por banalização intensiva, aplicando sem problemas e aos mesmos, até o seu contrário): com exemplos de género (Masculino) como o de Daniel Ortega (na Nicarágua), mas envolvendo o outro género (o Feminino) como no caso de Aung Suu Kyi (em Myanmar) ‒ recebendo o Nobel da Paz (em 1991) pela sua luta contra a ditadura (Militar no seu país Myanmar, antiga Birmânia) e posteriormente reintegrada pela mesma (ditadura ainda no poder) e sendo na prática 1º Ministro, apoiando agora o regime e colaborando no genocídio do povo da etnia Rohingya.

 

Remise_du_Prix_Sakharov_à_Aung_San_Suu_Kyi_Strasb

Aung Suu Kyi

1º Ministro de Myanmar

(um ditador do género feminino)

 

Um Milhão de Muçulmanos oficialmente tornados existentes (por Bons/Maus e Homens/Mulheres), já com milhares de mortos em caixa e uns 700.000 em fuga ‒ numa Obra de Género M/F Extremamente Violento, não só pelo Duplo Impacto Mortal (masculino-feminino) como pela notada (deliberada) ausência dos Média (se comparada com o caso recente da Tailândia e o impacto global que teve): levando-nos à confirmação da mentira descarada contida subliminarmente na afirmação “Ler Jornais é Saber Mais”, sabendo-se que até o conteúdo já nem sequer está nas entrelinhas, mas na Miscelânea da Informação (chegada após edição e lógica tradução/manipulação). E que tal como a afirmação anterior (Ler Jornais é Saber Mais) outra tendo igualmente ainda muito a explicar (olhando com desconfiança para os que dela mais se servem): Todos Diferentes, Todos Iguais” quando se sabe … uns mais que os outros! Num artigo curto de Francisco Sena Santos a ler se quiser recordar, ensinar e aprender (valorizando como Insubstituível, a Memória e a Cultura de um Povo).

 

Gramsci.jpg

Antonio Gramsci

Secretário-Geral do PCI

(eleito deputado/1924, preso/1926 e libertado já doente/antes de morrer)

 

Aproveitando para deixar por aí um pensamento de Antonio Gramsci sobre esta “Democracia (a de ontem, como a de hoje) e de como um dos seus “Produtos” se infiltra em cada ponto (do percurso mais linear do que se pensa apesar das derivações) encobrindo o nosso Trilho:

 

“Between consent and force stands corruption/fraud. This consists in procuring the demoralization and paralysis of the antagonist (or antagonists) by buying its leaders—either covertly, or, in cases of imminent danger, openly—in order to sow disarray and confusion in his ranks.”

(Antonio Gramsci/Prison Notebooks, Volume 1)

 

Um Marxista/Jornalista/Escritor/Político natural da Sardenha (Itália, 1891/1937) tendo sido Secretário-Geral do Partido Comunista Italiano (e oriundo de uma cisão no Partido Socialista Italiano) e que no entanto (apesar de Comunista e de como estes vêm o Estado) ficou conhecido (ou como a Wikipedia diz reconhecido) pela sua teoria da hegemonia cultural que descreve como o Estado usa, nas sociedades ocidentais, as instituições culturais para conservar o poder (wikipedia.org). Preso pelo regime fascista de Benito Mussolini e libertado por motivos de saúde poucos anos antes de morrer ‒ uma das razões da opção oportunista e exclusivamente pessoal aqui conhecida (e reconhecida/confirmada) como Ortega/Suu Kyi (envolvendo em paridade os dois géneros).

 

(imagens: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:50

Para já com o Algarve livre de Explosões (como as registadas próximo do aeroporto do Cairo) e de Tsunamis (como o ocorrido nas Baleares) e ainda com muitas vagas (dada a queda na ocupação este ano na ordem dos 10%) para o Turista mesmo que Acidental (por destino alterado/inesperado). Este ano sendo desviados (de cá) para a Grécia, Turquia, Egito e Tunísia (incluindo muitos ingleses) para já não falar da Rússia atraindo-os (para o Turismo) com uma Bola.

 

meteotsunami-mallorca-july-16-2018.jpg

 

Duas ilhas (Maiorca e Minorca) fazendo parte do arquipélago espanhol das BALEARES (constituído por 4 ilhas) localizado em pleno mar Mediterrânico entre o Sul de Espanha e o norte da Argélia, foram ontem (segunda-feira, 16) atingidas por um TSUNAMI atingindo as suas costas (e respetivas praias e estruturas locais adjacentes):

 

Com as outras duas ilhas integrando o arquipélago a não serem submetidas a este fenómeno natural (Formentera e Ibiza) mas com Maiorca e Minorca a serem atingidas por ondas com cerca de 1,5 metros de altura.

 

4E550C8600000578-5959831-image-m-5_1531814132423.j

 

Um Tsunami Meteorológico (e não geológico por deslocamento submarino de terras),

 

‒ Um METEOTSUNAMI ‒

 

Atingindo as duas ilhas logo de manhãzinha (felizmente um pequeno Tsunami),

 

‒ Razão pela qual não existe notícias de vítimas dado as praias se encontrarem ainda desertas ‒

 

Mas no seu caminho em direção ao interior (e ultrapassado o areal) acabando por levar tudo o que lhe aparecia à sua frente como barcos, cadeiras e guarda-sóis:

 

4E550C8200000578-5959831-image-m-6_1531814143496.j

 

E de seguida inundando (para além das praias e estruturas como bares) estradas, terraços e quintais.

 

Tendo a nível portuário um maior impacto no porto de Ciutadella (parte ocidental da ilha de Minorca), com um seu barco histórico (aí fundeado) lembrando a nossa Caravela, a ser levado pela força das águas (avançando terra dentro e de seguida recuando) e posteriormente sendo salvo por outros pescadores trazendo-o (o barco) de regresso a casa.

 

(dados: watchers.news ‒ imagens: watchers.news e dailymail.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:41

[Quando hoje dia 17 de Julho é anunciada a morte do médico e militante do BE João Semedo: poucas semanas depois de um outro falecimento, a do outro Baluarte do SNS o médico e militante socialista António Arnault. Emocional e infelizmente um caso de Duplo Impacto.]

 

mw-960.jpg

Os Jovens

João Semedo e António Arnault

 

Com António Arnault desaparecido a 21 de Maio (aos 82 anos) e com João Semedo desaparecido a 17 de Julho (aos 67 anos) ‒ nem com dois meses de intervalo, talvez para não nos dar tempo para pensar, dado ser tempo de agir ‒ desaparecem mais dois grandes exemplos de Homens-Bons da Política e Medicina de Portugal. Morrendo ambos de Cancro quando outros morrem de morte Natural.

 

Retirados do palco Político (exercendo-a a um outro nível no fundo muito mais direto e eficaz) mas nunca deixando de lado o seu grande Amor à Causa Pública (de que tantos se autoproclamam e reclamam para apenas se servirem para seu usufruto pessoal) ‒ nos seus casos na Medicina e na Luta pelo Serviço Nacional de Saúde ‒ combatendo mesmo doentes (e sabendo do fim próximo da sua curta visita nesta Terra) pela salvação do SNS (Serviço Nacional de Saúde) editando em conjunto um livro (com propostas) para uma nova Lei de Bases.

 

Esperando-se que surjam Legítimos Herdeiros (de modo a que de nós e também através deles, “Reze Toda a História”).

 

(imagem: Rui Duarte Silva/Expresso/sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:27

Ainda sem a presença de alguns dos jogadores de SNOOKER do TOP do RM, inicia-se este mês (de Julho) o Circuito Mundial de Snooker (Profissional) com a realização do MASTERS de RIGA (na Letónia).

 

ryan-day-610x330.jpg

Ryan Day

Detentor do Troféu

2017 Riga Masters

 

E agora que terminou o Mundial de Futebol (a 15 de Julho) ‒ com a França a sagrar-se Campeã Mundial ‒ e se começa a desenvolver e a avançar a Volta à França em Bicicleta (iniciada a 7 de Junho e já com 9 etapas disputadas) ‒ com o belga Greg Van Avermaet provisoriamente na liderança (Camisola Amarela) e com o inglês Chris Froome (vencedor no ano passado) integrando já o Top 10 (e ainda com o 3X Campeão do Mundo de Estrada o eslovaco Peter Sagan a liderar a Geral por pontos envergando a camisola verde) ‒ eis que se aproxima o início da época oficial do Circuito Mundial de Snooker Época 2018/19 ‒ Individual e Profissional: tendo-se para já disputado duas provas de Qualificação (para o Masters de Riga e para o Open Mundial) e duas provas do Challenge Tour (I e II) ‒ tipo 2ª Divisão ‒ e já este mês disputando-se a primeira prova contando para o Ranking Mundial e integrando o Circuito Profissional ‒ o MASTERS de RIGA (na Letónia). E o Challenge Tour III (habitual e esmagadoramente com presença inglesa).

 

Challenge Tour

(após duas provas realizadas)

 

RM

J

N

V

PF

PMF

PQF

1

David

Grace

ING

1

-

1

-

-

Brandon

Sargeant

ING

1

-

1

-

3

Mitchell

Mann

ING

-

1

1

-

4

Luke

Simmonds

ING

-

1

-

1

5

Steven Hallworth

ING

-

-

1

-

6

James

Cahill

ING

-

-

-

2

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade V: Vitória PF: Presença na Final PMF: Presença na Meia-Final PQF: Presença nos Quartos-de-Final)

 

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de Julho disputando-se assim a 1ª prova de Ranking ‒ o MASTERS de RIGA ‒ ainda com a maioria do TOP 16 ausente (curiosamente com o atual Campeão do Mundo o galês Mark Williams presente) como o Vice-Campeão do Mundo, o Líder e o Vice-Líder do Ranking Mundial (respetivamente John Higgins/ESC, Mark Selby/ING e Ronnie O’Sullivan/ING). Com 68 jogadores inscritos (60+8) e desses com 8 deles sujeitando-se a uma eliminatória (inicial), para a partir daí e com os 64 apurados, seguirem-se 5 eliminatórias até se atingir a Final: conquistada o ano passado pelo galês Ryan Day. E entre as surpresas negativas registadas nas Qualificações (integrando o Top 32) destacando-se a eliminação de quatro ingleses, Stuart Bingham (8º CS) a maior delas (das surpresas) e ainda Martin Gould (19º CS), Tom Ford (27º CS) e Jimmy Robertson (29º CS). Sem a presença de brasileiros (já no ano passado desaparecidos) nem do luso-suíço (descendente de mãe madeirense) Alexander Ursenbacher (eliminado nas Qualificações).

 

[CS: Cabeça-de-Série]

(imagem: romaniajournal.ro)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:35

Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15


29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO