Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Jul 18

NASA's ECOSTRESS First Light Image

 

ECOSTRESS acquired this image the night of July 9, 2018, over Egypt.

 

PIA22590.jpg

 

Yellow and red indicate generally higher temperatures. The River Nile is visible as a thin blue line on the main image.

 

PIA22590 B.jpg

 

The black-and-white inset shows the level of detail available from ECOSTRESS, with the relatively cool Nile River and surrounding vegetation appearing darker.

 

[The Ecosystem Spaceborne Thermal Radiometer Experiment on Space Station (ECOSTRESS) will measure the temperature of plants and use that information to better understand how much water plants need and how they respond to stress. (ecostress.jpl.nasa.gov)]

 

(texto e imagem: photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:09

[Um território (Alienígena) possivelmente com Água (cobrindo a maioria da Terra e constituindo a maioria esmagadora do nosso Corpo), localizado a uma distância (média) de 780 milhões de Km (do Sol): mais pequeno do que a LUA e com as suas temperaturas a andarem entre os 220⁰C Negativos para baixo (como Mínima) e os 150⁰C Positivos (no Máximo).]

 

“O que se passa aqui, ali e acolá obedece sempre às propriedades (e manifestações) de um determinado conjunto (ou Ser Vivo): só assim se agregando e formando (mesmo que virtualmente e à nossa imagem), tornando-se relevante. Seja ele Mineral (a base de toda a Estrutura) ou Orgânico ou então como na Terra com evidentes Sinais de Vida. E sendo o Homem uma Máquina, à procura do seu criador, a Máquina Perfeita.”

 

PIA22479_fig1.jpg

Radiação na lua de Júpiter EUROPA

(ilustração)

 

Radiation from Jupiter can destroy molecules on Europa's surface. Material from Europa's ocean that ends up on the surface of Europa will be bombarded by radiation. The radiation breaks apart molecules and changes the chemical composition of the material, possibly destroying any biosignatures, or chemical signs that could imply the presence of life.

(nasa.gov)

 

Como se olhássemos para a epiderme de um ser Humano (o nosso maior órgão revestindo todo o nosso corpo ‒ tal como a fina crosta terrestre envolvendo o nosso planeta) e observássemos a evolução de uma “espinha ou bico” desde o início da sua formação (em camadas inferiores da nossa “pele”), passando pela sua elevação (começando a aparecer nesse ponto da epiderme uma pequena protuberância) até à mesma rebentar, explodindo e entrando em erupção (com o processo a poder ser acelerado se a “espremermos e esvaziarmos” ‒ tal como as forças atuando no interior da Terra e forçando o material a ser expulso para o exterior numa erupção vulcânica) ‒ num processo associando Forças da Natureza atuando no Interior de uma determinada Unidade e outras Forças complementares dando-lhe forma e existência a partir do Exterior (e em conjunto formando um conjunto Relevante como o será a Terra e ainda mais a Vida)

 

MTQ5MjExNTA3NQ==.jpg

Erupção de material em Europa ‒ em 2014 e 2016

Podendo ser plumas de Água

(composição de imagens)

 

Rapidamente chegando-se à conclusão de como a compreensão de tudo o que nos rodeia (nos alimenta, dá forma e conteúdo), poderia ser muito mais fácil do que sempre nos disseram (certamente para nos condicionar reforçando a nossa Indiferença e desse modo deixando como sempre “as coisas a andar”) ‒ daí as grandes descobertas virem de Autodidatas e Experimentalistas, repetindo praticas e técnicas sucessivamente (errando e acertando) e daí tiradas as respetivas ilações repetindo essa prática (Imitando/Replicando como uma criança) com êxito nessa e noutras áreas de nosso interesse ‒ sendo que tudo o que vemos e que pressentimos tem como base um mesmo MOLDE, replicado e projetado incessantemente em todas as direções (e do infinitamente pequeno ao infinitamente grande) pelo menos no que diz respeito ao nosso UNIVERSO (visto como uma gota entre um oceano de Universos, formando um conjunto ainda maior um Multiverso): sendo fácil de o interiorizar e entender (o Universo) desde que o consideremos uma Unidade como a nossa (integrando matéria, energia, movimento) ou seja um UNIVERSO VIVO (assentando a sua Alma tal como nos Humanos, na manutenção do Equilíbrio das forças Eletromagnéticas).

 

PIA09256.jpg

As luas de Júpiter, Europa (à direita) e Io

Esta última igualmente com atividade vulcânica

(New Horizons/2007)

 

E assim com o fenómeno a ocorrer em EUROPA (uma das muitas luas de JÚPITER) a ser algo já visto na Terra e no Homem (erupções vulcânicas e “espinhas ou bicos”) bastando para o confirmar lá ir e verificar (algo difícil de executar agora que o Homem deixou as viagens espaciais tripuladas, e como se fechasse em si (nesta Terra condenada) ‒ deixando-se morrer por inação ‒ pusesse mesmo em causa as missões telecomandadas). Se não o fizer cumprirá um trajeto sem retorno face à sua Morte Anunciada (tal como os Dinossauros rumo à Extinção).

 

(imagens: NASA ‒ NASA/ESA/W. SPARKS ‒ NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:41

Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15


29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO