Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Jan 19

[Em Marte como poderia ser na Terra.]

 

Uma imagem do resultado do impacto de um objeto com a superfície do planeta Marte, ocorrido entre Julho e Setembro do ano de 2018 (há cerca de meio ano) e registado pelo instrumento HiRise colocado a bordo da sonda MRO.

 

This image it's notable because it occurred in the seasonal southern ice cap, and has apparently punched through it, creating a two-toned blast pattern.

(nasa.gov)

 

PIA23019.jpg

Sinais de impacto

Nas proximidades do Polo Sul de Marte

(PIA 23019/Photojournal/NASA)

 

Um impacto ocorrido entre um meteorito e a superfície marciana, sendo bem visível e bem contrastada, devido a ter ocorrido no Polo Sul (gelado) do Planeta Vermelho: num retrato de Marte como o poderia ser da Terra.

 

The impact hit on the ice layer, and the tones of the blast pattern tell us the sequence. When an impactor hits the ground, there is a tremendous amount of force like an explosion. The larger, lighter-colored blast pattern could be the result of scouring by winds from the impact shockwave. The darker-colored inner blast pattern is because the impactor penetrated the thin ice layer, excavated the dark sand underneath, and threw it out in all directions on top of the layer.

(nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:40

Final do Masters 2019

20 Janeiro – Londres

 

Judd Trump (5ºRM) – 10

Ronnie O’Sullivan (3ºRM) – 4

 

Pela 1ª vez Finalista e Vencedor do MASTERS

 

p06yn0yb.jpg

JUDD TRUMP

Judd Trump hammered seven-time champion Ronnie O'Sullivan 10-4 with a brilliant performance to win his first Masters title

(imagem/legenda: bbc.com)

 

Na 45ª edição do MASTERS (evento integrando a TRIPLE CROWN) disputado este ano no Palácio Alexandre em Londres – tendo como maior vencedor o inglês Ronnie O’Sullivan (por 7X) e como atual detentor do troféu o norte-irlandês Mark Allen (conquistado em 2018) – o inglês JUDD TRUMP – juntamente com o o seu compatriota Kyren Wilson uma das maiores esperanças do futuro na modalidade – estreou-se como finalista desta edição conquistando-a pela 1ª vez: batendo na final o ainda ativo mas já Lenda THE ROCKET por uns expressivos 10-4.

 

J

N

RM

J

N

RM

Judd

Trump

ING

Ronnie O’Sullivan

ING

J

N/RM

F

J

N/RM

F

Kyren

Wilson

ING/9º

6-2

Stuart

Bingham

ING/12º

6-2

Mark

Selby

ING/1º

6-2

Ryan

Day

GAL/13º

6-3

Neil

Robertson

AUS/10º

6-4

Ding

Junhui

CHI/8º

6-3

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frames)

 

Uma prova confirmando a subida de forma do inglês Judd Trump, talvez sendo de momento e conjuntamente com Ronnie O’Sullivan um dos melhores jogadores na prática desta modalidade do bilhar: juntando-se ao grupo de 4 jogadores tendo ganho esta época (de 2018/19) duas ou mais provas do Circuito Mundial (c/p/RM + nc/p/RM) – Mark Allen/IRLN (2+0), Ronnie O’Sullivan/ING (1+2), Judd Trump/ING (1+1) e Kyren Wilson/ING (1+1) conquistando 9 em 14 do total (64%). Mantendo ainda Mark Selby/ING como Líder do RM e Mark Allen/IRLN como líder RM desta época.

 

Iniciando-se no final deste mês de Janeiro o MASTERS da ALEMANHA (30 Janeiro/3 Fevereiro) a primeira prova de RM a realizar-se neste ano de 2019 (detentor do troféu Mark Williams/GAL)

 

– Com as ausências notadas (do TOP 16 do RM) de Ronnie O’Sullivan/ING e Mark Allen/IRLN e a eliminação de Luca Brecel/BEL (na ronda de Qualificação) –

 

O mais forte opositor ao Vencedor do Masters

 

neilro.jpg

NEIL ROBERTSON

Robertson pulveriza Hawkins (6-3) e joga 'meias' do Masters com Trump

(imagem/legenda: abola.pt)

 

E atribuindo ao finalista vencedor um prémio de 80.000£ (ou pontos p/RM). E disputando-se pelo meio (do Masters/Masters da Alemanha) os grupos 5 e 6 da Liga dos Campeões (prova p/convite n/contando p/RM: juntando-se aos outros 4 finalistas (os ingleses Stuart Bingham, Judd Trump e Jack Lisovski e o australiano Neil Robertson) os ingleses Mark Selby (grupo 5) e Martin Gould (grupo 6); ficando a faltar (antes da realização da Final) o grupo 7.

 

Estando ainda previsto (por confirmar) para este mesmo período (fim de Janeiro/início de Fevereiro) – como prova por convite e por equipas – mais um confronto (a realizar-se em território chinês) Reino Unido/China (marcado para 1 de Fevereiro).

 

(imagens/legendas: as indicadas)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:00

Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
18
19

20
21
22
23
24

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO