Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

21
Mar 19

E já agora descubra a diferença

− Bono Vs. Bono

Se é que ela existe mesmo!

(Eu faço parte dos 99%/modelo de gama baixa ainda-por-cima descontinuado

e Este é um tipo dos 1%/modelo de gama alta recentemente reconvertido)

 

Um exemplo do caminho obrigatório a percorrer pelas nossas Elites atualmente no poder (todas afirmando lutar pela Equidade Universal), oriundo do Mundo do Homem (apagados os outros Trilhos) e da Projeção adotada (ou adaptada, como quiserem) em que esta Sociedade do Espetáculo se transformou: em que tudo gira à volta (exclusivamente) do dinheiro − e do poder (ilimitado) que ele pode proporcionar − desprezando-se a Necessidade (de muitos) e até mesmo o Acaso (que nos faz Navegar entre a Ordem e o Caos).

 

snapshot.jpg

U2

Sunday Bloody Sunday

Londres 22.03.83

(ensanduichado de um lado e adaptando-se)

 

Ambos fundamentais para todo o tipo de Transformações (que nos leva ao Movimento pela necessidade de sobrevivência/diferenciação) e uma forma de Negar (pelo menos Espiritualmente) os limites impostos por uma Viagem Previamente Interrompida (no nascimento/de onde viemos como na morte/para onde vamos):

 

Sabendo-se desde os primeiros dias (e por tantas vezes verificado na prática, se não nos virmos como algo de isolado biologicamente e verdadeiramente algo de anormal) que “Na Natureza Nada Se Cria E Nada Se Perde Tudo Se Transforma” (Lavoisier).

 

E abertos bem os olhinhos e profundamente estudadas (todas) as condicionantes (entre trilhos, caminhos, vias rápidas) − a Vida dá-nos a Experiência e a Arte de Saber (para o Bem e para o Mal na nossa perspetiva católico-romana) – facilmente ficando-se a saber quais as escolhas (Amigos) a fazer (para integrar os 1%):

 

davos_world_economic_forum_summit_0.jpg

Bill Gates & Christine Lagarde

Bono

Davos 2019

(ensanduichado do outro e readaptando-se)

 

E partindo de SUNDAY BLOODY SUNDAY (como o fez BONO esquecendo-se do Bloody) chegando-se rapidamente a DAVOS (a Terra dos Excecionais).

 

Nem que para tal tenhamos, que engolir Sapos-Vivos (como Gates e Lagarde entre muitos mais predadores).

 

Sabendo-se ainda-por-cima que o que se passa atualmente na AMÉRICA (hoje de Donald Trump, como o poderia ser/de outra forma, de Hillary Clinton) representa apenas o início de uma Luta de Morte e sem quartel entre os Milionários do Mundo e os até agora seus fiéis e subservientes (mas bem pagos) Representantes Políticos (agora tornados obsoletos/dispensáveis tanto para Ricos como para Pobres). Já agora (e aproveitando para falar dela) a omnipresente traição:

 

Pelos vistos todos nós atraiçoamos alguém

(ou algo parecido com isso, sendo uns bons e outros maus)

 

Como BONO o fez à sua banda U 2

a nível internacional

(partindo de SUNDAY BLOODY SUNDAY e chegando a DAVOS)

E tal como Miguel Sousa Tavares o fez ao seu amigo David Crockett

− a nível nacional

(esquecendo-se da sua jura feita em livro e deixando-o morrer).

 

(imagens: Stories For Boys/youtube.com e socialistvoice.ie)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:23

[Notícias da Ciência]

 

Recordando o lançamento do quinto álbum de DAVID BOWIE

(1947/2016)

 

“The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars”

 

81eVnOh4UJL._SL1300_.jpg

The creation of the Ziggy Stardust persona would live on well after Bowie shed the alien skin, marking the first rock concept album by a sexually ambiguous, artistically bent musician who confounded critics at every turn.

(amazon.com)

 

A história de Ziggy Stardust

Uma estrela de rock enviada ao planeta Terra

Como mensageiro de seres alienígenas

 

No presente ano de 2019

perto da comemoração do seu 47º aniversário

(16 Junho 1972)

 

E tomando em consideração até pela associação (de palavra como rise, fall, Ziggy, star e dust) a curiosidade e a coincidência da notícia publicada (fazendo disparar as ligações nos nossos arquivos de memória), no passado dia 19 de Março na Science Daily, focando

 

“The rise and fall of Ziggy star formation and the rich dust from ancient stars”

 

190319163529_1_900x600.jpg

Based on the observations with ALMA and HST, researchers assume that this galaxy contains stellar clusters with a mix of old and young stars.

The clouds of gas and dust are illuminated by stellar light.

(sciencedaily.com/NAOJ)

 

Destacando como relevante não só a premonição (brilhante) de DB (antecipando-se a todos os outros) sobre um possível e imaginário futuro fora das leis, das regras, das atitudes e dos comportamentos inerentes a todas as sociedades em que o Homem tem sucessivamente vivido (monótonas, cruéis, racistas, situacionistas) – projetando-nos e dando-nos a usufruir um cenário de verdadeira SCI-FI – dando ainda alguma credibilidade ao Homem e restabelecendo a Esperança (na sua sobrevivência), como a certeza de mais um facto (fenómeno astronómico) cientificamente investigado e compreendido, deixando de ser considerado um mistério (por incompreensão) ou acontecimento (deixando de ser tratado como um intruso):

 

“Researchers have detected a radio signal from abundant interstellar dust in MACS0416_Y1, a galaxy 13.2 billion light-years away in the constellation Eridanus. Standard models can't explain this much dust in a galaxy this young, forcing us to rethink the history of star formation. Researchers now think MACS0416_Y1 experienced staggered star formation with two intense starburst periods 300 million and 600 million years after the Big Bang with a quiet phase in between.”

(National Institutes of Natural Sciences − March 19, 2019 − sciencedaily.com/releases/2019/03)

 

1024px-CMB_Timeline300_no_WMAP.jpg

Big Bang is the cosmological model of the universe whose primary assertion is that the universe has expanded into its current state from a primordial condition of enormous density and temperature.

(sciencedaily.com/Wikipedia)

 

Uma investigação levada a cabo por astrónomos utilizando o ALMA (radio-observatório localizado em Atacama/Chile) – num processo de observação complementado através da utilização de outros instrumentos como o telescópio espacial HUBBLE, o telescópio espacial SPITZER (utilizado para a deteção de radiação infravermelha e tal como o Hubble instalado num satélite artificial) e o Observatório VLT do Sul da Europa (instalação utilizando no mesmo local não um mas vários telescópios) – e visando o estudo de antigas estrelas ou conjuntos dos mesmos tipo de astros (como o Sol e outros seus semelhantes) localizados nos confins do nosso Universo a mais de 13 biliões de anos de distância: e então durante essa mesma investigação detetando um sinal de rádio (fraco) emitido por partículas de poeiras a partir da galáxia MACS0416_Y1, criada pouco depois do BIG BANG (ao qual atualmente ainda reportamos as nossas origens) e subsequentemente esclarecendo-nos um pouco mais sobre o que aí (nesse tempo, nesse espaço) se terá passado (antes, durante e depois desse Big Bang). Até porque dessas grandes extensões de poeiras cósmicas estendendo-se desde a (nossa) Origem (planetária) até ao Infinito, muitas delas terão certamente contribuído para a construção de vários objetos celestes entre eles (e como não poderia deixar de ser) planetas como a TERRA (ou outros entre a Grande Diversidade).

 

"Dust is a crucial material for planets like Earth. Our result is an important step forward for understanding the early history of the Universe and the origin of dust."

(Yoichi Tamura/ALMA)

 

(texto/legendas: os/as indicados/as − imagens: amazon.com – sciemcedaily.com – satélite WMAP/NASA/wkipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:04

“The devastation is vast.

As far as the eye can see, it’s just water, you can’t see any land.

Paddling through water and seeing (survivors)

in the trees was absolutely devastating.”

(Travis Trower/clubofmozambique.com)

 

Localidade de Búzi

 

buzi.mozambique1.alj_.jpg

Na província de Sofala com a localidade de Búzi (centro de Moçambique) a ser fortemente atingida, colocando (devido às cheias) mais de 100.000 pessoas em risco de vida e afetando em toda a região (atingida) mais de 2,5 milhões

 

Quase uma semana depois da passagem do ciclone IDAI sobre o território de Moçambique atingindo com grande intensidade sobretudo a região da BEIRA

 

− Com o vento com rajadas de mais de 170Km/h acompanhado de intensa precipitação a devastar completamente (em torno dos 90%) a cidade da Beira (originando inundações, submergindo localidades e fazendo desaparecer outras do mapa)

 

O número de vítimas mortais atinge já as 200 (em Moçambique), mantendo-se a previsão anterior do número total (e final) poder ultrapassar o milhar.

 

36b49fc3ec904a81b9e4c2d8a0d737b0_18.jpg

Com os habitantes da localidade de Búzi (face à imensa e generalizada falta de socorro e de ajuda humanitária) a procurarem maior segurança e proteção (contra a subida das águas) nos telhados ainda intactos e mais elevados

 

Quanto a compatriotas nossos presentes neste país africano (e de acordo com o jornal Público) e já depois de se terem encontrado 356 cadáveres, com 30 portugueses a estarem ainda dados como desaparecidos (na cidade da Beira) mas não tendo havido notícias de mortes entre a nossa comunidade (lusa).

 

E só para confirmar tantas as consequências brutais desta inesperada tragédia muitas delas por imaginar, recordando apenas o sucedido nesse dia fatal no Hospital Central da Beira:

 

“Todos os bebés no berçário morreram,

muitas mulheres grávidas a dar parto morreram”.

(o Público)

 

(imagens: clubofmozambique.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:18

Six People Have Begun

A 122-Day Simulated Mission

On the Moon

(universetoday.com/19.03.2019)

 

s88_33646.jpg

Simulação de uma missão de longo-termo à Lua

Envolvendo o DLR (Alemanha), o CNES (França), a ROSCOSMOS (Rússia) e a NASA (EUA)

Sendo levado a cabo na Rússia e com uma tripulação de seis elementos

(3 homens e 3 mulheres)

 

Face a todos os perigos que rodeiam a Terra (tal como a nossa casa de família) − tanto interna (Ex: Guerra Nuclear) como externamente (Ex: Impacto de Asteroide), como durante todo o seu período de Vida (neste momento uns 4,6 biliões de anos talvez a meio da sua existência) – e simultaneamente postos perante a necessidade absoluta (e inevitável) de na sua fase de desenvolvimento qualquer tipo de Ser Vivo (neles incluindo o Homem) ser obrigado a abandonar (por motivos se não evolutivos, pelo menos de mera sobrevivência) a sua Zona de Conforto (deixando o berço e os pais e mergulhando − decisivamente − no Outro Mundo).

 

O Homem na sua essência é um Nómada

Mesmo obrigando-o à monotonia tóxico-mortal do sedentarismo

E para sobreviver terá obrigatoriamente de se movimentar

Sair de Casa

Caso contrário sendo declarado morto

E infelizmente para nós extinto

 

Um dia, mais cedo do que tarde e de preferência este século (XXI), com o Homem lutando (mesmo que inicialmente sentindo-se derrotado) com todas as suas forças contra a claustrofobia (do meio ambiente artificial envolvente) cada vez mais asfixiante, galopante e perigosamente paralisante (deste quotidiano previsível, de miséria, monótono, não nos levando a lado nenhum), a virar-se decisivamente para o exterior perscrutando agora com toda a sua atenção e dedicação a profunda escuridão do Espaço: e replicando no Universo o que nós os portugueses fizemos (os nossos antepassados Navegadores) no passado nos oceanos.

 

Talvez tendo alguém (tal como o sucedido com os Navegadores/Descobridores) à nossa espera.

 

(imagem: universetoday.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:08

Março 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16


29
30



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO