Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Jun 19

“Nem querendo acreditar (pela 2ª vez)

com Donald Trump a poder ser reeleito em 2020.”

 

Com as próximas Presidenciais Norte-Americanas marcadas para 3 de Novembro de 2020 e com as primárias Republicanas (o partido do ELEFANTE) já resolvidas – com o atual presidente DONALD TRUMP candidatando-se pelos REP a um 2º mandato presidencial (2020/2024) – resta agora ao partido Democrata escolher nas suas eleições primárias o nomeado como candidato DEM (o partido do BURRO): entre cerca de duas dezenas de candidatos (apenas 1/3 sendo mulheres).

 

updatedrankings.jpg

Elisabeth Warren, Joe Biden e Bernie Sanders

(nada acontecendo até ao início das primárias, três dos potenciais vencedores à nomeação Democrata como representante do partido às Presidenciais de 2020, tendo do outro lado e como seu opositor o Republicano Donald Trump)

 

Neste momento antecipando o início das primárias DEM e com os seus candidatos já lançados (tendo-se mesmo já organizado um debate, entre dez desses candidatos), com as sondagens a apontarem para três deles destacando-se JOE BIDEN, BERNIE SANDERS e ELISABETH WARREN (já mais afastada KAMALA HARRIS e PETE BUTTIGIEG) – como se vê na tabela (seguinte):

 

Candidato DEM

Último Cargo

Última Sondagem

%

(Economist/YouGov)

Média Sondagens

%

(RCP)

Joe Biden

Vice-Presidente dos EUA

(2009/2017)

25

32

Elisabeth Warren

Senadora do Massachusetts (2013/presente)

19

13

Bernie Sanders

Senador do Vermont (2007/presente)

15

17

Kamala Harris

Senadora da Califórnia (2017/presente)

7

7

Pete Buttigieg

Presidente da Câmara de South Bend no Indiana

(2012/presente)

6

6,5

Beto O’Rourke

Congressista p/Texas

(2013/2019)

3

2

Tulsi Gabbard

Congressista pelo Havaí (2013/presente)

3

1

(RCP/realclearpolitics.com)

 

Tudo estando direcionado para um confronto final em Novembro do próximo ano entre DONALD TRUMP pelos REP e JOE BIDEN pelos DEM (de outros que não REP ou não DEM nunca se ouvindo ou falando, por obvia e realmente não existirem e nada significarem), no início do Verão de 2019 em confronto direto com qualquer dos cinco principais candidatos DEM com todos eles nas sondagens a derrotarem TRUMP (o candidato REP) com a maior vantagem para BIDEN ou SANDERS (10%) − mas com Donald Trump andando já (para quem está assim tão mal) pelos 45% a 48% das intenções de voto (ainda em 2019 para as eleições de 2020).

 

Um resultado muito equilibrado quando se sabe que TRUMP venceu em 2016 apenas com 46% (contra os 48% da derrotada Hillary Clinton). Continuando as coisas como estão talvez uma indicação para um segundo mandato presidencial (o que dado todos os antecedentes, será a conclusão mais normal) de DONALD TRUMP.

 

(imagem: REX/Shutterstock/rollingstone.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:12

“Ele é um homem especial, que trabalha muito bem

e é muito amado pelo povo do Brasil.”

(Donald Trump sobre Jair Bolsonaro/Cimeira G20/junho 2019/Japão/jornaleconomico.sapo.pt)

 

D-ICROhU0AEY3US.jpg

Cimeira do G20 colocando frente-a-frente

JAIR BOLSONARO

(o “Trump-da-América-do-Sul”, a Réplica)

DONALD TRUMP

(o “Trump-da-América-do-Norte”, o Original)

 

Podendo-se desde já afirmar nesta fase de evidente regressão (por não evolutiva) do cenário socioeconómico Político do Brasil – depois de bater no fundo (com a corrupção generalizada) mergulhando no abismo (com o ajuste de contas) – que os mais de 200 milhões de brasileiros irão nos próximos anos sofrer o efeito dramático de um Impacto Profundo, duplo e para muitos Apocalítico: unindo-se assim no destino a outros mais de 300 milhões (de norte-americanos) mas no caso do país da América do Sul com o Impacto a ser muito mais duro e brutal − por hierárquico, sequencial e duplo – levando-em-cima com dois asteroides.

 

“Seria um motivo de orgulho e satisfação, que mostraria ao mundo que a política do Brasil mudou de verdade.

Interessa-nos e temos o prazer de nos aproximar dos Estados Unidos.”

(Jair Bolsonaro sobre Donald Trump/Cimeira G20/junho 2019/Japão/jornaleconomico.sapo.pt)

 

E se no caso dos EUA com os norte-americanos entre dois asteroides (asteroide HILLARY e asteroide TRUMP) escolhendo (obrigatoriamente) em alternativa um deles (surpreendentemente TRUMP), já no caso do Brasil depois de levarem com o primeiro impacto (asteroide BOLSONARO) e sem tempo para se reestabelecerem levando agora com o segundo (asteroide TRUMP): com as consequências neste segundo caso (do Brasil) a serem obviamente muito mais dramáticas (com o regresso dos Militares, para muitos dando-se o reinicio da Extinção).

 

“Os dois mitos que mudarão o planeta!”

(apoiante de Donald Trump e Jair Bolsonaro/perseguidodopol/Twitter.com)

 

Ainda-por-cima confirmando-se no presente JAIR sendo um satélite de TRUMP, dado estarmos em presença de um sistema (conjunto de asteroides) binário (em que um − JAIR − roda à volta do outro − TRUMP − acompanhando-o no seu movimento): acontecendo algo a um (de positivo ou negativo) refletindo-se logo no outro e com isso sofrendo (“a bem ou a mal”) o POVO (o dito “Mexilhão”).

 

Como amigos que são, com ambos elogiando continuamente (“sorrindo, com alegria”), o parceiro e meio-irmão.

 

(imagem: Jair M. Bolsonaro/@jairbolsonaro/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:01

“No que nos (Homem) diz respeito (e à nossa sobrevivência) com o Sol

(sendo a Terra a nossa atual zona de conforto)

a estar a meio do seu ciclo de Vida.

Um dia tendo-se (obrigatoriamente) que partir

ou optando-se por não se mexer então morrer.”

 

Imagem parcial da galáxia (com mais de 13 biliões de anos de idade) onde se situa o nosso sistema planetário o SISTEMA SOLAR – com um dos seus 8 planetas a ser a TERRA orbitando (tal como todos os outros) uma estrela de referência o SOL – localizado num dos braços da mesma galáxia em espiral a VIA LÁCTEA (mais ou menos a meio da distância centro/limites) e com tudo o que vemos a olho nu (no Céu noturno do deserto do Atacama) pertencendo-lhe.

 

3ARpzUxYvxYdcdPFPcd6JF.jpg

Arco da Via Láctea como visto a partir do telescópio ALMA

localizado no deserto de Atacama no Chile

(17.06.2019)

 

Uma galáxia − a VIA LÁCTEA – com 50.000 anos-luz de raio (distando cerca de 26.000 anos-luz do centro), 1000 a 3000 anos-luz de espessura, comportando 100 a 400 biliões de estrelas e com um período de translação (do Sol relativamente ao centro da galáxia) de 225 milhões de anos. No centro da qual (Via Láctea) se situa um Buraco Negro Supermaciço. E com o Sistema Estelar mais próximo a ser o de ALPHA CENTAURI com a sua estrela mais próxima (do Sol) a ser PROXIMA CENTAURI (a 4,6 anos-luz de distância).

 

Dentro de aproximadamente 4,5 biliões de anos,

se não destruídos por um asteroide ou pela própria evolução do Sol

(expandindo-se e “engolindo” a Terra),

sendo certa a colisão (“talvez não de frente, mas de raspão”)

da nossa galáxia VIA LÁCTEA com a galáxia de ANDRÓMEDA.

 

Com os telescópios ALMA a apontarem-nos de uma forma bem clara (dirigindo-se para a imensa escuridão cintilante) qual deverá ser efetivamente o futuro do Homem: depois dos Oceanos, a Aventura e a Descoberta do Espaço. E podendo o nosso Universo ser relevante por Único (onde existe Vida Orgânica, Inteligente, reproduzindo-se e sendo capaz de se organizar, adaptar e evoluir) não sendo certamente o único, Universo projetado e existente − mergulhado num oceano eterno de múltiplos Universos (como réplicas do mesmo Molde) e variáveis (mesmo que incompreendidas como o Tempo), concorrentes, paralelas ou coincidentes.

 

(imagem: Petr Horálek/ESO/space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:32

26
Jun 19

“Any attack by Iran on anything American will be met with great and overwhelming force.

In some areas, overwhelming will mean

OBLITERATION.”

(Donald J. Trump/@realDonaldTrump)

 

con_wallpaper_airforce_europe.jpg

WW3

Jogos de Guerra

(de Virtuais a Reais)

Com o Presidente dos EUA a ameaçar

OBLITERAR o Irão

 

Face à “não compreensão” por parte da liderança do Irão das “palavras bonitas e expressas com compaixão por parte dos EUA”, a ameaça feita por Donald Trump – pondo de lado acordos e diálogos e recorrendo à Força (das Armas) e ao Poder (do Dólar) − de “fazer avançar de imediato o seu fabuloso investimento (feito nestes últimos dois anos) de 1,5 Triliões de Dólares (na sua Poderosa Força Militar)”. Depois de Barack Obama com Donald Trump a arriscar-se a ser reeleito (para um 2º mandato Presidencial) e talvez mesmo (porque não, se até Obama o conseguiu) a ganhar o prémio Nobel da Paz.

 

Então sim deixando os Falcões (como John Bolton) − ligando o Estado Profundo à Administração da Casa Branca, através do Complexo Industrial-Militar − de mãos-livres e prontos a entrar em ação: podendo terraplanar o Irão, cometer mais (um Genocídio) um Crime de Guerra e partir definitivamente para a (de momento com o arranque temporariamente suspenso) WW3.

 

(imagem: conflictnations.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:49

Depois de ataques a 2 PETROLEIROS e do abate de 1 DRONE (aparentemente da iniciativa de uma das partes, conforme afirmação da outra parte e não provocando vítimas), não estando ainda reunidas as condições mínimas (segundo TRUMP) para o início da WW3.”

 

world-war-3-usa-iran-nuclear-deal-sanctions-donald

EUA Vs. IRÃO

(Donald Trump Vs. Ayatollah Khamenei)

 

Utilizando uma balança e colocando num dos seus pratos 150 IRANIANOS (inicialmente considerados sem custos para o Utilizador) e no outro 1 DRONE − no valor de mais de 130 MILHÕES de DÓLARES − a cerca de 10 minutos do início do ATAQUE ao IRÃO e já com os aviões no ar e os misseis prontos a serem lançados, eis que o Milionário DONALD TRUMP atualmente o Líder Global por Presidente dos EUA (o Estado com mais Dólares & Pistolas), surpreende os seus FALCÕES (de Guerra, como John Bolton) não autorizando e abortando o ataque e não carregando no (dito cujo) BOTÃO:

 

190620082425-03-rq-4-global-hawk-file-exlarge-169.

Veículo aéreo não tripulado RQ-4 Global Hawk

(idêntico ao drone norte-americano abatido pelo Irão)

 

Nestas circunstâncias concluindo-se que segundo DONALD TRUMP cada IRANIANO (cada sujeito) lhe sairia (à peça) acima dos 1 milhão de dólares, mais dispendioso (a todos-os-prazos) do que o custo, de (um objeto como) um DRONE. Com a WW3 a não se iniciar ainda este mês (mas com o “Programa a Seguir Dentro de Momentos”) devido a algumas “anomalias técnicas verificadas” a que “alguém dirá ser totalmente alheio”.

 

page_1.jpg

EUA em rota de colisão com o Irão

(grande produtor e detentor global de reservas de Petróleo)

 

[Já no que diz respeito ao Iémen e à Guerra Civil aí em curso (desde 2015) – com 80.000 mortos, 50.000 feridos e mais de 3.000.000 de deslocados – contando com a presença de um lado com os rebeldes Houthis (apoiados indiretamente pelo Irão e pelo Hezbollah) e do outro com as forças Governamentais (apoiadas diretamente e no terreno pelo regime da Arábia Saudita, pela Al-Qaeda e pelo Estado Islâmico), apesar do Genocídio tratando-se de um Negócio diferenciado e bem lucrativo (se comparado com o anterior) desde logo pela posição dos EUA perante a “troca” antes pagando o “esforço de guerra” mas agora recebendo pelo material (armamento) mas pondo outros a combater e sobretudo a pagar: e quanto mais se vendendo maior o lucro.

 

yemen-war.jpg

Com bombardeamentos indiscriminados levando tudo à sua frente

(terraplanando infraestruturas básicas e matando tudo o que mexe)

 

Só nos últimos anos e com o desenvolvimento da ação (Intervenção Armada) saudita no Iémen (em mais um Crime de Guerra promovido por um Estado) com o número de vítimas mortais (sobretudo civis, mulheres, velhos e crianças) a caminho da centena de milhar e com as vendas de armamento dos EUA à Arábia Saudita podendo ascender no final e no total (cumprindo-se o “Negócio”) a uns 110 biliões de dólares (para já não falarmos da Grã-Bretanha, da França e até do Canadá). Num “Festim Canibal Saudita” em que cada iemenita morto ficaria por 1 milhão de dólares, ao mesmo preço que no (anteriormente focado) ataque ao Irão, mas aqui com muitos mais (civis iemenitas) candidatas ao seu próprio míssil (pessoal).]

 

(imagens: GETTY/express.co.uk – CNN/cnn.com – The Economist/issuu.com – wsi.co)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:31

23
Jun 19

Oferecida pela ISS

− Estação Espacial Internacional −

uma imagem da famosa “Bota Italiana

tendo do seu lado ocidental a Sicília.

 

ZVYfHPa6wypQtoXWwxbQ2M-650-80.jpg

Itália

 

Obtida no fim da Primavera (no Hemisfério Norte) sobre o Mar Mediterrânico e a cerca de 400Km da superfície da Terra.

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:53
tags: , ,

Memória fotográfica da sonda Cassini,

apresentando-nos o que será um exclusivo

– “espreitando pelo buraco-da-fechadura

para toda a Eternidade.

 

PIA23167.jpg

Vislumbrando entre os anéis de Saturno

as “vagas” provocadas pela passagem de Daphnis

 

Uma última espreitadela da sonda CASSINI a uma das 62 luas conhecidas de SATURNO – a pequena DAPHNIS localizada a cerca de 10 UA de distância (1500 milhões de Km) – obtida aquando da passagem da mesma (lua) nas proximidades dos ANÉIS de Saturno (como se através de uma janela assistíssemos à passagem da protagonista): num registo obtido no ano de 2017 numa das aproximações da sonda ao planeta (Saturno), algum tempo antes da mesma explodir e se desintegrar impactando a camada exterior do mesmo (planeta, em meados de Setembro). Alterando visivelmente a estabilidade e o comportamento dos anéis (do Gigante Gasoso Saturno) − situados em regiões próximas da trajetória orbital da “pequena” lua − com uma explicação apontando e teletransportando-nos para a Terra e para a influência sobre a mesma exercida pela (sua única) LUA: na TERRA com a LUA dando origem às Marés, em Saturno com Daphnis fazendo o mesmo, não aos Oceanos mas aos Anéis – e também aí se observando ondas.

 

(imagem: JPL/NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:20

18
Jun 19

[Entre outros para a Pele a para os Pulmões.]

 

“Neste Verão de 2019 no Hemisfério Norte e à entrada das Férias Grandes

(com muito Sol e muita Luz)

− Integrando o Menu Climático

com as Radiações a serem altas tal como o teor de CO₂.”

 

Frankie-Lucena-ISS059-E-60484_enh_crop_labeled_156

Os Espíritos Vermelhos

 

Com a Radiação a nível da Atmosfera (mais rigorosamente da Estratosfera, onde andam os balões meteorológicos) a aumentar, o mesmo acontecendo aos níveis de Dióxido de Carbono (CO₂) nela presentes – “atingindo um novo record no passado mês de Maio– estarão provavelmente reunidas todas as condições “ideais e experimentais” para nos lançarmos num voo turístico/científico (os aviões circulam logo abaixo dos balões, na Troposfera) até um qualquer paraíso terrestre, para aí usufruirmos finalmente de uma atmosfera (marítima e/ou continental) não stressada nem poluída (por exemplo pela poluição automóvel) ou seja de “Boa Qualidade”.

 

stratosphere_california.png

Radiação Estratosférica

 

Mas pelos vistos com essas condições ambientais (proporcionadas ao viajante) a serem mais científicas do que turísticas, garantindo a partida e a chegada (e ainda a estadia) de mais uma das nossas Aventuras (e Descobertas), mas em contrapartida podendo transportar consigo (contaminando-nos no processo) o “vírus” da nossa futura destruição, como consequência de exposição a radiações excessivas e a atmosferas cada vez mais rarefeitas e irrespiráveis (“por defeito em oxigénio”): entre Março de 2015 e Julho de 2018 com a radiação a nível da Estratosfera (entre os 20Km e os 50Km) a subir 18% e nos últimos 60 anos com a presença de CO₂ a atingir um novo Recorde.

 

co2-chart-increase-mauna-loa-1960-2019.png

Níveis de CO₂ na atmosfera

 

Esperando-se que chegados ao Verão as plantas na sua fase de crescimento cumpram a sua função (mais uma vez e cada vez mais por nós), libertando-nos dos nossos excessos de produção descontrolada de gases de estufa (CO₂). Já quanto aos efeitos da radiação e do conhecimento de como evitá-las sendo o problema de mais difícil solução, já que se por um lado a intensidade dos Raios Solares (em princípio menos perigosos, mais conhecidos) diminuíram dado o Sol estar a atravessar uma fase fraca do seu ciclo solar (de cerca de 11 anos e de momento num dos seus mínimos de atividade) por outro lado e aproveitando a ocasião (com as nossas diversas camadas de proteção por diversos motivos enfraquecidas) e as “brechas” entretanto reabertas, com os Raios Cósmicos a ocuparem o lugar dos raios antes emitidos (pelo Sol), sendo estes últimos mais penetrantes, radioativos e perigosos.

 

E com as temperaturas médias sempre a subirem, mês após mês, ano após ano, com o “Caldo” a compor-se e com um “traço irreversível (pelo menos para nós fazendo parte do ensopado).

 

(imagens: Red Sprites/Frankie Lucena/May 10, 2019/@ International Space Station − spaceweather.com – noaa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:15

17
Jun 19

[E no caso da Argentina deparando-se com um “Colapso Duplo”, um o da sua Rede Elétrica (colapsando completamente) o outro o da sua Seleção de Futebol (mesmo com o Lionel levando duas do Queiroz).]

 

Unprecedented power grid failure

hits Argentina and Uruguay,

affecting 48 million people

(watchers.news/17.06.2019)

 

buenos-aires-bw-storm.jpg

Às Escuras

Buenos Aires

Argentina

(16 junho 2019)

 

E repentinamente com mais de 50 milhões de pessoas a ficarem sem Energia Elétrica, afetando no mínimo 5 países da América do Sul: Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. E se no caso de 3 desses países os cortes de energia verificados foram curtos e locais (menos relevantes) já no caso da Argentina (onde se terá dado a falha inicial) e do Uruguai o colapso das suas grelhas elétricas foi inequívoco por total − atingindo 47,4 milhões de pessoas ou seja deixando estes dois países completamente às escuras. Com a rutura na Rede Elétrica na Argentina a dar-se pelas 10:06 UTC e com a distribuição de Eletricidade a ser reestabelecida cerca de 12 horas depois (pelas 22:00 UTC) a uns 77%, um pouco antes do mesmo suceder com o Uruguai a uns 88%. E nesse intervalo de tempo sem possibilidade de se recorrer à Rede Elétrica (temporariamente inoperacional) nada funcionando desde transportes a computadores “deixando todo o Mundo à Deriva” e ao alcance de “Algo ou de Alguém”. Não se confirmando para já a versão de ser uma ação envolvendo interesses Russos e/ou Chineses (associando-se este episódio ao que se passa na Venezuela), nem de se tratar apenas de mais uma (já cansativa) demonstração da existência real e à nossa volta (muito próximo de nós) de Seres Extraterrestres (para além dos já conhecidos “alienas mexicanos”).

 

(imagem: watchers.news)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:22

“Westerners spend four plus hours a day, the equivalent of two months a year, or nine years in a lifetime, being hypnotized by a television screen without being conscious of the effects this activity has on them. They have nearly stopped interacting with friends, neighbors, community, and even family. Their free time is spent in imaginary relationships with fictitious characters on the screen.” (barbershopbobby.com)

 

MediaforDummies.jpg

1

 

Para todos aqueles que ainda não se convenceram não passarmos de “Seres Vivos previamente Condicionados − desde que este Molde que a todos nos deu origem foi num Cenário disponibilizado (num certo Tempo e num determinado Espaço) aplicado e implementado – sem grande capacidade de iniciativa e de inovação (mentalmente estáticos) e por acomodação (física) adaptando-nos facilmente às piores condições (desde que mínimas) de sobrevivência (mesmo contrariando as indicações básicas, trocando o nomadismo pelo sedentarismo) – segundo o Guião anexo ao nosso Molde (e segundo o Manual de Instruções) na concretização de uma Projeção tendo-nos aparentemente como Protagonistas mas sendo (no entanto) suportada por uma Estrutura Fixa (contrária ao Movimento) e Tendencialmente Fechada (evitando contaminações), não Evolutiva (pela sua Qualidade) apenas Replicativa (pela sua Quantidade) – a certeza cada vez mais intensa e cada dia que passa mais intrusiva de que “já nada controlamos”, a não ser sermos nós próprios controlados (muitas vezes até por “auto delegação e compreensiva negação”) pelos sucessivos acontecimentos mesmo que por nós percecionados e sentidos, podendo atualmente e segundo a disponibilidade dos Média, ser verdadeiros ou simplesmente  FAKE NEWS. Ou não fosse a Imaginação (Invertida e convertida depois de editada, em Manipulação) uma componente fundamental desta Realidade. E pelas tendências (pelos vistos Excecionais) com a patente − da “Máquina de Controlo Mental” − a estar registada nos USA em versão TRUMP ou então HILLARY.

 

us-mind-control-patent-6506148-b2-humans-can-be-ma

2

 

“Physiological effects have been observed in a human subject in response to stimulation of the skin with weak electromagnetic fields that are pulsed with certain frequencies near ½ Hz or 2.4 Hz, such as to excite a sensory resonance. Many computer monitors and TV tubes, when displaying pulsed images, emit pulsed electromagnetic fields of sufficient amplitudes to cause such excitation. It is therefore possible to manipulate the nervous system of a subject by pulsing images displayed on a nearby computer monitor or TV set. For the latter, the image pulsing may be imbedded in the program material, or it may be overlaid by modulating a video stream, either as an RF signal or as a video signal. The image displayed on a computer monitor may be pulsed effectively by a simple computer program. For certain monitors, pulsed electromagnetic fields capable of exciting sensory resonances in nearby subjects may be generated even as the displayed images are pulsed with subliminal intensity.” (Nervous system manipulation by electromagnetic fields from monitors/2001/google.com)

 

mk-ultra_af9d84f3.jpg

3

 

No que diz respeito à célebre patente norte-americana identificada como “US patent 6506148 B2” da autoria de [Loos; Hendricus G. (Laguna Beach, CA)] datada (em ficheiro) de 01.06.2001 já lá vão 18 anos, provavelmente já em plena aplicação, mas sem acompanhamento ou divulgação considerada relevante e como tal passível de ser noticiada– com a mesma (patente) na respetiva altura e no seu próprio contexto (início do séc. XXI) a “nem sequer poder ser considerada” como algo tendo como tronco comum (de investigação e de experimentação) factos de alguma forma ligados não tanto à Realidade, mas à “Antecipação Científica(ou seja à “Inovação na Experimentação”, vista não como a procura a partir do Molde original da Perfeição − como se este [molde] não fosse a sequência de um Outro − mas como a concretização de uma Utopia, antes de o ser, considerada de “praticabilidade” Impossível unicamente por não totalmente controlável), ou não fosse o tema do “Controlo da Mente” algo de tão Antigo e Recorrente (oriunda de um passado remoto e certamente que aplicado por associação) como o das nossas próprias Origens e a dos nossos Criadores. Como se vê sendo o Homem sempre colocado entre os 2 ponteiros (horas/minutos) de um Relógio (analógico), mais tarde ou mais cedo com os mesmos (ponteiros ou lâminas) no seu movimento de rotação em torno do seu Eixo Virtual aplicando-se ao Espaço (para nós Real) e no cumprimento do processo (faseadamente) decepando-nos: se anteriormente cortando cabeças, agora e sem sobressaltos mantendo-as no lugar.

 

thinkstockphotos-478952698-100609777-large.jpg

4

 

E já no século passado com as diferentes fases da Revolução Industrial a serem introduzidas rápida e sequencialmente (talvez como nunca visto nos últimos milénios) produzindo efeitos práticos e de usufruto imediato (até pela introdução das linhas automáticas de montagem), com o sucesso instantâneo e como que exponencial das Sociedades (desenhando-se nas nossas prodigiosas Projeções Futuras) acompanhando o crescimento de Investimentos então disponibilizados, a reacender o conflito (que será sempre eterno, tal como o conflito Ricos/Pobres) entre Investidores (os Milionários) e Intermediários (os Políticos) − dois Poderes no presente travando um conflito  de grandes proporções (mesmo ideológicas e extremistas e em ambos os lados REP ou DEM) no interior dos próprios EUA − e aí introduzindo um Novo Poder num braço paralelo (e financiados pelos mesmos interessados, com o mesmo objetivo) ao poderoso Ramo Militar (e seu Complexo Industrial associado) o ramo da Comunicação Social (o erradamente chamado 3º Poder, não o sendo por dependente dos outros dois) utilizando amplamente todos os seus recursos (só ao alcance deles) desde os mais tradicionais (como a imprensa escrita e a rádio), passando pela TV (a Caixa que Mudou o Mundo), até todas as estradas e autoestradas da Informação hoje das mais diversas formas utilizadas: como será o caso da Rede da WEB, hoje entrando (a nosso convite) não só (sob a forma de eletromagnetismo) em nossa casa, mas de lá levando e lá deixando algo (física e espiritualmente) − obrigatoriamente e como não poderia deixar de ser em qualquer troca comercial, agora que o Homem foi despromovido de Sujeito a Subobjecto. Manipulando-nos sem recorrer a violência física visível, mas segundo uma estratégia extremamente eficaz de adição irreversível (uma dependência introduzida subliminarmente e com um método penetrante, intrusivo e tornando-nos hospedeiro parasitário): como se fosse uma Droga.

 

media_filters_button.jpg

5

 

Com os Media tentando extrair o que de pior há no Homem (de modo a assim se apossarem de “todas as armas”) a utilizarem todos os tipos de estratagemas para nos manipularem, nos condicionarem nas nossas atitudes e comportamentos (muitas vezes nem sequer nos dando uma alternativa mesmo que aparente), banalizando a violência (a doença e a morte), corresponsabilizando-nos pela nossa indiferença (sentindo-nos culpados), fazendo-nos passar ou convencer da nossa infeliz estupidez (aceitando tudo sem qualquer tipo de reação ou resposta), no fundo distraindo-nos ainda um pouco mais (“ainda enevoados propondo-nos mais um chuto”) e até nos convencendo de uma nova e declarada “novidade (apesar de tão velha como nós) denominada FAKE NEWS: como se estivéssemos já a caminho de uma inevitável Overdose. Falando-se do Alvo direto os mais de 7,5 biliões de pessoas − um número já declarado oficialmente excessivo para as capacidades logísticas do nosso planeta – sendo constantemente esmagado pelo crime e pela violência em série (e numa catadupa infindável de séries), pela publicidade a produtos enganadora, pelos falsos “Espetáculos de Realidade (Reality Shows), pelos programas de manipulação política e até desportiva (infestados de fazedores-de-opinião só sabendo gritar e ameaçar) e mesmo assim colocado (os quase 8 biliões) perante tal desprezo dos representantes do Poder para com a Humanidade (que dizem terem sido superiormente nomeados para nos defender) continuando estes a aceitar o mesmo caminho como se fosse esse o seu Destino: hoje sendo biliões amanhã uns poucos milhões.

 

“Schooling plays a big role in programming the population, but the most potent and prevalent educational tools are the mass media. These are devised to reach a large audience via the broadcasting of information through natural means (spoken or written language, posters) or technological ones (radio, television, cinema, the Internet). With time, the elite has come to control all the important mass media outlets and are now able to dictate their contents. The trick is easy. All the elite need to do is repeat the same simplistic lies in all the media and the population will believe them without a doubt. This is how lies acquire an irresistible aura of credibility.” (barbershopbobby.com)

 

(imagens: (1) theantimedia.com – (2/3/4) disclose.tv – (5) hellogregory.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:31

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO