Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Jul 19

Num início de época (Masters de Riga) ainda sem a participação do Campeão do Mundo JUDD TRUMP e do Líder do Ranking Mundial RONNIE O’SULLIVAN. E com a ESCÓCIA − com JOHN HIGGINS (Vice-Campeão do Mundo) e STEPHEN MAGUIRE − a conquistar a Taça do Mundo por equipas.

 

3393.jpg

JUDD TRUMP

Campeão do Mundo

 

A cerca de uma semana do início do Circuito Mundial de Snooker (época 2019/20) com a realização (na Letónia) do MASTERS de RIGA (26/28 julho) − a ser disputado por 64 jogadores (realizada a Ronda de Qualificação/RQ) e tendo como detentor do troféu o australiano NEIL ROBERTSON – e sendo esta a 1ª prova (individual) desta época, sendo para já natural a ausência de muitos dos jogadores integrando o (atual)  TOP 16 do Ranking Mundial: desse Top registando-se a ausência de 10 (5 por opção e 5 por eliminação na RQ) restando apenas 6, Kyren Wilson (ING/8ºRM), Jack Lisowski (ING/11ºRM) e Luca Brecel (BEL/15ºRM) e ainda Mark Williams (GAL/3ºRM), Neil Robertson (AUS/4ºRM) e Mark Selby (ING/6ºRM) − estes três últimos ainda não tendo sido sujeitos à RQ.

 

Ranking Mundial

TOP 16

 

RM

J

N

£ (X1000)

RM

J

N

£ (X1000)

Ronnie

O’Sullivan

ING

1196

Barry

Hawkins

ING

409

Judd

Trump

ING

1166

10º

Ding

Junhui

CHI

403

Mark

Williams

GAL

1028

11º

Jack

Lisowski

ING

398

Neil

Robertson

AUS

842

12º

David

Gilbert

ING

394

John

Higgins

ESC

795

13º

Stuart

Bingham

ING

390

Mark

Selby

ING

752

14º

Shaun

Murphy

ING

375

Mark

Allen

IRLN

677

15º

Luca

Brecel

BEL

350

Kyren

Wilson

ING

561

16º

Stephen

Maguire

ESC

346

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

Do quadro referente à 1ª ronda do Masters de Riga (a disputar-se a 26 de julho) destacando-se os seguintes encontros (no caso de Mark Selby passando a sua ronda de Qualificação, ainda por realizar):

 

RICKY WALDEN (ING/30ºRM) − YUAN SUJIN (CHI/53ºRM)

XIAO GUODONG (CHI/25ºRM) − KYREN WILSON (ING/8ºRM)

MARK SELBY (ING/6ºRM) − HOSSEIN VAFAEI (IRA/40ºRM)

JOE PERRY (ING/18ºRM) − ANTHONY HAMILTON (ING/60ºRM)

LUCA BRECEL (BEL/15ºRM) − LÜ HAOTIAN (CHI/26ºRM)

 

12551306-0-image-a-84_1555884213398.jpg

RONNIE O’SULLIVAN

Líder do RM

 

Seguindo-se já no mês de Agosto o INTERNATIONAL CHAMPIONSHIP (prova de RM) − de 4/11 Agosto − e o PAUL HUNTER CLASSIC (prova por convite não contando para o RM) – de 24/25 Agosto: ainda sem a presença da lenda viva e ainda ativa da modalidade (o “Grande Promotor” do SNOOKER), o Penta Campeão do Mundo, Vencedor de 36 provas de RM, detentor de 1009 breaks centenárias e atual Líder do RM “THE ROCKET”. Riga Masters certamente com transmissão EUROSPORT.

 

Evans7-1024x675.jpg

REANNE EVANS

Campeã do Mundo

Líder do RM

E sendo igualmente (pela sua técnica e estratégia) uma das grandes promotoras desta modalidade de bilhar − o SNOOKER – tendo-se obrigatoriamente de mencionar aquela que poderia ser considerada como o contraponto de género para Ronnie O’Sullivan: “THE ROCKET-WOMAN” – a inglesa REANNE EVANS. Sagrando-se de novo Campeã do Mundo de Snooker (época 2018/19) depois de dois anos de interrupção e tornando-se Campeã pela 12ª vez (nos últimos 15 anos). Para além de reassumir a liderança (antes da chinesa Ng On Yee) do RM.

 

(imagens: Richard Sellers/RA/theguardian.com – James Cheadle/Eurosport/mopays.com − wpbsa.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:25

18
Jul 19

[Século XXI − Era TRUMP]

 

Adicionando-se ao Caos que há muito se regista “em terra (e no ar)”, com mais “Conflitos, Guerras e Doenças” a surgirem diariamente e um pouco por todo o lado, sem que ninguém faça o mínimo desejado pela esmagadora maioria dos 7,5 biliões (valor sempre em crescimento) de seres humanos (a raça agora dominante) circulando sobre o nosso planeta e sabendo-se antecipadamente e por experiência quais os (dois) fatores que inevitavelmente estarão na base da resolução deste problema (1) a sobrelotação mundial com a população a poder atingir rapidamente os 10 biliões de indivíduos e (2) a total ausência da possibilidade de expressão individual e coletiva livre, adicionada à absoluta falta de representação política (com os nossos representantes a oparem, segundo eles para nossa segurança, por defenderem o interesse das empresas)

 

s-l1600.jpg

Piratas das Caraíbas

Com a ficção inspirada numa realidade passada

A ser substituída por uma nova realidade adaptada

 

Eis que agora e até nos “mares” a opção da legalidade (internacional) e do dialogo (representativo) foi substituído pelo da ilegalidade (mercados paralelos) e do conflito (comércio e tráfico ilegal), replicando em subconjuntos (espalhados um pouco por o Mundo) o comportamento e as atitudes emanando das Entidades Dominantes, os EUA (envolvendo equitativamente Democratas e Republicanos, efetivamente vistos como pertencendo de facto a um partido único − apesar de bipolar − lembrando-nos a URSS): e se atos desta categoria já se verificavam noutros pontos do Globo terrestre − como se tem constatado por exemplo no “Corno de África” com a Guerra Civil no Iémen – eis que agora a América Central é de novo “intervencionada” (não na nossa Imaginação mas na Realidade) pelos nossos conhecidos e aparentemente desaparecidos PIRATAS das CARAÍBAS.

 

1024px-Map_of_the_Caribbean.png

Pirataria do séc. XXI

Em pleno Continente Americano

Nas proximidades de Cuba e de Miami

“It’s criminal chaos, a free-for-all, along the Venezuelan coast,” said Jeremy McDermott, co-director of Insight Crime, a non-profit organisation that studies organised crime in Latin America and the Caribbean. Comprehensive data on piracy is largely lacking for Latin America and the Caribbean. But a two-year study by the non-profit Oceans Beyond Piracy recorded 71 major incidents in the region in 2017 – including robberies of merchant vessels and attacks on yachts – up 163 per cent from the previous year. The vast majority happened in Caribbean waters. The incidents range from glorified muggings on the high seas to barbaric attacks worthy of 17th-century pirates.

(scmp.com/The Washington Post/23.08.2018)

 

Não a série de filmes integrando os Piratas das Caraíbas (baseados em personagens da Walt Disney) e contando com a participação de Johnny Depp (personificando o capitão Jack Sparrow) − deitado fora pela Disney para as próximas produções (da mesma série) – não os piratas por aí circulando e florescendo como na época dos “Corsários Britânicos (século XVII) − Idade de Ouro da Pirataria Caribenha e de vultos (tornados lendários) como o do (respeitado como temido) capitão Henry Morgan lutando pelos ingleses contra os espanhóis –

 

194dba4c-9ebe-11e8-90bf-ccc49f9b020a_1320x770_1432

Pescador num local do mar das Caraíbas

Entre a Venezuela e Trinidad e Tobago

Onde outros já foram roubados e/ou mortos por Piratas

 

Mas simplesmente o regresso de um novo tipo de Piratas reaparecendo e aproveitando a completa desordem instalada um pouco por toda a América Central e Caraíbas (e promovida pela potência regional e global da América do Norte, os EUA) – num cenário no presente ainda mais agravada pela situação crítica em que se vive (sobrevive) na Venezuela (completamente cercada pelos EUA e respetivas sanções económicas/aplicadas, esmagando a sua população) – para trocarem todo o tipo de produtos sobretudo os mais lucrativos direcionados para os mais diversos tipos de tráfico sobretudo ilegais e envolvendo (entre outros) seres humanos, drogas, armas e órgãos (tendo como principal cliente os EUA). Tudo isto se passando sob os olhos de todos nós e passando (obliterando-nos no processo) como algo de aceitável e de banal (por positivo para o Déficit) − da Venezuela passando pela Nicarágua e chegando ao Haiti (salvando-se a igualmente sancionada Cuba). Sob os olhos de Donald Trump e com o cenário a poder apontar (infelizmente e por culpa da incompetência e falta de estratégica dos seus “irmãos Democratas”) para a sua reeleição (já em 2020).

 

(imagens:  ebay.com − wikivoyage.org – Washington Post)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:21

17
Jul 19

[Azar o nosso − homens e mulheres − pois as mudanças não se dão (não gostamos todos de ser tomados como idiotas, mesmo que certificados e remunerados) mantendo-se o tronco e mudando-se apenas o género.]

 

Com o novo Presidente do Parlamento Europeu

URSULA VON DER LEYEN −

a tirar o CETRO “ao nosso DURÃO BARROSO”, tornando-se na candidata a ser eleita para o cargo (na prática e factualmente “Engolida e Dificilmente Digerida”) com mais votos contra (383 a favor, 327 contra e 22 abstenções).

Certamente e pela (nossa) experiência um sinal (Mau).

 

ng-39e5cb22-e57c-4108-807b-c5c6a4a4d621.jpg

Ursula Von Der Leyen

Presidente do Parlamento Europeu

Pela CDU/PPE

(tendo sido Ministra "promovida" da chanceler alemã Angela Merkel)

 

Mais um episódio da “Triste História” em que se transformou o PARLAMENTO EUROPEU, não desejando aprender com a experiência, mas prosseguindo com a replicação (com o mesmo Molde, de modo a manter a situação), após a eleição de JOSÉ MANUEL BARROSO (o 1ºMinistro que abandonou Portugal e os portugueses, por um melhor e mais bem remunerado emprego na Europa) como presidente do Parlamento Europeu no período de 2004 a 2014 (recordista praticamente igualando o socialista Jacques Delors) − contando com o apoio norte-americano (inglês e espanhol) pelo seu envolvimento na Cimeira das Lages (enquanto 1ªMinistro de Portugal e atraiçoando o seu Presidente Jorge Sampaio) levando à Invasão e Destruição do Iraque baseado na posse por parte deste (país árabe curiosamente rico em petróleo) das célebres Armas de Destruição Maciça (uma “FAKE NEWS”) – em mais um momento que deveria ser Fundamental e de Inovação para todo o continente Europeu (para a EU mas não só) opta por prosseguir no que considera ser o caminho (aparentemente) mais seguro e tranquilo (não provocando grandes ondas entre as elites políticas dominantes e alternando-se no poder), mas simultaneamente e em contrapartida (extremamente negativa por estática) de indecisão e de subordinação logo quando as nuvens escuras (anunciando uma nova Crise) parecem querer de novo aparecer no horizonte: depois de quase 5 anos com Jean-Claude Juncker (PPE) na cadeira (outra “boa” peça, mas simpática), com o Parlamento Europeu a escolher um novo José Manuel Barroso mas agora no feminino (para a sua presidência), calhando desta vez (e ao contrário do que queria António Costa, mas no final com o voto do mesmo/da esquerda na direita) a alemã  URSULA VON DER LEYEN (sendo uma das formas de a afastar com Cartão Dourado, sendo colocada como muitos no Parlamento Europeu, depois de despachada por incompetência do seu Governo). Sugerindo um período cinzento para a EUROPA (“Uma Velha Vivendo dos Rendimentos, pouco se importando com os Outros e Descendentes”) − com os refugiados, com o Brexit, com uma nova guerra a Oriente, com a subserviência aos EUA − enquanto o Eixo do Mundo se vai deslocando IRREVERSIVELMENTE do Atlântico (Washington/América/Europa) para o Índico/Pacífico (Pequim/China/Ásia).

 

(imagem: Vincent Kessler/Reuters)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:23

THE 4 HORSEWOMEN OF THE APOCALYPSE

5d2f05cedda4c8aa138b462c.JPG

 

Ayanna Pressley, Alexandria Ocasio-Cortez,

Ilhan Omar e Rashida Tlaib

As 4 Congressistas Norte-Americanas (Democratas)

Atacadas por Donald Trump (Republicano)

 

Depois da resposta de “4 Congressistas Democratas” (todas nascidas nos EUA exceto Ilhan Omar nascida na Somália) a afirmações às mesmas dirigidas pelo atual “presidente dos EUA Donald Trump” (nascido nos EUA e no presente casado com “uma estrangeira”)

 

Convidando-as a preferencialmente e no interesse das mesmas resolverem os graves problemas existentes nos seus países de origem (?) em vez de se intrometerem e perturbarem o “entusiasmante período de retoma e de sucesso (económico)” que com ele os EUA atualmente vivem e usufruem –

 

Acusando-o de RACISTA (levando à aprovação na Câmara dos Representantes de uma declaração condenando o Presidente pelo ataque racista às 4 Congressistas), eis que apesar das muitas críticas oriundas dos Democratas e com algumas mesmo tendo como remetente o seu próprio partido (Republicano)

 

Fired-up-Freshman.jpg

The president’s attacks were aimed at Democratic Reps. Alexandria Ocasio-Cortez (N.Y.), Rashida Tlaib (Mich.), Ayanna Pressley (Mass.) and Ilhan Omar (Minn.)

The first three were all born in the U.S.

Omar is a naturalized citizen who was a refugee from Somalia.

(zerohedge.com)

 

− Mas sabendo por outro lado contar com um apoio crescente por parte do seu eleitorado (e não só) podendo mesmo abrir-lhe a porta (em 2020) para um 2º mandato Presidencial –

 

Não resistindo e não se contendo Donald Trump (e ao contrário do que seria de esperar se “o tipo fosse normal”) volta a entrar em cena e a TWITTAR:

 

Inspirando-se nas afirmações (não sendo um original de Trump, apenas “sendo adotado” e anteriormente proferido curiosamente sem reações) de um senador Republicano ex-Democrata (John Kennedy) falando das Congressistas e apelidando-as como

 

As Quatro Cavaleiras do Apocalipse”.

 

mrz071319-line-1-5mb_orig (1).jpg

No matter how much Pelosi tries to push

AOC et al. out of the limelight,

they just keep coming back.

(zerohedge.com)

 

Mas sendo Donald Trump a falar (“ontem aproveitando-se dos negros, hoje das mulheres, amanhã podendo ser as crianças”), sendo todo o Lixo de aproveitar (desde que nos distraiam do que interessa, do essencial):

 

Mesmo que existindo dois partidos (só?), sendo de facto uma nação (ditatorial/estatal/soviética) de partido único.

 

Em mais um episódio deprimente da

(referência)

“Sociedade do Espetáculo Norte-Americana”.

(como o poderia ser de outro país qualquer, qualquer que fosse o bloco, qualquer que fosse o satélite)

Servindo-se de mulheres, como já se serviu de negros e como se servirá de crianças.

(ou seja, de minorias sem direitos/sem voz)

 

(imagens: Erin Scott/Reuters e @Ramireztoons/zeroedge.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:18

“E mesmo assim (realço, passados 50 anos) comemorando-se festivamente (hipócritas de um lado, estúpidos do outro) o “Estado Comatoso” em que se encontra atualmente a Exploração Espacial: é que se não partirmos (com o nosso Sistema a meio do seu Ciclo de Vida), da mesma forma que um certo dia aparecemos, aqui desapareceremos (definitivamente, de vez).”

 

Detail_from_a_map_of_Ortelius_-_Magellan's_ship_Vi

Victoria

O único navio da frota de Magalhães a ter completado a circum-navegação

(wikipedia.org)

 

A poucos dias da comemoração dos 50 anos sobre a primeira vez que o HOMEM pisou a superfície de um corpo celeste que não a TERRA – com o módulo lunar EAGLE (da missão APOLLO 11) a alunar pouco depois das 20:00 UTC do dia 20 de Julho de 1969 e com o astronauta NEIL ARMSTRONG horas depois (já na madrugada do dia 21) a pisar a LUA seguido (minutos depois) pelo seu colega BUZZ ALDRIN – é triste de constatar como passado meio século (uma Eternidade para o Homem) e depois de tantas afirmações elogiando as Extraordinárias Capacidades do Ser Humano (Científicas e Tecnológicas), o mesmo abandonou incompreensivelmente uma das fases obrigatórias do seu processo evolutivo, absolutamente necessário para a sua sobrevivência (e não Extinção): tal como no processo associado à Aventura dos Descobrimentos e à Conquista dos Oceanos (na procura de Outros Mundos), com o mesmo empurrando o Homem ao abandono da sua “Zona de Conforto” (a Casa onde Nasceu) na procura de outros e novos “Espaços”, com este novo empreendimento a solicitar-nos agora não apenas mais um esforço para o desenvolvimento compreensivo da Humanidade (o que já iniciamos na Terra um conjunto limitado) mas alargando-o (esse objetivo) anexando-lhe um novo destino, Exterior (à Terra) e muito mais extenso, ilimitado, INFINITO – a única forma de encerrado o Ciclo Terrestre (podendo já ter existido muitos outros) o Homem (saindo finalmente de casa) poder persistir noutro lado.

 

Nixon_Telephones_Armstrong_on_the_Moon_(9460942988

Nixon

Telefonando da Terra para Armstrong e Aldrin já na Lua

(wikipedia.org)

 

Mas tal não tendo acontecido (já bem no interior do séc. XXI) deixando-nos cinquenta anos simplesmente a olhar (para a LUA ali tão perto), vendo sondas automáticas a partir e muitos calhaus no céu a passar: com as naves e sondas penetrando a escuridão profunda do Espaço (comandadas por Robots), ultrapassando sucessivamente corpos e fronteiras cada vez mais distantes (caso das sondas VOYAGER), mas não colocando o HOMEM a tripular (excetuando a sua presença por perto a uns 400Km na ISS), com este não chegando a Lugar Nenhum (como um Avestruz escondendo a cabeça num buraco) podendo a qualquer momento (tal como o eventualmente sucedido anteriormente com os Dinossauros a raça dominante então dominando o planeta) ficar pelo caminho. E não saindo voluntariamente de casa (um dia a Terra deixará de o ser, tal como hoje a conhecemos) com o Homem a correr o risco de repentinamente poder ser expulso (não reunindo as condições, para se adaptar e sobreviver ao novo Meio ambiente), não tendo tempo para se preparar podendo-lhe acontecer o pior: pelo que obrigatoriamente um dia teremos de partir, naturalmente em naves e como seus tripulantes. Certamente com grandes investimentos e inicialmente com muitas perdas (sobretudo humanas tal como na senda dos Descobrimentos), mas não sendo desculpa os BILIÕES (para a concretização do Projeto) − a justificação apresentada há cinco décadas − face aos TRILIÕES gastos nas últimas Guerras & Genocídios.

 

Aldrin_Apollo_11_original.jpg

Lua

Imagem de Armstrong com Aldrin refletido no seu visor

(wikipedia.org)

 

No presente e face às várias sondas automáticas lançadas para o Espaço pelas mais diferentes nações − EUA, Rússia, China, Japão, Índia, etc. – e com os mais diferentes destinos − desde a Lua, passando por asteroides e outros objetos,  até ao planeta mais distante e ultrapassando-os (“mas nunca com a nossa presença”) – tornando-se cada vez mais premente o retorno às Viagens Espaciais Tripuladas (terá de ser sempre o Homem a chegar a Outro Mundo) com a NASA, privados e restantes Agências Espaciais Mundiais (como a ESA, a ROSCOSMOS, a CNSA, a JAXA, a ISRO, etc.) virando-se de novo para o Espaço e para a sua efetiva conquista (com a sua presença) pelo Homem: relançando-se o objetivo LUA, lançando-se o objetivo MARTE e até como futura base de apoio, planeando-se uma nova Estação Espacial neste caso com os chineses na vanguarda. Criando-se bases na Lua, bases em Marte (como Entrepostos Espaciais) e deixando-se para as sondas automáticas (para já) destinos (para voos futuros tripulados) como Titã: e estabelecidas as redes entre planetas (com as Viagens Interplanetárias) partindo-se para outros Sistemas e até para outras Galáxias (Viagens Intergalácticas), sempre à procura de um novo lar − a TERRA 2. Sabendo o que ele sabe (mais uma vez com o Mundo, por responsabilidade DEM e REP, à beira do abismo) contando com todo o apoio de TRUMP (faltando-lhe apenas o seu Bilhete Dourado, esperando-o se reeleito), enquanto os restantes desgraçados (a caminho dos 8 biliões) esperam pelo ASTEROIDE (sob a forma de objeto/calhau ou sujeito/pessoa).

 

(imagens: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:28

16
Jul 19

Num planeta aparentemente MORTO (se comparado com a TERRA) sem presença de VIDA ORGÂNICA (visível) ou de MEIO AMBIENTE que a suporte (como por exemplo possuindo uma Atmosfera) − naturalmente que pensando em nós (no HOMEM) e na possível Descoberta de Outros Mundos – todos os fenómenos contrariando a sua atual situação evolutiva sobretudo envolvendo algum tipo ou forma de Movimento (característica básica de tudo o que está Vivo) − para além e como é óbvio, contando igualmente com a presença de Energia e de Matéria (E=MC²) – levantarão desde logo o aparecimento de dúvidas (mais pesadas/materiais e/ou mais leves/existenciais) e a colocação em causa de determinadas certezas (como o da delimitação, entre Vida e Morte):

 

NRB_613927069EDR_S0760832NCAM00595M_.JPG

Marte − Curiosity Rover − NASA

SOL 2438 − 16 Junho 2018

(sobre a superfície uma luz planando à direita)

 

Num planeta Morto e por definição sem Movimento (visível em primeiro plano e a curta distância) e utilizando os nossos Órgãos dos Sentidos (validando o testemunho) sendo surpreendidos pela presença de um elemento estranho por desenquadrado, apontando para um outro cenário não estático, mas dinâmico (Evolutivo), apresentando-se sob a forma de um foco de LUZ (Vida).

 

Segundo os especialistas “com a Luz presente nas duas imagens” resultando do cintilar de uma rocha sobre a ação dos raios solares ou então da ação de raios cósmicos incidindo sobre o detetor fotográfico.

 

Se não demonstrando a existência de Vida (como será o caso dos DUST DEVILS envolvendo movimento, não necessariamente a presença de organismos vivos) pelo menos deixando no ar uma pequena dúvida presente, passada ou mesmo futura:

 

PIA18077_hires.jpg

Marte − Curiosity Rover − NASA

PIA 18077 − 3 Abril 2014

(saindo da superfície um foco de luz à esquerda)

 

Sobre a possibilidade de nalgum momento da cronologia marciana a Vida poder ter estado presente.

 

Em duas alturas distintas com dois focos de luz a serem bem visíveis sobre a superfície do planeta Marte, sugerindo aí a presença de algo mais que não e apenas a do Mundo Mineral (sendo o Homem o resultado da fusão do Mundo Mineral com o Mundo Orgânico, “catalisado” por um Terceira Entidade):

 

Alternativamente podendo ser de origem artificial (alienígena e/ou por erro de interpretação), ou sendo de origem natural, sendo referido como um extra (podendo ser o “Tal” Sinal).

 

(imagens: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:31

14
Jul 19

Uma Excecional e múltipla

Chuva de Estrelas

avistada nos céus do Brasil

(resultante de fragmentos do asteroide Bolsonaro)

 

brazil-meteor-cluster-june-26-2019-f.jpg

Evento não associado

a uma Chuva de Estrelas conhecida

 

(1) Depois das primeiras manifestações da Natureza (Fauna & Flora já incluídas) apresentando-se (inicialmente de uma forma despercebida) ao seu novo Filho adotado (o HOMEM) e propondo-lhe a aceitação a seu bel-prazer (e segundo o livre-arbítrio) de um entre uma infinidade de caminhos − um ser vivo (suscetível de fácil intrusão e manipulação) colocado numa fase da evolução terrestre (depois da queda de outra espécie anteriormente dominante) proporcionadora das condições básicas para a sua replicação e sobrevivência (2) depois dos primeiros avisos e alertas vindos de terra e dos seus Animais e Plantas apontando para a destruição por parte do Homem do ecossistema e das suas estruturas de suporte, bem espelhado na extinção crescente das outras espécies (no final incluindo naturalmente a nossa) – “onde estão os outros animais nossos companheiros?” − e na destruição da camada vegetal cobrindo o planeta (substituindo a floresta da Amazónia por estufas compradas num hipermercado) e até (3) depois dos agora tornados claros avisos marítimos (baseados em histórias podendo ser verídicas) oriundos das aventuras dos descobrimentos, de marinheiros, tripulantes e restantes, relatando o aparecimento de grandes, portentosos e medonhos animais eventualmente vindo e habitando as grandes profundidades desconhecidas (e provavelmente infernais) oceânicas – como por exemplo os gigantes octópodes de múltiplos e mortais tentáculos (4) restando ainda a hipótese do aviso e do alerta convincente e mesmo definitivo poder vir a ser remetido e a nós enviado vindo (inesperada e de uma forma Revolucionária) de outro lado, não do Interior (do nosso e do ecossistema) mas do exterior (situado acima da nossa cabeça, curiosamente no “CÉU”) do Espaço: e no mais Absoluto desespero com alguns (de nós) irracionalmente (“como os cães e os gatos?”) a insistirem – face ao grande calhau TRUMP, como o poderia ser sido com o grande calhau HILLARY − no Impacto de um Asteroide. (5) No final do passado mês (26.06) com um sinal a ser mandado à Réplica do Sul (o Brasil do TRUMP Sul-Americano) com um festival de protótipos BOLSONARO a serem visíveis por instantes (de modo a não se revelar “o Segredo”) nos céus do Maranhão: no mínimo uns nove (certamente mais), em rotas paralelas e com origem (restos de asteroides ou de cometas ou outros objetos menores) ainda desconhecida.

 

(imagem: Bramon/Brazilian Meteor Observation Network/watchers.news/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:35

12
Jul 19

Com os parâmetros meteorológicos do mês de Julho a encontrarem-se um pouco alterados em relação ao habitual, originando um tempo mais fresco e uma temperatura da água do mar menos convidativa por mais fria neste início da estação do Verão – bem visível na movimentação dos turistas entre a  praia e a estrada na Região de Turismo do Algarve (incluindo ao centro Albufeira e tal como toda esta região, este ano com uma frequência média turística aparentemente ainda não consolidada) – do outro lado do Atlântico a maior potência Global − os EUA − impondo de momento (desde que TRUMP assumiu a liderança) múltiplas sansões a todos as outras Nações que no nosso planeta Terra se atrevem a desafiar a sua Autoridade e Supremacia (para os mesmos e até para os outros ainda Incontestável), vê-se por outro lado e inacreditavelmente (tal a sua tão propalada evolução científica como tecnológica) completamente nas mãos da Natureza – “mais uma vez” − e como tal (e como eles o reconhecem, sendo os representantes Deste na Terra) do seu criador DEUS:

 

175439.png

Tempestade tropical

BARRY

Atingindo os EUA este fim de semana

 

com uma tempestade oriunda do Atlântico aproximando-se da sua costa leste – a tempestade tropical BARRY. Uma tempestade tropical deslocando-se a uma velocidade de 8Km/h, com ventos podendo atingir velocidades superiores a 100Km/h e sendo acompanhada por elevada precipitação, podendo provocar grandes inundações − no Luisiana, no lago Pontchartrain, em torno do rio Mississippi: devido à sua lenta movimentação e à sua longa permanência com grande precipitação sobre zonas já saturadas, com as grandes inundações (como sempre neste tipo de eventos) a serem as maiores preocupações e possíveis causas de destruição e vítimas humanas. Com o estado de Alerta a ser declarado, restando aos norte-americanos aguardarem e rezarem. E com o mínimo sendo feito pelas autoridades responsáveis (onde está a prevenção, onde está o trabalho prévio, onde estão as organizações de solidariedade) sendo certa a presença da CNN e da FOX para nos mostrar o (“inevitável”) desastre. Sem se ver Guterres por perto, vestido ou em cuecas.

 

No presente com a situação a continuar a agravar-se, tendo-se já  iniciado (em toda a região do percurso projerado da tempestade BARRY) os necessários processos de evacuação.

 

(imagem: noaa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:31

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15

26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO