Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Ago 19

[E alguns dos seus ingredientes.]

 

Dv9ZWfTt7fVkZCqgQezBbF-650-80.jpg

 

Depois de ouvirmos a declaração de Donald Trump sobre a “excelência da carne norte-americana(decretada pelas empresas privadas como boa e sendo estas de confiança, sendo dispensada de toda a burocracia de certificação associada)

 

Propondo aos consumidores europeus a partilha e o usufruto de mais esta “Delícia Alimentar Made in USA (isto se não quisermos sofrer sansões e a partir daí só comermos carne europeia),

 

Nada melhor do que ficarmos a saber que ao comermos uma das suas “Saladas” como acompanhamento de um dos seus “gastronomicamente deliciosos” pratos de carne (McDonald’s, KFC, Pizza Hut, etc.),

 

JtvBh3D4hjNeBj7JVcH7Z8-650-80.jpg

 

Poderemos ser graciosamente surpreendidos com um Extra (em Portugal tínhamos no Bolo-Rei, “a fava e o brinde”) certa e nutritivamente enriquecedor:

 

Na salada de acompanhamento ao prato principal podendo-se encontrar entre os vários ingredientes nela presentes (e entre outros bichinhos) Ratos (18%), Sapos (53%), Lagartos (23%) e até Morcegos (integrando os mamíferos).

 

Uma conclusão tirada por um grupo de investigadores norte-americanos analisando relatórios elaborados em 2003 já depois do aparecimento dos primeiros alimentos (neste caso saladas) pré-embalados (por volta dos anos 1980’s),

 

sBZAEd63aqa8f752guHEcJ-650-80.jpg

 

Tomando em consideração (no Universo estudado)

Um total de 40 casos (esmagadoramente na última década),

 

Com saladas compradas em 20 Estados diferentes e com todas (elas) a incluírem nessa “Rica Salada” Vida Selvagem em princípio não expetável (animalzinho já morto ou até ainda vivo)

 

− E logo com um Animal Ainda Vivo (“ainda fresquinho”) mais um Extra

 

Em 25% dos casos (formidável conservação).

 

(imagens: Igor S., Valeriia Arnaud e Xiaorui/shutterstock.com/livescience.com)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:42

Atingidas as MF do INTERNATIONAL CHAMPIONSHIP (2ª prova de RM desta época) com o detentor do troféu ainda em prova – o norte-irlandês MARK ALLEN – ao mesmo se irão juntar outros três jogadores (igualmente apurados para as MF) todos eles de “currículo elevado”: os ingleses JUDD TRUMP (atual Campeão do Mundo e Líder do RM), MARK SELBY (3X Campeão do Mundo) e SHAUN MURPHY (1X Campeão do Mundo). Não contando com a presença de nenhum dos semifinalistas da 1ª prova de RM desta época (o Masters de Riga vencido pelo chinês Yan Bingtao), nem com a presença (ainda ausente das provas esta época) do ex-Líder do RM o também inglês Ronnie O’Sullivan.

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

1ª MF

 

Mark-Selby-738815.jpg 

Judd-Trump-886300.jpg

09.08

(08:00/13:30)

MARK

SELBY

ING

JUDD

TRUMP

ING

Fase

J/N/RM

F

J/N/RM

F

RQ

 

Sam Baird

ING/74º

6-1

Jordan Brown

ING/81º

6-3

1ªR

 

Liam Highfield

ING/59º

6-3

Zhang Anda

CHI/72º

6-2

2ªR

 

Ben Woollasten

ING/32º

6-3

Scott Donaldson

ESC/31º

6-4

3ªR

 

David Gilbert

ING/12º

6-5

Joe Perry

ING/17º

6-2

QF

 

Gary Wilson

ING/19º

6-5

Tom Ford

ING/26º

6-3

 

Concluídos os QF do 2019 International Championship

com BINGTAO ainda na liderança do Ranking Mundial desta época (2 provas).

Mas encerrada esta 2ª prova (com a disputa da Final)

com a liderança a passar para o Vencedor da mesma (prova):

TRUMP, SELBY, ALLEN ou MURPHY.

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

2ª MF

 

UK-Championship-Snooker-Mark-Allen-887890.jpg

urphy-392962.jpg

10.08

(08:00/13:30)

MARK

ALLEN

IRLN

SHAUN

MURPHY

ING

14º

Fase

J/N/RM

F

J/N/RM

F

RQ

 

Peter Lines

ING/110º

6-1

Riley Parsons

ING/110º

6-4

1ªR

 

Sam Craigie

ING/66º

6-1

Yuan Sujin

CHI/52º

6-5

2ªR

 

Mark Davis

ING/38º

6-1

Yan Bingtao

CHI/18º

6-4

3ªR

 

Allister Carter

ING/16º

6-2

Neil Robertson

AUS/4º

6-5

QF

 

Ding Junhui

CHI/9º

6-3

Graeme Dott

ESC/21º

6-4

 

Num regresso do atual Campeão do Mundo (batendo na final o escocês John Higgins por 18-9) o inglês JUDD TRUMP às provas integrando o Circuito Mundial desta modalidade (profissional) de bilhar − o SNOOKER − atingida as MF e dada a ausência de Ronnie O’Sullivan (não pontuando), assumindo desde já (e seja qual for a sua prestação até ao final da prova) a liderança do RM: e simultaneamente assumindo-se como o principal favorito à conquista deste “Campeonato Internacional(de 2019). No próximo domingo (11.08) disputando-se a final em duas sessões e à melhor de 19 Frames (transmissão Eurosport) com o finalista Vencedor a ganhar 175.000£ (e o finalista vencido 75.000£).

 

(imagens: Getty/express.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:28

[Made In The USA]

 

30afghanistan-videoSixteenByNineJumbo1600.jpg

EUA no Afeganistão segundo a UN

(mais uma máquina de propaganda anti-norte-americana)

Só nos primeiros 6 meses de 2019

batendo os Taliban por 52% contra 39%

no número total de civis inocentes mortos

(num total de cerca de 1400)

 

Agora que Novos Cenários de Guerra voltaram à mesa de trabalho da Indústria de Armas e de Armamento e às diversas Organizações Militares Públicas e Privadas Norte-Americanas −  tentando  reerguer o seu todo-poderoso Complexo Industrial-Militar e levá-lo de novo à Ribalta da Decisão (substituindo o diálogo pela confrontação) e do Poder (substituindo a diplomacia pela guerra) tudo à base do Dólar (e á capacidade extraordinária das rotativas das suas impressoras) – sendo interessante recordar as conclusões de um dos muitos relatórios da UN sobre a situação política (de Guerra Civil) no Afeganistão (debruçando-se apenas sobre os seis primeiros meses de 2019), revelando alguns aspetos deveras relevante e esclarecedores (pelo menos sobre a incompetência estratégica e militar da intervenção militar dos EUA) sobre essa intervenção dos EUA no Afeganistão (iniciada no final de 2001 vão fazer 18 anos).

 

Um relatório da UN revelando claramente e para quem ainda tinha dúvidas (ou não fossem os EUA e de longe, a maior potência militar global) a maior eficiência dos norte-americanos sobre os rebeldes afegãos (os TALIBANS) no que concerne (não sendo um facto inesperado) ao “ABATE de CIVIS” (os tais danos colaterais causados por intervenções cirúrgicas). Refletido no relatório da UN e aqui exposto pelo “The New York Times” (nytimes.com):

 

In the first six months of the year, the conflict killed nearly 1,400 civilians and wounded about 2,400 more. Afghan forces and their allies caused 52 percent of the civilian deaths compared with 39 percent attributable to militants — mostly the Taliban, but also the Islamic State. The figures do not total 100 percent because responsibility for some deaths could not be definitively established.

 

The higher civilian death toll caused by Afghan and American forces comes from their greater reliance on airstrikes, which are particularly deadly for civilians. The United Nations said airstrikes resulted in 363 civilian deaths and 156 civilian injuries.

 

While the number of injured decreased, the number of civilians killed more than doubled in comparison to the first six months of 2018, highlighting the lethal character of this tactic,” the United Nations report said, referring to airstrikes.

 

E tal como o N. Y. Times refere no final (estando constantemente ativo e simultaneamente simulando, mantendo-se como sempre em estado de negação) com os Militares − ao lerem o relatório (relembre-se que da UN) e sabendo-o inconsequente (ou não fosse Donald Trump, o Comandante Supremo) − denominando-o (e insultando os restantes 192 fazendo parte da UN) sem respeito e sem vergonha (com as suas costas bem protegidas, por indivíduos como John Bolton) como PROPAGANDA ANTI-AMERICANA.

 

Coisas da Vida relacionadas com o declínio e com o fim − há muito vindo a ser anunciado (logo, com o processo já em andamento) − da Terra Prometida e do Amigo Americano: com o Eixo do Mundo a Mudar (de Ocidente para Oriente) voltando gradualmente costas à América, cada vez mais China, cada vez mais chinês. Não se sabendo ainda (tardando e tendo ainda lugar) por onde fica a Europa.

 

(imagem: nytimes.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:27

Tomando como ponto de partida o título do filme estadunidense de Barry Levinson “GOOD MORNING, VIETNAM (de 1987) − o realizador entre outros de SPHERE (de 1998 e envolvendo uma nave espacial alienígena) numa adaptação de uma obra de Michael Crichton – e sabendo-se do papel desempenhado pelo protagonista deste filme (interpretado por Robin Williams) de, servindo-se de toda a sua irreverência (por exemplo contra a sua hierarquia) − o que o tornou muito popular entre as tropas − apoiar incondicionalmente os soldados norte-americanos em combate e no terreno lutando diariamente pela vida,

 

Alien Hybrids.jpg

Com a hipótese de encontrarmos um Mundo igual à Terra

– sabendo-se da existência de vários biliões de galáxias –

sendo certamente maior que zero

(mas introduzindo margem de erro podendo existir ou não)

 

Dando-lhes (aos soldados) a fé e a esperança (nestas circunstâncias absolutamente necessárias, tal qual os efeitos alienatórios de uma droga) para aguentarem mais um dia de guerra e de morte (a realidade, nunca imaginada) sem grandes ferimentos, mas pelo menos vivos (graças ao protagonista, no filme um locutor de rádio),

 

Devido a um certo paralelismo e semelhança, talvez por envolver o Homem e uma outra Entidade e por qualquer tipo de motivo considerado externo, eis que em mais um momento de cansaço e de desespero ainda-por-cima passando-se em plena Silly Season (com o sangue da nossa cabeça a ferver, levando-nos por vezes a situações incontroláveis) o Homem procura mais uma vez algo ou alguém que o Supere (e a todos nós) erguendo-o (nos) a um Novo Nível: insistindo mais uma vez na teoria da presença já no presente (e no nosso planeta) de alienígenas (híbridos) – logo, vivendo entre nós − sendo progressivamente assimilados para posteriormente (esperançados como estamos na mudança, com alguém oferecendo-nos algo, mas com boas intenções) levarem a cabo o seu objetivo, conquistando para nosso usufruto a Terra.

 

E assim tal como antes em “Good Morning, Vietnam” agora em “GOOD MORNING, EARTH com o Homem a procurar mais uma vez uma plataforma supostamente mais elevada, tentando-se salvar e resistir (de se afogar e desaparecer, quando muito aparecendo mais tarde. morto e a boiar) se não com apoio a nível interno (HOMEM) certamente com colaboração providencial e externa (DEUS).

 

Quando o nosso futuro seguramente só dependerá de nós – ou será que conhecem outro ser vivo como nós?

 

(imagem: COAST TO COAST AM OFFICIAL/youtube.com/ufosightingshotspot.blogspot.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:05

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

23

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO