Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Ago 19

[Minimalistas para Uns, Maximalistas para Outros, ou seja, Intolerantes, Extremistas.]

 

Numa Verdadeira Saga Minimalista

(naturalmente aplicada aos mais fortes)

Governo decreta serviços mínimos para a greve da RYANAIR

(e sem se dignar responder podendo escorregar na Banana,

secretamente e mesmo parecendo “aérea” a companhia inglesa agradece)

 

Robbing_the_poor_800_666.jpg

 

E depois de há cerca de um ano a Assembleia da República ter votado (e Aprovado) com o apoio do PS uma resolução pedindo ao Governo que fizesse todos os esforços para que a RYANAIR respeitasse a legislação portuguesa do trabalho (e desse modo os trabalhadores e PORTUGAL), eis que o Governo mesmo “tendo recebido uma mão cheia de nada” da companhia aérea (e Privada) inglesa − e aí se vendo o respeito tido pela RYANAUR para com o GOVERNO de PORTUGAL – se antecipa de uma forma aparentemente feroz (“querendo comê-los” como pretendia fazer com os MOTORISTAS) e infelizmente nada surpreendente (“ou não viessem aí as eleições e cada tomada de posição autoritária não desse votos”) na tomada de posição contra os TRABALHADORES PORTUGUESES − aqueles mesmos cidadãos que os políticos dizem sempre desejar representar e defender (como serviço público e patrioticamente) e não apenas como se constata fazendo-o com os Patrões (e até com outros periféricos associados, muitos deles ainda-por-cima subsídio-dependentes do Estado): mesmo com a RYANAIR a não cumprir (e que se saiba para poder usufruir de algo mais, nem sequer prestando Serviço Público) gozando o país e os seus trabalhadores, por um lado deixando “ir em Paz a Ryanair” e pelo outro “punindo”, impondo serviços mínimos aos trabalhadores (grevistas). Pensando António Costa e o seu partido o PS (agora o partido do Governo e com postura Estatal) que mantendo o procedimento tido nas Eleições Europeias − insistindo na mesma estratégia (antes com Professores, agora com Motoristas) e sendo nós umas bestas (uns verdadeiros Animais-de-Carga) − certamente que vencendo antes, agora arriscando-se ao mesmo: e talvez mesmo com o Bônus (tão típico das Ditaduras) da Maioria Absoluta (tendo no Antigo Regime a experiência SALAZAR e no Novo Regime a experiência CAVACO − para já não falar dos Monstros, dos Monstrinhos e dos Monstrengos).

 

(imagem: Matt Mahurin/reuters.com [blog]/canadiandimension.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:13

“Alien life-forms could glow

in spectacular reds, blues and greens

to shield themselves

from stellar bursts of ultraviolet (UV) radiation.

And that glowing light

could be how we find them.”

(Yasemin Saplakoglu/livescience.com)

 

Deixando para trás os leigos

Neighbors-green-aliens.jpg

Autodidatas com conhecimentos, quanto muito empíricos,

mas esmagadoramente marginais e ignorantes.

 

E não é que depois de séculos e séculos a falar-se de “UFO’S” (OVNI’S) e dos seus possíveis tripulantes os “ALIENS FROM SPACE” (Alienígenas do Espaço) – isto para não se confundirem com os outros ALIENS (agora na moda e invadindo os Média) os “ALIENS FROM MEXICO” – sendo muitos dos divulgadores dessas informações (apenas baseados em factos registados e merecendo ser estudados, aprofundados) oficialmente gozados, desacreditados e finalmente marginalizados (presos ou não, sendo esquecidos), eis que nesta segunda metade do ano de 2019 (já no século XXI mais precisamente a 13.08) um ESTUDO CIENTÍFICO da responsabilidade de um investigador do INSTITUTO UNIVERSITÁRIO (de CORNELL) CARL SAGAN, vêm-nos agora sugerir (sendo credível, propor, de modo a ser aceite de seguida) − indiretamente e por associação − até pela “palete−de-cores” apresentada (no seu estudo), a possível existência dos muito falados mas nunca vistos (por esse motivo já Lendários) HOMENZINHOS VERMELHOS, AZUIS e VERDES (pelo menos dessas três cores, apesar de também se falar dos mais para o Branco e dos mais para o Preto/como os HOMENZINHOS CINZENTOS, os extremos da palete).

m_stz1842fig1.jpeg

Coral Fluorescence

Coral fluorescent proteins absorb near-UV and blue light

And re-emit it at longer wavelengths

(O'Malley, Lisa/academic.oup.com)

 

E dadas as características dos mesmos – os EXTRATERRESTRES – podendo literalmente “BRILHAR-NO-ESCURO”, propondo que a partir dessa (sua particular) propriedade a mesma fosse utilizada (como se fosse para detetar Estrelas no Céu), para mais facilmente se detetar VIDA e até (porque não) a poucos ou a muitos anos-luz, “Outra Terra, Outro Refúgio (p/ o HOMEM)” – de preferência habitável (pelo menos por alienígenas aí residentes), mesmo que lá bem longe no Espaço e entre outros Sistemas e Galáxias. E para fúria dos outros (entre eles os Teóricos da Conspiração, atirados para o seu gueto) com a entrada dos eruditos em ação (antes postos-de-lado e agora esmagados, os leigos) – da equipa liderada por JACK T O’ MALLEY-JAMES e por LISA KALTENEGGER (do Instituto CARL SAGAN) − coincidindo com o pré-aparecimento (oficial) dos HUMANOIDES-VERDES, inconscientemente (e sem intenção, mas podendo ser punidos) pelos mesmos promovida. Extraterrestres provavelmente oriundos de Sistemas Planetários rodeando uma estrela Anã-Vermelha (onde numa determinada zona desse Sistema, se situarão a maioria, dos “Mundos Habitáveis”) − de tipo espectral K ou M, o maior contingente de estrelas no nosso Universo, com uma massa metade da do Sol, menor temperatura e menor energia gerada (e cor-de-laranja, sendo o Sol do tipo espectral GV2, de cor convencional amarela, com maior massa, tamanho e luminosidade) – como poderá ser o caso das Anãs-Vermelhas localizadas nas proximidades de PROXIMA CEUTAURI e do sistema recentemente descoberto de TRAPPIST-1.

 

E introduzindo os eruditos

KeQWgd3RDufQPJsQWCiSs8-650-80.jpg

Oficializados por integrados e como tal, por conhecimentos adquiridos,

sendo cientificamente certificados

 

Segundo o estudo com os eventuais seres vivos podendo ou não habitar estes Sistemas, a terem obrigatoriamente de ter resolvido um problema − básico e fundamental − envolvendo a sua sobrevivência e a sua resistência aos efeitos dos nossos conhecidos (na Terra, mas aqui com a mesma estando equipada com vários filtros protetores) RAIOS ULTRAVIOLETAS (radioativos, penetrantes e por extremamente “tóxicos e incisivos” sendo mortais): protegendo-se dos mesmos nesses locais (carregados de radiações UV), podendo a partir daí usufruir livremente deles (sem condicionamentos de saúde), para por exemplo (e como EVOLUÇÃO) e com o seu Corpo progressivamente adaptando-se (aos raios UV), ficando Verde, neutralizando e absorvendo (algumas doses), refletindo (outras doses) e mantendo na sua plenitude o seu equilíbrio Funcional. E aí existindo aí sendo considerados, Únicos. Nós estando protegidos sendo a Preto & Branco (terrestres), eles estando desprotegidos sendo a CORES (extraterrestres) − e podendo ser vistos ao longe (com telescópios apropriados de última geração) dado serem florescentes, brilhantes. Na Terra como alguns Corais (e muita outra Fauna & Flora terrestre).

 

(imagens: Neighbors-Green Aliens/rafu.com − Creative Commons/academic.oup.com − Shutterstock/livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:39

Com a Amazónia continuando a arder (para alegria dos fazendeiros) e com os fogos (e as suas consequências) a serem vistos do Espaço e de São Paulo (a cerca de 3.000Km de distância). E com o Presidente a ver, a pensar (uma árvore por uma vaca), deixando arder.

 

Reflorestação da Amazónia:

(segundo Jair Bolsonaro)

"Por cada Árvore ardida,

Colocando no seu lugar uma Vaca."

 

snapshot 2.jpg

E depois de ardida a Amazónia feita a reflorestação

substituindo cada árvore por uma vaca

 

Vivendo com o único objetivo da Sobrevivência e não tendo muito mais tempo do que para isso, nem nos poucos instantes que por vezes sobram, somos capazes de parar um pouco para pensar: e mesmo se o incidente for logo ali, antes de aqui chegar passará por aí.

 

E nesta nossa extrema indiferença (mental) em que o nosso corpo (físico) é que paga (reduzindo drasticamente o nosso tempo média de Vida), não nos preocupando com a nossa extinção (do Homem), pouco significado daremos ao restante (Ecossistema Terrestre).

 

Aceitando a Doença e a Guerra (a Morte) como algo de banal (individualizando-o à espécie), simultaneamente autorizando e declarando a destruição (inevitável e) natural (alargando-o ao planeta e além): seja do Mundo Animal ou do Mundo Vegetal (exemplo Amazónia).

 

snapshot 4.jpg

Certamente parecendo, mas não o sendo

São Paulo durante a tarde

 

Ainda-por-cima e como sinal evidente da doença (de que há muito padecemos) negando-se a Realidade e recusando-se intervir (de modo a não criar sobressaltos, no normal funcionamento da Máquina), deixando que o Tempo passe e o Espaço se Transforme.

 

Na floresta da Amazónia com a mesma desde há três semanas (desde o início do mês) a continuar a arder (sem parar), deixando o Mundo perplexo face a toda a passividade dada a destruição do “PULMÃO”: fornecendo mais de 20% do oxigénio que respiramos.

 

Uma imagem do planeta Terra bem visível a partir do Espaço, mostrando-nos a progressão (incontrolável) de um grande incêndio no seio da selva amazónica, lançando grandes nuvens cinzentas de fumo (para a atmosfera), observadas lá de cima (exemplo ISS) e chegando a São Paulo.

 

"The smoke did not come from fires from the state of São Paulo, but from very dense and wide fires that have been going on for several days in Rondônia and Bolivia. The cold front changed the direction of the winds and transported this smoke to São Paulo."

(Josélia Pegorim/meteorologista/Globo/humansarefree.com)

 

snapshot 1.jpg

Com as nuvens de cinza dos incêndios

espalhando-se por milhares de quilómetros

 

Numa herança claramente associada (por fortificada) à eleição (presidencial) de Bolsonaro – desprezando o Mundo Rural (subdesenvolvido e antiquado) e associando-o ao flagelo da pobreza (ao desemprego e à violência) e sobrevalorizando o Mundo Urbano (desenvolvido e progressista) e associando-o ao sonho dos Ricos – apoiando fazendeiros (dando-lhes autorização de autoridade) e atacando trabalhadores (pondo-os na ordem e no seu lugar) e assim promovendo as cidades.

 

Hoje e sendo impossível de o negar com os incêndios a continuarem a grassar com intensidade e sem se ver fim â vista na Amazónia, desde o início do ano já tendo sido registados mais de 72.000 fogos num aumento de mais de 80% para o mesmo período do ano passado (de 2018): com Jair Bolsonaro (aqui o leigo) mais uma vez a negar a Realidade (a Verdade) despedindo (“por manipulação deliberada de dados”) mesmo o Diretor da Agência Espacial brasileira (aqui o erudito), por sem respeito pelo Presidente e de uma forma alarmante, o contrariar.

 

Mantendo-se o rumo traçado pelo Presidente do Brasil para com a Amazónia, não só se mantendo o eclipse parcial de luz causada pela densa nuvem de fumo escuro e espesso cobrindo atualmente São Paulo, como mais cedo do que se pensa e olhando do ar para terra, julgando-se divisar árvores cobrindo a superfície da Amazónia, estando-se na realidade a divisar uma (substituta) cabeça de gado: e por cada árvore abatida, colocando-se lá uma vaca.

 

(imagens: euronews.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:34

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

23

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO