Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

14
Set 19

Última imagem do planeta SATURNO registada pelas câmaras do telescópio HUBBLE a 20 de Junho de 2019 (faz na próxima sexta-feira três meses).

 

E apenas libertada anteontem (12 de Setembro).

 

Hubble_Reveals_Latest_Portrait_of_Saturn.jpg

Latest Saturn portrait

NASA, ESA, A. Simon (Goddard Space Flight Center)

M.H. Wong (University of California, Berkeley)

 

Na altura em que este Gigante Gasoso (como se vê acompanhado pelos seus famosos anéis) e 6º planeta mais distante do Sistema Solar (tendo o SOL como centro),

 

Fazia (este ano) a sua maior aproximação ao nosso planeta (a TERRA) a cerca de 1,3 biliões de quilómetros (de distância).

 

Saturn hosts many recognisable features, most notably its trademark ring system, which is now tilted towards Earth. This gives us a magnificent view of its bright icy structure. Hubble resolves numerous ringlets and the fainter inner rings. Dutch astronomer Christiaan Huygens first identified the rings in 1655 and thought they were a continuous disk encircling the planet, but we now know them to be composed of orbiting particles of ice and dust. Though all of the gas giants boast rings, Saturn’s are the largest and most spectacular.” (esa.int)

 

Além de SATURNO (e tal como o artigo “Hubble reveals latest portrait of Saturn” sugere) com um outro elemento presente (agregado e bem visível) e alimentando o debate: sobre a presença dos (enigmáticos) anéis rodeando o planeta (agora bem apreciados, estando virados para a Terra),

 

Para além da explicação (num passado bem distante) para a sua formação (desconhecendo-se o Evento Cósmico, produtor) e atual apresentação:

 

Pelos vistos deixando muita da comunidade científica “perplexa”, não certamente com a sua existência (impossível negar o facto) mas por “falta de consenso” (ou seja, por pura ignorância … mas que seja científica).

 

(imagem/legenda: esa.int)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:40

Será?

 

Tudo isto se passando durante um jantar entre membros do partido Republicano, quando se pensava que Donald Trump (como todos, aproveitando a oportunidade) não deixaria escapar o debate (desse dia) entre os candidatos Democratas (na corrida para as Presidenciais de 2020), para falar neles e aí os atacar (e não resistindo gozar) − como o faria de seguida, mas só depois de atacar os LED’S e de defender as INCANDESCENTES.

 

HE THINKS LED MAKE HIM LOOK ORANGE

(boingboing.net)

 

trump.jpg

I look orange but so do you because of energy-efficient light bulbs

(Donald Trump/nbcnews.com)

 

"The light bulb. People said what's with the light bulb. I said here's the story, and I looked at it. The bulb that we're being forced to use. Number one, to me, most importantly, the light's no good. I always look orange. And so do you. The light is the worst." (Donald Trump/The Hill/@thehill/twitter.com/boingboing.net)

 

"The light is the worst, it's many times more expensive than that old incandescent bulb that worked very well. And the light is not as good, we're going to sell that, but we’re also going to sell incandescent bulbs." (Donald Trump/nbcnews.com)

 

Terminando como sempre (por um lado) e nesta Nova Era de TRUMP com toda a plateia Republicana, feliz e às gargalhadas – “The audience at the 2019 House Republican Conference Member Retreat Dinner laughed …” (nbcnews.com) – enquanto (por outro lado) à sua volta e como num Circo (com o povo dentro das jaulas), ouvindo-se outras gargalhadas, bem notórias gozações e o eco de todos os “Pró ou a Favor (dizendo-se Anti-Trumpistas).

 

(imagem: boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:00

Um fenómeno meteorológico (mais comum do que se pensa) registado em Östersund (na Suécia) na passada quinta-feira (12 de Setembro), ocorrido (simultaneamente) num dia de chuva e na presença do Sol – e fotografado por Göran Strand: um típico Arco-Íris.

 

Goran-Strand-GS_20190912_Rainbow_86350_Pan_1568310

SPECTACULAR DOUBLE RAINBOW

(Göran Strand − spaceweather.com)

 

Um Arco-Íris duplo − como todos os outros – devido às características atmosféricas (do momento) e à presença do Sol, sendo bem visível os dois (arco-íris) que (na realidade, sempre) o compõe, quando o mais habitual é ao visualizarmos o fenómeno, no nosso cérebro registarmo-lo como um.

 

Dois Arco-Íris aparecendo sempre em conjunto, sendo um deles o primário (caused by sunlight reflecting once inside raindrops) − sempre visível − e o outro o secundário (caused by sunlight reflecting twice) − nem sempre o sendo, só em condições extraordinárias: neste caso reportando-nos a uma junção chuva/pôr-do-Sol ( e a uma questão de reflexão).

 

(Göran Strand/@ Östersund/spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:55

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO