Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

31
Out 19

[Duas partes e uns parágrafos, sobre “Doçuras e Travessuras”.]

 

witches4_bis.jpg

The word 'witch' comes to us from the Old English wicca,

which was a masculine word meaning 'wizard'.

The feminine version was wicce, pronounced 'witch'.

(Laura Knight-Jadczyk)

 

“While most Christians just think of Halloween as a secular holiday which allows kids (and big kids!) to dress up in silly costumes, eat candy, and generally make fun of everything that is normally scary in our world,

 

Some other - mostly fundamentalist - Christians ascribe a negative influence to the celebration because they feel it celebrates paganism, the occult, or trivializes it so that their members are not properly fearful of ghosts, demons and the devil.

 

Jehovah's Witnesses do not celebrate Halloween because they believe anything that originated from a pagan holiday should not be celebrated by true Christians.

 

witches15.jpg

A woodcut by Hans Glaser (1566)

showing a strange celestial event

in 1561 over Nuremberg

(sott.net)

 

 

A comet came and nearly destroyed humanity at the end of October 13,000 years ago, and impacting debris from the same comet brought Judaism, Christianity, Islam and, later, the imposition of Christianity on the Western world.

 

Later still, the same comet stream brought the Black Death and the persecution of witches, both male and female.

 

This scape-goating was utilized to get rid of a lot of individuals who threatened the status quo - the control over the masses - and that included a great many strong, independent women. And so, today, we associate witches with Halloween, the end of October, and the anniversary of the destruction of nearly all life on Earth.

 

It is just a variation on the 'Eve ate the apple and brought about the fall in Eden' story, created by psychopaths who hate women and all they stand for: Creation, Nurturing and Service to Others.”

 

[Artigo: Laura Knight-Jadczyk/Witches, Comets and Planetary Cataclysms − sott.net/article/217194-Witches-Comets-and-Planetary-Cataclysms]

 

(texto/extratos: Witches, Comets and Planetary Cataclysms/Laura Knight-Jadczyk/sott.net − imagens: cammeraydave/dreamstime e sott.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:44

[Transmissão Eurosport]

 

Concluída a 3ª Ronda do 2019 WORLD OPEN (a desenrolar-se em Yushan na China) com 8 jogadores ainda em prova (de perto de 130 iniciais), com as notas de maior destaque a irem para as eliminações de Mark Selby/ING e de Mark Allen/IRLN e para o apuramento apenas na negra de John Higgins/ESC e de Judd Trump/ING. E dos 8 finalistas 6 (75%) sendo oriundos do Reino Unido (5ING+1ESC) e 2 (25%) – Zhou Yuelong e Thepchaiya Un-Nooh da Ásia (1CHI+1TAI). Mas com o favorito a continuar a ser (como Campeão de Mundo e Líder do RM) Judd Trump.

 

WORLD OPEN

(QF)

01.10.2019

 

Judd_Trump_at_Snooker_German_Masters_(Martin_RulscMichael_Holt_at_Snooker_German_Masters_(Martin_Rul

Judd Trump e Michael Holt

(1ºRM e 37ºRM)

 

QF

J

N

RM

J

N

RM

1

 

Judd

Trump

ING

Michael

Holt

ING

37º

2

Stuart

Bingham

ING

12º

John

Higgins

ESC

3

Thepchaiya Un-Nooh

TAI

29º

David

Gilbert

ING

10º

4

 

Kyren

Wilson

ING

Zhou

Yuelong

CHI

32º

(QF: Quartos-Final J: Jogador N: Nacionalidade RM: ranking Mundial)

RM provisório a 31.10.2019 − Final da 3ª Ronda

 

Amanhã dia 1 de Novembro disputando-se os 4 jogos dos QF ainda à melhor de 9 FRAMES e com os vencedores além de passarem às Meias-Finais (MF), a garantirem desde logo um prémio de 32.500£ (transferidos de imediato para o RM). Contando ainda com a presença de 3 Campeões do Mundo – John Higgins (4X), Stuart Bingham (1X) e Judd Trump (1X, sendo o atual) – e do detentor do maior número de WORLD OPEN’S (4), o escocês John Higgins. No próximo domingo (03.11) realizando-se a Final (em duas sessões/melhor de 19 frames) com o Vencedor a arrecadar 150.000£.

 

(imagens: celebheights.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:08

[Dia das Bruxas ou Halloween é uma celebração observada em vários países principalmente no mundo anglófono em 31 de outubro, véspera da festa cristã ocidental do Dia de Todos os Santos. (wikipedia.org)]

 

Não podendo oferecer mais nada

com a NASA limitando-se a uns

Doces ou Travessuras

 

PIA23403_fig1.jpg

Nébula Jack-ó-Lantern

 

 “Parents and kids alike are gearing up for Halloween,

scrambling to put the final touches on costumes and Jack-o'-lanterns,

not to mention stocking up on candy for

Trick or Treaters.”

(Benjamin Radford − Live Science)

 

Nas vésperas do HALLOWEEN com a NASA (JPL-CALTECH) a presentear-nos com uma das imagens mais representativas do conhecido DIA das BRUXAS, a “ABÓBORA ILUMINADA”, também apelidada de “JACK-Ó-LANTERN”.

 

Obtida através da utilização do telescópio espacial SPITZER (através da deteção de assinaturas de infravermelhos e de calor) − lançado em 2003 e colocado em órbita da Terra − apresentando-nos uma versão da Abóbora projetada no Espaço distante.

 

PIA23403_fig3.jpg

A Abóbora Iluminada

 

E com a Abóbora Imaginada a ser contemplada dirigindo-se as objetivas do telescópio SPITZER para os lados da constelação CEPHEUS, nesse Espaço do Universo encontrando-se uma estrela maciça, envolvida por gás e por poeiras e dando forma e conteúdo (colorido/iluminado) à nossa famosa Abóbora.

 

Uma imagem da ABÓBORA ILUMINADA ou JACK O’LANTERN − do HALLOWEEN − construída a partir da conjugação de três comprimentos de ondas de luz infravermelha (e oferecendo-nos várias cores); complementada com uma outra versão da imagem da Nébula Jack-O’-Lantern, aqui com os comprimentos de onda vermelhos sendo mais acentuados.

 

E a partir desse acentuar do vermelho na imagem do telescópio SPITZER, contornando-se a cor (vermelha, nas suas diferentes tonalidades) e construindo-se o Boneco: mostrando-nos THE JACK-Ó-LANTERN NEBULA e nela a ABÓBORA e assim contribuindo para a celebração do tradicional Dia das Bruxas.

 

(dados e imagem: PIA23403/photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:07

30
Out 19

[Oriundos do MONTE DIABLO e soprando (quentes e secos) em direção à BAÍA de SÃO FRANCISCO.]

 

5db9d6892100001c3bad4611.jpg

 

Extremely dangerous fire weather conditions for California

26 Million people under red flag warning

(Teo Blašković on October 30, 2019/watchers-news)

“Critical and extremely critical fire weather conditions continue across parts of California through Thursday, October 31, 2019, especially for southern California. At least 10 fires are burning across the state on October 30, with more than 26 million people under red flag warning. Pacific Gas & Electric (PG&E) cut off power to about 1 million customers in Northern California earlier this week in an attempt to prevent wildfires.”

 

Alimentado por um solo com muito baixa humidade relativa, por um tempo extremamente seco e por intensas rajadas de vento (superiores a 110Km/h), a CALIFÓRNIA tem apresentado nos últimos dias todas as condições favoráveis para o aparecimento de FOGOS FLORESTAIS, extremamente rápidos no seu crescimento e apresentando um comportamento do FOGO, imprevisível e nos limites (de sobrevivência).

 

Dos 58 condados da Califórnia encontrando-se 43 deles (74%) em ALERTA VERMELHO, com LA a ser um dos protagonistas não só pelos FOGOS, mas pela intensidade dos ventos aí sentidos (apontando para os 130Km/h). Num ESTADO de EMERGÊNCIA declarado a 27 e apesar de todos os esforços (no sentido de no mínimo o conter) continuando a propagar-se ainda hoje (dia 30) com bastante intensidade (e não parecendo quere parar).

 

EH-lAtcU0AEIfiw.jpg

 

Tendo até hoje e em todo o estado da Califórnia levado à evacuação de mais de 180.000 pessoas, e no caso de certas zonas onde a violência do fogo tem sido maior (chegando a ser extrema) – como o será o incêndio em curso de KINCADE e de GETTY – tendo até (no caso do Fogo de Kincade) levado à evacuação de habitações (num total global de mais de 7.000) − só em Kincade mais de 200 destruídas − e de outras infraestruturas básicas.

 

E tal como o artigo de Teo Blašković (watchers.news) afirma, com os grandes instigadores desta GRANDE TRAGÉDIA NATURAL (com muitos pozinhos de ARTIFICIAL, por contribuição direta e/ou indireta do HOMEM) − pelos vistos sem relevância por habituais e sucedendo-se sem qualquer tipo de alteração (Intervenção Preventiva ) ano após ano – a serem os VENTOS do NORTE da CALIFÓRNIA chegando as suas rajadas a atingir V=150Km/h.

 

Para o combate a este GRANDE INCÊNDIO FLORESTAL tendo sido chamadas 5.000 pessoas e requisitados 27 helicópteros e 67 bulldozers (tudo dados, watchers.news). Mas antes de terminar tendo de apresentar todos os verdadeiros CULPADOS (sem exceção) pela ocorrência deste Evento (extremamente destrutivo), jamais se podendo apontar unicamente o VENTO, mas tendo-se de igualmente desmascarar,

 

califnornia-wildfires-cost-statista.jpg

 

O papel central dos “CABOS DE ALTA-TENSÃO, UTILIZADOS NO TRANSPORTE DE ENERGIA RELÉCTRICA”: bastando para se compreender o agora ocorrido (na Califórnia) recordar o início do “Trágico Incêndio de Pedrógão Grande” (para além de toda a destruição material causada, ficando perto dos 70 mortos e tendo superado os 250 feridos), com as causas a apontarem para uma “Trovoada Seca” como poderia ser para uma “Descarga Elétrica”,

 

Provocado por alguma deficiência (de isolamento) de algum cabo (elétrico). E falando ainda do grande Fogo Florestal da Califórnia com as últimas informações oriundas dos EUA a noticiarem (destacarem):

 

“Fires Blaze Across California Amid Rare ‘Extreme’ Weather Warning”

(30.10.2019/19:50 Lisboa/yahoo.com)

 

Nada se prevendo de bom paras as próximas horas (agora que passa das 13:00, na Califórnia).

 

(dados: Teo Blašković/watchers.news – imagens: Wally Skalij/Getty Images/yahoo.com – Dave Wyman/@davewyman/twitter.com − statista.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:03

[36ª Edição do WORLD OPEN – c/ JOHN HIGGINS (ESC) sendo o único jogador que tendo ganho já 4 X, ainda podendo alcançar (caso atinja a Final e a ganhe) a sua 5ª Vitória, distanciando-se ainda mais dos seus restantes colegas (entre os Vencedores do World Open).]

 

0_2019-Betfred-Snooker-World-Championship-Day-Sixt

Judd Trump

O “mais cotado” ainda em prova

Campeão do Mundo e Líder do RM

(do TOP 4 o único ainda em prova)

 

Cumpridas 3 (RQ+1ªR+2ªR) das 7 rondas do OPEN MUNDIAL de 2019 − as rondas a vencer para se tornar o novo detentor do Troféu (ainda nas mãos do galês MARK WILLIAMS) – são já 6 (restando 10) as baixas no TOP 16 do RM: Mark Williams/GAL (não inscrito na prova), Ronnie O’Sullivan/ING (eliminado na RQ), Neil Robertson/AUS (falta de comparência por atraso para a RQ), Shaun Murphy/ING (eliminado na 2ªR), Barry Hawkins/ING (eliminado na 2ªR) e Stephen Maguire/ESC (desistindo da 2ªR por problemas físicos). Tendo como primeira conclusão a tirar deste panorama geral (à entrada da 3ªR) – aconteça o que acontecer nesta 3ª Ronda (sendo o jogador apurado ou eliminado) – o reforço do atual Campeão do Mundo JUDD TRUMP/ING na Liderança do RM.

 

Indicando-se no quadro seguinte os 8 jogos integrando a 1ª ronda do OPEN MUNDIAL, sendo disputados (amanhã, dia 31 de Outubro) em YUSHAN (China) à melhor de 9 FRAMES (e sendo desde logo atribuído aos jogadores apurados para a 4ª ronda o prémio de 20.000£, a acrescentar aos pontos do RM):

 

WORLD OPEN

(3ª Ronda)

 

3c72216d1d3e.jpg

Akani Songsermsawad

O “menos cotado” ainda em prova

Tailandês, 24 anos, 50º RM

(melhor prestação QF do 2018 SHOOT-OUT prova de RM)

 

Jogo

J

N

RM

J

N

RM

1

Judd

Trump

ING

Joe

Perry

ING

15º

2

Michael

Holt

ING

39º

Ding

Junhui

CHI

16º

3

Mark

Selby

ING

Stuart

Bingham

ING

13º

4

Graeme

Dott

ESC

20º

John

Higgins

ESC

5

Thepchaiya Un-Nooh

TAI

30º

Akani Songsermsawad

TAI

50º

6

David

Gilbert

ING

11º

Mark

Allen

IRLN

7

Kyren

Wilson

ING

Jack

Lisowski

ING

12º

8

Allister

Carter

ING

17º

Zhou

Yuelong

CHI

34º

(J: Jogo N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

RM provisório − 30.10.2019 − Finalizada a 2ªRonda

 

Como se verifica e para os 16 jogadores sobreviventes, com o jogador de maior RM presente (na 3ªR) a ser o inglês JUDD TRUMP (1ºRM) e com o de menor RM a ser o tailandês AKANI SONGSERMSAWAD (50ºRM). E desses 16 jogadores com três deles já tendo ganho (anteriormente) a prova − Ding Junhui/CHI (1X), Mark Allen/IRLN (2X) e John Higgins/ESC (4X) – e ainda com outros 5 (1 deles repetido do caso anterior) a já terem sido Campeões do Mundo – John Higgins/ESC (4X), Mark Selby/ING (3X), Graeme Dott/ESC, Start Bingham/ING e Judd Trump/ING (todos 1X).

 

E com os QF a apresentarem os seguintes encontros (4) a disputarem-se a 1 de Novembro (ainda à melhor de 9 FRAMES): 1-2, 3-4, 5-6 e 7-8 (numa prova com transmissão EUROSPORT).

 

(imagens: PA/mirror.co.uk − elitesnooker.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:42

[E assim recuando 90 anos, desde o dia de ontem, 29.]

 

Quando será a próxima Recessão?

(pelos sinais estando ainda longe, mas provavelmente mais próxima)

 

mw-860.jpg

O CRASH da Bolsa de Nova Iorque

A 29 de Outubro do ano de 1929

(noticiado no Brooklyn Daily Eagle)

 

Recuando numa espécie de Máquina do Tempo até ao início do Século XX (1 de Janeiro de 1900) – nos EUA um período da sua história seguindo-se à Guerra Civil Americana (de 1861/1865 e totalizando entre 600.000 e 1.000.000 de vítimas mortais) − ao tempo da invenção da Lâmpada (coloca à venda em 1879), do Telefone (com a sua primeira emissão a 10 de Março de 1886) e do Automóvel (sendo 1886 o ano da comercialização do primeiro carro) − tudo criado no final do século XIX e sendo transportado para seu desenvolvimento no século XX – com os EUA de então (a partir de 1900) a transformarem-se no maior produtor industrial mundial (e do lado Europeu com o Império Britânico, o Império Alemão, o Reino de Itália e ainda a França a destacarem-se dos restantes, rivalizando com os norte-americanos), apanhando-se num 1º apeadeiro histórico a I Guerra Mundial (1914/1918), abstraindo-se de todas as motivações ou pretextos explicativos (mais falsos ou mais verdadeiros) para o seu início, decurso e fim da mesma, como que terminando “empatada” e servindo (até) de primeiro teste das armas então utilizadas e posteriormente (num futuro que seria próximo) sendo desenvolvidas e melhoradas (para a II Guerra Mundial). E chegando-se ao fim da 1ª Grande Guerra (1918 com cerca de 20.000.000 de vítimas mortais) atingindo-se o ano de 1919, precisamente situado no Tempo (no presente em 2019) há “Cem Anos no Passado”.

 

Iniciando-se então aí o período (de pouco mais de 20 anos) denominado como “Entre duas Guerras (fim da 1ª em 1918 e início da 2ª em 1939) com a Economia dos EUA e Mundial (com o fim da guerra a servir como estímulo) a estarem cada vez mais fortes (quase até ao fim da década de 20) para inesperadamente em 1929 (apesar de alguns sinais de que poderia vir aí um grave colapso económico) e sem que se estivesse preparado (ou seja, em vez de remediado, Prevenido) os EUA e o Resto do Mundo entrarem em DEPRESSÃO PROFUNDA (que o diga WALL STREET com “o seu estouro nunca visto”) − englobando toda a sua Pirâmide Social do Topo (do rico acionista, agora falido) até à sua Base (ao pobre trabalhador, agora desempregado). Crise de 1929 que persistiu por uma década (1929/1939) até á chegada da II Guerra Mundial (contabilizando na sua folha de vítimas mortais, um recorde podendo chegar perto dos 90.000.000 de indivíduos). Para a partir daí e com os EUA a pretenderem destacar-se do Resto do Mundo (expandindo-se para lá das suas fronteiras físicas e fixas) no seu desenvolvimento Económico como até Militar (aproveitando a sua vitória na II Guerra Mundial, a destruição da Europa e da Ásia e a Ameaça Vermelha – aqui com o Herói de Guerra o norte-americano TIO SAM a abandonar o seu parceiro de Luta e Herói de Guerra o soviético TIO JOE) os mesmos criarem um novo período (tendo como Inimigo Público Nº 1 a URSS) o da “GUERRA-FRIA”: estendendo-se de 1945 até ao fim da URSS em 1991 – e já em 1987 (uns pouco significativos 4 antes anos) com a CRISE a parecer querer voltar, com o conhecido índice DOW JONES a registar uma grande queda atingindo o (seu) índice mais baixo de sempre.

 

mw-1600 a.jpg

Com a queda na Bolsa de Nova Iorque

A originar a perda de imensas fortunas

(com bens vendidos ao desbarato)

 

E resolvendo-se aí o problema injetando-se na Economia e no Mercado (vantagem de ser o dono das fabulosas e imparáveis, impressoras de dólares) mais uns quantos milhões de dólares. Para além de 1929 (Grande Depressão) a 1987 (1ª Crise Económica mais preocupante) terem decorrido uns 58 anos. Chegando-se então a 2008/2009 (79 anos sobre a CRISE e 21 sobre o 1º AVISO) ano em que como todos recordarmos (pois o que se passou nos EUA se refletiu no resto do Mundo incluindo e fortemente Portugal) − e continuando pelos seguintes – a especulação imobiliária e o endividamento excessivo (público e privado, individual e coletivo) atingiria um máximo, criando um cenário preparatório muito semelhante ao de 1929, fazendo rebentar “A BOLHA” e arrastando consigo (muitos para o Abismo Final, por Definitivo) Grandes Empresas (desde empresas norte-americanas) e até Governos (um pouco por todo o Mundo) por motivo de Contaminação (de um VÍRUS tóxico, económico-financeiro-bancário e oriundo dos EUA). Safando-se o portador (criando, mas não desenvolvendo a doença) e lixando-se o contaminado (sendo-lhe transmitida e passada para ele a doença).

 

Em Portugal com a chegada da CRISE despoletada nos EUA por finais da primeira década do século XXI (2008/2009) a fazer-se sentir mais fortemente (e depois de chegada à EUROPA) pelo final da 18º Governo Constitucional do Socialista e 1º Ministro José Sócrates (depois de um 1ª mandato/17º Governo de 2005/2009 sendo reeleito e exercendo no 18º Governo de 2009/2011) − com o estrangulamento da Europa e as mãos atadas da Alemanha, em Portugal (com o PSD a ajudar à festa e a “apertar ainda mais o pescoço ao PS”) sucedendo a queda do Governo e indo-se a eleições – mas com o período que se lhe segui a ser de longe um dos piores e “verdadeiramente catastróficos” desde que se deu a Revolta do 25 de Abril (já lá vão 45 anos), coincidindo integralmente com o período do XIX Governo Constitucional do 1º Ministro Pedro Passos Coelho (2011/2015) − só sendo mesmo ultrapassado na sua “extrema crueldade social” atingindo sem dó nem piedade, sem clemência e sem o mais pequeno remorso, “os mais desprotegidos e os mais pobres” – até pela sua extrema duração e despotismo, só batido por António Oliveira Salazar – por Cavaco Silva. Ainda me recordando como em pleno “Reinado do Coelho”, saindo-se para a rua ao anoitecer nem um ruído se ouvindo (como se todos as outras “Lebres & Coelhos” estivessem mortos ou enterrados). Mergulhados como estávamos então, num Silêncio Sepulcral.

 

mw-1600.jpg

Levando à concentração de milhares de pessoas em Wall Street

De várias formas afetadas na “Terça-Feira Negra”

(de 29.10.1929)

 

Hoje (Outubro de 2019) 90 anos depois da CRISE, 32 sobre o 1º Aviso e pouco mais de 10 anos sobre a chegada aos EUA (e ao Mundo) da “BOLHA”, com as mesmas Bolhas a reaparecerem nos EUA (de novo e ameaçando extravasar fronteiras), como se ninguém tivesse aprendido (ou desejado entender) com o que sempre aconteceu (sem exceção) no passado: com o preço das casa depois de disparar ainda a continuar a aumentar (preço de aluguer e de compra) e com o endividamento das famílias e das empresas, a seguirem o mesmo caminho. Esperando-se (“aquilo que nos resta depois de votar”) para ver o que será − e dada como morta e enterrada a “Geringonça” − o período da Legislatura de 4 anos (2019/2023) agora sob a direção única do 1º ANTÓNIO COSTA (e sua Corte Privada, agora com acesso restrito) e sob os olhares do REI do “CONSENSO” MARCELO (CONSENSUAL, onde já ouvi isto?). E já agora com o culpado a não ser (acho eu) nem SÓCRATES nem TRUMP, na altura da GRANDE DEPRESSÃO (1929) e como diriam os meus alunos (já neste século, os nascidos entre 1990/2010, a Geração Z), com ambos (atrás citados) ainda não tendo nascido. Talvez como consequência (direta e/ou indiretamente e tal como diria Al Gore, aproveitando a ocasião – “e com a ocasião por vezes fazendo e revelando o ladrão − de pensamentos e de reflexão − tornando-o “único e inquestionável”) do Aquecimento Global e das Alterações Climáticas.

 

[texto de Patrícia Fonseca/VISÃO em: visao.sapo.pt/actualidade/mundo/2019-10-29-A-terca-feira-negra-que-mudou-o-mundo-ha-90-anos-veja-as-imagens-que-ficaram-para-a-Historia]

 

(texto: “espinha dorsal” inspirada no artigo de Patrícia Fonseca/A "terça-feira negra"/29.10.2019/visão.sapo.pt – imagens:  Icon Communications/Bettmann/Keystone-France/visao.sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:36

29
Out 19

“For as long as humans have lived on planet Earth, the moon has been a focus of fascination. First, we could view our cosmic partner only with the naked eye, then with telescopes, and finally in the 20th century the first humans were able to visit Earth’s moon in person.” (Jenny Howard and National Geographic Staff/2019/nationalgeographic.com)

 

“The moon, Earth’s sole natural satellite, is our constant companion. It has circled our planet for billions of years, since before the first sparks of life flickered in the oceans—before Earth was even cool enough to have oceans.” (Maya Wei-Haas/2019/nationalgeographic.com)

 

EFmQFf1U0AAVyJN.jpg

Uma nave da SPACE X na superfície da Lua (não tripulada) por 2022

Utilizando as suas naves (para já protótipos) MK1 e MK2

Com o seu foguetão FALCON e com os seus andares reutilizáveis

E assim com o Homem a poder tocar a Lua em 2024

(mais de meio século passado – sendo-o impressionante, terrível − sobre a última vez)

 

Nada mais tendo para nos oferecer (científico-tecnologicamente referindo-se ao sector da iniciativa privada − como a SPACE X − deixando para o sector governamental − como a NASA − as teorias, testes e confirmações, mais dispendiosas e com menor retorno) senão o seu investimento e desenvolvimento inicial, tendo como objetivo prioritário (e de sobrevivência financeira) a comercialização do seu produto-tecnológico dirigido para a “Exploração do Mercado Espacial” (um “Mercado Exterior” em grande expansão) − um objetivo muito mais visível e vincado no caso da privada VIRGIN GALACTIC, dando grande importância e relevo aos voos comerciais e turísticos ao Espaço (exterior) incluindo nas suas rotas a LUA (fontes prioritárias de investimento), como forma de desenvolvimento (“apurando tecnicamente” as próximas missões) −

 

steel-Starship-Moon-render-SpaceX-1-1024x566-580x3

Aterrando na Lua em 2022

E aí estabelecendo a sua primeira base (em 2024)

 

Eis que a SPACE X se vem de novo comprometer com uma data (apesar de ainda muito flutuante) para um seu próximo Evento (no fundo sendo o mesmo, mas por atraso e estratégia, repetidamente retardado e replicado), apontando para o lançamento de uma nave espacial para uma orbita terrestre já para 2020, para em 2022 aterrar na Lua (ainda sem tripulação) e em 2024 levar para lá os seus primeiros astronautas (aí se podendo instalar e criar a 1ª base terrestre num “Outro Mundo” que não a Terra):

 

At the 70th International Astronautical Congress, which took place last week in Washington, DC, SpaceX president and Cheif Operations Officer Gwynne Shotwell provided additional details about the Starship‘s mission timeline. As she indicated during a series of interviews, the company hopes to be sending the Starship to orbit next year, landing on the Moon by 2022, and sending crews to the lunar surface by 2024.” (Matt Williams/October 28, 2019/universetoday.com)

 

Starship-2019-Mars-Moon-base-render-SpaceX-1-580x3

Estabelecendo-se em Marte por 2028

Já depois de o ter feito anos antes na Lua

 

Mas certamente que se ficando verdadeiramente assustado (alertado, preocupado) com os planos a muito curto-prazo da SPACE X de infestar os Céus de Satélites Artificiais, para além de nos poderem cair na cabeça (como temia o “herói da Gália OBÉLIX”) poluindo ainda mais a zona exterior e em princípio protetora do nosso planeta (rodeando-o e rodeando-nos, e permitindo-nos alguma segurança de ameaças vindas do Espaço exterior): às centenas e aos milhares. E quando em vez de criarem mais um “estacionamento de sucata, agora espacial” deveriam pegar nela, construir algo de inovador e de revolucionário e (sem hesitações ou mais recuos) partir (enquanto ainda for possível e valer a pena).

 

(imagens: SPACE X/universetoday.com)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:35

Imagens (1, 2 e 3) de uma colisão ocorrida (registada por um dos pilotos através do seu telemóvel e enquanto filmava a paisagem) no espaço aéreo russo a partir de um avião Boeing 737, de uma linha (aérea) de passageiros desse país: repentinamente verificando-se a rápida aproximação do avião a uma ave voando no mesmo trajeto, sem possibilidades de algum tipo de reação (seja por parte da AVE ou da parte do AVIÃO a JATO) acabando os dois (inevitavelmente) por colidir.

 

snapshot A.jpg

[Imagem 1]

Para além do choque

e sem hipóteses de reação

ao aparecimento súbito da Ave

 

snapshot B.jpg

[Imagem 2]

Após o impacto para além do susto

− “OH, SHIT” −

nada sucedendo

 

snapshot C.jpg

[Imagem 3]

Com o Boeing 737

(n sendo atingido os motores)

mas não com a pobre AVE

 

Dada a enorme diferença de velocidades de deslocamento registado entre a AVE (v = 100Km/h ou superior) e o AVIÃO a JATO (v = 700Km/h ou superior) e igualmente até pela enorme diferença de massas verificada entre ambos (no Impacto) – M Ave = 10Kg ou superior e M Avião = 80.000Kg ou superior aquando da colisão com a AVE devido à violência do choque como que a implodir, desintegrando-se e ficando os seus poucos restos espalhados e como que liquefeitos, pelo vidro do cockpit.

 

(imagens: WBR Avia/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:11

“Num Circuito Mundial para já com 8 provas disputadas

(4 RM + 4 n RM – estas 4 últimas p/ Convite, c/ 1 delas considerada “menor”)

E com 8 vencedores diferentes.

 

[Championship League, UK Seniors Championship, Haining Open e WORL OPEN (esta prova contando p/RM).]

 

6570.jpg

Jimmy White

(ING)

 

Como introdução e comentário às provas até agora realizadas e integrando o Circuito Mundial de Snooker época 2019/2020 − 4 provas por convite e 4 provas contando p/ RM (num total de 8 provas) – e excetuando o Xangai Masters (prova p/ convite não contando p/RM, ganha em Setembro por Ronnie O’Sullivan), sendo de destacar a pobre prestação do inglês Ronnie O’Sullivan/3ºRM concluídas 4 provas de RM (e a sua própria “não contribuição” com o seu desempenho, para um ainda maior desenvolvimento desta modalidade de bilhar), agora eliminado surpreendentemente na RQ para o WORLD OPEN ao ser afastado da prova pelo escocês Dominic Dale/87ºRM (5-3): para além da sua eliminação (podendo-se sempre ganhar ou perder), sendo certamente algum cansaço, saturação e desinteresse − na prática da modalidade − três das principais causas (até agora e desde que, depois de voltar a 1ºRM, foi precocemente eliminado no último MUNDIAL) das “mais que deficientes” prestações do jogador (para além dos seus conflitos conhecidos − discordâncias − com os organizadores a WORLD SNOOKER). Ficando-se a questão (por responder), “se e quando voltará (de novo e com todas as suas faculdades técnico-táticas) o 4X Campeão do Mundo THE ROCKET. Ou se não se ficará pelos Comentários, pelas Exibições e pelas Provas (contando ou não p/ RM) mais lucrativas. Talvez sendo o que outro faria (mesmo que temporariamente e/ou pensando já na reforma).

 

15532996751_6812868077_o-1024x527.jpg

Thepchaiya Un-Nooh

(TAI)

 

Dirigindo-nos agora para as 3 provas entretanto realizadas entre o OPEN de INGLATERRA (14.10/20.10) e o OPEN MUNDIAL (28.10/03.11) − 2 por convite (1 apenas parcialmente) e não integrando o RM e outra integrando o Calendário Mundial SENIOR (UK Seniors Championship) – tendo-se já concluído na CHAMPIONSHIP LEAGUE, 4 dos seus grupos (de um total de 7) apurando os seus vencedores (de momento 4) para a disputa do Grupo Final (a ser disputado a 4/5 de Março): sendo eles Neil Robertson/AUS/4ºRM (Grupo 1), Stuart Bingham/ING/12ºRM (Grupo 2), Gary Wilson/ING/19ºRM (Grupo 3) e Scott Donaldson/ESC/27ºRM (Grupo 4). Relativamente à prova do Calendário SENIOR (2ª de 6 provas previamente marcadas para esta época) – o UK Seniors Championship – e depois da vitória do inglês JIMMY WHITE (117ºRM) no ROKiT World Seniors Championship (sobre o galês Darren Morgan batendo-o por 5-3), com o irlandês MICHAEL JUDGE a vencer esta 2ª prova batendo na final precisamente Jimmy White (por 4-2). Finalmente e falando-se do HAINING OPEN (uma prova não de RM, na sua 6ª edição e tendo como detentor do troféu o inglês Mark Selby/5ºRM, em 2017 e 2018) disputado recentemente na China (final, a 26 de Outubro, sábado) e entre um contingente maioritariamente chinês (inscritos) conseguindo atingir os QF (os 8 finalistas), incluindo-se 3 jogadores oriundos da China, 3 oriundos da Inglaterra (entre eles o detentor do troféu, o inglês Mark Selby), 1 oriundo da Tailândia e finalmente 1 do Brasil − IGOR FIGUEIREDO/103ºRM, finalmente querendo reaparecer (em fases mais avançadas das provas, pontuando para o RM). Para na Final e eliminados todos os Euro-Americanos (4) restarem 1 jogador chinês (eliminando Igor Figueiredo por 4-2) e 1 jogador tailandês (eliminando Mark Selby por 4-2), vencendo o tailandês – THEPCHAIYA UN-NOOH (33ºRM) − batendo na final (por 5-3) o seu adversário chinês – Li Hang (41ºRM).

 

Top 16 RM

(provisório: 29.10.2019 12:00 Lisboa)

 

RM

J

N

£

Judd Trump

ING

1179

Mark Williams

GAL

1016

Ronnie O’Sullivan

ING

962

Neil Robertson

AUS

821

Mark Selby

ING

709

John Higgins

ESC

697

Mark Allen

IRLN

602

Shaun Murphy

ING

501

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

E assim se chegando ao WORLD OPEN (detentor do troféu Mark Williams/GAL), 5ª prova da época a contar para o RM: por diferentes razões não contando com as presenças de Mark Williams/GAL (não se tendo inscrito na prova), de Ronnie O’Sullivan/ING (tendo viajado para a China para efetuar a sua partida da RQ em atraso − realizada em Inglaterra − para ser logo ali eliminado) e de Neil Robertson/AUS (eliminado por chegar atrasado à RQ tendo “falta de comparência”), respetivamente nº 2/3/4 do RM, certamente que para “vantagem” do Nº 1 do RM o inglês e atual Campeão do Mundo JUDD TRUMP (presente). Disputados 25 dos 32 da 1ª Ronda do WORLD OPEN sendo ainda de relevar (entre outros) pela negativa o abandono de Stephen Maguire/ESC (lesionado) e de Lu Haotian/CHI e pela positiva o apuramento de Noppon Saengkham/TAI. Com John Higgins/ESC ainda em prova (depois de afastar da prova o 2º jogador chinês passando à 2ª ronda) assim como o regressado Igor Figueiredo/BRA (na 1ª ronda ainda tendo de enfrentar o inglês Allister Carter). A 3 de Novembro em 2 sessões e à melhor de 19 frames (com transmissão Eurosport e talvez com comentários do já eliminado “The Rocket”) disputando-se em Yushan (China) a final do OPEN MUNDIAL (atribuindo ao vencedor 150.000£/e os mesmos pontos p/ RM) − mantendo-se inalterável o TOP 3 do RM (JUDD TRUMP, MARK WILLIAMS e RONNIE O’SULLIVAN) e com o líder a reforçar a sua própria liderança.

 

E depois da CHAMPION OF CHAMPIONS (prova por convite com início a 4 de Novembro) seguindo-se o OPEN da IRLANDA do NORTE (prova de RM com início a 11 de Novembro).

 

(imagens: Christopher Thomond/The Guardian – worldsnooker.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:28

28
Out 19

Uma imagem de uma cooperação inexistente em TERRA, mas existindo no ESPAÇO e envolvendo no mesmo projeto − e sem colisão – os EUA e a RÚSSIA (entre outros): de tal modo que já existem negociações entre os EUA e a RÚSSIA para um novo empreendimento conjunto (estando prestes a esgotar-se o período de atividade da ISS), a construção de uma nova Estação Espacial Internacional numa obra conjunta NASA & ROSCOSMOS (e outros). Apesar de só se falar (talvez porque dê mais dinheiro) em “Guerra no Espaço.”

 

Como será possível que perante tantas proezas tecnológicas alcançadas (durante o século passado) podendo-nos não só oferecer (numa 1ª fase) melhorias no nosso LAR − a TERRA − como abrir-nos a porta de entrada (numa 2ª fase) para a aventura e descoberta de todo o ESPAÇO exterior que nos rodeia (e ao nosso BERÇO) − o UNIVERSO – e enquanto (simultaneamente) se assiste à cooperação Espacial estabelecida e continuada entre vários países (ligados à Exploração de Espaço, desde os EUA  à RÚSSIA, os seus impulsionadores) e tendo como palco (comum) a ESTAÇÃO ESPACIAL INTERNACIONAL ou ISS,

 

issue14-zero-gravity-and-the-human-heart.jpg

Astronauta trabalhando no exterior da ISS

(Estação Espacial Internacional em órbita a cerca de 400Km da Terra)

 

Nos demitamos do nosso Destino e em vez de como todos os animais (como nómadas que somos, seres vivos tendo capacidade de pensar e − sendo dinâmicos − de se movimentar) sair de casa, encontrar um novo lar e apontar para um novo rumo”, optemos por nos deixarmos ficar por cá (pela Terra e até ao seu fim) e por aqui desaparecer: não percebendo que só evitaremos a nossa extinção (sejamos nós únicos no Universo ou não) se tal como qualquer ser vivo nos movimentarmos − de um ponto para outro (caso contrário estando-se estático, estando-se morto) – apenas se sobrevivendo por uma “Sucessão de Saltos” dando origem a “Novos Ciclos”. E dependo dos Seres HUMANOS a sua presença aí ou não (depois do Salto, num novo Ciclo), conforme opte ou não pelo Salto: certamente que para um outro planeta (ou outro corpo celeste, natural ou mesmo artificial) e entrando-se num novo ciclo diferenciado e Civilizacional − talvez com outros seres, não com a mesma base (psíquico-física e algo mais) que a nossa (tão ligados como estamos, à base H₂O).

 

“Necessitando-se para tal de partir, para a Lua, para Marte, para “O Outo Lado” e tal como os nossos Antepassados (arriscando, num risco mais ou menos controlado, a base da Aventura) para “Outros Mares Nunca Antes Navegados.

 

(imagem: NASA/room.eu.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:16

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO