Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

30
Out 19

[Oriundos do MONTE DIABLO e soprando (quentes e secos) em direção à BAÍA de SÃO FRANCISCO.]

 

5db9d6892100001c3bad4611.jpg

 

Extremely dangerous fire weather conditions for California

26 Million people under red flag warning

(Teo Blašković on October 30, 2019/watchers-news)

“Critical and extremely critical fire weather conditions continue across parts of California through Thursday, October 31, 2019, especially for southern California. At least 10 fires are burning across the state on October 30, with more than 26 million people under red flag warning. Pacific Gas & Electric (PG&E) cut off power to about 1 million customers in Northern California earlier this week in an attempt to prevent wildfires.”

 

Alimentado por um solo com muito baixa humidade relativa, por um tempo extremamente seco e por intensas rajadas de vento (superiores a 110Km/h), a CALIFÓRNIA tem apresentado nos últimos dias todas as condições favoráveis para o aparecimento de FOGOS FLORESTAIS, extremamente rápidos no seu crescimento e apresentando um comportamento do FOGO, imprevisível e nos limites (de sobrevivência).

 

Dos 58 condados da Califórnia encontrando-se 43 deles (74%) em ALERTA VERMELHO, com LA a ser um dos protagonistas não só pelos FOGOS, mas pela intensidade dos ventos aí sentidos (apontando para os 130Km/h). Num ESTADO de EMERGÊNCIA declarado a 27 e apesar de todos os esforços (no sentido de no mínimo o conter) continuando a propagar-se ainda hoje (dia 30) com bastante intensidade (e não parecendo quere parar).

 

EH-lAtcU0AEIfiw.jpg

 

Tendo até hoje e em todo o estado da Califórnia levado à evacuação de mais de 180.000 pessoas, e no caso de certas zonas onde a violência do fogo tem sido maior (chegando a ser extrema) – como o será o incêndio em curso de KINCADE e de GETTY – tendo até (no caso do Fogo de Kincade) levado à evacuação de habitações (num total global de mais de 7.000) − só em Kincade mais de 200 destruídas − e de outras infraestruturas básicas.

 

E tal como o artigo de Teo Blašković (watchers.news) afirma, com os grandes instigadores desta GRANDE TRAGÉDIA NATURAL (com muitos pozinhos de ARTIFICIAL, por contribuição direta e/ou indireta do HOMEM) − pelos vistos sem relevância por habituais e sucedendo-se sem qualquer tipo de alteração (Intervenção Preventiva ) ano após ano – a serem os VENTOS do NORTE da CALIFÓRNIA chegando as suas rajadas a atingir V=150Km/h.

 

Para o combate a este GRANDE INCÊNDIO FLORESTAL tendo sido chamadas 5.000 pessoas e requisitados 27 helicópteros e 67 bulldozers (tudo dados, watchers.news). Mas antes de terminar tendo de apresentar todos os verdadeiros CULPADOS (sem exceção) pela ocorrência deste Evento (extremamente destrutivo), jamais se podendo apontar unicamente o VENTO, mas tendo-se de igualmente desmascarar,

 

califnornia-wildfires-cost-statista.jpg

 

O papel central dos “CABOS DE ALTA-TENSÃO, UTILIZADOS NO TRANSPORTE DE ENERGIA RELÉCTRICA”: bastando para se compreender o agora ocorrido (na Califórnia) recordar o início do “Trágico Incêndio de Pedrógão Grande” (para além de toda a destruição material causada, ficando perto dos 70 mortos e tendo superado os 250 feridos), com as causas a apontarem para uma “Trovoada Seca” como poderia ser para uma “Descarga Elétrica”,

 

Provocado por alguma deficiência (de isolamento) de algum cabo (elétrico). E falando ainda do grande Fogo Florestal da Califórnia com as últimas informações oriundas dos EUA a noticiarem (destacarem):

 

“Fires Blaze Across California Amid Rare ‘Extreme’ Weather Warning”

(30.10.2019/19:50 Lisboa/yahoo.com)

 

Nada se prevendo de bom paras as próximas horas (agora que passa das 13:00, na Califórnia).

 

(dados: Teo Blašković/watchers.news – imagens: Wally Skalij/Getty Images/yahoo.com – Dave Wyman/@davewyman/twitter.com − statista.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:03

[36ª Edição do WORLD OPEN – c/ JOHN HIGGINS (ESC) sendo o único jogador que tendo ganho já 4 X, ainda podendo alcançar (caso atinja a Final e a ganhe) a sua 5ª Vitória, distanciando-se ainda mais dos seus restantes colegas (entre os Vencedores do World Open).]

 

0_2019-Betfred-Snooker-World-Championship-Day-Sixt

Judd Trump

O “mais cotado” ainda em prova

Campeão do Mundo e Líder do RM

(do TOP 4 o único ainda em prova)

 

Cumpridas 3 (RQ+1ªR+2ªR) das 7 rondas do OPEN MUNDIAL de 2019 − as rondas a vencer para se tornar o novo detentor do Troféu (ainda nas mãos do galês MARK WILLIAMS) – são já 6 (restando 10) as baixas no TOP 16 do RM: Mark Williams/GAL (não inscrito na prova), Ronnie O’Sullivan/ING (eliminado na RQ), Neil Robertson/AUS (falta de comparência por atraso para a RQ), Shaun Murphy/ING (eliminado na 2ªR), Barry Hawkins/ING (eliminado na 2ªR) e Stephen Maguire/ESC (desistindo da 2ªR por problemas físicos). Tendo como primeira conclusão a tirar deste panorama geral (à entrada da 3ªR) – aconteça o que acontecer nesta 3ª Ronda (sendo o jogador apurado ou eliminado) – o reforço do atual Campeão do Mundo JUDD TRUMP/ING na Liderança do RM.

 

Indicando-se no quadro seguinte os 8 jogos integrando a 1ª ronda do OPEN MUNDIAL, sendo disputados (amanhã, dia 31 de Outubro) em YUSHAN (China) à melhor de 9 FRAMES (e sendo desde logo atribuído aos jogadores apurados para a 4ª ronda o prémio de 20.000£, a acrescentar aos pontos do RM):

 

WORLD OPEN

(3ª Ronda)

 

3c72216d1d3e.jpg

Akani Songsermsawad

O “menos cotado” ainda em prova

Tailandês, 24 anos, 50º RM

(melhor prestação QF do 2018 SHOOT-OUT prova de RM)

 

Jogo

J

N

RM

J

N

RM

1

Judd

Trump

ING

Joe

Perry

ING

15º

2

Michael

Holt

ING

39º

Ding

Junhui

CHI

16º

3

Mark

Selby

ING

Stuart

Bingham

ING

13º

4

Graeme

Dott

ESC

20º

John

Higgins

ESC

5

Thepchaiya Un-Nooh

TAI

30º

Akani Songsermsawad

TAI

50º

6

David

Gilbert

ING

11º

Mark

Allen

IRLN

7

Kyren

Wilson

ING

Jack

Lisowski

ING

12º

8

Allister

Carter

ING

17º

Zhou

Yuelong

CHI

34º

(J: Jogo N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

RM provisório − 30.10.2019 − Finalizada a 2ªRonda

 

Como se verifica e para os 16 jogadores sobreviventes, com o jogador de maior RM presente (na 3ªR) a ser o inglês JUDD TRUMP (1ºRM) e com o de menor RM a ser o tailandês AKANI SONGSERMSAWAD (50ºRM). E desses 16 jogadores com três deles já tendo ganho (anteriormente) a prova − Ding Junhui/CHI (1X), Mark Allen/IRLN (2X) e John Higgins/ESC (4X) – e ainda com outros 5 (1 deles repetido do caso anterior) a já terem sido Campeões do Mundo – John Higgins/ESC (4X), Mark Selby/ING (3X), Graeme Dott/ESC, Start Bingham/ING e Judd Trump/ING (todos 1X).

 

E com os QF a apresentarem os seguintes encontros (4) a disputarem-se a 1 de Novembro (ainda à melhor de 9 FRAMES): 1-2, 3-4, 5-6 e 7-8 (numa prova com transmissão EUROSPORT).

 

(imagens: PA/mirror.co.uk − elitesnooker.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:42

[E assim recuando 90 anos, desde o dia de ontem, 29.]

 

Quando será a próxima Recessão?

(pelos sinais estando ainda longe, mas provavelmente mais próxima)

 

mw-860.jpg

O CRASH da Bolsa de Nova Iorque

A 29 de Outubro do ano de 1929

(noticiado no Brooklyn Daily Eagle)

 

Recuando numa espécie de Máquina do Tempo até ao início do Século XX (1 de Janeiro de 1900) – nos EUA um período da sua história seguindo-se à Guerra Civil Americana (de 1861/1865 e totalizando entre 600.000 e 1.000.000 de vítimas mortais) − ao tempo da invenção da Lâmpada (coloca à venda em 1879), do Telefone (com a sua primeira emissão a 10 de Março de 1886) e do Automóvel (sendo 1886 o ano da comercialização do primeiro carro) − tudo criado no final do século XIX e sendo transportado para seu desenvolvimento no século XX – com os EUA de então (a partir de 1900) a transformarem-se no maior produtor industrial mundial (e do lado Europeu com o Império Britânico, o Império Alemão, o Reino de Itália e ainda a França a destacarem-se dos restantes, rivalizando com os norte-americanos), apanhando-se num 1º apeadeiro histórico a I Guerra Mundial (1914/1918), abstraindo-se de todas as motivações ou pretextos explicativos (mais falsos ou mais verdadeiros) para o seu início, decurso e fim da mesma, como que terminando “empatada” e servindo (até) de primeiro teste das armas então utilizadas e posteriormente (num futuro que seria próximo) sendo desenvolvidas e melhoradas (para a II Guerra Mundial). E chegando-se ao fim da 1ª Grande Guerra (1918 com cerca de 20.000.000 de vítimas mortais) atingindo-se o ano de 1919, precisamente situado no Tempo (no presente em 2019) há “Cem Anos no Passado”.

 

Iniciando-se então aí o período (de pouco mais de 20 anos) denominado como “Entre duas Guerras (fim da 1ª em 1918 e início da 2ª em 1939) com a Economia dos EUA e Mundial (com o fim da guerra a servir como estímulo) a estarem cada vez mais fortes (quase até ao fim da década de 20) para inesperadamente em 1929 (apesar de alguns sinais de que poderia vir aí um grave colapso económico) e sem que se estivesse preparado (ou seja, em vez de remediado, Prevenido) os EUA e o Resto do Mundo entrarem em DEPRESSÃO PROFUNDA (que o diga WALL STREET com “o seu estouro nunca visto”) − englobando toda a sua Pirâmide Social do Topo (do rico acionista, agora falido) até à sua Base (ao pobre trabalhador, agora desempregado). Crise de 1929 que persistiu por uma década (1929/1939) até á chegada da II Guerra Mundial (contabilizando na sua folha de vítimas mortais, um recorde podendo chegar perto dos 90.000.000 de indivíduos). Para a partir daí e com os EUA a pretenderem destacar-se do Resto do Mundo (expandindo-se para lá das suas fronteiras físicas e fixas) no seu desenvolvimento Económico como até Militar (aproveitando a sua vitória na II Guerra Mundial, a destruição da Europa e da Ásia e a Ameaça Vermelha – aqui com o Herói de Guerra o norte-americano TIO SAM a abandonar o seu parceiro de Luta e Herói de Guerra o soviético TIO JOE) os mesmos criarem um novo período (tendo como Inimigo Público Nº 1 a URSS) o da “GUERRA-FRIA”: estendendo-se de 1945 até ao fim da URSS em 1991 – e já em 1987 (uns pouco significativos 4 antes anos) com a CRISE a parecer querer voltar, com o conhecido índice DOW JONES a registar uma grande queda atingindo o (seu) índice mais baixo de sempre.

 

mw-1600 a.jpg

Com a queda na Bolsa de Nova Iorque

A originar a perda de imensas fortunas

(com bens vendidos ao desbarato)

 

E resolvendo-se aí o problema injetando-se na Economia e no Mercado (vantagem de ser o dono das fabulosas e imparáveis, impressoras de dólares) mais uns quantos milhões de dólares. Para além de 1929 (Grande Depressão) a 1987 (1ª Crise Económica mais preocupante) terem decorrido uns 58 anos. Chegando-se então a 2008/2009 (79 anos sobre a CRISE e 21 sobre o 1º AVISO) ano em que como todos recordarmos (pois o que se passou nos EUA se refletiu no resto do Mundo incluindo e fortemente Portugal) − e continuando pelos seguintes – a especulação imobiliária e o endividamento excessivo (público e privado, individual e coletivo) atingiria um máximo, criando um cenário preparatório muito semelhante ao de 1929, fazendo rebentar “A BOLHA” e arrastando consigo (muitos para o Abismo Final, por Definitivo) Grandes Empresas (desde empresas norte-americanas) e até Governos (um pouco por todo o Mundo) por motivo de Contaminação (de um VÍRUS tóxico, económico-financeiro-bancário e oriundo dos EUA). Safando-se o portador (criando, mas não desenvolvendo a doença) e lixando-se o contaminado (sendo-lhe transmitida e passada para ele a doença).

 

Em Portugal com a chegada da CRISE despoletada nos EUA por finais da primeira década do século XXI (2008/2009) a fazer-se sentir mais fortemente (e depois de chegada à EUROPA) pelo final da 18º Governo Constitucional do Socialista e 1º Ministro José Sócrates (depois de um 1ª mandato/17º Governo de 2005/2009 sendo reeleito e exercendo no 18º Governo de 2009/2011) − com o estrangulamento da Europa e as mãos atadas da Alemanha, em Portugal (com o PSD a ajudar à festa e a “apertar ainda mais o pescoço ao PS”) sucedendo a queda do Governo e indo-se a eleições – mas com o período que se lhe segui a ser de longe um dos piores e “verdadeiramente catastróficos” desde que se deu a Revolta do 25 de Abril (já lá vão 45 anos), coincidindo integralmente com o período do XIX Governo Constitucional do 1º Ministro Pedro Passos Coelho (2011/2015) − só sendo mesmo ultrapassado na sua “extrema crueldade social” atingindo sem dó nem piedade, sem clemência e sem o mais pequeno remorso, “os mais desprotegidos e os mais pobres” – até pela sua extrema duração e despotismo, só batido por António Oliveira Salazar – por Cavaco Silva. Ainda me recordando como em pleno “Reinado do Coelho”, saindo-se para a rua ao anoitecer nem um ruído se ouvindo (como se todos as outras “Lebres & Coelhos” estivessem mortos ou enterrados). Mergulhados como estávamos então, num Silêncio Sepulcral.

 

mw-1600.jpg

Levando à concentração de milhares de pessoas em Wall Street

De várias formas afetadas na “Terça-Feira Negra”

(de 29.10.1929)

 

Hoje (Outubro de 2019) 90 anos depois da CRISE, 32 sobre o 1º Aviso e pouco mais de 10 anos sobre a chegada aos EUA (e ao Mundo) da “BOLHA”, com as mesmas Bolhas a reaparecerem nos EUA (de novo e ameaçando extravasar fronteiras), como se ninguém tivesse aprendido (ou desejado entender) com o que sempre aconteceu (sem exceção) no passado: com o preço das casa depois de disparar ainda a continuar a aumentar (preço de aluguer e de compra) e com o endividamento das famílias e das empresas, a seguirem o mesmo caminho. Esperando-se (“aquilo que nos resta depois de votar”) para ver o que será − e dada como morta e enterrada a “Geringonça” − o período da Legislatura de 4 anos (2019/2023) agora sob a direção única do 1º ANTÓNIO COSTA (e sua Corte Privada, agora com acesso restrito) e sob os olhares do REI do “CONSENSO” MARCELO (CONSENSUAL, onde já ouvi isto?). E já agora com o culpado a não ser (acho eu) nem SÓCRATES nem TRUMP, na altura da GRANDE DEPRESSÃO (1929) e como diriam os meus alunos (já neste século, os nascidos entre 1990/2010, a Geração Z), com ambos (atrás citados) ainda não tendo nascido. Talvez como consequência (direta e/ou indiretamente e tal como diria Al Gore, aproveitando a ocasião – “e com a ocasião por vezes fazendo e revelando o ladrão − de pensamentos e de reflexão − tornando-o “único e inquestionável”) do Aquecimento Global e das Alterações Climáticas.

 

[texto de Patrícia Fonseca/VISÃO em: visao.sapo.pt/actualidade/mundo/2019-10-29-A-terca-feira-negra-que-mudou-o-mundo-ha-90-anos-veja-as-imagens-que-ficaram-para-a-Historia]

 

(texto: “espinha dorsal” inspirada no artigo de Patrícia Fonseca/A "terça-feira negra"/29.10.2019/visão.sapo.pt – imagens:  Icon Communications/Bettmann/Keystone-France/visao.sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:36

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO