Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Nov 19

Ou “Período Piromaníaco”. E recordando a “1ª Idade do Fogo” ocorrendo no período Neolítico e quando por cá andava o Homem Erectus − o antecessor do Homem Moderno – há mais de 9000 anos: com o “FOGO” criando e desenvolvendo uma “CIVILIZAÇÃO” e com o mesmo (Instrumento e mecanismo) podendo destruí-la.]

 

California Wildfires Signal the Arrival of a Planetary Fire Age

(Stephen Pyne - The Conversation/livescience.com)

 

QuwS5wHKCASXeqcg6tqF5E-650-80.jpg

Wind and flames rip through an area near Geyserville/California

During the Kincade Fire on Oct. 24, 2019

(livescience.com)

 

Has Earth entered the Pyrocene?

 

Another autumn, more fires, more refugees and incinerated homes. For California, flames have become the colors of fall.

 

Free-burning fire is the proximate provocation for the havoc, since its ember storms are engulfing landscapes. But in the hands of humans, combustion is also the deeper cause. Modern societies are burning lithic landscapes - once-living biomass now fossilized into coal, gas and oil - which is aggravating the burning of living landscapes.

 

The influence doesn't come only through climate change, although that is clearly a factor. The transition to a fossil fuel civilization also affects how people in industrial societies live on the land and what kind of fire practices they adopt.

 

Even without climate change, a serious fire problem would exist. U.S. land agencies reformed policies to reinstate good fire 40 to 50 years ago, but outside a few locales, it has not been achievable at scale.

 

What were lithic landscapes have been exhumed and no longer only underlie living ones. In effect, once released, the lithic overlies the living and the two different kinds of burning interact in ways that sometimes compete and sometimes collude. Like the power lines that have sparked so many wildfires, the two fires are crossing, with lethal consequences.

 

(continua)

 

[Artigo: Stephen Pyne − California Wildfires Signal the Arrival of a Planetary Fire Age − livescience.com/earth-has-entered-pyrocene-fire-age.html]

 

(imagem: JOSH EDELSON/AFP/Getty Images/livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:37

Confirmando o seu título de Campeão do Mundo (para além de Líder do Ranking Mundial/RM) com o inglês JUDD TRUMP a poder ser esta época o primeiro jogador a ganhar 2 provas de RM. Podendo-o contrariar (se o conseguir e se o seu adversário deixar) o tailandês Thepchaiya Un-Nooh.

 

Necessitando-se de duas “negras” nas Meias-Finais do OPEN MUNDIAL (a disputar-se na China, na sua 37ª edição e contando para o Ranking Mundial) para se apurarem os dois finalistas desta prova, dadas as prestações dos 4 jogadores envolvidos (nas MF) e podendo qualquer um deles ter atingido a Final, tendo-se aleatoriamente escolhido os dois finalistas e tendo o acaso selecionado uma preferência para tal (obtenção de privilégio): tendo para tal ter vencido, uma prova já esta época – tal se verificando apenas com JUDD TRUMP e THEPCHAIYA UN-NOOH.

 

2019 World Open

(Meia-Final)

 

MF

J

N

F

J

Foto

N

Thepchaiya Un-Nooh

TAI

0-1; 0-2; 0-3; 1-3; 1-4; 2-4; 3-4; 3-5; 4-5; 5-5

Kyren

Wilson

 

Dafabet+World+Snooker+Championship+GC6c0qdUGCZl.jp

 

 

ING

6-5

Judd

Trump

ING

1-0; 1-1; 1-2; 2-2; 3-2; 4-2; 5-2; 5-3; 5-4; 5-5

John

Higgins

 

John-Higgins-1.jpg

 

 

ESC

6-5

(MF: Meia-Final J: Jogador N: Nacionalidade F: Frames)

 

Na 1ª MF com o inglês Kyren Wilson começando muito bem chegando rapidamente aos 3-0, com o tailandês Thepchaiya Un-Nooh respondendo no 4ª frame e reduzindo para 1-3, mas deixando-se bater de novo no 5ª frame e fixando aí o resultado em 1-4. Para de seguida o tailandês “começar a arrancar” reduzindo para 3-4, “engasgando-se” no 8º frame, perdendo e parecendo condenado (resultado em 3-5), para surpreendentemente “arrancar definitivamente” vencer três partidas consecutivas e virar o resultado em seu favor para 6-5.

 

Na 2º MF com o percurso a ser um pouco diferente, mas tendo a mesma conclusão (definido na “negra”) com o encontro a ser repartido nos 4 primeiros frames (2-2) para de seguida o inglês Judd Trump vencer 3 frames consecutivos e colocar o resultado em 5-2. E com a partida praticamente decidida (afinal de contas apenas “aparentemente”) com o escocês John Higgins a “despertar” e a responder igualmente com 3 frames ganhos (consecutivos) − colocando o resultado em 5-5 – para no 11º frame a vitória cair finalmente para o inglês Judd Trump (6-5).

 

2019 World Open

(Final)

 

Foto

 

_106575812_rexfeatures_10216666ay.jpg

 

Jogador

JUDD

TRUMP

THEPCHAIYA

UN-NOOH

Nacionalidade

ING

TAI

Ranking Mundial

22º

(Ranking da Época)

(1º)

(4º)

Provas de RM

(esta época)

1 Vitória

(International Championship)

-

Provas p/ Convite (esta época)

1 Presença nos QF

(Shangai Masters)

1 Vitória

(Haining Open)

Frente-a-Frente

3 Vitórias

(4-3; 4-0; 10-9)

1 Derrota

(3-6)

1 Vitória

(6-3)

3 Derrotas

(3-4; 0-4; 9-10)

Provas RM

(total de vitórias)

12

1

Provas p/ Convite

(total de vitórias)

10

1

Campeão do Mundo

1X (2019)

-

 

Vença um ou vença o outro (ambos s/ vitórias no WO) com qualquer um dos 2 jogadores a poder vir a ser (o Vencedor e para já) o primeiro a ganhar esta época duas provas do Circuito Mundial de Snooker (com vantagem, caso vença, para o inglês vencendo 2 provas de RN), c/ Judd Trump (1ºrme) mantendo a liderança do RM (saindo vitorioso ou derrotado da Final) e c/ Thepchaiya Un-Nooh (3º/4ºrme) de momento 22ºRM caso vença (a Final) passando a 14ºRM, ou seja, passando pela 1ª vez na sua carreira como profissional a integrar o TOP 16 do RM.

 

[rme: ranking mundial da época − WO: World Open]

 

(imagens: zimbio.com − championofchampionssnooker.co.uk − REX FEATURES/ thetricolour.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:24

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO