Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

05
Nov 19

California is living America’s dystopian future

(theconversation.com)

 

The Golden State is on fire, which means that an idea of American utopia is on fire, too. (theconversation.com)

 

file-20191104-88368-1gbyizk.jpg

The Maria Fire billows above Santa Paula

California on Oct. 31

 

Utopias are the good places of our imagination, while dystopias are the places where everything goes terribly wrong, where evil triumphs and nature destroys her own. Frequently utopias and dystopias are the same place, because perfection may not be possible without someone suffering.” (theconversation.com)

 

[Artigo: The Conversation− “California is living America’s dystopian future” − (theconversation.com/california-is-living-americas-dystopian-future-126014)]

 

file-20191104-88409-u7lyde.jpg

Ronald Reagan Library during the Easy Fire, Wednesday

Oct. 30, 2019, in Simi Valley, California

 

[Um texto interessante … Falando-se da Califórnia e do seu estado “Dourado”, das interpretações particulares (envolvendo “distopias e utopias”) da escritora Ursula LeGuin (e até do realizador Roman Polanski, com o seu filme Chinatown), de outros novelistas “vendo o Golden State” como uma distopia − como o artigo “The Conversation” indica com a Califórnia constantemente a arder e/ou em seca extrema – das Alterações Climáticas (crise, origens, futuro) e até da contribuição da desregulada e caótica Rede Elétrica Norte-Americana, na sua distribuição (de energia por todo o estado) pouco se importando com o Impacto das mesmas na Natureza, infelizmente (e com evidente contribuição do Homem) contando para o efeito final previsível e catastrófico − os violentos “Incêndios Florestais” –

 

file-20180604-175451-enx1j4.jpg

Silicon Valley giants have made life so hard for locals

that residents regularly protest … including from … terrible traffic

 

Com o completo desinteresse das autoridades, não só em apurar responsabilidades por parte das Empresas (do sector), como as vindas da sua parte (por incompetência ou oportunismo). E faltando ainda da “Ecologia do Medo” tão em voga no presente nos EUA (e por contágio do “Rei para os seus vassalos e descendo até à plebe”, pelo Resto do Mundo) − com ícones eternos como Al Gore (oriundos da Elite) ou temporários como Greta Thunberg (oriunda do “fundo comum, o povo”) – do LSD (e da sua colaboração na construção do “Cenário Dourado”) e até da evolução (com “o Céu caindo-lhes em cima”) do seu Ranking de Felicidade e mesmo (como não poderia deixar de ser) de Trump. Numa luta entre distopia e utopia, ganhando sempre a primeira para muitos, extremamente lucrativa.]

 

(legendas/imagens: Noah Berger, Christian Monterossa e Richard Jacobsen/AP em theconversation.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:24

Depois da “Era dos Navegadores

e das suas “Naus & Caravelas

(século XV a XVII)

sucedendo-se − “dispensado o Homem

não a Era dos Astronautas

mas a das “Sondas Automáticas

(como “a esperança é a última coisa a morrer

esperemos que só parte do século XXI)

 

VoyagerSchematic.jpg

A passagem das sondas automáticas Voyager 1 e 2

 pela fronteira virtual do Sistema Solar

a caminho do Espaço Interestelar

 

Its official!

Voyager 2 has passed into interstellar space.

(Kerry Hebden/04.11.2019/room.eu.com)

 

Na esmagadora das vezes não indo – o HOMEM (e por cá) a lado nenhum, absorvidos como estamos em replicar e sobreviver − seja aqui, seja na selva – não tendo tempo para socializar, nem sequer para (pensar em) foder (com o nº de velhos a crescer e o nº de jovens a diminuir),

 

Com o “Acaso e a Necessidade”, que esta sociedade (por vezes) nos proporciona (em momentos de delírio e deriva), podendo-se ainda recorrer a um outro protagonista – as MÁQUINAS − para nos levar a algum lado (aqui como acolá).

 

E se na Terra de espaço limitado (o “Ponto Azul”, o Ecossistema Terrestre) o SER VIVO nada alcança, no Espaço dito infinito (Sistema Solar, Universo) o SER MECÂNICO parece não ter fronteiras – como será caso da VOYAGER 2 tal como antes a VOYAGER 1 estando já em Espaço INTERESTELAR.

 

Mais uma vez com as MÁQUINAS indo muito mais além do que “nós”, para territórios nunca (antes e talvez depois) descobertos e alcançados pelo HOMEM:

 

Num século (XXI) em que em vez de enviarmos naves espaciais “tripuladas” para o Espaço − em busca de outros mundos e tal como os nossos antepassados NAVEGADORES – lançamos na mesma direção montes de sondas automáticas (sem Alma e telecomandadas) como se no passado no mar enviássemos (p/ a senda das Descobertas) apenas as Naus e Caravelas (sem os respetivos marinheiros).

 

Depois da sonda automática Voyager 1 ter abandonado (ultrapassando a sua fronteira virtual) o Sistema Solar – indicando na distância ao Sol 121,6 UA (agora nas 147 UA) − entrando no Espaço Interestelar (no ano de 2012), agora com o mesmo feito a ser atribuído à sonda Voyager 2 cumprindo essa passagem (fronteiriça) em Novembro de 2018 (seis anos depois da V1) a 119 UA (agora a 122 UA).

 

E entre outras informações retiradas desta longa viagem iniciada em 1977 (há 42 anos) e já com a sonda automática Voyager 1 em falta (de comunicações não de movimentação, pelo menos enquanto houver energia), confirmando-se o que já se suspeitava com o afastamento progressivo do Sol e o abandono do Sistema Solar (à medida que a sonda ia avançando pelo Espaço) − perda da influência do SOL – com os índices de intensidade dos Raios Solares a diminuírem (rápida e drasticamente) e com os dos Raios Cósmicos a aumentarem (substituindo na sua influência e até à sua totalidade os primeiros) na mesma proporção.

 

Seja nave tripulada ou sonda automática e olhando para exemplos como o da Exploração da Lua (suspensa já lá vai quase meio século), prevendo-se para uma nova Expedição (semelhante às das Voyager) no mínimo mais 1 a 2 gerações: e nem no próximo século (XXII, continuando-se com o mesmo tipo de raciocinio e de intervenção) passando-se à tão desejada etapa das Viagens Interestelares.

 

(imagem: Krimigis et al, 2019/room.eu.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:06

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO