Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Fev 20

Desenrolando-se desta segunda-feira a domingo (24 fevereiro/1 março) a 14ª prova de Ranking Mundial (RM) − de um total de 16 antecedendo o Mundial (18 abril/4 maio) – integrando o Circuito Mundial de Snooker (época 2019/20),

 

juddtrump.jpg

“With great chances to become

the next Super Man of the Snooker Kingdom,

here's JUDD TRUMP”

Atual Campeão do Mundo, Líder do Ranking Mundial,

Líder do Ranking Mundial da Época (2019/20) e

jogador tendo ganho mais provas de RM (esta mesma época, 4)

 

Com o Top 16 do Ranking Mundial desta época (numa tabela concretizada a partir das 13 provas, entretanto já disputadas) a lutar pela conquista do troféu atualmente nas mãos do inglês Ronnie O’Sullivan: detentor do troféu afastado desta prova (e da possibilidade de revalidar o troféu) − de 16º passando a 18º no ranking da época − ao ser ultrapassado pelo chinês Zhou Yuelong (passando a 17º do ranking da época) e pelo inglês Michael Holt (passando a 16º) − respetivamente finalista vencido e vencedor do SHOOT-OUT. E assim abrindo as portas como 16º do Ranking Mundial da Época a Michael Holt.

 

Com a 1ª ronda do CORAL PLAYERS CHAMPIONSHIP a desenrolar-se durante três dias (24, 25 e 26) apresentando o quadro seguinte (de encontros) – em jogos disputados à melhor de 11 frames:

 

D

J

N

RE

(RM)

J

N

RE

(RM)

24

Ding Junhui

CHI

(10º)

Stephen Maguire

ESC

12º

(15º)

24

Mark Selby

ING

(4º)

Mark J Williams

GAL

13º

(3º)

25

Judd Trump

ING

(1º)

Michael

Holt

ING

16º

(26º)

25

John Higgins

ESC

(5º)

Graeme

Dott

ESC

(21º)

25

Neil Robertson

AUS

(2º)

Joe

Perry

ING

14º

(17º)

25

Yan Bingtao

CHI

(19º)

Kyren

Wilson

ING

11º

(8º)

26

Mark Allen

IRLN

(6º)

Thepchaiya Un-Nooh

TAI

10º

(20º)

26

Shaun Murphy

ING

(9º)

David B Gilbert

ING

15º

(11º)

(D: Dia J: Jogador N: Nacionalidade RE: Ranking Época RM: Ranking Mundial)

 

Uma prova de RM atribuindo ao vencedor 125.000£ e ao finalista vencido 50.000£ (convertidos em pontos para o RM)  e tendo de momento como principais interessados − com todos os jogadores pretendendo antes do início do Mundial integrar o TOP 16 do RM, de modo a assim evitarem as (cansativas e por vezes aleatórias) rondas de qualificação – até por estarem de um lado ou do outro da fronteira (acima ou abaixo do 16º lugar), Maguire, Perry, Bingtao, Un-Nooh, Dott e até Holt.

 

E dos 16 jogadores presentes com 5 já tendo ganho a prova (na sua 10ª edição) 1 vez, sendo eles Murphy/2011, Junhui/2013, Perry/2015, Allen/2016 e Trump/2017; e com 7 deles a já terem ganho provas de RM esta época, sendo eles Trump (4), Murphy (2), Robertson (2), Selby (2), Bingtao (1), Junhui (1) e Holt (1).

 

Coral Players Championship com transmissão no canal Eurosport. Depois só a 11 de março com o início do OPEN de GIBRALTAR (11/15 março).

 

(legenda/inglês e imagem: snookermylove.blogspot.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:59

Analisando as informações fornecidos pela JOHNS HOPKINS CSSE sobre os dados globais do surto epidémico do novo coronavírus COVID-19 − registados a 24 de fevereiro de 2020 – ficando-se desde logo a saber (pela tabela seguinte):

 

960x0.jpg

 

Casos

Total

China

Resto do Mundo

Europa

%

%

%

Confirmados

79524

77150

97,01

2374

2,99

278

0,35

Mortes

2627

2593

98,71

34

1,29

5

0,19

Recuperados

25180

24943

99,06

237

0,94

35

0,14

Covid-19

24.02.2020 − 02:13:11

Johns Hopkins CSSE

(gisanddata.maps.arcgis.com)

 

Para além do nº de vítimas mortais já ter ultrapassado os dois milhares e meio de pessoas (esmagadoramente da China continental) – num surto-epidémico prestes a entrar no 3º mês (jan./fev./mar.) – com a taxa de mortalidade do COVID-19 a ultrapassar os 3% (3,3) e com a taxa de recuperação a andar acima de 30% (31,7).

 

E se na China − bem ou mal aplicadas pelas autoridades as medidas tomadas contra a evolução do vírus COVID-19 − a situação parece aparentemente querer começar a melhorar com um decrescimento no número de contágios/vítimas mortais, esperando-se para ver o que acontecerá no Resto do Mundo e particularmente na EUROPA (onde se situa Portugal) nos dias que se seguem:

 

No Resto do Mundo com o IRÃO a registar já 12 vítimas mortais (Coreia do Sul, 8) e na Europa com a ITÁLIA a registar 5 vítimas mortais (França, 1) – em Portugal e para já apenas com um caso confirmado (e hospitalizado/em tratamento).

 

(imagem: Getty/forbes.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:41

Nem sequer com 3% dos delegados atribuídos (mas sendo desde já uma indicação) e com todos (os oito candidatos à nomeação DEM) aguardando o fim da próxima SUPER TERÇA-FEIRA − já com mais de 1/3 dos delegados distribuídos para decidirem as suas vidas: continuando ou desistindo.

 

nevada-caucus.jpg

Sobreviventes pelo menos até 3 de março

Biden, Bloomberg, Buttigieg, Gabbard,

Klobuchar, Sanders, Steyer e Warren

(de cima p/ baixo e da esquerda p/ a direita)

 

E realizadas as três primeiras votações tendo como objetivo a escolha do candidato à nomeação DEMOCRATA às PRESIDENCIAIS EUA 2020 (a realizar-se a 3 de novembro deste ano),

 

Com o candidato BERNIE SANDERS a vencer pela 3ª vez consecutiva no voto popular (apesar de 2º e 1º exe quo no número de delegados, nas duas primeiras votações) obtendo igualmente (e pela 1ª vez) o maior número de delegados:

 

Tomando a dianteira no número de delegados eleitos (Sanders c/ 39 deixando o mais próximo Buttigieg c/ 25 e com a contagem do Nevada ainda incompleta, faltando ainda 9 delegados),

 

Apesar de até ao momento apenas terem sido distribuídos 101 delegados (+29 SUPERDELEGADOS, num total de 130)

 

E entre a Carolina do Sul (fevereiro, 29) e a SUPER TERÇA-FEIRA (março, 3) sendo eleitos outros 1.398 (e falando apenas de delegados eleitos, pondo de lado os SUPERDELEGADOS)

 

− Num total para a CONVENÇÃO DEM de 3.979 (e mais 771 SUPERDELEGADOS totalizando 4.750).

 

Ponto de situação no número de Delegados à Convenção DEM

(24.02.2020 − 13:00 Lisboa)

 

F

(milhões de dólares)

C

Iowa

New Hampshire

Nevada

(incompleto)

T

(incompleto)

DE

DNE

DE

DNE

%

DE

DNE

DE

DNE

120,9

Sanders

12

8

p/d

9

9

p/d

35

18

12

p/d

39

29

p/d

82,3

Buttugieg

14

9

15

2

25

69,8

Biden

6

-

16

7

13

81,5

Warren

8

-

16

-

8

30,8

Klobuchar

1

6

8

-

7

270,7

Steyer

-

-

8

-

-

11,1

Gabbard

-

-

2

-

-

463,7

Blommberg

-

-

-

-

-

2,6% de Delegados (DE+DNE) atribuídos

(F: Financiamento/até 31.01.2020 C: Candidato T: Total DE: Delegados Eleitos

DNE: Delegados Não Eleitos %: Sondagem p/d: por distribuir)

Sondagem: Data for Progress/22.02.2020/RCP/realclearpolitics.com

*9 Delegados ainda por distribuir no Nevada*

 

inspired-2016-03-gabbard-sanders-main.jpg

Os candidatos-comunistas segundo Hillary Clinton

Gabbard apoiando Sanders nas primárias de 2016

(e segundo a mesma ao demitir-se de vice do DNC para poder apoiar Sanders,

arriscando a sua carreira política ao não apoiar a candidata oficial do partido Hillary)

 

Ou seja, e falando apenas de delegados eleitos tendo sido distribuídos 101 (2,5%) e ficando-se na próxima SUPER TERÇA-FEIRA com 1.449 (36,4%), faltando, pois, outros 2.530 (63,6%).

 

Pelo que até 3 de março ninguém mais (dos 7 sobreviventes e do paraquedista) desistirá, ficando pacientemente a aguardar os resultados e esperando que algum dos outros desista (antes dele).

 

E se todos parecem querer atirar o atual Camisola Amarela Sanders para fora da corrida (se necessário e se o DNC quiser,  até mudando-se as regras), “postos de lado o apoiado por Putin (Sanders) e o agente do mesmo (Gabbard)(segundo afirmações de Hillary), formando-se já e potencialmente dois blocos para se enfrentarem entre si e lutarem pela nomeação DEM:

 

Dispensados Sanders/Gabbard (mais à esquerda, os socialistas/comunistas), tendo-se de um lado o Bloco BLOOMBERG/Biden/Klobuchar (mais à direita) e do outro o Bloco WARREN/Buttigeg/Steyer (mais ao centro).

 

(imagens: heavy.com e glamour.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:03

[Entre Animais & Plantas, Irracionais & Racionais, Partilhando este Maravilhoso e Único Ecossistema – e fazendo parte de Um Organismo Vivo ainda Maior, o Universo.]

 

d23d9e7a378640d1c788d25056eb3f40.jpg

 

Agora que como ocidentais (ainda-por-cima da parte mais civilizada e desenvolvida, a do hemisfério norte) e católico-romanos (adeptos de uma igreja com 2020 anos, seguindo os ensinamentos de Jesus e de Maria e tendo como seu representante atual e 266º iniciando-se com Pedro, o Papa Francisco) festejamos o CARNAVAL (período de tempo antes da preparação da Páscoa a Quaresma, geralmente caindo pelo fim de fevereiro/início de Março e este ano comemorando-se esta terça-feira 25), utilizando sobre a máscara que utilizamos sistemática e ciclicamente durante todo um ano da nossa vida (364 ou 365 dias se o ano for bissexto) e durante um único dia, uma outra máscara bem diferenciada sendo Carnaval ninguém da hierarquia político-religiosa (a dupla que ainda nos domina) levando a mal – revelando de uma forma sem consequências (a parte negativa) mas libertadora (a parte positiva) algo daquilo que desejaríamos ter sido na vida (quando sonhávamos como crianças irresponsáveis) mas por qualquer tipo de motivo (ou mais corretamente, por imposição integradora) nunca o tendo alcançado,

 

Em Albufeira com “o ponto alto do programa a ir para o Carnaval de Paderne de 23/25 de fevereiro − tema “Viajando pelo Mundo” − um dos festejos mais tradicionais do Algarve, este ano celebrando a sua 32ª edição

 

Sendo dentro do que já é habitual e até para não fugirmos muito à monotonia repetitiva que acompanha os nossos gestos e comportamentos quotidianos (ou seja, não nos excedermos, pensando estarmos noutro nível), sermos sujeitos a vários tipos de informação oriundos dos mais diversos pontos do planeta: e com muitos dos seus temas a poderem ser de alguma forma (ou feitio) integrados nestes festejos cristãos, pagãos, da Quadra Carnavalesca. E neste mesmo cenário (de divulgação global e torrente informativa) inserido no ENTRUDO (com os seus carros alegóricos e figurantes), incluindo no cortejo pássaros, peixes, gafanhotos e percevejos, castores (ou primos, não me lembro bem) e até o covid-19 (alternando com estes e se necessário introduzindo seres c/ psique como os “deploráveis”) − colocando-os aí uma questão existencial especialmente para o Homem e para a sua visão do mundo antropocentrista (em que somos o centro e os definidores do conjunto), sobre o limite animal considerado ou não irracional, ou seja, se equiparado connosco por dotado de PSIQUE.

 

(1) Pássaros, (2) peixes, (3) gafanhotos e (4) percevejos, (5) castores (ou primos), (6) covid-19 e até (7) deploráveis, (8) entre outros, tendo ou não essa intenção e talvez mesmo por obrigação (mais uma na integração), passando todos eles por esta Quadra Carnavalesca numa mista organolética Sagrada & Profana.

 

GettyImages-200165159-001.jpg

 

E num embate de psiques envolvendo todo o “Mundo Mineral & Animal” constituindo e dando forma  − Movimento e Vida − a este Ecossistema Terrestre (que tudo e todos partilhamos) onde agora sobrevivemos, mesmo no discurso do Homem e do seu guia antropocentrista posto perante situações tão simples de explicar e de justificar (comuns em todos os dias), deixando-nos pela falta de lógica das opiniões expostas e aí projetadas e  da total falta de conteúdo (não podendo limitar-se ao “conduto”) da informação nesse espaço então fornecida, com uns certos laivos de dúvida sobre de quem a psique seria mesmo exclusiva: ou seja, quem teria psique (e o demonstrasse) ou não, no mínimo fazendo-o entre os animais (já que até dizem que “as flores e as plantas pensam”) uns ditos racionais (o Homem, dito pelo Homem) e outros denominados irracionais (os restantes animais, assim definidos pelo Homem).

 

Desde (1) ouvirmos um político português (racional) apesar da construção de um aeroporto sobre uma zona aparentemente protegida e habitado por milhares e milhares de pássaros, afirmar que a segurança dessas aves estaria sempre garantida até por iniciativa das próprias (irracionais) “não sendo estupidas e vendo os aviões, afastando-se da zona e adaptando-se à situação, mudança o seu local de pouso e domicílio habitual”; passando (2) por um responsável e porta-voz do atual presidente do Brasil (racional) numa interpretação feita na presença do mesmo, face a um extenso derrame de petróleo na costa brasileira e nas consequências que tal poluição traria para a vida marinha local, afirmando até para tranquilidade da população pesqueira que “não sendo o peixe (irracional) nada estúpido, facilmente repararia nas manchas na água, reagiria de imediato ao perigo e fugiria”; para já não falar em (3) gafanhotos (irracionais estendendo a sua praga ao Quénia/Tanzânia/Uganda) e (4) percevejos (irracionais invadindo e parasitando as cama de Paris) em duas ações que poderíamos afirmar mostrar aquisição de informação, aplicação e organização de processos (nem que num número limitado, mas nesse espaço/tempo considerado suficiente), suficientes para cumprirem com êxito uma determinada missão, não individual mas coletiva e variando (como acontece em todo o Universo com a Evolução) entre o caos e a ordem, sugerindo presença de psique (racionais); e incluindo, numa mistura um pouco louca e potencialmente explosiva de racionalidade e de irracionalidade (pelos vistos podendo haver ligações estreitas entre ambas, que para já não queremos ver ou não conhecemos), ainda (5) os castores (ou primos), (6) o covid-19 e já agora (7) os deploráveis e (8) os outros – com os castores (ou primos) a estarem ao serviço dos políticos e militares russos, logo tendo estes animais psique, com o covid-19 a ser um produto artificial de origem chinesa transmitido e obtido a partir do morcego e agora secretamente testado pelo Homem no Homem, logo não tendo este psique, e com os “deploráveis (tal como nos poderíamos referir aos outros) − estando entre o ter psique e ser desprovida dela – nem sequer sendo caso de falar mais disso, fazendo-nos logo lembrar Hillary, como ela tratou os norte-americanos e como estes lhe responderam − no final de 2016 em vez dela optando por Trump. Lançando-nos num estado de irracionalidade (cada vez mais brutal e vinda de todos os lados) já durando há 4 anos.

 

No meio do Carnaval, no meio de muitas mais máscaras.

 

(imagens: osabio.com.br −  John Lund/lonelyplanet.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:18

A única prova de Ranking Mundial integrando o Circuito Mundial de Snooker (desde 2017 por decisão maioritária dos jogadores) e sendo disputada num único frame − vencendo o jogo quem vencer esse frame.

 

SHOOT-OUT

(Final)

MICHAEL HOLT/ING 64

Zhou Yuelong/CHI – 1

 

Michael_Holt_and_Maike_Kesseler_at_Snooker_German_

Michael Holt

ING/26ºRM

Vencedor do Shoot-Out

(depois de finalista vencido na edição anterior)

Na imagem no Masters da Alemanha de 2015

 

Iniciada na passada quinta-feira (20 de fevereiro) a 13ª prova de Ranking Mundial (RM) época 2019/20 (ficando a faltar 3 provas de RM, antes da realização do Campeonato do Mundo) – o SHOOT-OUT na sua 11ª edição – com a presença de 128 jogadores, após seis rondas eliminatórias e apenas 126 frames disputados (como exemplo a final do Campeonato do Mundo disputa-se à melhor de 35 frames ou seja quase 28% do total de frames do Shoot-Out) realizou-se este domingo (23 de fevereiro) a final.

 

Sendo este o quadro dos Quartos-Final (QF) e das Meias-Finais (MF) disputadas, dando acesso à final:

 

SHOOT-OUT

(QF e MF)

 

Fase

J

N

F

J

N

QF1

Zhou

Yuelong

CHI

38-18

Mei

Xiwen

CHI

QF2

Michael

Holt

ING

19-6

Ben

Woollaston

ING

QF3

Haotian

CHI

45-33

Anthony

McGill

ESC

QF4

Yan

Bingtao

CHI

35-9

Anthony Hamilton

ING

Fase

J

N

F

J

N

MF1

Michael

Holt

ING

59-16

Yan

Bingtao

CHI

MF2

Zhou

Yuelong

CHI

44-33

Haotian

CHI

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame)

 

E proporcionando a final seguinte, atribuindo ao vencedor um prémio de 50.000£ e ao finalista vencido um prémio de 20.000£ (presença nas MF 8.000£ e presença nos QF 4.000£) – convertidos em pontos para o RM:

 

SHOOT-OUT

(Final)

 

Fase

J

N

RM

F

J

N

RM

Final

Michael

Holt

ING

26º

64-1

Zhou

Yuelong

CHI

22º

Currículo

(esta época)

1 Vitória em prova de RM

(Shoot-Out)

2X Finalista vencido em prova de RM

(European Masters e Shoot-Out)

 

Com a próxima prova de RM (a 14ª da época) a iniciar-se já esta segunda-feira (24 de fevereiro) com a disputa do CORAL PLAYERS CHAMPIONSHIPS (na sua 10ª edição e com o detentor do troféu a ser Ronnie O’Sullivan, o único jogador a ganhar por 2X o troféu), competição aberta unicamente aos 16 melhores jogadores no Ranking de provas unicamente disputadas esta época (ou seja, ao Top 16 do Ranking da Época e incluindo o Shoot-Out, num total de 13 provas). Sendo este o Top 16 selecionado (e apenas confirmado, após a conclusão do Shoot-Out): Judd Trump, Shaun Murphy, Neil Robertson, Mark Selby, Ding Junhui, Mark Allen, Yan Bingtao, John Higgins, Graeme Dott, Thepchaiya Un-Nooh, Kyren Wilson, Stephen Maguire, Mark Williams, Joe Perry, David Gilbert e … Michael Holt, com a sua vitória no Shoot-Out despachando Zhou Yuelong e Ronnie O'Sullivan (os outros dois candidatos) para fora do Coral Players Championship (reservada aos melhores 16 jogadores das provas da época e de RM, até aí realizadas).

 

[Coral Players Championships com transmissão Eurosport de 24 de fevereiro a 1 de março (e atribuindo ao vencedor um prémio de 125.000£/ao derrotado 50.000£).]

 

(imagem: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:41

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO