Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

01
Mar 20

A duas provas de Ranking da realização da fase final do Campeonato do Mundo de Snooker (18 abril/4 maio)

 

Trump-pic-1325x883.jpg

Judd Trump

Campeão do Mundo de 2019

(Crucible Theatre)

 

No Crucible Theatre, localizado na cidade inglesa de Sheffield

 

Tendo-se concluído hoje a 10ª edição da prova “Players Championship” com a vitória na final (em duas sessões e à melhor de 19 frames) do inglês JUDD TRUMP (The Ace In The Pack): atual Campeão do Mundo, Líder do Ranking Mundial, líder do Ranking da Época e agora, tornando-se (um record) no primeiro jogados a vencer 5 provas de Ranking Mundial (RM) numa só época – e um sucessor com  potencial eventualmente podendo suceder (faltando a confirmação com a conquista de outras provas de RM e Campeonatos do Mundo) a Ronnie O’Sullivan (The Rocket).

 

Coral Players Championship

Final

J/N/RM

F

J/N/RM

JUDD TRUMP

cf5ce6e8-2c66-4a6c-a37c-f53bf5afa53c.jpg

 

ING

 

1ºRM

 

1ª Sessão:

 

1-0; 1-1; 2-1; 3-1;

4-1; 5-1; 6-1; 6-2

 

2ª Sessão

 

6-3; 6-4; 7-4; 8-4;

9-4; 10-4

 

YAN BINGTAO

0013c153-800.jpg

 

CHI

 

16ºRM

 

Reultado Final

10-4

Resultado Final

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frames)

 

Judd Trump (já depois da gloriosa vitória nas MF e na negra por 6-5, depois de estar a perder por 3-5 c/ Maguire) vencendo na final o seu adversário Yan Bingtao por 10-4 (aguentando até aos 6-4 para de seguida, perder os quatro frame finais) e acrescentando à sua liderança (agora ainda mais reforçada) um prémio de 125.000£ (pontos para o RM); e por seu lado com o finalista vencido  (Bingtao) a ganhar 50.000£, entrando no Top 16 do RM (16º).

 

Ficando a restar antes do Mundial o Open de Gibraltar (aberto, c/ prémio p/ o vencedor 50.000£) e a Coral Tour Championship (fechado aos Top 8 do Ranking da Época, c/ prémio p/ o vencedor 150.000£), com alguns jogadores – como por exemplo Joe Perry (17ºRM) e Allister Carter (18ºRM) − lutando ainda por integrar o TOP 16 do RM de modo a terem acesso direto e a evitarem as Qualificações (para a fase final) do Mundial 2020.

 

E com as transmissões televisivas a regressarem (via EUROSPORT) com o OPEN de GIBRALTAR (de 11/15 março), seguindo-se depois o Mundial (com final marcada para 8 de maio) e sem transmissão do Coral Tour Championship (17/22 março).

 

(imagens: wst.tv − sportinglife.com – rte.ie)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:10

Não havendo mais notícias a dar e tendo o Espaço como tema − seja do lado público ou do lado privado − limitando-nos a observar (e a citar) subtemas de relativa (pouca) importância. Conclusão: não havendo financiamento, nada surgindo de novo, parando a evolução.

 

minimoon-TARcropcln-CC.jpg

Um ponto central brilhando

Não sendo uma imagem distante de um qualquer planeta

(como poderia ser o "Pálido Ponto Azul" de Carl Sagan)

mas um registo próximo de mais uma lua temporária da Terra

 

[Num registo de vídeo acompanhando no centro da imagem o movimento de 2020 CD3 (a pequena lua da Terra) e dando aos objetos  em redor (estrelas) o aspeto de traços brilhantes e bem coloridos.]

 

Impossibilitados de a observar em direto (não se realizando desde o início dos anos 70 do século passado, voos espaciais tripulados) e para tal e à falta de dinheiro (para “outras coisas”) recorrendo ao que se tem mais à mão (telescópios instalados na Terra, tendo a atmosfera terrestre à sua frente), com um grupo de astrónomos a detetar nas proximidades do nosso planeta e orbitando-o a uma determinada distância, um objeto desconhecido em princípio rochoso (como poderia ser algo de artificial produzido pelo Homem), de facto um outro satélite − natural − de tamanho reduzidíssimo e orbitando-nos tal como a LUA. E tal como acontecerá com a LUA com o decorrer do tempo um dia libertando-se dela e começando a afastar-se da Terra, com este pequeno objeto agora denominado como 2020 CD3 e tornando-se de momento numa “segunda Lua da Terra” e tal como sucedido com outros objetos semelhantes começando igualmente a afastar-se muito mais rapidamente e (podendo até retornar) a perder-se no Espaço.

 

(imagem: Observatório Gemini/Maunakea no Havaii/gemini.edu)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:13

Com a boa notícia sobre a evolução do COVID-19 a ser uma aparente descida na intensidade do contágio/infeção a nível global (certamente aí entrando, o esforço e a contribuição para tal da China), manifestando-se os primeiros sinais de que o vírus já terá atingido o seu pico máximo de atividade. Faltando apenas ver como nós os Ocidentais nos comportaremos, agora que o COVID-19 já anda por cá.

 

Sábado 3 de março com os casos globais do coronavírus COVID-19 a registarem a nível global (por volta das 14:30) 86.992 infetados, 2.979 vítimas mortais (pouco mais de 3%) e 42.618 (cerca de 49%) recuperados.

 

Screenshot_2020-03-01 Coronavirus COVID-19 (2019-n

Coronavirus COVID-19 Global Cases by Johns Hopkins CSSE

01.03.2020 14.33:17

 

Para além óbvia da CHINA (liderando todos os parâmetros, logo e felizmente incluindo o das recuperações) entre os países com maior nº de infetados destacando-se a COREIA DO SUL (3.526), a ITÁLIA (1.128) e o IRÃO (593), entre os países com o maior nº de vítimas mortais o IRÃO (43), a ITÁLIA (29) e a COREIA DO SUL (17) e entre os países com maior nº de infetados recuperados o IRÃO (123), SINGAPURA (72) e ITÁLIA (46).

 

Com o caso mais preocupante (para Portugal) até pela proximidade e situando-se na Europa, a ser o caso da ITÁLIA − mas nunca se descurando outros casos a surgir como na Alemanha, em França (c/ 2 mortes já confirmadas) e até em Espanha.

 

Com Portugal ainda a zeros (em casos confirmados, logo em vítimas mortais).

 

(imagem: gisanddata.maps.arcgis.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:32

Staring into a Pit

(ESP_063262_1755)

Ross A. Beyer 21 February 2020

 

ESP_063262_1755.jpg

Superfície de Marte

Imagem antes e depois de realçado o brilho no interior do buraco

(NASA/JPL/UArizona)

 

This observation was meant to examine a pit identified in a Context Camera image to see if HiRISE could resolve any details inside. In this cutout, we see the “normal” view of the HiRISE image on the left, while the right shows what happens when we try to “enhance” the brightness of the pixels in the pit.

 

Fortunately, HiRISE is sensitive enough to actually see things in this otherwise dark pit. Since HiRISE turned by almost 30 degrees to capture this image, we can see the rough eastern wall of the pit. The floor of the pit appears to be smooth sand and slopes down to the southeast. The hope was to determine if this was an isolated pit, or if it was a skylight into a tunnel, much like skylights in the lava tubes of Hawai’i. We can’t obviously see any tunnels in the visible walls, but they could be in the other walls that aren’t visible.

 

(texto/inglês: Ross A. Beyer/UAHiRISE − imagem: uahirise.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:45

[Com um total de 15 eleições indicando mais 1.600 delegados, entre eleitos e superdelegados (não eleitos, indicados).]

 

01B  montaje .jpg

Sanders, Biden ou Bloomberg

(um deles a ser o nomeado como candidato DEM às Presidenciais de 2020

e adversário do atual presidente e candidato REP Trump)

 

Surpreendentemente e quando todos já o consideravam como MORTO (de 3º a 26 delegados, passando a 2º a apenas 6) − como o seu coveiro e sucessor BLOOMBERG, a apresentar-se  ainda antes do seu funeral (que em princípio seria ontem, nem chegando a terça-feira) – eis que BIDEN renasce (com a estrondosa vitória na Carolina do Sul), não se sabendo no entanto se ainda VIVO ou então se como ZOMBIE.

 

Iowa (Buttigieg)+New Hampshire (Sanders)

Nevada (Sanders)+Carolina do Sul (Biden)

Super Terça-Feira

 

P

C

DE

%

DNE

DE+DNE

Concluídas mais 15 eleições,  com 38% dos delegados

DE+DNE já

escolhidos

(1.793)

SN (%)

1

Sanders

60

39

38

por

distribuir

155+38

=

193

(4%

do

total)

29,6

2

Biden

54

35

18,8

3

Buttigieg

26

17

11,0

4

Warren

8

5

11,8

5

Klobuchar

7

4

4,0

6

Steyer

0

0

2,6

7

Gabbard

0

0

1,4

8

Bloomberg

-

-

16,4

(P: Posição C: Candidato DE: Delegados Eleitos

DNE: Delegados Não Eleitos SN: Sondagem Nacional)

SN: Média RCP 28.02.2020

 

Disputados os quatro primeiros momentos eleitorais (2 Caucus e 2 Primárias) e distribuídos (entre DE e DNE) um total de 193 delegados (4% do total), dos 8 candidatos à nomeação DEM e após a saída dos resultados da Carolina do Sul com um deles a anunciar já a sua desistência: Steyer, por sinal o segundo candidato a mais ter investido na campanha (com 270 milhões de dólares, ficando atrás de Bloomberg com 460 milhões e à frente de Sanders com 121 milhões) não tendo até ao final do dia de ontem (e na totalidade) eleito nenhum delegado (com Gabbard sendo a que menos investiu c/ apenas 11 milhões de dólares e não tendo igualmente eleito nenhum delegado, provavelmente a seguir o mesmo caminho, apenas esperando pelos resultados da Super Terça-Feira, 3 de março). E pelo que se perceciona desde já sobre a força de cada candidato a partir do próximo dia 3 (terça-feira), com a disputa a poder resumir-se entre os dois candidatos SANDERS e BIDEN, com BLOOMBERG (para já com um papel indefinido/incerto, dada a presença do “ainda vivo-nada morto” BIDEN) logo ali ao lado: seguindo o seu caminho mais cedo ou mais tarde o restante trio − desistindo e dando o apoio a outro candidato ainda na corrida − composto por Buttigieg, Warren e Klobuchar.

 

E de um lado (DEM) ficando o candidato oficial BIDEN, do outro o candidato rebelde SANDERS e no meio, para o que der e vier e como pneu sobresselente oficial, o candidato multimilionário BLOOMBERG, em última instância o único capaz de derrotar o milionário TRUMP (REP) − ou não fosse Bloomberg mais milionário que Trump, tendo até agora investido mais de 500 milhões de dólares da sua fortuna pessoal: no fundo investindo em si próprio mas mesmo assim e com a colaboração preciosa (paga) dos Média, montando em torno dele um ambiente de mistério e de suspense, mas que tendo dinheiro, acabando por poder convencer o povo do seu (Bloomberg) possível sucesso (se o povo se compadecer e comparecer por ele, pensando fazê-lo igualmente por si próprio) e podendo-o levar a votar (nele). Revelando-nos nas suas ações/intenções o “saco de gatos” em que se tornou o partido Democrata (oriundo da Era Clinton e pelos vistos ainda se lhe mantendo fiel).

 

(imagem: elnuevosiglo.com.co)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:38

Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO