Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Mar 20

Mapa dos casos globais do coronavírus Covid-19, ao fim do dia desta segunda-feira (2 de março). Baseado em dados Johns Hopkins CSSE.

 

Screenshot_2020-03-02 Coronavirus COVID-19 (2019-n

Com o primeiro contacto confirmado com o Covid-19 em Portugal

a registar já dois casos confirmados de pessoas infetadas

(02.03.2020)

 

P

C

I (Nº)

VM (Nº)

VM (%)

R (Nº)

R (%)

Total

90.306

3.085

3,4

45.581

50,5

China

Ásia

80.026

2.922

3,7

44.789

56,0

Coreia Sul

4.335

28

0,6

30

0,7

Irão

1.501

66

4,4

291

19,4

Japão

274

6

2.2

32

11,7

Singapura

108

0

0,0

78

72,2

EUA

América

101

6

5,9

7

6,9

Itália

Europa

2.036

52

2,6

149

7,3

França

191

3

1,6

12

6,3

Alemanha

159

0

0,0

16

10,1

Espanha

120

0

0,0

2

1,7

Portugal

2

0

0,0

0

0,0

(P: País I: Infetados VM: Vítimas Mortais R: Recuperados)

Coronavirus COVID-19 Global Cases by Johns Hopkins CSSE

02.03.2020 20:43:02

 

Com Portugal a estrear-se no mapa e com dois casos já confirmados (para já s/vítimas mortais e s/ recuperados). Destacando-se pelo nº de vítimas mortais e para além da China (94,7% do total), o Irão (2,1% do total), a Itália (1,7% do total) e a Coreia do Sul (0,8% do total).

 

(imagem: gisanddata.maps.arcgis.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:58

E eis que chegados a 3 de março com a realização da SUPER TERÇA-FEIRA das primárias Democratas de 2020 − elegendo 1344 delegados e distribuindo 256 SUPERDELEGADOS (num total de 1.600 delegados à Convenção DEM) – dos cerca de vinte candidatos iniciais, reduzidos logo a metade no arranque das PRIMÁRIAS/CAUCUS, restando apenas 5:

 

Screenshot_2020-03-02 Elizabeth Warren Grills Mike

Candidatos DEM

Bloomberg, Warren, Sanders e Biden

(incluídos nos debates)

 

Depois das desistências de Bennet, Yang, Steyer, Klobuchar e Buttigieg ficando ainda na corrida, SANDERS, BIDEN, WARREN e GABBARD (já tendo participado nas 4 votações anteriores) e BLOOMBERG (estreando-se nesta terça-feira). Destes cinco resistentes e face aos resultados anteriormente obtidos (que como já vimos levaram a vários abandonos), não havendo uma reviravolta (nas votações) com as candidatas Warren e Gabbard a estarem condenadas (as duas últimas mulheres na corrida) e com os três candidatos efetivos a sairem do trio SANDERS/BIDEN/BLOOMBERG: de um lado tendo o Velho-Rebelde-Comunista Sanders (linha não oficial DEM), do outro o Velho-Tradicional-Conservador Biden (linha oficial DEM) e no meio (como prevenção DNC, no caso de se confirmar o pior cenário, Sanders “levar a sua avante”) o Velho-Multimilionário-Liberal Bloomberg (Última Arma DEM), talvez a melhor forma (olhando-se para um espelho) de derrotar outro multimilionário (perceba-se Trump) – “Espelho Meu, Espelho Meu, Quem é Melhor do que Eu?”

 

SUPER TERÇA-FEIRA

março, 3

(5 Estados mais significativos)

 

Candidatos

C

T

CN

V

M

Sanders

34,7

30,3

23,4

28,0

24,0

Biden

18,0

24,3

25,6

19,0

11,0

Warren

15,3

14,7

11,0

17,0

22,0

Gabbard

1,7

1,3

1,0

1,0

1,0

Bloomberg

13,0

16,7

16,0

17,0

13,0

DE (DNE)

415 (79)

228 (33)

110 (12)

99 (25)

91 (23)

5 Primárias responsáveis pela eleição de 1.115 (70%) de 1.600 delegados

(C: Califórnia T: Texas CN: Carolina do Norte V: Virgínia M: Massachusetts)

Sondagens: Média RCP

 

44d563d1-1d44-491f-b752-09a1477cb192-Democratic_De

E candidata DEM

Gabbard

(excluída dos debates)

 

Com todos aparentemente contra SANDERS (exceção para já feita a Warren e a Gabbard) e com os primeiros candidatos a terem desistido nada tendo a oferecer (Bennet, Yang e posteriormente Steyer, não tendo eleito qualquer delegado), na segunda ronda de desistências com Buttigieg e Klobuchar (de acordo com a estratégia do DNC, querendo igualmente afastar Sanders) a darem o seu apoio (e dos seus delegados eleitos − 26+7=33 − transferindo-os) ao candidato Biden: não contando ainda com os SUPERDELEGADOS (que tudo poderão alterar em benefício do candidato oficial DEM e da estratégia do DNC ou seja, projetando Biden e enterrando Sanders) e na véspera da chegada de mais 1.600 delegados à corrida pela nomeação DEM à Presidência dos EUA (ficando aí decididos mais de 1/3 do total de delegados) e não incluindo ainda os SD) com Sanders com os seus 60 delegados eleitos a já não partir em primeiro, ultrapassado agora por Biden aos seus 54 delegados juntando 33 (Buttigieg+Klobuchar) e ficando com 87 − e assumindo a tão desejada liderança para a Convenção DEM. Amanhã com 6 candidatos em luta e conhecidos os resultados, ficando-se a saber definitivamente se sobrarão 2 ou 3 candidatos: um deles sendo SANDERS o(s) outro(s) BIDEN/BLOOMBERG. E ficando Biden/Bloomberg talvez se assistindo a um enorme sarilho (da responsabilidade exclusiva DEM e do DNC), com o (ainda) candidato oficial DEM a digladiar-se num duelo mortal com o multimilionário − tendo investido 400 milhões e prometendo investir 2 biliões (em nome dos DEM, mas na sua campanha pessoal) da sua fortuna pessoal.

 

(imagens: Mario Tama/Getty/ people.com – CNN/usatoday.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:13

No ano em que um novo vírus ataca no continente asiático (com epicentro na cidade de Wuhan, localizada na China) provocando até ao momento − e a nível Global – mais de 87.500 infetados e quase 3.000 vítimas mortais (taxa de mortalidade hoje nos 3,4%, atingido o pico máximo de contágio, tendo tendência para descer),

 

270220koontz.jpg

Dean Koontz e a sua novela-previsão

(prevendo em 1981 uma pandemia global

provocada artificialmente pelo Homem

e com centro em Wuhan)

 

Surgindo no pandemónio informativo (com as mais diversas intenções, desde áreas ligadas à saúde, como à área política)  global rodeando este surto epidémico (ainda não considerado uma pandemia), algumas notícias alternativas que habitual e facilmente (nestes casos extremos e por necessidade de integração) todos nós (pelo menos um pouco) consumimos: aqui com a presença de 2 Videntes prevendo um Evento Viral a nível de uma Pandemia Global, um profetizado para  WUHAN (o de Dean Koontz) o outro para o ano 2020 (o de Sylvia Browne).

 

No caso do profeta Dean Koontz (74 anos de idade) num livro seu publicado em 1981 (39 anos antes) The Eyes of Darkness – no caso do profeta Sylvia Browne (1936/2013) num seu livro publicado em  2008 (12 anos antes) −  End Of Days: Predictions And Prophecies About The End Of The World. Um deles,

 

An American author

His novels are billed as suspense thrillers, but frequently incorporate

elements of horror, fantasy, science fiction, mystery, and satire.

(wikipedia.org)

 

O outro,

 

An American author

Who claimed to be a medium

with psychic abilities.

(wikipedia.org)

 

No Evento previsto por Koontz e descrito na sua novela (de 1981) com um vírus com origem em Wuhan − o Wuhan-400 (inicialmente Gorky-400, mais tarde alterado), muito mais mortífero que o Covid-19 − a provocar uma pandemia global, como resultado da produção e experimentação de uma Arma Biológica − com o objetivo (militar) de “limpar do mapa” uma cidade ou mesmo um país: opção explicativa igualmente escolhida para esta nova versão do coronavírus por um influente político norte-americano, o senador republicano pelo estado do Arkansas, Tom Cotton.

 

2268c192cb20a64a4bcf1c7b75fe81eb.jpg

Senador REP Tom Cotton

(afirmando categoricamente em 2020 sobre o vírus Covid-19

ter sido criado em laboratórios biológicos governamentais

com objetivos estritamente militares)

 

Já no Evento previsto por Browne e descrito no seu livro (de 2008), com um tipo de pneumonia (numa versão extremamente mortal) a varrer literalmente todo o Mundo (como afirmado no livro):

 

In around 2020

a severe pneumonia-like illness will spread throughout the globe

 attacking the lungs and the bronchial tubes

and resisting all known treatments.

Almost more baffling than the illness itself

will be the fact that it will suddenly vanish as quickly as it arrived,

attack again 10 years later, and then disappear completely.

(Sylvia Browne/End Of Days: Predictions And Prophecies About The End Of The World/summit.news)

 

Tal como com as máscaras (esgotadas apesar de não servirem para nada) aproveitando a ocasião (“a ocasião neste mundo liberal permite e faz o ladrão”), recuperando duas obras e com elas dois autores esquecidos e certamente que aumentando, as (deles) respetivas tiragens. E apenas servindo − no que deveria ser encarado, como uma epidemia vulgar − para a instalação de um maior caos e uma grande confusão (entre os potenciais infetados). Pelo menos dando e adquirindo experiência (com tudo isto) e sem necessidade de recorrer a “temporariamente iluminados” para aprender.

 

(imagens: summit.news − yahoo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:12

Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO