Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

21
Mar 20

Pela manhã deste sábado (março, 21) a nível de Portugal (Continente e Ilhas) já com 1.280 infetados e 12 vítimas mortais, na Região (Turística) do Algarve com os números a apontarem pelas 11:00 e segundo a DGS para 31 infetados e 1 vítima mortal: segundo o presidente do Município de Albufeira (José Carlos Rolo) tratando-se de um idoso  de 77 anos residindo “nas proximidades de Albufeira” já com problemas (anteriores) de saúde associados.

 

Screenshot_2020-03-21 ReporDiario_COVID_19_21mar20

DGS

Algarve

(21.03.2020)

 

Pandemia de Covid-19

País

Região

I

VM

A

R

%

%

%

%

Portugal

Total

1.280

100,0

12

100,0

1.263

98,7

5

0,4

Norte

644

50,2

4

33,3

Algarve:

(em vigilância mais de 600 casos)

 

7 concelhos com 31 casos de coronavírus (Covid-19) confirmados:

 

Portimão/8, Lagoa/2, Silves/3, Albufeira/5, Loulé/2, Faro/10 e Tavira/1; e 1 vítima mortal de Albufeira.

Centro

137

10,7

4

33,3

Lisboa/VT

448

35,0

3

25,0

Alentejo

3

0,3

0

0,0

Algarve

31

2,4

1

8,4

Madeira

5

0,4

0

0,0

Açores

3

0,3

0

0,0

Estrangeiro

9

0,7

0

0,0

DGS

21.03.2020 − 11:00

(I: Infetados VM: Vítimas Mortais A: Ativos R: Recuperados)

 

Olhando para os dados da tabela acima e para o gráfico abaixo indicado verificando-se que Portugal já iniciou a sua subida em direção ao PICO MÁXIMO de ATIVIDDE do VÍRUS COVID-19, para já e aparentemente podendo ter esperança de poder controlar “A CURVA” evitando males maiores ou mesmo uma tragédia, tal como parecem estar a levar avante alguns países como a ALEMANHA (73 vítimas mortais/VM) − com a melhor performance entre os países “líderes”, mais desenvolvidos e maiores da EU −  a ÁUSTRIA (8/VM), a NORUEGA (7/VM), a DINAMARCA (13/VM) e PORTUGAL (12/VM). No lado oposto estando e ainda “A CAMINHO DO TOPO DA CURVA− um TRIO podendo passar a QUARTETO − a ITÁLIA (já tendo implodido com os seus mais de 4.000 mortos), a ESPANHA (podendo estar prestes a implodir, parecendo seguir o mesmo caminho da Itália, com os seus mais de 1.300 mortos) e a FRANÇA (para já a caminho dos 500 mortos) mantendo o rumo (grande nº de doentes em estado grave/crítico, o 2ª depois da Itália) podendo rapidamente juntar-se ao Mortal Clube Covid-19,

 

Covid-19

Algo sobre o omnipresente entre nós,

acompanhando-nos nas próximas semanas.

futurist-keynote-speaking-during-a-pandemic-covid-

O que fazer durante uma Pandemia?

Talvez falar, escrever, comunicar.

(as experiências)

Entre algumas curiosidades sobre este surto epidémico iniciado na China e agora com centro na Itália do novo coronavírus Covid-19 agora transformada numa PANDEMIA, com os grupos etários mais afetados em Itália a serem um pouco diferentes dos da grande maioria, aí infetando e vitimando esmagadoramente os mais idosos e nos restantes (como é para já o caso português) infetando e matando na maioria dos casos indivíduos na faixa etária dos 30 aos 59 anos de idade − e se em Portugal os géneros se equiparam (no nº de infetados) em Itália com o masculino a ser o mais afetado.

E com a vacina à distância mínima de um ano (até podendo ser dois e quando a mesma surgir já se tendo verificado outra mutação no vírus) com os estudos a dirigirem-se igualmente para a observação do comportamento do vírus sob diferentes condições de calor e de humidade: sabendo-se que no Hemisfério Norte (finalizado o Inverno) iniciada a Primavera seguindo-se o Verão e que (diz-se entre leigos e eruditos) com o aumento da temperatura (comportando-se como os seus familiares corona/gripe) o “bicho” se poderá dar mal e até morrer (ou então adormecer).

Ultrapassada a Crise Sanitária consequência desta Pandemia − com o Mundo todo parado, as ruas completamente vazias, fazendo-nos imaginar integrarmos um cenário APOCALÍTICO ainda-por-cima com os ZOMBIES sendo invisíveis − podendo não ser definitiva e com todos a desejando temporário, sucedendo-se inevitavelmente a Crise Económica com o regresso na defesa dos seus direitos adquiridos dos Ricos (e das suas opções pelo objeto, pelo lucro) e dos seus intermediários (subordinando-nos ao poder crescente do objeto − ao contrário do sujeito dispendioso e de desgaste rápido −  como produtor de mais-valia), os nossos bem conhecidos Políticos: não a uma crise como a que nos levou ao Reinado de PPC (numa coligação PSD/CDS) mas a uma outra muito mais parecida com a Grande Crise Económica (e Global) de 1929. Pelo que no presente se observa, com o caos instalado nos EUA (ainda-por-cima em processo eleitoral, obcecando toda a oposição em torno de Trump e nada fazendo de útil num período e numa campanha durando já há 4 anos), a Europa à beira-do-abismo e a Ásia com a China no comando (Rússia e Índia) a poder assumir o controlo do EIXO ECONÓMICO-FINANCEIRO GLOBAL: como já está a acontecer no dia de hoje com a CHINA, aparentemente com a Crise Covid-19 ultrapassada e a sua Vida Económica de regresso, a enviar aviões em direção à EUROPA carregada de equipamentos e recursos humanos tentando combater e parar (tal como o fizeram no seu país) esta nova Pandemia.

 

– Mas nunca esquecendo o Reino Unido (do Trio, formando o Quarteto) só por agora tendo decidido mudar de opinião, preocupando-se um pouco mais com os seus cidadãos (mas não muito convencidos) e abandonando as ideias norte-americanas (com Trump finalmente a começar igualmente a mexer-se) e brasileiras (sendo mais uma epidemia nada comparável com as consequências da Gripe, “deixando-se andar o bicho, logo se vendo o que daí sairá”): estes últimos não “Impedindo Bolsonaro” tendo-se mesmo que preparar, pois segundo o seu Presidente, líder Espiritual e Trump Sul-Americano, o Brasil não precisa dos conselhos nem da ajuda dos outros (tendo-o a ele e ao seu regimento de criminosos) para se salvar – “Paz às suas Almas”.

 

Missão

Com ela já em subida

Abater e Alongar o Topo da Curva

 

Screenshot_2020-03-21 Ponto de Situação Atual em

Evolução dos casos confirmados de Covid-19 em Portugal

De março/2 a março/21, de 0 a 1.280 infetados

E ao 20º dia de contagem com 12 vítimas mortais

(gráfico: DGS)

 

E com os indicadores de Portugal (continente e ilhas) − dados da DGS − a apontarem como principais indicadores suspeitos (Sinais de Alerta, de Perigo) a FEBRE (27%), as DORES MUSCULARES (21%) e as CEFALEIAS (17%) − a TOSSE só aparecendo em 4º lugar (12%); dos 1.280 casos de infetados pouco mais de 8% sendo importados; e com a faixa etária mais atingida a estar compreendida entre os 30/59 anos de idade (54%) quase que se equiparando quanto ao género – feminino com 51% e masculino com 49%. Com os mais jovens (0/9 anos de idade) a serem os menos atingidos (1 a 2%).

 

(imagens: DGS – nikolasbadminton.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:28

STARLINK MISSION

 

At 8:16 a.m. EDT, or 12:16 UTC, on Wednesday, March 18, SpaceX launched its sixth Starlink mission. Falcon 9 lifted off from Launch Complex 39A (LC-39A) at NASA’s Kennedy Space Center in Florida. (spacex.com)

 

snapshot c.jpg

Enquanto prosseguia a queima de combustível no andar do FALCON 9

inesperadamente (imagem da esquerda, canto superior direito) surgindo a surpresa

 

Esta quarta-feira com a SPACEX (de ELON MUSK) utilizando o seu foguetão FALCON 9 a parir do Centro Espacial Kennedy (na Flórida),  ao lançar para colocação em órbita (da Terra) de mais seis dezenas de satélites STARLINK (sexto lançamento/comunicações de baixo custo, privilegiando a INTERNET) – com comboios anteriormente lançados e deste tipo de satélites (como se fossem diversas carruagens, movimentando-se em fila indiana, umas atrás das outras) a serem já observados atravessando os céus noturnos (e a poluírem-no, que o digam entre outros os astrónomos) – eis que no decurso da mesma missão e durante a filmagem da mesma (da responsabilidade da SPACEX) surgindo inesperadamente diante das câmaras, em movimento e durante um brevíssimo espaço de tempo (em subida e com o andar do foguetão já em descida), um objeto voador desconhecido ou UFO (OVNI).

 

Screenshot_2020-03-19 STARLINK MISSION SpaceX.png

Movimentando-se a alta velocidade da esquerda para a direita e vindo de um nível inferir,

com um objeto voador sugerindo a forma de um DISCO-VOADOR a surgir e a desaparecer

 

Nesse momento e com a telemetria do 2º andar do FALCON-9 (1º andar já em descida) a indicar uma altitude de 204Km e uma velocidade de 15.028Km/h, surgindo disparado e a grande velocidade um objeto voador vindo “de baixo”, passando rapidamente diante do FALCON 9 e (num tiro) desaparecendo de imediato. Na realidade e como observa o site [ufosightingshotspot.blogspot.com] não se podendo afirmar neste caso o objeto observado poder ser derivado  (pertencendo-lhe) de possíveis partes oriundas do foguetão (e seus andares) da SPACEX − com o aparelho de ELON MUSK “em descida” e o objeto MISTERIOSO “em subida – pelas características do evento e pelo objeto voador e  tecnologia evidenciada (pelas suas performances técnicas, que se saiba ainda inacessíveis aos Terrestres − como a sua velocidade) só podendo ser de origem Extraterrestre.

 

(imagem: spacex.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:08

Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO