Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

10
Abr 20

[Os Ricos, os Pobres (os Países) e ainda os Restantes (as Dependências).]

 

75 anos depois

(1945/2020)

Auschwitz em Nova Iorque

 

EUA com quase meio milhão de infetados

e tendo já ultrapassado os 18.000 mortos

(10.04.2020 pelas 17:55 TMG)

 

covid-19-hundreds-of-bodies-buried-in-mass-grave-o

Hundreds of bodies buried in mass grave on island in New York

(gcfrng.com)

 

Integrado no continente EUROPEU – PORTUGAL − e segundo o que insistentemente nos dizem fazendo parte da 1ª DIVISÃO − constituída por 27 países – torna-se interessante não só analisar os nossos colegas de divisão (1ª), como até em termos de comparação olhar para os países constituindo a 2ª DIVISÃO – constituída por 17 países – assim como os restantes integrando a 3ª DIVISÃO – constituída por 6 dependências (+4 e ainda sobrando outros): já agora pois vivendo o momento − e nunca como dizem todos os PREDADORES, depois de reintegradas as suas PRESAS − em termos COVID-19.

 

Para tal e pelo menos uma vez na nossa vida (equivalente à vida de uma MOSCA, tão curta no que diz respeito ao Tempo e andando por questões de sobrevivência, constantemente à volta do mesmo Espaço, de MERDA) recorrendo ao nosso CÉREBRO e não delegando a sua função a um qualquer EGAS MONIZ – o grande por PORTUGUÊS Líder Mundial, no tratamento das nossas PERTURBAÇÕES MENTAIS, utilizando como técnica inovadora, física e irreversível a LOBOTOMIA – e já que tendo tempo apesar do pouco espaço disponibilizado, pelo menos exercitando um pouco o que temos dentro da nossa cabeça, como o fazemos com aquilo que temos entre as nossas pernas (seja homem ou mulher e dispensada a outra parte, o nosso centro do Mundo).

 

E para não nos cansarmos muito com este tema tão falado pelos privilegiados enquanto trabalhando em casa “batem uma” (com os outros ou morrendo devido ao vírus ou ao vómito extremo que essa minoria parasitária nos provoca, forçando-nos sob ameaça a ser seus hospedeiros) mas sem verdadeira produção – INTELECTUAL, já que os MANUAIS como sempre não se safam, colocados por sistema e pelos primeiros na frente de batalha como “Carne para Canhão” que são – sendo bastante e suficiente limitarmo-nos a nossa análise ao número total de mortos (Vítimas Mortais) e àqueles que sabendo-o ou não mas desconfiando, por lá andam (em estado grave/crítico nas Unidades de Cuidados Intensivos ou UCI’S) aguardando apenas a sua vez: sendo velhos ou sendo jovens a “Nata da nossa Civilização”, liquidada por definida como sendo de “fraca e pobre”, em nome de alguns (Milionários e Corporações) e do lucro (desvalorizado o sujeito, tornando-se protagonista o Objeto) seguindo de novo o percurso da sempre presente (como opção de solução) EXTERMINAÇÃO – sendo nós cidadãos da EUROPA antes como depois (e nem 75 anos passados pelos vistos sendo o suficiente para destruir a Cultura assim como a Memória) sob a tutela da ALEMNHA, no século passado  (XX) e numa visão dita HARDCORE debaixo do comando de HITLER, agora no século imediato (XXI) e numa versão dita SOFTCORE (cumprindo como Católico-Romanos um novo dito desígnio centrado na Paridade), debaixo do comando de MERKEL.

 

Então partamos para os números e para o Cálculo Mental e tal como no Futebol para as suas Três Divisões. Desde logo indicando os países/dependências (50) integrando cada uma das três Divisões (para não falar de outros Estados parcialmente reconhecidos ou até dependentes e aqui incluídos − escolhendo 4 deles e colocando-os na 3ª Divisão) e ainda outros 4 (total 54):

 

1ª Divisão

(27)

2ª Divisão

(17)

3ª Divisão

(6+4)

Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Itália, Hungria, Irlanda, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia e Suécia.

Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Cazaquistão, Geórgia, Islândia, Macedónia do Norte, Moldávia, Montenegro, Noruega, Reino Unido, Rússia, Sérvia, Turquia e Ucrânia.

Andorra, Gibraltar, Liechtenstein, Monaco, San Marino, Vaticano e Abecásia, Ilhas Feroe, Kosovo e Ossétia do Sul.

Num total de 54 com 44 Países e ainda 10 Territórios

(estes últimos dependentes ou não reconhecidos)

De um total de 195 países/territórios (193+2) registados na ONU

 

E de cada divisão para a nossa investigação (no mínimo um Passatempo) escolhendo alguns exemplos de cada uma das divisões (talvez os referidos, como os mais “importantes”): Alemanha, Espanha, Itália e França pela D1, Noruega, Reino Unido, Rússia e Turquia pela D2 e Andorra e Kosovo pela D3, numa amostra de 10. Aqui vamos nós,

 

Em Tabela:

 

País

Divisão

Óbitos

UCI

Óbitos + UCI

Óbitos/1 M

Itália

D1

18.279

3.605

21.884

302

Espanha

D1

15.843

7.371

23.214

339

França

D1

12.210

7.066

19.276

187

Reino Unido

D2

7.978

1.559

9.537

118

Alemanha

D1

2.607

4.895

7.502

31

Turquia

D2

908

1.552

2.460

11

Noruega

D2

108

70

178

20

Rússia

D2

94

8

102

0,6

Andorra

D3

25

17

42

324

Liechtenstein

D3

1

0

1

26

Mundo

96.791

49.123

145.914

12,4

Dados Worldometers

(10.04.2020 10:41 TMG)

 

Em Gráfico:

 

www.jpg

 

E como esta escrita já vai longa, com a revolta e o nojo tal como mos gráficos crescendo exponencialmente − com os pobres a lutarem e a morrerem, com os ricos bem protegidos e fornecidos e com todos estes parasitas intermediários se necessário a mostrarem ou até a oferecerem o seu “cuzinho na TV”, querendo manter os seus 100% se não mais (mesmo que à custas dos seus colegas estagiários colocados no desemprego) – desculpem lá mas não aguento mais, esperando no entanto que em vez de aceitarem e engolirem tudo, comecem tal como todos os outros ainda lutando pela Vida − e não aproveitando-se da Morte − a defender os seus assim como toda a comunidade: trabalhando na Saúde, nos Transportes, no Ramo Alimentar, nas Forças de Segurança, num sem fim de trabalhadores, mas aproveitando-se para questionar já que lhe tendo entregue o futuro dos filhos, qual o papel da Educação tendo apenas como solução o regresso da Telescola (sob o silêncio ensurdecedor de muitos pais/Associações de Pais e até de alguns professores) − e logo utilizando (até pelo nome sendo insultuoso) um dos poucos canais por público, Cultural e preservando os registos de todo o sacrifício dos nossos antepassados, o canal Memória: quando logo ali ao lado tinham o completamente inútil canal da Assembleia da República (ARTV), com excelentes instalações e completamente equipado (e pago por todos nós e com outros a receberem), bastando tirar de lá aqueles que ainda hoje se entretêm entre eles (apesar dos mortos) − a esmagadora maioria mas nem todos, adivinhem quais (ajuda: pertencendo ao “Arco da Governação” ou desejando a todo o custo lá entrar, e sendo agora acompanhados pelos novos “anões-paraquedistas”) – a “brincarem aos políticos”!

 

Pelo menos com o “Poder Político” a não poder negar o seu “Programa de Extermínio”, deixando morrer os idosos em casa, nos lares e agora até nas prisões. E hoje com a Alemanha e toda a sua corte de rastejantes a oferecerem uma ajudinha, chamando desde logo a atenção (coitadinhos, preocupando-se tanto com os Mortos ou Zombies) que prioritariamente para o sector da Saúde (nunca para os pobres e desempregados). Nojentos os que oferecem, nojentos os que aceitam!

 

(imagem: gcfrng.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:10

Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO