Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

05
Mai 20

Devido à presença do “bicho” na Grã-Bretanha

como no Resto do Mundo

─ e esperando-se dias melhores

disputando-se fora desta realidade o Mundial Virtual de Snooker.

 

ms.jpg

Mark Selby

Campeão Mundial-Virtual de Snooker

 

Ainda sem data marcada nem se sabendo se a concretizar-se ─ o Mundial de Snooker 2020 (apontando-se provisoriamente para 31 de julho/16 de agosto) ─ realizou-se entre 18 de abril e 4 de maio na plataforma Snooker 19, o Mundial Virtual de Snooker: não se realizando neste caso as Qualificações, contando apenas com a participação dos jogadores com acesso direto à fase final, o atual Top 16 do Ranking Mundial.

 

Mundial Virtual de Snooker 2020

(à melhor de 3/5 frames)

 

Jogo

Fase

J

N

F

J

N

1

1ªR

 

Trump

ING

2-1

Bingtao

CHI

2

Williams

GAL

2-1

Maguire

ESC

3

Selby

ING

2-0

Junhui

CHI

4

Gilbert

ING

2-1

O’Sullivan

ING

5

Robertson

AUS

2-0

Hawkins

ING

6

Wilson

ING

2-0

Murphy

ING

7

Higgins

ESC

2-1

Bingham

ING

8

Allen

IRLN

2-0

Lisowski

ING

9

QF

 

Selby

ING

2-0

Robertson

AUS

10

Higgins

ESC

2-1

Allen

IRLN

11

Wilson

ING

2-0

Trump

ING

12

Williams

GAL

2-0

Gilbert

ING

13

MF

 

Selby

ING

3-2

Williams

GAL

14

Higgins

ESC

3-1

Wilson

ING

15

Final

Selby

ING

3-2

Higgins

ESC

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame R: Ronda QF: quartos-Final MF: Meia-Final)

 

jhms-1024x608.jpg

Jonh Higgins

Vice-Campeão Mundial-Virtual de Snooker

 

Em quatro rondas envolvendo dezasseis jogadores (1ª Ronda, Quartos-Final, Meias-Finais e Final), com o inglês Mark Selby a sagrar-se Campeão do Mundo Virtual de 2020, batendo na final o escocês John Higgins na Final e na “negra” por 3-2. Com o pentacampeão do Mundo (real) o inglês Ronnie O’Sullivan a ficar pelo caminho, assim como o seu compatriota e atual Campeão do Mundo (real) Judd Trump.

 

[Mark Selby: no jogo virtual representado por Scott Edwards, com este último ganhando um convite para estar presente aquando do Mundial no Crucible Theatre em Sheffield e aí recebendo o seu título “virtual”.]

 

(imagens: snookerfreaks.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:57

Fez ontem 50 anos (4 de maio de 1970) que, inserido nos Eventos internos  relacionados com a Guerra do Vietname (1955/1975) e após a declaração do então presidente dos EUA Richard Nixon de invadir o Camboja (30 de abril de 1970),

 

snapshot.jpg

Richard Nixon em 30.04.1970

anunciando a intervenção dos EUA no Camboja

(Guerra do Vietname 1955/75)

 

Tropas norte-americanas interferiram não no conflito externo em curso na Indochina (englobando o Vietname, o Camboja e o Laos) mas num conflito interno entre civis provocado por uma manifestação estudantil Antiguerra: com soldados da Guarda Nacional (integrando as forças armadas dos EUA) disparando sobre estudantes manifestando-se contra a Guerra do Vietname (passando a partir daí a integrar o então neutral Camboja) na Universidade da cidade de Kent (localizada no estado do Ohio) ─ isto após o anúncio feito dias antes e pela TV pelo então presidente Richard Nixon de atacar o Camboja ─ disparando “balas reais” e matando 4 estudantes e ferindo ainda outros 9: e fazendo-o de uma forma caótica/aleatória, uns porque lá estavam outros pelo azar de por lá terem passado.

 

5eb02d0320302720b462ba4d.jpg

“Right here! Get Set!

Point! Fire!”

(ordens de comando para a Guarda Nacional)

 

Naturalmente provocando uma enorme onda de indignação por todo os EUA e como forma de protesto (Civil), provocando o encerramento de muitas escolas e de universidades norte-americanas colocadas perante uma greve de cerca de 4 milhões de estudantes. Infelizmente mais um dos acontecimentos históricos esquecidos no tempo (como tantos outros em que “o poder é anti poder”) e estrategicamente retirados da memória e da cultura de um povo e do seu território, ainda-por-cima agora que o “poder das armas” (e dos seus intermediários militares, utilizando balas) foi (parcialmente) substituído pelo “poder dos média” (e do seus intermediários civis, os “fazedores-de-opinião): aqui só sendo recordado pelo jornalista Paul Street por publicado na RT (como diria se vivesse o momento Richard Nixon, um “Santuário de Comunistas”).

 

time-100-influential-photos-john-paul-filo-kent-st

"My God! My God! They're killing us"

(Ron Steele of Buffalo: "I thought the soldiers had gone insane

or it was some kind of accident.")

 

Felizmente que recordando o passado e os tempos da Radio Argel ─ Radio Voz da Liberdade com a “voz” de Manuel Alegre (escutando-se meio escondidos pelo início da madrugada) ─ e devido à necessidade que se tinha então (na segunda metade dos anos 1960) por ação contínua e sistemática da censura de se conhecerem notícias sobre o nosso próprio país (mergulhado numa crise tremenda, não só com os portugueses a fugirem da miséria e da fome como da guerra colonial e da morte), retendo na memória de alguns de nós (pais e filhos e outros descendentes) que por vezes para sabermos algo mais e que se aproxime mais da verdade (da realidade), por vezes tendo-se que recorrer a fontes exteriores por mais distantes de nós que nos pareçam (no fundo coexistindo connosco): algo que infelizmente se tem perdido no tempo face à torrente imparável de FAKE NEWS e à DISTORÇÃO e até mesmo inversão da HISTÓRIA vomitada constantemente pelos MÉDIA (atuais), por associação fazendo-me desde logo recordar a diferença extrema por aberrante, entre aqueles que antes, ansiosamente e por puro prazer procuravam (a aventura, a descoberta, a experiência) e aqueles que depois (hoje) apenas olham para o que alguns lhes apontam (o sedentarismo de um quotidiano monótono, mais de acordo com o de uma máquina).

 

1024px-Map_of_Shootings_at_Kent_State_University_i

Localização do tiroteio de 4 de maio de 1970

indicando estruturas/tropas/vítimas/orifícios das balas

(Universidade de Kent, estado do Ohio, EUA)

 

Vivendo-se no presente num Mundo em que um vírus matando (suponhamos) 300.000 de pessoas (mas não tendo sido bombardeado, deixando de pé todas as suas infraestruturas) ─ ou seja cerca de 0,004% da sua população ─ mergulhou o planeta num caos vendo-se mesmo já lá ao fundo o precipício.

 

(imagens: Richard Nixon Foundation/youtube.com ─ Howard Ruffner/Getty Images

─ John Paul Filo/time.com ─ wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:52

Desde 25 de março de 2020  (VM = 10) ─ já lá vão 42 dias ─ com o número de vítimas mortais (VM)  nunca tendo atingido um valor tão baixo: apenas 11. Significando que derrotado “o bicho” (livrando-nos da morte por doença) estando agora na mão dos nossos Governantes e autoridades a nossa Salvação (librando-nos da morte por fome).

 

CV1.jpg

Cada vez mais próximos do tão desejado ponto

(Valor = 0)

 

Reforçando a esperança de que o pior já passou e de que o vírus (SARS-CoV-2) ─ e seguindo as pisadas do seu antecessor (SARS-CoV) ─ poderá adormecer agora, pelo menos por algum tempo: até à chegada da tão falada vacina (ou outro qualquer tipo de cura). Esperando, pois, sendo um familiar, sendo-o bem afastado da Gripe (Sazonal).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:49

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

18

24
27
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO