Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Mai 20

[Doutores & Usurpadores]

 

Plague doctors: Separating medical myths from facts.

 

xaEt7SPhBA7W9PsFhNH26m-650-80.jpg

Plague Doctors, with infamous beak masks,

are a commonly associated with the Black Death.

However, these costumes were far less common

and emerged much later, in the 17th century.

 

Se  antes por medo e associação (sendo, no entanto, e como defesa doutores) ─ à Morte, na época sendo Hardcore (sendo doutores, tendo a sua função, fazendo a apologia da Vida) ─ agora mais de acordo com leigos, substitutos e usurpadores (sendo, no entanto, políticos, obviamente que não médicos) ─ antes andando armados, agora sendo certificados, aparentando ser Softcore (não sendo sequer médicos, sendo disfuncionais destacados, fazendo a apologia da Morte).

 

[livescience.com/plague-doctors.html]

 

(imagem: Future/livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:48

Digam o que disserem eles ou os seus papagaios e afins, com as maiores referências de quem nos representa e efetivamente nos dirige (negando-o repetidamente, mas na ação confirmando-o) a serem simbolizados (pela supremacia racista desta Economia) pelos EUA, pela GB e pelo Brasil: com os seus mais de 93.000/35.000/17.000 (mais de 145.000) mortos. Não chegando obviamente negar.

 

Screenshot_2020-05-19 Portugal Coronavirus 29,432

E dos nossos Iluminados restando na nossa memória

(entre outros mais sonantes saídos da 1ª fase)

o planalto, a mola, o sombrero

 

Regressados à normalidade (apesar de para nos intrujarem, o negarem mais que três vezes) e tal como nos tempos da crise de Passos ─ onde existiu igualmente confinamento, mas mais por problemas económicos ─ com os nossos “Gurus do Momento” (Marcelo, Costa, Centeno e demais associados) mais interessados na Economia do que propriamente na nossa Saúde (não só física como mental), no meio desta enorme confusão como o de vai trabalhar/evita transportes públicos, separa jovens e idosos de dia/junta-os de novo à noite ou ainda e como conclusão (e indiscutível apoio à ideologia, não só de Trump), morre de doença/ou morre de fome, eis que no meio da rotação deste quotidiano diário (normal, monótono e reciclado) tão bem representado pelos nossos dirigentes e governantes ─ com os seus almoços e jantares de relaxe, como com as suas contendas e birras de posse e restantes momentos miseráveis ─ tudo parece começar a encaixar-se mantendo o destino anteriormente traçado: tal como com Passos (e Gaspar) agora com Costa (e Centeno) ─ antes com o “irrevogável” agora com o “repugnante” ─ recebendo a esmola e calando, entregando o dinheiro aos bancos, deixando-nos de barriga vazia e promovendo pelo meio alguns (estorvos) deles, adiando e prosseguindo enquanto o resto (de Portugal) se afunda. E passado os aplausos a alguns, voltando-se de novo à Economia, mais rigorosamente à Entidade simbolizada pelo Déficit (todos podendo dever, exceto e sempre nós) ─ a alternativa sempre escolhida apenas por não o ser, mas salvaguardando com contas e números, por coincidência sempre os mesmos (querendo imitar os norte-americanos, mas infelizmente sem impressoras): com o Sul sem dinheiro e o Norte cheio dele e vendo Emmanuel Macron a bailar (ainda para a mesma mulher) fazendo lembrar Sarkosy.

 

(imagem: worldomters.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:06

Is day care safe during the coronavirus pandemic?

(Cassidy Alexander/Daytona Beach News-Journal)

 

“We don’t know.

There is no scientific answer to that question

until we have more time under our belts.”

(Dr. Danette Glassy/usatoday.com)

 

EP-200519168.jpg

Regresso dos adultos ao trabalho e das crianças às creches

(face às muitas dúvidas sobre o comportamento do vírus,

colocando aos pais um problema dos riscos para a saúde de todos)

 

Talvez pelo distanciamento (deliberado) dos média dos temas que mais nos interessam (ao público em geral), tornando-nos cada vez mais permeáveis a intrusões ─ a manipulações (por mutações induzidas no sistema)  ─ e como consequência a progressivas e debilitantes contaminações mentais, as notícias envolvendo este fim-de-semana simultaneamente a Terra e o Espaço, limitaram-se a temas deveras desinteressantes pouco contribuindo para o nosso conhecimento, preservação e felicidade: não nos entusiasmando a um regresso (ao agora denominado antigo ou novo normal) não vendo qual o interesse nas mesmas (notícias destinadas exclusiva e financeiramente a poucos interessados) e até questionando-nos se não em nosso prejuízo contribuindo para a continuação da destruição deste Mundo ─ depois da 1ª vaga e como que colaborando para o seu ressurgimento (do vírus SARS-CoV-2 e da doença Covid-19) por exemplo poluindo-o (psíquica e fisicamente, “cabeça, tronco e membros).

 

E olhando para os títulos publicados e procurando algo de surpreendente, caindo na US SPACE FORCE, ainda nos satélites STARLINK e finalmente como complemento (curiosamente tendo origem na mesma empresa) no regresso dos EUA e da NASA aos seus próprios foguetões (não russos, mas norte-americanos e privados) agora da SPACE X (do multimilionário Elon Musk): o mesmo rico e (como tal) potencial presidente igualmente dono da TESLA, mandando “foder” os políticos (estando a favor do confinamento) e ainda em plena pandemia (território com maior número de vítimas mortais) mandando os seus funcionários trabalhar, podendo estes assim “morrer da doença mas nunca morrer de fome”. Só possível de suceder num país como os EUA, autoproclamando-se como a maior potência global (militar) ─ cada vez o sendo menos, a nível Económico-Financeiro ─ também “sendo uma referência para o que de pior, existe no Terceiro Mundo”: com os seus cidadãos sem direitos (saúde, educação, emprego, habitação, etc.) apenas e unicamente com deveres (de mera sobrevivência) e como consequência (e prova) estando hoje (Era Covid-19) nos mais de 30 milhões de desempregados.

 

CNN announced Wednesday that teen climate activist Greta Thunberg

is in the lineup for a Thursday town hall on the coronavirus.

(with former acting Centers for Disease Control and Prevention director Richard Besser

and former Department of Health and Human Services secretary Kathleen Sebelius)

(Lindsey Ellefson/The Wrap)

 

“What place does Greta Thunberg have in this town hall?”

(Yashar Ali/The Wrap)

 

Screenshot_2020-05-19 CNN guilty of 'insanity' ove

Debate na CNN entre especialistas Covid-19

(questionando-se face aos presentes,

as qualificações da jovem ativista ecológica Greta Thunberg)

 

E ainda mal refeitos da Pandemia ainda ativa e em curso (sem se saber ainda como se combater o vírus e se o mesmo volta ou não), com  a Crise Social e Económica já bem presente e podendo a qualquer momento explodir ─ continuando os nossos governantes a encarar esta crise (de Saúde e Económica) como a de 2008/10 (apenas Económica), fintando-nos e tentando-nos convencer desta nova normalidade como se não fosse (para eles) a mesma (desejando estes manter para sua proteção e dos seus direitos adquiridos, o status quo) ─ voltando-se aos mesmos trilhos de dependência do costume, ignorando-se deliberadamente e apesar de brutais os factos e respetivas consequências (paralisando e colocando o Mundo à beira do abismo) e deixando-nos instrumentalizar e manipular de novo pelos mesmos predadores de sempre e como parasitas que são, autonomeando-se como nossos companheiros de viagem.

 

Enquanto na Bélgica os profissionais da Saúde viram as costas ao seu 1º ministro (Sophie Wilmès) por falta de empenho do mesmo na luta contra a pandemia Covid-19 (mais de 9.000 mortos) ─ por persistência nos cortes orçamentais  e salariais e na falta de pessoal, num país recordista global em mortes/milhares de habitantes (com a obrigação de uso de máscaras, entre outros, dependendo do número da casa) ─ no mesmo país com um gato e o seu dono a serem perseguidos até às ultimas consequências, mesmo com o gato cumprindo todas as regras (de saúde)  pré-estabelecidas (como vacinas), apenas por ser originário do Peru (também a braços com a pandemia e registando mais de 2.700 mortos): com agentes governamentais a quererem matar o gato (tal como um imigrante “trabalhando” num café de gatos na Bélgica), enquanto isso aplicando à dona uma multa de 5.000 euros/diário.

 

7JKF3V54KBF4ZNPBDP5LA3J2N4.jpg

Gato adotado no Peru e proposto para eutanásia na Bélgica

(apesar de vacinado, com saúde e “trabalhando” num café,

mas sendo de nacionalidade peruana)

 

E colocados entre a espada (norte-americana) e a parede (russos, chineses, mouros, orientais) escolhendo-se por supostamente dinâmica, a espada ─ quando infelizmente o centro do Mundo já não está em Washington (muito menos nas suas filiais europeias) mas do lado do Eixo do Mal (queira-se ou não com o centro em Pequim), ou não tivesse o Ocidente como facilitador dos mais poderosos e para a grande maioria (dos 7,6 biliões) sendo ineficazes/improdutivos (não para esses, extremamente lucrativos) delegado tudo no “Outro Lado do Mundo”.

 

(imagens: timesonline.com ─  msn.com ─ peru21.pe)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:37

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

18

24
27
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO