Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

12
Fev 21

Nesta amostra de Portugal de 12.02.2021,

dos 781.223 portugueses infetados

tendo-se já 652.739 recuperados ─ perto de 84%."

(taxa de mortalidade na amostra menor que 2%)

 

coronavirus-covid-6.jpg

 

Com os primeiros dados animadores (desde dezembro de 2020), sobre esta nova vaga da Pandemia (Covid-19), a surgirem esta sexta-feira (12 de fevereiro de 2021)

 

─ Diminuição da média diária de novos casos (a mais baixa desde dezembro de 2020) e como consequência (em parte e em simultâneo pelo início da vacinação), deixando as autoridades da região do Algarve otimistas (pela possível reabertura do Turismo no Algarve)

 

Abrindo-se uma porta de esperança para o início da nossa recuperação (individual e coletiva) e para a retoma (progressiva e cautelosa) da nossa vida social e económica (dentro do possível, regressando à normalidade de 2019).

 

Média diária de novos casos

atinge o valor mais baixo desde dezembro de 2020.

(Simone Silva/executivedigest.sapo.pt/12.02.2021)

 

Tão imprescindível como obrigatória (a retoma), estando a nossa sociedade a caminho do caos (cada vez mais próxima do precipício), com “a nossa vida de pernas para o ar” (desempregados, cheios de dívidas) e “connosco em casa a fazer o pino” (para ver se ainda sai algo dos nossos bolsos).

 

Screenshot_2021-02-12 COVID-19 Redução do númer

 

Especialmente no que diz respeito ao Algarve maioritariamente vocacionado para o Turismo (praticamente uma “monocultura”) no entanto há muito tempo (desde março de 2020), com a esmagadora das suas estruturas encerradas ─ com as pessoas (escondidas) em casa completamente desnorteadas (nada de orientações, nem de apoios significativos) e sem saberem minimamente onde ir e o que fazer (para sobreviver).

 

Redução do número de casos e vacinação

deixam otimistas entidades no Algarve.

(Lusa/lifestyle.sapo.pt/12.02.2021)

 

Ainda hoje e divulgado o último relatório da DGS sobre a situação da pandemia Covid-19 em Portugal, registando-se +2.854 infetados e +149 vítimas mortais (ultrapassando as 15.000 mortes, 15.034) ─ com 5.230 doentes internados (-340) destes 846 em UCI (+10).

 

Na região do Algarve com +284 infetados (10% do total/dia) e +7 vítimas mortais (menos de 5% do total/dia e totalizando nas diferentes vagas, 284 mortes).

 

(imagens: executivedigest.sapo.pt ─ Carlos Barroso/Lusa/lifestyle.sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:40

It’s exciting to think that a warm-Neptune class exoplanet

could be orbiting a Sun-like star

in our nearest neighbouring star system.

One of the Breakthrough Initiatives goals

is to send lightsail spacecraft

to the Alpha Centauri system

and give us a closer look.

(Evan Gough/ universetoday.com711.02.2021)

 

Superhabitable-world-Kepler-22b-580x326.jpg

Exoplaneta Terra 2

Um planeta como a Terra

podendo existir na zona habitável

do par de estrelas de Alpha Centauri A

 

Tal como qualquer país periférico, longe de tudo neste Universo ─ tal como Portugal com a Europa e o Sistema Solar com outro sistema estelar ─ dado o nosso tempo estimado de vida (muito curto) e a utilização em viagem de fontes de energia convencionais (extremamente limitadas) ─ pensava-se que face à distância existente entre estrelas conhecidas (e respetivos sistemas planetários) o contacto presencial (entre as mesmas) seria impraticável.

 

Hoje e apesar da novidade com o cenário a apresentar-se inalterável, não significando que num futuro e talvez como o ocorrido (possivelmente) com os nossos visitantes do passado ─ os “deuses astronautas” ─ uma viagem dessas se possa concretizar recorrendo a tecnologias revolucionárias ainda não apresentadas (certamente apoiando-se no eletromagnetismo, a Alma da Matéria). Desde que a distância (mesmo que hibernemos) não seja exagerada.

 

Gliese_667_Cc_sunset-580x387.jpg

Exoplaneta Terra 2

Um pôr-do-Sol possível

à superfície de um planeta

parecido com o nosso

 

Com um grupo de cientistas usando uma nova técnica de observação (de deteção), p/ além de descobrirem estrelas e planetas-gigantes, conseguindo detetar estrelas e o seu respetivo sistema (planetário) incluindo outros planetas de menores dimensões (como Neptuno 4X maior que a Terra). Um deles podendo residir em Alpha Centauri (sistema de 3 estrelas mais próximo do Sistema Solar) ─ numa zona habitável desse sistema: a 4,37 anos-luz do Sol.

 

[Possuindo-se um veículo viajando à velocidade da luz demorando-se mais de 4 anos a lá chegar, pelo que uma civilização Arturiana (integrando o sistema de Alpha Centauri) para viajar teria de usufruir e conjugar algo de inovador e complementar: como se em vez de utilizarmos uma canalização de água para concretizarmos uma comunicação ─ viajando/lenta ─ em sua substituição utilizássemos uma canalização elétrica ─ saltando/instantânea. Com as suas múltiplas vias e derivações, umas continuando ativas outras (entretanto abandonadas) não.]

 

The Alpha Centaurians were aliens from a planet where life had evolved on land before it migrated seawards. When their planet began losing its water due to vapor dissipating into space, they built a fleet of ships to steal water from other planets. They came to Earth to find water as well.” (marvel.fandom.com)

 

(imagens: universetoday.com ─ ESO/L. Calçada/ universetoday.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:05

Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO