Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Sol já acordou, mas ainda não disse grande coisa

Segunda-feira, 26.07.21

[Sobre como será, este seu 25º Ciclo de Vida.]

Retrato de um SOL ativo

Alan-Friedman-rose_sun_072321_1627165074.jpg

Múltiplas regiões ativas, proeminências

e um longo e ondulante filamento, de plasma de hidrogénio.

(Sol/Alan Friedman/23 julho 2021)

 

Falhada no passado dia 23 de julho (sexta-feira) a chegada de uma CME à Terra ─ podendo impactar o campo magnético terrestre, mas não o atingindo ─ e tendo-se a certeza de que pelo menos até ao próximo dia 28 de julho (quarta-feira) tudo se manterá tranquilo até à chegada de um novo jato de “vento solar” (neste momento deslocando-se a uma velocidade de 348Km/s), sendo de destacar que desde o início deste novo “Ciclo Solar” (o 25º ciclo, iniciado em dezembro de 2019) o mês de julho foi entre todos o mais ativo: como assim o provam as suas 6 regiões simultaneamente ativas e visíveis ─ manchas AR2842, AR2845, AR2846, AR2847, AR2848 e AR2849, não acontecendo tantas em simultâneo, desde o dia 6 de setembro de 2017  ─ e a sua primeira “chama solar” de classe X ─ produzida na mancha solar AR2838 a 1ª desta classe desde há quase 4 anos. Mas para já e apesar das “manchas solares” sucedendo-se (algumas delas bem ativas), com o Sol mantendo-se ainda relativamente nas calmas, vindo de um período de baixa atividade, mas dirigindo-se no cumprimento do seu ciclo (de cerca de 11 anos) para um pico máximo de atividade da nossa estrela, lá para meados de 2025.

(imagem/legenda: Alan Friedman/spaceweathergallery.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:38

A Conquista do Espaço e o Trilho-Comercial-Privado

Segunda-feira, 26.07.21

“Nos próximos anos mais depressa seremos atingidos por uma grande catástrofe natural podendo ter consequências extremas (como a que vivemos atualmente a nível biológico ou podendo ter efeitos piores)

─ Como por exemplo por uma grande tempestade solar ou por um grande terramoto ou erupção vulcânica

Do que colocarmos uma base na LUA, quanto mais em MARTE ─ e logo colonizando-o. Colonizando quem, e o quê? Mas se tal acontecer (apontem para quando no futuro, recuarem no tempo) só se forem chineses.”

63b104c9156e0b6be2f2baaedf1bcaac55b1335b_gettyimag

No início de 2019 com a China colocando o seu ROVER na LUA,

esperando brevemente colocar lá astronautas

 

Sejamos francos e olhemos em frente.

Desde que neste mês de julho de 2021, dois dos três maiores pretendentes privados a empresas aeroespaciais (VIRGIN GALACTIC e BLUE ORIGIN) ─ substituindo no que financeiramente interessa, a agência espacial e governamental a NASA deram o espetáculo que deram (escancarando ainda mais a porta ao outro pretendente, a SPACEX),

─ A empresa de Richard Branson nem sequer ultrapassando a fonteira (separando a Terra do Espaço) e a empresa de Jeff Bezos ultrapassando-a por uns míseros Km (100Km sendo a distância)

3060483-poster-p-1-rivals-spacex-vs-blue-origin.jp

Musk (SPACEX) e J. Bezos (BLUE ORIGIN) já no ano de 2016,

sendo considerados os grandes rivais na futura Corrida ao Espaço

 

Confirmando mais uma vez tais projetos serem essencialmente a concretização de um objetivo pessoal (pelo menos nestes dois casos), não deixando, no entanto, por tal motivo, de ser simultaneamente-eminentemente comercial, que todas as pessoas com dois olhos na cara (vendo minimamente) e alguma coisa dentro da cabeça (um cérebro), concluirão rapidamente,

─ Tendo ouvido falar da Conquista do Espaço e (por associação) conhecimento da Conquista dos Oceanos ─

Que entregue nos EUA a exploração do Espaço à iniciativa Privada desviando para tal efeito verbas da NASA (antigamente à mesma sendo entregue, como financiamento da agência espacial),

space-debris-visualizing-the-risk-and-informing-st

Expandindo-se comercialmente a Exploração Espacial Privada,

um dos problemas (grave, tal como na Terra) sendo a poluição/lixo espacial

 

A mesma (NASA) tal como a conhecemos ACABOU, devido à introdução preferencial da lei dos mercados, optando-se pelo imediato e não em projetos pensados de médio/longo prazo:

Confirmando-se para os próximos anos e no que diz respeito à maior potência espacial atual os EUA ─ tendo colocado Homens na Lua, construído uma Estação Espacial, enviado naves não tripuladas, veículos motorizados, helicópteros e outros instrumentos terrestres para outros Mundos e apetrechado de novos conhecimentos, vários ramos científicos e tecnológicos, muitos deles revolucionários ─

nasa-exploration-campaign-timeline.jpg

Planos da campanha de exploração espacial da NASA (2018/26),

sugerindo até 2030 o regresso do Homem à Lua

 

A entrega da maior fatia de financiamento (dinheiro vivo investido) à iniciativa privada, sendo atribuído o restante ─ a investigação científica e tecnológica e as missões mais pequenas e mais limitadas, às sondas automáticas não tripuladas (e respetivos aparelhos motorizados como os ROVERS) ─ à NASA.

De momento e bem destacado do ainda pequeno pelotão estando ELON MUSK, o seu foguetão FALCON9 e a sua nave DRAGÃO:

Já fazendo intercâmbio espacial acompanhando nessas missões os russos (os principais fornecedores de foguetões para as idas-vindas) entre a TERRA e a ISS.

mars-colony-would-be-a-hedge-against-world-war-iii

Sendo o objetivo de Elon Musk a concretização de um filme Sci-Fi,

ou a indisponível (para já), colonização de Marte antes de 2100

 

Por este caminho e dentro de uns anos com a Virgin Galactic (comandada pelo comandante BRANSON) a explorar o turismo orbital podendo dar uns saltos até à Lua ou concretizar outros cruzeiros por regiões próximas,

Por outro lado, com a Blue Origin e dada a concorrência do rival inglês ─ sendo não um avião, mas um foguetão (um veículo mais propício, recomendado e eficaz para mais longas viagens) ─ dedicando-se prioritariamente à viagem entre objetos, neste caso o mais curto, entre a Terra e a Lua, mais tarde podendo aí criar o seu 1º Entreposto (talvez a sua Bezolândia),

E finalmente com a SPACEX (pouco fazendo na realidade por isso, no curto-prazo) continuando a sonhar com uma base na LUA (aí em colaboração com a NASA, fornecendo-lhe a nave, talvez os módulos, o foguetão) mas sobretudo com o sonho que poderíamos atribuir a um louco ─ quando o Homem tendo tudo, não consegue viver na Terra ─ a “Colonização de Marte”.

(imagens: Getty Images/nasdaq.com ─ Tavis Coburn/fastcompany.com ─ themarketforideas.com ─ NASA/aip.org ─ lifeboat.com/blog)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:24

Covid-19 PT ─ A ver ... talvez passado o Pico

Domingo, 25.07.21

Com a região do Algarve, depois de 10 dias consecutivos a registar 1 a 2 Óbitos/dia,

Este domingo (25 julho) a ficar para a alegria de todos a “zero”,

Podendo tal como a evolução dos gráficos Covid-19 parecem indicar, estarmos já na curva descendente de atividade, desta “vaga intermédia de Verão”:

Imagem2.jpg

Neste fim-de-semana (de 24/25 de julho) podendo-se ter ultrapassado

o pico máximo de atividade desta nova vaga (Covid-19)

 

No dia 23 de julho,

(corrigindo o POST de sábado/24, indicando no gráfico outra data/valores incorretos)

Atingindo o seu pico máximo de Infetados/dia (c/ 4.794), para no dia seguinte a 24 de julho atingir o seu pico máximo de Óbitos/dia (c/ 20).

Na próxima semana se verá.

E ultrapassado o “topo de curva” podendo-se aproveitar ainda (tendo tempo/oportunidade) um pouco do Verão e preparar com mais cuidado e atenção (sanitária e económica) o novo “ciclo Covid-19” (sendo o vírus endémico) que provavelmente se seguirá.

Tal como tudo na vida faltando apenas mais algum tempo para nos habituarmos ao pesado e doloroso fator de perda,

Para (desse modo subtil) nos esquecermos como sempre fazemos (cada vez sentindo-se menos a falta do outro, devido ao isolamento social compulsivo, mesmo integrando um aparente coletivo) ─ seja qual for a dor e o sacrifício, mesmo a morte de modo a seguirmos em frente.

(dados: dgs.pt imagem: Produções Anormais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:10

Morreu Otelo, o Eterno Coordenador do MFA

Domingo, 25.07.21

“Dirigindo as operações da revolução a partir do posto de comando no quartel de operações no Regimento de Engenharia n.º 1, na Pontinha, nos arredores de Lisboa.” (25.07.2021/MadreMedia/24.sapo.pt)

Recuando a 25 de abril de 1974 e à constituição da Junta de Salvação Nacional (liderado pelo General António de Spínola), levando nem um ano depois à sua extinção e substituição pelo Conselho da Revolução (liderado pelo Presidente Costa Gomes),

image.jpg

Reunião do 1º CR presidido por Costa Gomes e contando com a presença de Otelo

(entre militares, 3º à direita contando a partir do Presidente)

 

─ 1ª reunião do Conselho da Revolução realizada a 25 de março de 1975 (11 meses depois da Revolução do 25 de abril)

Recordando ainda deste período conturbado da evolução da que seria, a futura classe política portuguesa (ainda hoje persistindo ou entretanto tendo sido descontinuada), nomes de civis relevantes (no seu percurso de vida política) como Mário Soares e Álvaro Cunhal e de militares (decisivos no Golpe) como o do incontornável Capitão Salgueiro Maia e do controverso Capitão Otelo Saraiva de Carvalho: o Capitão de Abril Otelo, nascido na antiga Lourenço Marques (hoje Maputo, capital de Moçambique) e falecido hoje em Lisboa (no Hospital Militar) aos 84 anos de idade.

Passados mais de 47 anos sobre o “25 de abril” (e como sempre acontece, com a minoria maioritária, os hoje quase 8 biliões de almas) com o seu importante papel na História (recente) de Portugal ─ até como símbolo da transição de regimes ─ nunca sendo devidamente reconhecido: pertencendo ele aquela camada intermédia de portugueses (aqui utilizando a sua experiência militar) reconhecendo não ser através da Guerra e da manutenção das colónias, que se poderia garantir (deixando de se manter isolado face ao crescimento e desenvolvimento da Europa) o futuro de Portugal.

otelo.jpg

Desiludido c/ o processo social, económico e político, levando aos dias de hoje

(sendo tal como muitos de nós e nesta curta vida, um homem por completar)

 

Infelizmente afastando patrões e trabalhadores das decisões sociais e económicas fundamentais, através de um golpe aparentemente impercetível (mas sustentado) colocando no poder os “fiéis, mas perigosos” gerentes e capatazes ─ os parasitas e intermediários ─ ainda hoje no poder ou não tendo tido sucesso (pretendido), chamando de novo a si (como se nada tivessem a ver com a anterior queda destes) os antigos patrões.

No dia da morte de Otelo Saraiva de Carvalho morrendo mais um bocado daquela festa memorável que foi e será para sempre o 25 de abril de 1974 (e os curtos momentos verdadeiramente revolucionários que se lhe seguiram), mesmo que a História deste Novo Regime (o Espaço e o Tempo não desaparecem, desaparecemos todos nós) a queira apagar, nunca o conseguindo existindo sempre vestígios (na terra, no mar, no ar e até para além dele) da nossa passagem pela Terra (dela saindo e nela reentrando).

(imagens: Arquivo DN/tsf.pt ─ asvoltasdomarreta.blogspot.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:47

Linha de Kármán

Sábado, 24.07.21

[Aos 100Km de altitude, separando a Terra do Espaço Exterior.]

Para um total esclarecimento (numa colaboração de Jim Leftwich) das altitudes alcançadas pelo avião da VIRGIN GALACTIC e pelos foguetões da BLUE ORIGIN e da SPACEX ─ tendo como referência a “LINHA DE KÁRMÁN”, uma linha virtual separando a Terra do Espaço Exterior, localizada a 330.000 pés, 62 milhas ou 100Km acima do nível médio da água dos oceanos ─ eis as altitudes máximas alcançadas pelo avião do inglês R. BRANSON e pelos foguetões dos norte-americanos J. BEZOS e E. MUSK.

218329470_10158837226294017_8257082003428682089_n-

No 3º lugar e como previsto ficando o avião do inglês R. Branson ─ VIRGIN GALACTIC (uma “miniatura” dos Vaivém Espaciais) ─ atingindo os 282.000 pés de altitude, mas nem sequer alcançando a fronteira Terra/Espaço Exterior (nos 330.000 pés); no 2º lugar ficando o foguetão de J. Bezos ─ BLUE ORIGIN ─ atingindo no seu voo inaugural com passageiros os 351.210 pés, 21.210 pés já no interior da escuridão do Espaço; finalmente e em 1º lugar (a grande distância) até como fruto do seu trabalho já levado a cabo e estando muito mais adiantado (colaborando já com a NASA, levando e trazendo carga e tripulação, da ISS), ficando o já famoso foguetão de E. Musk ─ FALCON 9 da SPACE X ─ tendo já atingido os 1.341.120 pés, altitude a que se encontra a Estação Espacial Internacional.

(imagem: boingboing.net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:11

25º Ciclo Solar ─ O Sol Já Acordou

Sábado, 24.07.21

“The Sun Just Spat Out an X-Class Flare, The Most Powerful Since 2017.”

(M.S./06.07.2021/sciencealert.com)

20210713_2130_c3_512.jpg

Imagine an explosion on the farside of the sun so powerful, we could feel it here on Earth. It happened on July 13th. The debris emerged in a circular cloud known as a “halo CME”.

(spaceweatherarchive.com)

 

The Sun appears to be waking up from the quiet period of its 11-year cycle. On 3 July 2021, at 14:29 UTC (10:29 EDT), our wild star spat out its first X-class flare of Solar Cycle 25; it was the most powerful flare we've seen since September 2017. (Michelle Starr/6 julho 2021/sciencealert.com)

Com o calor do Verão a cair sobre nós originando durante estes últimos dias temperaturas superiores a 30°C e ainda com o Sol a acompanhar-nos na praia todos os dias, atingindo-nos com índices de raios ultravioleta de nível 9 (muito elevado), no Espaço a cerca de 150 milhões de Km de distância (de nós) centro do movimento de translação da Terra, o SOL parece querer regressar a um novo período de grande atividade, começando a apresentar um nº apreciável de manchas solares (visíveis) e na sua coroa (superfície), notando-se um incremento em nº e intensidade de explosões, erupções, CME.

Como o caso registado no passado dia 20 de julho (terça-feira), dando-se uma explosão/erupção na região da mancha AR2846 e originando-se aí mais uma CME, sem impacto direto, mas sempre preocupante.

E conhecendo-se o aparecimento por vezes de fraturas no campo magnético terrestre (protegendo a Terra dos raios solares e raios cósmicos) e da existência de momentos em que a proteção dada por mesmo campo possa estar a um nível baixo (como poderá ser o caso presente), estando-se no início de um novo Ciclo Solar a caminho de mais um pico máximo de atividade da nossa estrela, podendo desde já ter “manifestações mais ou menos intensas da sua presença”, sendo bem possível na sequência de alguns episódios já registados anteriormente (com um par de eventos solares nestes últimos dias), que mantendo-se este ritmo e chegando novas manchas solares (ainda do outro lado do Sol) podendo ser dirigidas (apontadas à Terra), o Sol nos transmita alguma mensagem (de massa, de partículas, de energia, eletromagnética):

1280px-Magnificent_CME_Erupts_on_the_Sun_-_August_

On August 31, 2012, a long prominence/filament of solar material that had been hovering in the Sun's atmosphere, erupted out into space. The flare caused auroras on Earth.

(wikipedia.org)

 

X-class flares are among the most powerful solar eruptions from our host star (mightiest on record being an astonishing X28 in November 2003). This new flare wasn't quite so intense, clocking in at X1.5 (causing a shortwave radio blackout over the Atlantic Ocean). The most recent X-class flare, prior to this new one, took place in September 2017, when the Sun erupted in an X8.2 flare. (Michelle Starr/6 julho 2021/sciencealert.com)

Tendo saído do seu 24º Ciclo Solar e entrando há uns meses atrás no seu Ciclo seguinte (25º) ─ tendo em média cada ciclo aproximadamente 11 anos e com o meio desse período a verificar-se lá para 2025/26 ─ com a nossa estrela depois de acordar a lançar-se num período de atividade crescente, até atingir o seu pico máximo. Pelo que à medida que o tempo for passando e as manchas solares rodando e depois de mais uma volta (devido à rotação do Sol) reaparecendo, poderá um dia chegar, estando para nós apontada a consequência de algum tipo de Evento Solar: atingindo-nos desde logo com raios de luz viajando a 300.00Km/s (demorando mais do que 8 minutos a chegar), assim como com massa solar viajando transportada pelo vento solar ainda hoje se movimentando a uma velocidade (digamos que baixa) de cerca de 400Km/s (a esta velocidade demorando mais de 4 dias a chegar).

Podendo não acontecer nada ou até um certo dia os raios solares “fritarem tudo”, deitando abaixo a rede elétrica e deixando-nos temporária ou “um pouco definitivamente”, às escuras: sem luz, sem água, sem comida, sem transportes, sem proteção, fazendo-nos desde logo lembrar um cenário (podendo um dia ser real) “Apocalíptico”. Razão pelo que se deve estar sempre com atenção aos efeitos do Sol, tanto em Terra como no Espaço.

(imagens: SOHO/nasa.gov ─ NASA/wikipedia.org)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:26

Vaga Intermédia de Verão no Pico?

Sábado, 24.07.21

Para quem já está farto disto uns mesmo ao nível do desespero, aquilo que poderá ser mais do que um sinal, vendo-se o tempo passar e sendo tão alta a ansiedade geral: podendo-se sugerir que no passado dia 16 de julho se atingiu o pico máximo de Infetados desta “vaga intermédia de Verão” (com 5.347 Infetados/dia), estando-se agora cada vez mais próximos do pico máximo de Óbitos (desta mesma vaga), hoje (sábado, 24 de julho) já nos 20. Amanhã concluindo-se algo mais dependendo da evolução dos números (particularmente de Infetados/dia), dias depois sendo esse o caso, seguindo-se a confirmação. Ou não.

Imagem1.jpg

Quanto à região de turismo do Algarve registando-se +276 Infetados e +1 Óbito (passando agora a um total desde o início da Pandemia de 384 óbitos) e quanto ao nº de Óbitos/dia sendo o 10º dia consecutivo registando-se vítimas mortais por Covid-19 ─ num total de 14 óbitos numa média de 1,4 óbitos/dia. Sabendo-se que na região muitos mais morrem pelas mais diversas causas (por vezes tão ou mais graves, mas desde sempre ignoradas), nunca suscitando estas mortes tantas dúvidas e tantos problemas por parte das autoridades (ditas como responsáveis), seja da base, mas essencial e obviamente do topo (como o demonstra o responsável militar ─ ao contrário de muitos, aqui cumprindo, sendo eficaz ─ da Task Force da Vacinação).

[Erro: na 4ª linha onde se lê 5.347 Infetados/dia, devendo-se ler 3.547 Infetados/dia, sendo como tal o pico máximo de Infetados/dia, o dia 23 de julho (e não o dia 16) com 4.794 Infetados/dia.]

(dados: dgs.pt ─ imagem: Produções Anormais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:16

O Homem-Foguetão Azul

Sexta-feira, 23.07.21

Uma imagem do maior multimilionário do mundo, natural de Albuquerque, estado do Novo México, EUA ─ JEFF BEZOS, 57 anos ─ um empresário de sucesso norte-americano com a sua fortuna avaliada em cerca de 200 biliões de dólares, mais conhecido por ser o presidente e CEO da AMAZON (empresa de comércio eletrónico) e o fundador da empresa BLUE ORIGIN (empresa aeroespacial).

snapshot 1.jpg

Neste pequeno vídeo de pouco mais de quatro minutos apresentando-se uma visão comparada daquilo que dele temos conhecimento (difundida pela imprensa do sistema, sendo igualmente a dele) e do que alguma parte do mundo sabe ou pensa dele (particularmente a parte mais interessada dos quase 8 biliões de seres humanos habitando este planeta, olhando para ele e não compreendendo como foi possível atingir o lugar que aquele homem alcançou).

sddefault.jpg

Segundo afirmação do próprio tendo retirado da sua fortuna pessoal (de cerca de 200 biliões) 5 biliões de dólares só para concretizar o seu sonho ─ de colocar uma nave espacial sua no Espaço sendo o próprio um dos seus ocupantes-astronauta ─ conseguindo concretizar tal objetivo (de Vida, de um multimilionário, não sabendo o que fazer ao dinheiro, sendo dono do mundo, mas nem tendo tempo para olhar para baixo) no passado dia 20 de julho num voo de cerca de 10 minutos e a bordo do seu foguetão BLUE ORIGIN, ultrapassando a fronteira atingindo o Espaço exterior e indo e voltando salvo e em segurança.

snapshot 2.jpg

Despendendo neste seu óbice apenas 2,5% da sua fortuna pessoal ─ os tais 5 biliões de dólares ─ reclamando obviamente para si (e sendo um gesto natural no sistema, impondo o seu lugar no topo da hierarquia) e entre os seus (ficando a publicidade/propaganda para o povo) reconhecimento pela sua ousadia e poder, mantendo-lhe as portas abertas para com o apoio do povo e o dinheiro proveniente do Estado, o seu caminho persista e mesmo se fortaleça: depois de ser reconhecido como o Homem Mais Rico do Mundo durante os últimos anos e sendo consecutivos, a concretização do seu sonho final, a reconstrução (a partir desta) de uma “Nova Terra” talvez só para ele (e para os seus empregados) e com milhares de naves BLUE ORIGIN conduzindo-nos e à restante Humanidade à Aventura, na procura nobre de Outros Mundos, “Outras Terras para o Povo” (como aquando da Conquista dos Oceanos), ficando o Rei Bezos por cá (pela sede) à espera (de noticias das suas futuras filiais).

Facts on SpaceX Vs Blue Origin.jpg

[Numa luta Espacial entre os dois maiores multimilionários do Mundo, de um lado tendo-se o nº 2 (Elon Musk/fortuna entre 150/200 biliões de dólares) e do outro o atual nº 1 (Jeff Bezos/fortuna de mais de 200 biliões de dólares): ambos (e respetivas empresas  privadas) sendo apoiados financeiramente pelo Estado norte-americano (o fator fulcral), desviando verbas anteriormente destinadas à NASA (a agência governamental) descontinuando-a nas áreas práticas fundamentais e deixando-lhe a parte teórica (a mais “custosa e não imediatamente lucrativa”) ─ restando-nos dizer (á NASA) RIP.]

(imagens: caitlinjohnstone.com/youtube.com e complexob7.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:12

Covid-19 PT ─ Bicho Vivo, Turismo Morto

Sexta-feira, 23.07.21

No período de 08.07 a 21.07 com a incidência cumulativa nos 16 concelhos do Algarve a ser liderada (TOP 10) por Albufeira (1.553), Portimão (1.137), Loulé (1.120), Lagos (1.034), São Brás de Alportel (983), Faro (888), Olhão (817), Lagoa (769), Vila do Bispo (602) e Silves (538).

Esta sexta-feira (23.07) na região do Algarve registando-se +291 Infetados e +2 Óbitos, com vítimas mortais pelo 8º dia consecutivo (total de 12 óbitos, ou seja 1,5 óbitos/dia). Num total de 383 óbitos desde o início desta Pandemia (numa média de 0,8 óbitos/dia).

Imagem1.jpg

Num país com perto de 10,2 milhões de pessoas,

quase 0,95 milhões delas tendo sido contaminadas (cerca de 9%)

e destas quase 17,3 mil falecendo (nem sequer 0,2%)

 

Na contabilização publicada hoje pela DGS (incluindo as doses administradas até ao dia 22) com quase 4,5 milhões de portugueses completamente vacinados (45%) e com quase 6,5 milhões com 1 dose de 2 administradas. Pensando-se já na vacinação dos maiores de 12 anos.

Quanto à evolução da Pandemia e ao ano turístico na região algarvia, agora que se atravessa a designada “época alta de Verão” (devendo acrescentar-se “antiga”), por um lado esperando-se pela chegada do pico desta “vaga intermédia”, pelo outro turisticamente já nada havendo a fazer: turistas só se vendo alguns nacionais e por ali e por acolá, uns poucos estrangeiros.

(dados: dgs.pt ─ imagem: Produções Anormais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:43

Um Antepassado nosso, com 2.400 anos de Idade

Sexta-feira, 23.07.21

Face de um homem tendo vivido há cerca de 2.400 anos atrás ─ o homem de TOLLUND ─ num território onde hoje se localiza a Dinamarca (capital a 55°43’N), tendo sido sujeito a um sacrifício, enforcado e posteriormente atirado a um pântano. Local onde devido às características de conservação (de seres humanos) desses terrenos, o seu corpo ao ser descoberto (há 71 anos, em 1950) se encontrava em bom estado (bem preservado) já mumificado.

dYsQapfutetTJBfJ42HyAH-970-80.jpg

Homem de TOLLUND

(2.400 anos)

 

Hoje chegando-se ao pormenor de se ficar a conhecer o conteúdo da sua última refeição (antes de ser sacrificado), segundo estudos da arqueóloga e investigadora do museu dinamarquês de Silkborg ─ Nina Nielsen ─ sendo uma mistura de papas de aveia e de peixe. E verificando ainda ser portador de doenças parasitárias. Levando-a a afirmar: "That's quite fascinating, because you can get so close to what actually happened 2,400 years ago."

(Photo by A. Mikkelsen; Nielsen, NH et al (2021);

Antiquity Publications Ltd.)/livescience.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:23