Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma História Estranha sobre os Melros de Cabeça Amarela Mexicanos

Sábado, 19.02.22

Num acontecimento tornado insólito por não se enquadrar no comportamento habitualmente esperado e num trajeto tantas e tantas vezes cumprido sem qualquer tipo de percalço surgindo um incidente,

Não se compreendendo de imediato o repentinamente projetado, diante de nós, achando-se estranho (misterioso) e sentindo-se uma espécie de arrepio (medo),

Screenshot 2022-02-19 at 02-02-27 Video shows hundScreenshot 2022-02-19 at 02-03-36 Video shows hund

Várias centenas de aves voando em grupo e repentinamente colapsando

O registo de um bando de centenas de melros de cabeça amarela sobrevoando um bairro da cidade mexicana de Chihuahua, aparecendo de repente sobrevoando as habitações, subitamente parecendo ficar descontrolados,

E caindo de seguida em conjunto e inesperadamente todos ao solo, não se descortinando à 1ª vista qual o motivo para tal colapso coletivo, de seguida e da mesma forma com que tinham caído, parte deles reerguendo-se com maior ou menor dificuldade retomando o seu voo,

No entanto uma outra parte (provavelmente pela quantidade inicial de aves e pelas que ficaram, a minoritária) nunca mais se levantando, ficando essas aves espalhadas mortas um pouco por todo o lado.

Screenshot 2022-02-19 at 02-04-30 Video shows hundScreenshot 2022-02-19 at 02-05-05 Video shows hund

Atordoadas com a queda muitas retomando algo confusas o seu voo

Na semana passada com um bando de centenas de melros subitamente a colapsarem e meio desnorteados e colidindo uns com os outros (como se alguns já estivessem semiconscientes/inconscientes) a despenharem-se no solo,

Não se descobrindo a razão (para tal mudança de atitude das aves), mas por outro lado sabendo-se esta ser uma rota habitual de migração destas aves (em curso entre o México e o Canadá), algo as podendo ter perturbado neste seu voo em grupo,

Aparecendo logo tentativas de explicação deste “incidente” e até de outros casos algo semelhante antes já tendo ocorrido e sido também noticiados:  desde terem sido afetados pela inalação de fumos tóxicos ou sujeitos a alguma descarga elétrica (tocando nalgum cabo),

Screenshot 2022-02-19 at 02-09-40 Video shows hundScreenshot 2022-02-19 at 02-09-40 Video shows hund

Uma centena de aves do bando ficando para trás feridas ou mortas

Até à hipótese por muitos aceites talvez sendo a mais credível (ninguém tendo testemunhado fumos ou descargas),

De que a causa da fuga descontrolada destes melros, em voo colidindo uns com os outros, ficando inconscientes e não o conseguindo evitar totalmente, embatendo no solo, estaria na presença em sua perseguição (do bando) de uma Ave de Rapina.

Apresentando outros casos semelhantes ocorridos, mas com a presença de outras aves, os Estorninhos, num local com 200 deles sem motivo aparente a caírem do céu (uma testemunha afirmando ter escutado o que parecia ser uma descarga) e noutro local ainda com outros 200.

(imagens: cbsnews.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:39

O Mega Cometa que Ninguém Verá

Sexta-feira, 18.02.22

[E o artista solar sendo o cometa 2014 UN271 ou Bernardinelli-Bernstein.]

Illustration_of_Comet_Bernardinelli-Bernstein.jpg

Mega cometa Bernardinelli-Bernstein

1000X mais maciço que um típico cometa

Sabendo da aproximação ao Sol de um grande cometa, no seu ponto de maior aproximação à nossa (e sua) estrela, nem sequer sendo visto a olho nu (só utilizando mesmo um telescópio) do nosso planeta (a Terra),

Não deixando apesar da grande distância a que o mesmo passará do Sol em janeiro de 2031, mais de 1600 milhões de Km (para além da ´órbita de Saturno), de destacar a dimensão do cometa uns 137Km.

Tratando-se do cometa 2014 UN271 ou Bernardinelli-Bernstein (os dois astrónomos que o descobriram em outubro de 2014) pela sua dimensão o maior cometa alguma vez visto batendo os 70Km do cometa Hale Bopp.

Oriundo da região mais distante do Sistema Solar, quase como se fosse a sua última fronteira a extensíssima Nuvem de Oort, localizada a dezenas de milhares de UA do Sol, apesar de poder ser considerado pelo seu tamanho um mega cometa,

Comet_Bernardinelli-Bernstein_annotated_-_noirlab2  Comet_2014_UN271_Las_Cumbres_20210622.jpg

Cometa visto como um ponto em 2017 (a 25UA)

um pouco maior em 2021 (a 19UA) de distância

Na Terra os terrestres nem se apercebendo de tal, justificando-se o seu não avistamento apesar da sua grandeza, pelo periélio do cometa se verificar fora da região frequentada pelos Planetas Interiores (Mercúrio, Vénus, Terra e Marte), para além da Cintura de Asteroides e muito mais perto do Sol.

Querendo-se ir até à região de origem deste mega cometa, um conjunto maciço de rochas e de gelo tendo como o seu berço a Nuvem de Oort, estando suponhamos a umas 50.000 UA de distância de nós (Sol/Terra), cada UA sendo 150 milhões de Km,

E tendo-se deixado até passar ao pé de nós sensivelmente pelas mesmas distâncias um visitante não só distante, mas ainda-por-cima Extrassolar/Interestelar, porque não em vez de o ver optar por lá ir: à velocidade de 200Km/s um record a ser batido pela sonda solar Parker numa das suas aproximações ao Sol (e puxada pelo Sol), a caminho dos 1200 anos.

Como somos pequeninos.

maxresdefault.jpg

Um Mega cometa oriundo dos limites do Sistema Solar

tendo uma dimensão aproximada a 15X a altura do Everest

Um mega cometa oriundo de uma distância de perto de 40.000 UA da Terra (do interior da Nuvem de Oort, onde se encontra o seu afélio, na região limite do nosso Sistema Solar), no seu ponto de maior aproximação ao Sol (o seu periélio) ainda para lá da órbita de Saturno ficando a quase (ou apenas) 11 UA (de nós) ─ ponto que atingirá apenas no início de 2031 (e ano em que estará mais perto, a apenas 10UA da Terra) ─ e continuando a cumprir (nada acontecendo entretanto, tendo-se registado um aumento momentâneo do seu brilho no ano passado) a sua órbita de cerca de 5,5 milhões de anos.

Daqui a uns milhões de anos com o Homem, ao passar pelos Planetas Exteriores Júpiter, Saturno, Úrano e Netuno (situados para além da Cintura de Asteroides) nas suas revolucionárias Máquinas-Voadoras e espaciais (Interplanetárias ou mesmo Interestelares/Intergalácticas), a poder observador no local e presencialmente este monstruoso cometa.

(imagens: wikipedia.org e VisibleDark/youtube.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:40

Olhando para o seu Adversário

Quinta-feira, 17.02.22

[Tendo um gesto nobre (o russo) e oferecendo-lhe (ao ucraniano) um relógio com alarme (para este não adormecer) caso a Guerra (dos norte-americanos) comece (sem aviso prévio).]

https%3A%2F%2Fs3-ap-northeast-1.amazonaws.com%2Fps

Ukraine crisis highlights superpowers' quarrel over spheres of influence

As Eastern Europe edges closer to war,

the U.S. and Russia are squaring off as China watches the outcome.

(19.01.2022/nikkei.com)

“Não estando iminente, mas ainda sendo possível” ─ segundo o grande líder espiritual do Ocidente, habitando a Terra da Excecionalidade os Estados Unidos da América, o praticamente octogenário JOE BIDEN ─ após mais uma previsão falhada agora apontando o início da “Invasão da Ucrânia pela Rússia” (em mais uma adivinhação conjunta EUA/Reino Unido) para as primeiras horas desta quarta-feira dia 16 de fevereiro (marcada para pouco depois das 00:00 e já sendo meio-dia), indicação essa confirmada pelo próprio presidente da Ucrânia (Volodymyr Zelenski) no dia anterior e á última hora, não vendo indícios de tal mas tendo ouvido dizer que a invasão iria mesmo suceder,

Mais uma  vez e demonstrando não querer abandonar sob qualquer pretexto que seja este objetivo pelos vistos para si considerado estratégico (utilizar a Europa para tratar da Rússia) ─ podendo dar-lhe a prioridade necessária para se dedicar em exclusivo ao seu verdadeiro e atual adversário, a China ─ mesmo que sacrificando um Aliado seu (atirando-o para a Guerra), face à necessidade de se concentrar no novo Eixo do Mundo tendo-se o mesmo já deslocado do Atlântico para o Índico-Pacífico (perdendo a Europa protagonismo, agora sendo o mesmo transferido para a Ásia) e dado o impasse a que a situação no leste europeu atingiu, os EUA persistindo na sua campanha mediática até para consumo interno,

europa-emerita-3.jpg

A “New Cold War” to Decide the Future of Europe and the World

Trump’s ambassador to the OSCE says a Russian invasion of Ukraine

is an attack on “all of America’s allies.”

(21.01.2022/foreignpolicy.com)

Aproveitando o clima que se vive na Europa (de início de Guerra) e não deixando de apontar o que se passa na Ásia (de fim de Paz), tudo ocorrendo por sua própria iniciativa e na defesa exclusiva dos seus interesses (de dominação e de supremacia) ─ podendo ser considerado abusivo ─ invocando no entanto e no final o mesmo ser praticado igualmente em nossa defesa e em nosso benefício ─ desarmando os nossos argumentos contra, de imediato (assim não se procedendo sendo-se discriminado) ─ colocam através do seu Líder Global Joe Biden de novo a “grande dúvida” deixando tudo e para já em “lume brando”, declarando a “Invasão ainda ser possível” confirmando por outro lado a aparente retirada das tropas russas da zona de fronteira com a Ucrânia (regressando aos seus quarteis), mesmo que situadas em território da Rússia.

Internamente resolvendo a crise económica que os EUA atravessam (tal como todo o Mundo, infelizmente o país de Joe Biden não sendo exceção, talvez uma das causas), tentando entre outros setores dinamizar a Indústria e a produção/exportação (entre esta de equipamento militar e armamento), dado este ano os norte-americanos irem ter as Eleições Intercalares de 2022 (a meio do mandato de Joe Biden), com a descida acentuada da popularidade do atual presidente podendo ter repercussões negativas para os Democratas, consequências bem desagradáveis na sua representação ao nível do Congresso, do Senado e até dos Governadores, externamente persistindo na perseguição ao seu alvo primário o seu de momento grande adversário global, o Império em Ascensão, a China ─ sendo os EUA o atual Líder do Império Terrestre (logo, sendo colocado em causa, ele e nós os seus súbditos, sendo-lhe leais) ─ e deixando-nos (a Europa) para trás.

581f9a0d-f073-45a6-b116-75455566f1ba.jpg

US needs Ukraine crisis to harm European economy, legitimize its military presence

A Ukrainian serviceman patrols along a position at the front line with the eastern rebels

not far from Avdiivka, Donetsk region, Ukraine.

(13.02.2022/globaltimes.cn)

Declarando-se vencedor de qualquer coisa, de qualquer coisinha que seja, mesmo que de uma Guerra inexistente, por si próprio fabricada, declarada e encerrada (sem um tiro), internamente pelo prestígio a ele certamente atribuído pelos Média (patriotas) e simultaneamente pelo nítido e visível impulso dado à Indústria (de armamento), podendo tal cenário ser positivo, mais uma vez à custa da Rússia (depois do anterior presidente, sendo agora a vez do seguinte, uns aprendendo com os outros e atrevendo-se a repetir o cenário) para Joe Biden e para o seu partido os Democratas, construindo-se um cenário de manutenção/prossecução das condições já existentes, para já persistindo-se no conflito e mantendo-se a torrente intensa de notícias contraditórias, por proferidas sem fontes (testemunhos diretos/presenciais) apenas por seleção de proveniência (de informadores apenas sendo referidos, como credíveis).

E face a este impasse podendo levar à Guerra e no entanto, pelo pretexto (e desculpa, de mau pagador) não deixando de ser ridículo até por provocatório não existindo argumento ou justificação credível e minimamente aceitável para nos conduzir para uma potencial situação de Guerra, de destruição, de fuga, de fome, de doença e de morte, talvez perto de perderem a paciência, ou numa momentânea crise de nervos, finalmente transformando-se num momento não violento (muitos optariam por carregar no “botão vermelho”) mas de algum entretenimento (nem tudo tem que ser lágrimas especialmente quando elas são “de crocodilo”), num tom de gozo ou mesmo de um pouco de provocação com um porta-voz do Kremlin talvez tendo pena de alguns dos seus colegas ucranianos, a propor-lhes em vez de estarem sempre acordados dado a invasão poder ocorrer a qualquer momento (quando menos se espera) ou até num extremo nem ocorrer, utilizarem um despertador pronto a disparar o alarme, mal a invasão se inicie. E até informando adicionalmente o seu presidente Vladimir Putin o indagar diariamente, sobre a nova data fixada pelo Ocidente para a sua “mais que provável invasão”, até para estar informado e prevenido, não vá ela iniciar-se sem ele (a Rússia, os seus Militares) saber.

Coisas da Vida dirão alguns.

AP22046436310395.jpg

Russia preparing an invasion ‘in coming days’ Blinken warns UN

Russian army tanks move back to their permanent base

after drills in Russia.

(17.02.2022/aljazeera.com)

Já agora e estando-se no meio disto tudo, onde está a todo-poderosa Europa, o seu grande motor a Alemanha (o tal país que pediu à Rússia um tubo de gás só para si e faltando abrir a torneira, diz para já não) e o seu novo e mais democrata de esquerda (SPD) Chanceler?

February 15,2022 would go down in history as the day Western war propaganda failed, the West has been, “SHAMED AND DESTROYED WITHOUT FIRING A SINGLE SHOT.” (Maria Zhakarova/porta-voz do Ministério dos Estrangeiros da Rússia)

Últimas da “Saga Invasora”:

E mais de 46 horas passadas sobre o prazo limite sobre o início da Invasão da Ucrânia pela Rússia, marcada para depois das 00:00 da passada quarta-feira (16 de fevereiro) ─ até às 20:00 desta quinta-feira, ainda não se tendo verificado ─ mesmo com as tropas da Rússia/Bielorrússia a retirarem-se do terreno com o fim dos seus exercícios militares conjuntos (há muito programados e conhecido), entre essas estando algumas colocadas na região russa de fronteira com a Ucrânia (onde se localiza a região separatista de Donbass) ─ regressando aos seus quarteis, mas deixando naturalmente para trás as forças militares locais de defesa sendo território da Rússia ─ e apesar das constantes queixas dos “rebeldes” de Kiev manter os bombardeamentos sobre a região (a que mesmo que tendo conhecimento, nem a OSCE reage), eis que novamente os EUA (com Joe Biden a afirmar o risco de invasão manter-se muito elevado), a Grã-Bretanha e a NATO (os seus testas-de-ferro civis e militares na Europa) não acreditando nas intenções dos russos e pelo contrário dizendo as suas forças terem aumentando (sido reforçadas) estando-se a movimentar no terreno (não acrescentando no entanto ser em território da Rússia, apenas para esclarecer), a marcarem agora a invasão para o dia 20 de fevereiro de 2022 (próximo domingo). Uma data já usada, por outras antecipando-a sendo ultrapassada e agora não se confirmando a última previsão (e dia 20 estando para vir), sendo ressuscitada e regressando.

Até quando?

(imagens: nikkei.com ─ opinionsur.org.ar ─ globaltimes.com ─ aljazeera.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:10

Irritada a Terra e Irado o Sol ─ Notícias do Paraíso tornado Inferno

Quinta-feira, 17.02.22

HUGE FARSIDE EXPLOSION:

“Something just exploded on the farside of the Sun and it was big. NASA's STEREO-A spacecraft recorded a magnificent coronal mass ejection (CME) emerging during the late hours of Feb. 15th.” (spaceweather.com)

20220215_2236_c2_512.jpg20220216_0130_c3_512.jpg

LASCO

Esta quarta-feira (dia 16 de fevereiro) e não se tendo confirmado a “Invasão da Ucrânia” (previsto o seu início, para as primeiras horas de hoje), com o Sol a explodir emitindo uma poderosa CME felizmente ocorrendo do outro lado (não visível) e como tal não sendo direcionada para a Terra e por cá com a ilha da Madeira (pouco passava das 04:20 da madrugada) a ser abalada por um sismo de M5.1 (grau V/forte, sentido fora de casa) e epicentro localizado a 5Km de profundidade (a 45Km SE do Funchal),

Parecendo-nos que face aos últimos episódios presenciados e participados pelo Homem e analisados os factos, a favor ou contra ele (ele como é óbvio sendo todos nós), para além da Terra como uma Entidade (um Organismo Vivo) não se sentir bem com o ambiente geral que nela se vive (resultando da junção Ecossistema Terrestre/Homem este último como a espécie dominante), esse sentimento geral parece agora e neste 25º Ciclo Solar estar a alastrar à sua (nossa) estrela sobressaltando-nos com a sua violência apesar de à Terra (a nós) não direcionada,

20220215_221545_n7euA_304.jpg

STEREO

Para além desta situação nos indicar poder existir algum tipo de ligação umbilical Sol/Terra (o que aqui se passa está relacionado com o Sol, com a Terra por seu lado integrando o Sistema Planetário) ─ agindo o Sol, reagindo a Terra e respondendo (dentro dos seus limites) ─ agora que os esquerdistas são originários da Nova América e influenciadores da Velha Europa (e do Resto do Mundo) e sendo ainda relevante acrescentar aqui, as suas teorias sobre o Aquecimento Global e as Alterações Climáticas e de como elas não se lhe dando a devida importância, poderão levar à extinção de Vida no nosso planeta, nós incluído (no pacote Apocalíptico),

Nada se vendo a fazer por cá (Terra) nem mais além (fora dela), nem se observando ninguém preocupado com a evolução de tal situação, segundo dizem estando cada vez pior (paralisada e como efeito em regressão) ─ Pandemia, Crise Económica, Ameaça de Guerra, Fenómenos Geológicos, Atividade Solar ─ tendo-se forçosamente de estar preocupado (podendo-se pelos mais diversos motivos, mais ninguém estar, os restantes estando já num caminho irreversível) seja com a Invasão da Ucrânia pela Rússia umas vezes iminente outras vezes sendo muito provável (muitas vezes tendo uma interrupção, voltando-se por momentos à normalidade, tal como com o vírus, umas vezes sendo pandémico outros sendo endémico), seja com a atividade geológica da Terra ao contrário de Marte estando em constante desenvolvimento (demonstrando estar Viva), a Madeira para além do mais sendo Portugal e já agora ao nível geológico e mundial, o centro deste tipo de atividade terrestre (por intensa) estando na Ásia com o seu Anel de Fogo do Pacífico (a Oriente estando os EUA),

current_synch_NRT.jpg

SDO

Como igualmente e o Astro-Rei mostrando-o nestas últimas horas e à evidência todo seu “poder de fogo”, devendo-nos preocupar com aquele que nos mantem Vivo (dando-se lhe graças), mas um dia pelo contrário podendo dar cabo de nós (com uma violenta explosão solar dirigida e bem apontada o alvo sendo a Terra), fazendo-nos regredir no mínimo uns 1000 anos e regressando-se na melhor das hipóteses e num curto espaço de tempo (sem salvação) à Idade Média: sem eletricidade, sem telecomunicações, sem transportes, sem qualquer tipo de serviço, proteção e assistência, podendo mesmo ser o fim da nossa Civilização ─ tendo antes os dinossauros sido extintos por um impacto de um asteroide com o nosso planeta (há mais de 60 milhões de anos matando-os a todos e extinguindo muitas outras espécies), como o poderiam ter sido e tal como hoje nós continuamos a correr o perigo de tal suceder (provavelmente repetir-se, tendo a Terra e o seu Sistema mais de 4,5 biliões de anos), com um Evento Extremo Solar do tipo do Evento de Carrington (indo fazer 163 anos), aí com uma poderosíssima ejeção de massa oriunda da superfície do Sol a atingir a Terra e a provocar uma das mais intensa tempestades geomagnéticas registadas (aí com o telegrafo a ser extremamente afetado e com a luz das Auroras a iluminarem os céus). Alguns prevendo outra idêntica para o período entre 2012 e 2022 (em 2012 uma semelhante tendo passado ao lado da Terra), como se vê estando-se no limite.

Screenshot 2022-02-17 at 03-17-40 IPMA - LOCALIZA

IPMA

E se a Madeira treme como muitos outros pontos da crosta terrestre e sendo de origem vulcânica, podendo ter ainda algum tipo de ligação com o interior da Terra, estando de uma forma ou de outra sempre em contacto com ela, nem que seja por camadas sobrepostas podendo ou não estar fraturadas e até podendo ou não ser perfuradas e atravessadas, até se chegar numa derradeira etapa (entrando em contacto com o exterior) á superfície (ou não se tivesse formado a ilha através de uma erupção vulcânica), sabendo-se da ligação entre estas ejeções de material proveniente do Sol, acontecendo, influenciando fortemente os fenómenos sismológicos e vulcanológicos terrestres, o Sol no presente tendo que ser mais uma preocupação, estando-se num ciclo com um nº de manchas em média superiores ao previsto, aproximando-nos cada vez mais do seu pico máximo de atividade (marcado para meados de 2025) ─ atividade essa durante as última semanas tendo sido de registo ─ para ainda hoje, fazendo-nos saltar na cadeira mas felizmente “não sendo para nós”, sermos informado de uma Mega Ejeção de Material do Sol, de uma Mega Chama Solar, de uma Mega  CME, no outro lado do Sol  desta vez não nos atingindo: relembrando a mancha solar apesar de ter explodido poder continuar a estar lá e durando a rotação do Sol cerca de 27 dias (até estar completa), num máximo de duas semanas podendo estar-se a olhar para ela, um certo dia e talvez frente-a-frente ─ questionando-nos e se tivéssemos apanhado (estando apontada para nós) já com esta, teríamos ainda luz e comunicações?

No final da passada terça-feira por volta da 22:00 com o Sol através de uma das suas manchas solares de momento do outro lado do Sol ─ mas acompanhando a sua rotação a aparecer tornando-se visível, dentro de aproximadamente 4/5 dias (lá para segunda-feira, 21) ─ a “explodir na sua coroa solar” produzindo uma enorme e luminosa ejeção de massa da superfície do Sol ou CME, originando a formação de um intenso jato de plasma, saindo disparado dessa região ativa e atingindo (em pouco mais de 1 segundo) um comprimento de 400.000Km. Estando a Terra do outro lado dessa região do Sol não sendo atingida, mas pensando-se que com mais uns dias em cima poderia estar-nos apontada podendo-se afirmar (como o sugere o site spaceweather.com), podendo-nos (e a Terra) ter esquivado de uma “bala-de-calibre-solar”. Tendo-se que ter muito cuidado com a Terra e prestar igualmente muita atenção ao Sol.

(imagens: SOHO/STEREO/SDO/IPMA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:23

No Mínimo Estranho

Quarta-feira, 16.02.22

No passado dia 3 de fevereiro de 2022 num registo do Observador Solar e Heliosférico SOHO (uma sonda da NASA/ESA tendo como missão o estudo do SOL) ─ EIT284 01:06 e EIT284 13:06 (com uma diferença de 12 horas) ─ certamente que deixando muita gente perplexa a olhar,

20220203_0106_eit284_512.jpg20220203_1306_eit284_512.jpg

Da esquerda para a direita e

num intervalo de doze horas surgindo a diferença

(no canto superior direito do Sol)

Das 01:26 para as 13:26 e entre esses dois registos comparando-os (tentando descobrir alguma diferença), deparando-nos perante uma formação desconhecida e estranha no canto superior direito do SOL ─ retangular, no espaço aparentemente um paralelepípedo

20220203_1306_eit284_512 b.jpg20220203_1306_eit284_512 d.jpg20220203_1306_eit284_512 c.jpg

Um objeto sobre a coroa solar

aparentando ter a forma de um paralelepípedo retângulo

(vem visível dada a sua geometria, destacando-se)

Não se encontrando explicação para tal fenómeno (ocorrido sobre a superfície do Sol) nem ninguém que se saiba e até ao momento o tenha observado, compreendido e divulgado, abrindo-se todas as portas tentando adivinhar, o que esse objeto na realidade (ou na nossa imaginação) seria.

wts-parker-solar-probe-cnet-thumb.jpg

Na sua aproximação ao Sol a quase 200 Km/s

ficando a pouco mais de 6 milhões de Km da nossa estrela

(Sonda Solar Parker)

Não sendo uma nave espacial alienígena procurando reabastecer-se (e tendo o Sol no seu caminho, como fonte de energia) ou em alternativa aproveitando um portal de passagem para se transportar para um “Outro Mundo”, podendo até ser uma sonda automática terrestre tal como a Sonda Solar Parker passando nas proximidades da (nossa) estrela.

(imagens: sohowww.nascom.nasa.gov ─ cnet.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:07

Espetáculo e Hipocrisia (de mãos dadas)

Terça-feira, 15.02.22

Uma imagem (vinda dos Média) que poderá muito bem ser escolhida como um exemplo do que é hoje o nosso país (neste século XXI),

Screenshot 2022-02-15 at 16-24-07 thumbs web sapo

Portugal dos Pequeninos séc. XXI

Patrocinadores retiram apoio:

"Não toleramos qualquer ato de violência".

Mas do que é que eles estavam à espera?

Da política ao entretenimento parecendo todos querer contribuir para o mesmo (“saco-azul”) e logo com os resultados que todos nós vemos (sendo sempre os mesmos no poder, aos pais sucedendo-lhes os filhos, sejam legítimos ou bastardos), só não o querendo ver quem por único interesse egoísta e pessoal ─ como justificação e estrategicamente (utilizando-o sempre que necessário) ─ se esqueceu de trazer consigo as suas lentes de aumentar. Revelando ao público em geral algo que até poderá ser pequenino, o mais certo e estando neste país (conhecendo-se o Povo e A Justiça) a não ir dar em nada ─ falando-se e no fim como habitual e tradição ficando-se à espera (como é óbvio do caso seguinte) ─ no entanto e sendo esta a conclusão fundamental a tirar (disto tudo), deste “Espetáculo Deprimente” e oferecido por um canal generalista, de que o que ali está dentro do estúdio é apenas mais uma pequena amostra da grandeza cada vez mais insustentável e insuportável do que, mais violentamente do que se pensa (ou nos condicionam a pensar), se passa do lado de fora desse espaço limitado. Aqui com o facto de se mostrar, estendendo-se o tempo disponibilizado do espaço limitado para o ilimitado, tendo como finalidade única e objetiva banalizar, contribuindo ainda mais para a nossa aceitação e indiferença (quando deveria ser o contrário), perante a proclamação antecipada da nossa morte.

(imagem: TVI/magg.sapo.pt)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:41

Lua e Pareidolia

Terça-feira, 15.02.22

“Se a 1ª pegada do Homem na Lua se reporta há já mais de meio século (Neil Armstrong) e a última já tendo 50 anos (Gene Cernan) ─ entretanto, nunca mais se lá voltando e ficando-se pela Terra (e pela ISS) ─ é chegada a hora de não nos limitarmos a projeções (sendo este caso de pareidolia, um excelente exemplo) e voltarmos a estar lá, mas presencialmente (não com sondas automáticas), afastando possíveis fantasmas ainda podendo estar guardados no (nosso) armário.”

post-2021-images-pareidoliamanmoon-1536x949.jpg

Confirmando-se a ideia de que se aprende com “qualquer coisinha” (por mais pequenininha que a consideremos), aqui tendo como responsável dessa conclusão o “Dia dos namorados” (14 de fevereiro), ficando a par da existência de uma marca sobre a superfície da Lua (referida pelo site spaceweather.com) denominada como Lunar X (uma marca simbolizando a letra X), não sendo descrito como um fenómeno estranho e inexplicável (como algum tipo de intervenção alienígena), mas como um fenómeno psicológico definido como pareidolia (sendo uma elaboração por nós construída e projetada na Lua) aqui visível a mais de 384 mil Km da Terra (de nós).

Peter-Rosen-Moon-LunarX-2022-02-08-02Heng_16447944

A Lua a 8 de fevereiro

(Hemisfério Sul)

Pareidolia: “fenómeno psicológico que consiste na identificação ilusória de significados ou padrões reconhecíveis, em resposta a estímulos vagos ou aleatórios (imagens, formas, etc.).” (infopédia.pt)

Peter-Rosen-Moon-LunarX-2022-02-08-02Heng_16447944

A lua a 8 de fevereiro

(Lunar X)

Um fenómeno visual ocorrendo no Hemisfério Sul da Lua uma vez por mês, ao nascer-do-sol e quando os seus primeiros raios começam a espalhar-se pela sua superfície, atravessando-a e no caminho indo iluminando as suas múltiplas crateras, entre a luz e as sombras criadas e com alguma imaginação e construção (mental), aparecendo um símbolo por nós bem conhecido, para muitos “indicando o lugar” a letra X. Tendo a sua observação ocorrido a 8 de fevereiro, para além do X ainda se observando um pouco abaixo uma outra letra um V (acima do X surgindo ainda um outro V, mas mais fechado) ─ prolongando-se o “tempo de pareidolia” disponível, muitos mais ─ dado a extensão de terreno e as numerosas crateras (e tendo-se tempo) podendo-se obter todo o alfabeto, outros alfabetos e até (sendo-se mais elaborado) figuras.

(dados: spaceweather.com ─ imagens: oddathenaeum.com

e Peter Rósen/spaceweathergallery.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:31

Snooker ─ Circuito Mundial (2021/22)

Terça-feira, 15.02.22

Campeonato do Mundo Feminino 2022 (Final) e 2022 Cazoo Players Championship (Final)

Mundial Feminino (Final/14 fevereiro 2022)

NUTCHARUT WONGHARUTHAI (TAI/3ªRM) – 6

WENDY JANS (BEL/14ªRM) – 5

(evolução dos frames: 1-0, 1-1, 2-1, 2-2;

2-3, 2-4, 3-4, 3-5, 4-5, 5-5, 6-5)

FisherWongharuthai-1800x780.jpg

Nutcharut Wongharuthai

(Tailândia, 22 anos)

Campeã de Snooker 2022

Na 39ª edição do Mundial de Snooker Feminino (1ª edição em 1976) nos últimos 15 anos sendo dominado pela natural de Hong Kong NG ON YEE (3X Campeã) e pela inglesa REANNE EVANS (12X Campeã e até ontem campeã em título), eis que a jovem tailandesa e até ontem Vice-Campeã do Mundo NUTCHARUT WONGHARUTHAI (derrotada na final anterior por Reanne Evans por 6-3) ─ deixando pelo caminho Ng On Yee (eliminada pela própria) e Reanne Evans (eliminada por Wendy Jans a outra finalista) ─ e após 7 vitórias consecutivas neste Mundial, se sagra finalmente Campeã do Mundo de Snooker (de 2022) batendo na final e na negra a belga WENDY JANS por 6-5. E para além do título Mundial conquistado, garantindo por 2 anos (época de 2022/23 e de 2023/24) um cartão de acesso ao principal Circuito Mundial de Snooker, atualmente tendo o inglês Mark Selby como Campeão e Líder do Ranking Mundial.

Players Championship (Final/13 fevereiro 2022)

NEIL ROBERTSON (Austrália/4ºRM) – 10

BARRY HAWKINS (Inglaterra/9ºRM) – 5

(evolução dos frames: 0-1, 1-1, 2-1, 3-1, 4-1, 5-1, 5-2, 5-3;

6-3, 7-3, 7-4, 7-5, 8-5, 9-5, 10-5)

3291371-67307688-2560-1440.jpg

Neil Robertson

(Austrália, 40 anos)

Vencedor do 2022 Players Championship

Na 12ª edição do PAYERS CHAMPIONSHIP 10ª prova de Ranking Mundial da época 2021/22 possuindo como jogadores mais vezes tendo ganho a prova os ingleses JUDD TRUMP e RONNIE O’ SULLIVAN (cada um por 2X) e como atual detentor do troféu o escocês JOHN HIGGINS (batendo na final o inglês Ronnie O’ Sullivan por 10-3), na sua 4ª presença na final desta prova (2012, 2013, 2019 e agora 2022) finalmente com o australiano NEIL ROBERTSON vencendo-a e conquistando o troféu, batendo na final o inglês BARRY HAWKINS por 10-5. Esta época com esta vitória conquistando o seu 3º troféu, com duas provas de RM e uma prova por convite ganhas (total de 3), ultrapassando o jovem chinês ZHAO XINTONG por eu lado com duas provas de RM ganhas (total de 2) e por outo lado com a sua 22ª vitória em provas de RM juntando-se no 6º lugar ao inglês JUDD TRUMP no TOP10 dos jogadores mais tendo ganho estas provas (de RM, de “todos os tempos”) liderado pelo inglês RONNIE O’ SULLIVAN (THE ROCKET) com 38.

(imagens: womenssnooker.com ─ eurosport.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:22

Até Se Aceitando Apostas, Mas Estando em Causa a Europa

Terça-feira, 15.02.22

[Faltando pouco menos de 9 horas para se confirmar a nova previsão (de início da Guerra) ─ e com o exército russo a começar a desmobilizar as suas forças com a aproximação do fim dos exercícios militares conjuntos ─ já há muito previstos (o outro lado e como sempre e vice-versa sendo previamente informado) ─ contando com a participação da Rússia e da Bielorrússia.]

VP-MAP-RUSSIAN-WAR-FEARS-NEW-NOV-14-1.jpg

Uma previsão muito provavelmente de Invasão Iminente

(sendo a parte à espera do ataque, a saber a data do mesmo)

Depois das constantes e repetitivas afirmações (tornadas insuportáveis não existindo variação) por parte dos EUA posterior e invariavelmente repetidas e exponenciadas pelo Reino Unido de que a “Invasão da Ucrânia pela Rússia estaria iminente” ─ a este ritmo (observando-se os movimentos dos diretamente envolvidos, pelos vistos nada interessados nesse cenário de Guerra) podendo ser dentro de horas, dias, semanas, meses ou mesmo anos ─ e conhecendo-se por outro lado os persistentes desmentidos por parte da Rússia na concretização de tal invasão (nem sequer tendo tropas no território em questão, ao contrário de muitos outros países ocidentais, mantendo-se há bastante tempo o contingente de 100.000 soldados protegendo a sua fronteira comum com a Ucrânia, mas em território russo),

maxresdefault.jpg

Não o desejando uma das partes e não se entendo as partes

(prosseguindo-se com ameaças e crescendo um cenário de WW3)

Só faltando mesmo a opinião da parte mais interessada neste tema (podendo ter consequências mortais, os EUA/UK apontando logo de início para 50.000 mortos e meio milhão de pessoas desalojadas e em fuga), saber-se o que acham disso os cidadãos residindo nesse território (na Ucrânia) ─ onde caso tudo isto se confirme e sendo-o em dúvida da pior forma (da Paz passando-se para a Guerra), poderá estar-se perante o fim da Ucrânia e por contágio da Europa ─ tanto sobre a evolução deste cenário (parecendo pré-montado, obviamente por uma das partes), como sobre os seus anseios e desejos e havendo guerra, quando será e qual a real justificação, não o pretexto (para a mesma Guerra na Europa com o único interessado sendo os EUA, “entretendo-se a Rússia e partindo-se ao assalto da China”):

whatsapp-image-2022-02-14-at-11.25.42-pm-164486373

A última tentativa finalmente envolvendo a parte mais interessada

(mas não resistindo à tentação de marcar igualmente uma data de invasão)

Assim no meio deste alarido, como se não percebesse bem a situação e pedindo até aos vindo em seu auxílio para deixarem de repetir continuamente a “Invasão está Iminente” ou a “Invasão já Começou”, não existindo pelos vistos e segundo este motivos para tais alarmismos, podendo até ser contraproducentes e levar alguém a disparar antes do outro, aí se começando acidentalmente um conflito, podendo ter sido por muitas vezes (querendo-se) evitado, surgindo finalmente nas “Últimas Notícias” e no sector “Breaking News” das agências noticiosas Ocidentais, talvez como um derradeiro esforço agora por parte dos Média para compor melhor o cenário tornando-o mais convincente para os mais céticos ─ “nós tínhamos razão, vejam o que diz o Presidente da Ucrânia” ─ fazendo o pino, antes de se recolar e lançando-se de seguida para um mortal à retaguarda, o atual presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky entrando como alguns outros no “Clube das Previsões Iminentes” e perante o que “tinha ouvido dizer” fazendo os seus próprios cálculos e apontando a “Iminente” invasão do seu país para a próxima quarta-feira, 16 de fevereiro.

(imagens: the-sun.com ─ Military Insider/youtube.com ─ news18.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:16

Uma Invasão Não Confirmada

Segunda-feira, 14.02.22

[Rússia Vs. Ucrânia por intermédio dos EUA e via Europa. Ou como começar uma Guerra, sem que nenhuma das partes o deseje.]

US-drone-over-Ukraine-Thousands-of-people-watched-

Contexto de preparação para o inevitável (segundo os EUA/UK)

Conflito armado Rússia/Ucrânia

(Drones dos EUA a sobrevoarem a Ucrânia na fronteira da Rússia e Bielorrússia

Entre elas a região rebelde ucraniana e pró-russa de Donbass)

"We want to be crystal clear on this point: Any American in Ukraine should leave as soon as possible and, in any event, the next 24-48 hours." (Conselheiro Nacional de Segurança da Casa Branca, Jake Sullivan/12.02.2022 00:09 Hora de Lisboa/MSNBC/twitter.com)

Sendo mais uma vez surpreendido, sejamos francos, talvez nem tanto como isso (tal o cansaço com tanta repetição), por mais uma mensagem encriptada norte-americana (oriunda de Washington), traduzindo-a, informando-nos antecipadamente do início da Guerra (Rússia/Ucrânia), agora estabelecendo um período limite entre 1 e 2 dias ─ início da Guerra marcado para o período entre as 00:09 do dia 13 (este domingo) e as 00:09 do dia 14 (próxima segunda-feira),

Ainda com mais de quatro horas à frente (domingo 13 pelas 20:00 horas de Lisboa) para que mais este prazo estabelecido pelos norte-americanos expire (a partir da meia-noite e entrando-se na próxima semana de trabalho), informação secundada e imediatamente replicada como sempre pelo Reino Unido (parecendo mesmo o 51º estado dos EUA) propagando-se de seguida e por cópia/imitação à Europa, ficando tal como certamente todos os ucranianos à espera que tal não se confirme, felizmente tal como acontece na esmagadora dos casos envolvendo entre outros EUA/Reino Unido (os especialistas dos Média), sendo mentira ou se preferirem FAKE NEWS.

Com os norte-americanos pedindo mais uma vez desculpa por mais esta “interrupção”, sendo os mesmos alheios à mesma, não sendo da sua responsabilidade um ou o outro não terem tomado a iniciativa de começarem na prática o conflito (a Guerra) dando o primeiro tiro e assim, podendo-se sempre e indiscriminadamente, à escolha e podendo até ser aleatória, responsabilizar alguém (até se necessário e invertendo os papeis, o 1º passar a 2º ou vice-versa),

Assegurando-nos que ultrapassados alguns pequenos problemas técnicos entretanto surgidos, adiando mais esta previsão (não deixando de ser convicta, mesmo ainda não acertando na “chave dando prémio), no que parece o cumprimento do seu desejo estando longe, estando protegido e diretamente não tendo nada a ver com ele, sendo um problema exclusivo da Europa (exatamente como pensa o Reino Unido, agora a Ilha oficialmente desligada do seu Ex Continente),

ukraineconflict.jpg

Depois das ainda recentes 1ª e da 2ª Guerra Mundial (1914/18 e 1939/45)

a repetição do mesmo retrato-robô preparatório de Guerra

(agora justificando a talvez definitiva 3ª GM, novamente com a Europa

como campo de batalha e lá bem ao fundo com os EUA a observar)

“US and allies have new intel that suggests Russia could be planning to attack Ukraine prior to end of Olympics, contrary to previous assessments. New intel comes as officials have dramatically ramped up the urgency of public warnings related to Ukraine in past 24 hours.” (Repórter da CNN à Casa Branca, Natasha Bertrand/11.02.2022 23:17 Hora de Lisboa/caitlinjohnstone.com/twitter.com)

Tomará as devidas previdências (até como solidariedade para com os seus Aliados Militares da NATO) para que esta situação de impasse não se eternize: até porque os EUA têm os seus grandes interesses centrados na Ásia, sendo que o Eixo do Mundo já há muito tempo que se começou a deslocar de Ocidente (do Atlântico) para Oriente (para o Índico/Pacífico), depois de um primeiro passo para leste em direção à Rússia, passando-se ao segundo sendo o mais importante (deixando-se esta para a Europa, como se esta fosse capaz), com os EUA a apontarem agora como seu Grande adversário/inimigo a China (quase que exclusivo), desvalorizando e isso sendo um erro crasso (ou não fosse uma das duas grandes potências nucleares), a ainda poderosa Rússia (1 das 3 potências Globais, formando um Bloco com uma das outras e sendo esta logo a o Novo Império emergente, a China).

O maior problema para a Ucrânia, para a Rússia e para a Europa e como consequência, para todo o Mundo, a China sendo a seguinte na lista (de prioridades norte-americanas), é que reativado o sector nos EUA ─ Industrial-Militar, chamando mais trabalhadores e vendendo ao Mundo o produto ─ a guerra terá forçosamente de começar algures e para os norte-americanos a Europa (a velha antes bela e rica, mas agora sem rendimentos nem mesmo cultura), merecendo de momento a camisola amarela, o prémio de ser ela a ganhar o “Troféu de Guerra”.

Invasão da Ucrânia pela Rússia agora a ser novamente adiada (deixando-nos cada vez mais impacientes, não se podendo repetir indefinidamente a mesma história e pretendendo-se na realidade atingir um objetivo, tendo-se de tomar a iniciativa para que o desejo se cumpra) para terça-feira ou quarta-feira (15 ou 16 de fevereiro), não se confirmando podendo-se sempre recorrer a uma data anteriormente referida (mas com a pressa abandonada), coincidindo com o fim das Olimpíadas de Inverno (a decorrer na China) e  com o finalizar dos exercícios militares conjuntos Rússia/Bielorrússia (a decorrer entre os dois países) lá para 20 de fevereiro (passado este, obviamente no próximo domingo).

(imagens: randrlife.co.uk ─ foreignpolicy.org.tr)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:40