Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Fev 13

Sabia que as moscas da fruta (adultas) obrigam as outras moscas da fruta (adolescentes) a beberem álcool para seu próprio bem?

 

Mosca da fruta

 

Not Cool:

 

Amigas dos seus filhos, quando as moscas da fruta sentem que a sua comunidade pode estar em risco devido à acção de outros insectos parasitas – como é o caso das vespas – protegem de imediato os seus jovens ovos, colocando-os num ambiente encharcado em álcool, de modo a que as futuras larvas o consumam e assim se protejam contra esses insectos mortais.

 

Muitas outras espécies de moscas – além das moscas da fruta – já utilizam esta estratégia de defesa e preservação da sua espécie, antecipando os possíveis riscos de infecção e doença mortal com a utilização preventiva de toxinas existentes no álcool – tudo com o único objectivo de proteger a saúde de todos e o bem estar da sua comunidade.

 

É claro que estas moscas devem ser um exemplo de uma comunidade de indivíduos que têm a escola toda, já que adquiriram no seu percurso prático educacional competências básicas fundamentais, que lhes permitiram apreender e aplicar mecanismos eficazes de defesa e de prevenção.

 

Cool:

 

Nós – os humanos racionais portugueses, pelos vistos já acompanhados pelos humanos racionais norte-americanos (só podia!) – adoptamos pelo contrário uma atitude deveras irracional: ao vermos um carro cheio de jovens embriagados – com a única excepção e talvez momentânea do próprio condutor – logo os felicitamos a todos, compensando de imediato e com satisfação evidente a sua atitude adulta, atribuindo-lhes diversos prémios; que vão até à dádiva de dinheiro para combustível, de modo a assim poderem dar mais uma voltinha e beberem mais uns shots.

 

Declaração de interesse:

 

Há uns dois anos atrás fui multado no concelho de Albufeira no âmbito da campanha 100% Cool. Nesse dia tinha ido ao campo fazer um pouco de companhia aos meus amigos cães e ao mesmo tempo dar-lhes de comer – a cadela responsável pela ninhada tinha fugido e sido abandonada pelo anterior dono, com a vizinhança a denunciar-nos posteriormente e muito provavelmente com a colaboração do mesmo, por termos cães jovens sem vacinas e licenças, o que nos custou a módica quantia (multa) de 250 Euros, com o carimbo simbólico do Ministério da Agricultura – acabando por beber um bagaço para aquecer o corpo e a alma e (azar o meu) terminar o da minha companheira, para não ter que o desperdiçar deitando-o fora. No regresso a casa resolvi alterar o meu trajecto habitual e apanhei logo com a brigada.

 

“O Presidente da autarquia e outras autoridades morais andavam por ali em campanha” – diziam as pessoas e os meios de comunicação: ali de certeza que nada de útil iriam fazer, distantes como estavam dos bares, das discotecas e de outros locais de diversão nocturna e apenas com residentes locais habituais a passarem por ali – sempre era sábado e estes podiam estar a sair do restaurante ou de uma tasca qualquer, sem terem noção do custo utilizador/pagador do amigo balão 100% Cool. Entretanto em Albufeira os adolescentes iam aviando mais uns quantos shots, enquanto o pendura acidental não embriagado ia meter mais uns litros de combustível: deste modo o rodopio da noite estava mais que garantido e ainda por cima com o selo das entidades civis.

 

(imagem – earthsky.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:17

Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
14
15

22
23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO