Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Abr 11

Os bichos são nossos amigos, isso já nós sabíamos todos, mas também sabem esperar, sem protestar ou exigir, antes do que foi combinado. E muita das vezes, esse tempo que dispensamos, é tão pouco para eles: como na nossa vida diária, que se vai escoando sem sentir, adiamos para o dia seguinte, a confirmação da nossa amizade. E assim não se sente verdadeiramente, o amigo que no seu buraco, lá vai resistindo por nós – e se entretanto nos vê, nem que seja de relance, então é que é ver, a chegada do “fim-do-mundo”!

 

Milo

 

Estes bichos conseguem estabelecer connosco uma relação bastante forte, que se assemelha muita à existente entre seres da nossa espécie, associando-se plenamente ao nosso grupo – seu por adopção – e fortalecendo-o com a sua fidelidade total. Exemplo que muitas vezes não é seguida pelos seus donos e guias espirituais, que são frequentemente os detonadores irracionais do fim do seu próprio grupo e segurança – a liberdade perde-se quando se destrói um mundo existente, em nome de outro que nunca existirá.

 

 Bones

 

Existem pessoas com diferentes tipos de atitudes e comportamentos – perante factos com que se deparam no seu quotidiano diário – que nos levam a afirmar que há gente, que gosta de animais e outra que não os reconhece nem deseja, para compartilhar e idealizar o seu percurso de vida. Desses, os animais estão protegidos! O problema reside naqueles que se querem reflectir nestes bichinhos e impor-lhes, como o tentaram fazer aos seus filhos de espécie, a sua filosofia de vida.

 

Prospero

 

BoingBoing – Fotos de Martin Usborne

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:36

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

22

24
26
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO