Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Chamaram-me Monstro!

Domingo, 23.10.11

A carregar …

 

“Idealiza ser um nobre cavaleiro enviado ao futuro no século vinte e um, representante do bem e das virtudes, colocado em Portugal por uma organização secreta para derrotar o mal, encarnado por um monstro gordo e descontrolado e que ele fará implodir, utilizando novas técnicas de auto-convencimento”

(Pensamento Esquizofrénico de um Coelho: Livro 10 - Capítulo 2011)

 

O Monstro

 

"Atacar o Monstro é ir ao bolso e à dignidade das pessoas"

Francisco Louçã – BE

Lusa

 

O Monstro e o Político

 

Hoje, Passos Coelho garantiu que Portugal "vai mostrar que é capaz de atacar o Monstro, diminuir o peso desse Monstro e atacar a despesa do Estado, porque é essa que pesa sobre os contribuintes, empresas e sobre a nossa economia".

"Vamos conseguir atacar esse Monstro, todos juntos, durante o próximo ano", sublinhou.

Passos Coelho – PSD

Diário Digital

 

Monstros

 

Hoje apelidaram-me de “Monstro”, gordo e descontrolado. Estou em casa com muito medo, porque ameaçaram que voltariam de novo no próximo ano, com outros a ajudá-los, apesar de já nos terem roubado e enxovalhado, com o título de malandros e falidos, que ainda por cima, não querem trabalhar. Até a Igreja parece querer livrar-se do “Monstro” peganhento, prontificando-se em negociar o encosto de feriados religiosos, em troca de isenções nos impostos. Que pobre vida tem o Monstro, comparada com a dos seus tratadores!

Daniel Proença – Sem partido

PA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:08


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.