Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

05
Nov 11

Elenin chega na primeira quinzena de Novembro, após um passeio à volta da nossa estrela. No caminho em direcção ao Sol, a NASA afirma que o cometa se desintegrou e que “já era”. Agora e no regresso, pelos vistos “ainda é”, o que vai levar a agência espacial norte-americana, a uma aplicada e cuidada observação do fenómeno, da passagem do cometa.

 

 

Elenin – em 6 de Agosto de 2011 e comparando-o com as dimensões da Terra e da Lua

(nem um pixel o representa, o que não quer dizer nada, sobre as consequências catastróficas de um impacto do cometa, com um destes astros)

 

 

Teorias conspirativas afirmam que Elenin é uma nave espacial

(esta afirmação chegou a ser veiculada diversas vezes por astrónomos russos e confirmada por outras entidades responsáveis de leste)

 

Este cometa está ligado a muitas incertezas e teorias conspirativas anunciando o “fim do mundo”, muito por culpa das entidades responsáveis por nos esclarecer, neste caso a NASA, que em vez de exercer o seu trabalho em prol do esclarecimento de toda a comunidade, leiga e erudita, só nos mergulha em confusões constantes, devido às suas sucessivas (e premeditadas?) contradições e desprezo por toda a comunidade, nos esclarecimentos a prestar. Quando algo se aproxima convém avisar as pessoas, seja boa nova, má nova ou nenhuma – ou então as consequências poderão ser um choque, com resultados muito graves e imprevisíveis.

 

Conspirações e encobrimentos

 

Passagem do asteróide 2005 YU55

(o cometa Elenin ao passar nas proximidades da Terra, terá ainda a companhia do asteróide 2005 YU55 – na zona indicada no mapa)

 

“Elenin” significa para muitos teorizadores da conspiração e encobrimento, “Eleven Nine” ou seja “11/09”, dia da chegada do cometa – já repararam a coincidência com as datas do ataque às torres gémeas de Nova Iorque?

Outros traduzem “Elenin” de uma forma mais catastrófica: “Ele+nin” traduzido como, “extinction level event+nibiru is near”.

Até o próprio indivíduo que descobriu o cometa – Leonid Elenin – é posto em causa: será que alguma vez existiu? Não será o seu nome apenas um código de aviso?

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:46

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
18

24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO