Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

16
Dez 11

 

A realidade é como um modelo da Lego – constituída pela adição de pequenas parcelas.

 

Nós somos constituídos por pequenas parcelas chamadas átomos.

 

Os átomos – anteriormente as mais pequenas partículas de matéria – são constituídos por protões, neutrões e electrões.

 

Protões e neutrões são constituídos por quarks – os quarks e os electrões são partículas elementares sem nada menor no seu interior.

 

Ao falarmos agora do Bosão de Higgs, estamos apenas a comentar a massa dessas partículas.

 

O que pode ser um termo de comparação imperfeito: um quark pode ter comparativamente a um electrão, uma massa de proporção idêntica à associação das massas de um elefante e de um rato.

 

E ninguém conhece sequer, porque é que essa diferença de massas existe (entre partículas).

 

E então surge um indivíduo chamado Higgs, com a ideia de que no espaço onde se encontram essas partículas, a sua massa seria o resultado da interacção entre elas.

 

As partículas pesadas interagem mais; ao contrário das partículas leves, que permanecem mais estáticas.

 

Ora se o campo existe, os bosões seriam as mais pequenas partículas existentes, que constituiriam esse espaço.

 

Como a água e as suas moléculas.

 

(Explicações BoingBoing)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:08

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14

18
21
22
24

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO