Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Mar 16

E então pegaram em todos os seus demónios, juntaram-nos e deram-lhe um nome: no ricochete as consequências foram terríveis. Certamente violentas e para quem menos as esperava.

 

Com cerca de 1/3 dos Delegados já eleitos para cada uma das Convenções, Hillary Clinton pelos Democratas (com 71% dos delegados) e Donald Trump pelos Republicanos (com 46% dos delegados) lideram para já as suas respetivas corridas à nomeação como Candidato Presidencial:

 

160222121636-presidential-candidates-0222-exlarge-160222121636-presidential-candidates-0222-exlarge-160222121636-presidential-candidates-0222-exlarge-160222121636-presidential-candidates-0222-exlarge-

Um deles será o 45º Presidente dos EUA
Hillary Clinton (DEM), Donald Trump (REP), Ted Cruz (REP), Marco Rubio (REP)
Com todo este elenco provavelmente mais uma grande desgraça para muitos povos do mundo (incluindo os próprios norte-americanos)

 

- De uma forma avassaladora por parte de HC graças ao importantíssimo contributo dos Super Delegados (de uma forma verdadeiramente esmagadora colocados ao seu lado) – o que desde já a projeta para a vitória final na Convenção DEM;

 

- E de uma forma apenas maioritária por parte de DT o que lhe poderá trazer ainda mais problemas na sua corrida à nomeação por via da formação do fortíssimo bloco anti-Trump – derrotando se necessário em plena Convenção REP.

 

Vejamos então os quadros atuais de distribuição de Delegados DEM e REP (antes das novas primárias de Sábado, 5 de Março):

 

Delegados DEM %
HC 1052 71
BS 427 29

(em 03.03.2016)

 

Delegados REP %
DT 319 46
TC 226 33
MR 110 16
JK 25 4
BC 8 1

 (em 03.03.2016)

 

Com todos os cenários do lado dos Democratas a apontarem para a coroação de Hillary Clinton como candidata DEM à Presidência dos EUA. Deixando para o candidato alternativo e radical Bernie Sanders a indicação suplementar e extremamente importante de como o partido Democrata é tão extenso, compreensivo e livre, no fundo e efetivamente aceitando todos os cidadãos e as suas ideias (desde que integrem os seus limites ideológicos e democráticos) nas suas fileiras.

 

Já do lado Republicano – e apesar de Donald Trump manter a maioria dos Delegados à Convenção REP (319/46%) e da esmagadora maioria das sondagens indicarem estar à frente em muitos estados – estando-se num cenário ainda bastante confuso, com tudo a ser atirado agora para dentro do jogo e colocado sem restrições em cima do novo tabuleiro (vitória, derrota ou desistência). E sem que nenhum dos outros candidatos queira desistir. Talvez para criarem uma frente anti-Trump, derrotando-o em Convenção e trocando-o por um deles.

 

Candidato Total
DT 319
TC+MR+JK+BC+Outros 376

(frente anti-Trump)

 

O problema Republicano torna-se no entanto ainda mais denso e de carater praticamente irresolúvel, quando todos os candidatos à nomeação em Convenção REP (mesmo os mais pequeninos como John Kasich e Ben Carson) parecem querer ir até ao fim da corrida sem nunca desistirem.

 

Péssima notícia para os outros dois candidatos (Ted Cruz e Marco Rubio) em melhor posição para ainda poderem pensar em derrubar Donald Trump: desde logo por não poderem contar com o apoio dos mesmos e dos respetivos apoiante (para as suas próprias campanhas) e ainda-por-cima obrigando-os a combaterem-se intensamente entre si, denegrindo as suas imagens e com isso só favorecendo (ainda mais) DT.

 

Num momento que apesar de tudo poderá ser histórico e de viragem na evolução das primárias REP (a coligação anti-Trump lidera com uma vantagem 376/319 sobre DT), se confiarmos na desistência (o mais rapidamente que for possível) dos dois candidatos sem hipótese (JK e BC) e contarmos com um dos outros (TC ou MR) a curto-prazo a desistir em favor do mais forte (que a elite Republicana diz ser Marco Rubio que bem distante de Donald Trump nem sequer é segundo).

 

Delegados DEM % REP %
Em disputa 4764 100 2472 100
Para ter maioria 2383 ˃ 50 1237 ˃ 50
Já atribuídos 1479 31 688 28
Por atribuir 3285 69 1784 72
Em disputa a 5 Março 109 2 155 6

(Situação atual das Primárias)

 

Com as próximas primárias a decorrerem no Sábado 5 de Março e a distribuírem mais 109 Delegados pelos Democratas e outros 155 pelos Republicanos. Ficando tudo a aguardar se no decorrer das próximas horas e na sequência da estratégia já iniciada por toda a elite política Republicana para liquidar DT, se alguém desiste mesmo abrindo as portas ao Salvador.

 

Mas creio que o candidato TC não aceitará ser apenas mais um Anjo-da-Guarda (do Salvador Marco Rubio).

 

(imagens: www.cnn.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:19

01
Mar 16

Segundo todos os estudos realizados pelas empresas de sondagens norte-americanas às Presidenciais dos EUA, se DT for o candidato nomeado como o representante Republicano a essas eleições, os Democratas ganharão sempre – seja com HC seja com BS. E ainda por cima se HC for a escolhida pelos DEM – o mais certo de acontecer – TC ou MR ganhariam (pelos REP) indo um deles a Presidente.

 

Confronto REP % DEM % Vitória Partido
1 DT 44 HC 55 HC

DemocraticLogo.jpg

2 DT 43 BS 55 BS

DemocraticLogo.jpg

3 TC 49 HC 48 TC

índice.png

4 TC 40 BS 57 BS

DemocraticLogo.jpg

5 MR 50 HC 47 MR

índice.png

6 MR 45 BS 43 BS

DemocraticLogo.jpg

(Sondagem anterior aos resultados das primárias da Super Terça-Feira, 1 de Março)

 

Não se tendo preservado contra o perigo do aparecimento de falsos republicanos infiltrados (como é o caso de Donald Trump que apesar de ser milionário provavelmente destreza a política) a elite política do partido Republicano vê-se agora verdadeiramente num beco sem saída:

 

Ou decide apoiar Donald Trump na sua corrida para a nomeação em Convenção como candidato REP (já que a sua vitória parece cada vez mais um ato consumado) – com isso arriscando-se a perder as eleições presidenciais para os DEM (como o demonstram todas as sondagens);

 

Ou então faz-lhe a cama antes (ou na própria Convenção), excluindo-o e fabricando então um novo candidato (sendo o preferido Marco Rubio) – certamente atirando Donald Trump para uma campanha como candidato Independente e liquidando de vez as já diminutas esperanças Republicanas de terem um candidato seu como o próximo Presidente dos EUA.

 

Depois de um Negro/DEM uma Mulher/DEM como Presidente: insuportável para os REP e tudo por culpa de DT. Já agora e com tantas armas em circulação (uma exigência do partido Republicano para proteção e segurança dos seus cidadãos contra ameaças exteriores) porque não invocarem o direito de legítima defesa e como resposta darem-lhe um tiro? Nem que seja no sentido figurado mas desde que a mesma resulte! Só que não vejo bem como – e até agora só os mataram (ou tentaram e não no sentido figurado) quando já eram presidentes.

 

Assim e mais uma vez o Burro Democrata vai vencer o Elefante Republicano.

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:33

26
Fev 16

SuperTuesday_logo.jpg

 

A quatro dias da SUPER TERÇA-FEIRA os candidatos Democratas e Republicanos preparam-se para a avalanche de primárias do próximo dia 1 de Março, com os DEM a elegerem 878 delegados (em 12 primárias) e os REP a elegerem outros 624 (em 13 primárias). A situação atual é a seguinte (recordando que ainda há a acrescentar os delegados Democratas eleitos nas primárias de amanhã na Carolina do Sul – 53) – e com HC a bater BS nas sondagens por 57% contra 33%:

 

Candidato Convenção Delegados
HC DEM 505
BS DEM 71
Candidato Convenção Delegados
DT REP 82
TC REP 17
MR REP 16
JK REP 6
BC REP 4

 

Como se pode verificar o avanço de Hillary Clinton no campo Democrata é já bastante apreciável (devido aos SUPER-DELEGADOS). E com a maioria de delegados para se conseguir a nomeação em Convenção a estar fixada em 2382, HC já percorreu 21% do seu percurso enquanto BS e de momento se fixa nuns preocupantes 3%.

 

Do lado Republicano e ainda com um número reduzido de delegados eleitos Donald Trump lidera de momento com uma grande vantagem (já percorreu 7% do seu percurso), enquanto Ted Cruz e Marco Rubio (já percorreram 1% do seu percurso) parecem lutar para ver qual deles será o verdadeiro e derradeiro adversário de DT.

 

27 Fevereiro – CAROLINA DO SUL (DEM)
1 Março – SUPER TERÇA-FEIRA (DEM/REP)

 

(imagem: bostonherald.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:45

20
Fev 16

Este Sábado decorrem as terceiras primárias:
- Democratas (Estado do Nevada);
- Republicanas (Estado da Califórnia do Sul).

 

Nevada (DEM)

 

694940094001_4748437384001_95379e63-a2b9-4e4d-b6ed

Hillary Clinton e Bernie Sanders

 

Um Estado (do Nevada) que será um dos primeiros testes (decisivos) à capacidade de Bernie Sanders (com os seus Delegados) vencer Hillary Clinton (e os seus Super Delegados). Para tal acontecer BS necessita (no mínimo) de uma vitória muito semelhante à de New Hampshire (próxima dos 60%) para assim manter de pé o seu sonho de vencer HC.

 

Candidato DEM D
(OH+NH)
SD
(OH+NH)
Total
(D+SD)
D
(NEV/35)
SD
(NEV/4)
Sondagem
(18.02)
TOTAL
(após 20.02)
HC (32) (12) 44   3 49%  
BS (36) (0) 36   1 46%  

(Nevada: distribuição delegados proporcional à votação de cada candidato)

 

Califórnia do Sul (REP)

 

static2.politico.com.jpg

John Kasich, Jeb Bush, Ted Cruz, Donald Trump, Marco Rubio e Ben Carson

 

Um Estado (da Califórnia do Sul) onde as hipóteses de alguns dos candidatos atualmente em pior posição poderão ficar definitivamente esclarecidas: como são os casos de John Kasich, Jef Bush e Ben Carson (ou se aproximam do trio de frente ou arriscam-se a ficar definitivamente perdidos). E onde Ted Cruz e Marco Rubio poderão travar uma batalha decisiva na sua corrida à nomeação como candidato REP (para tal tendo que vencer este oponente, de preferência superando igualmente Donald Trump) se quiserem ganhar mesmo ao milionário.

 

Candidato
REP
D
(OH+NH)
Total
(D)
D
(CS/50)
Sondagem
(19.02)
TOTAL
(após 20.02)

DT

(17) 17   32%  
TC (11) 11   19%  
MR (10) 10   19%  
JK (5) 5   9%  
JB (4) 4   11%  
BC (3) 3   7%  

(Califórnia do Sul: todos os delegados atribuídos ao candidato mais votado)

 

Duas votações a realizarem-se neste sábado 20 de Fevereiro e que provavelmente nada esclarecerão (tanto para os candidatos DEM como REP) mas que darão início a um período bastante intenso de sondagens, primárias e votações que se prolongarão durante todo o mês de Março e que poderão ser decisivas como indicação (no campo DEM) e até podendo mesmo contar com possíveis eliminações (desistência no campo REP). Para já ficaremos a ver o que fazem os líderes atuais (em delegados para as respetivas Convenções), Hillary Clinton pelos DEM e Donald Trump pelos REP.

 

(imagens: politified.com e politico.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:31

17
Fev 16

Enquanto a guerra do Médio Oriente se aproxima cada vez mais da Europa (agora com a Turquia a reacender o rastilho e com ele podendo explodir toda esta região e zonas adjacentes) nos EUA os norte-americanos continuam cada vez entretidos com o seu espetáculo excecional (tal e qual como diria Barack Obama). Só que não é bem assim e a Europa que se cuide (já temos os mortos-vivos misturados entre nós).

 

new-changes-in-the-race-to-chair-The-Presidents-of

Trump e Clinton

 

Com o acelerar dos processos eleitorais para a nomeação dos seus respetivos candidatos à Presidência dos EUA (pelo partido Democrata e pelo partido Republicano) as campanhas de cada um dos oito candidatos (2 Democratas e 6 Republicanos) que ainda sobrevivem a essa nomeação, atinge no decorrer dos meses de Fevereiro/Março um dos seus expoentes máximos – podendo desde já indicar-nos com uma grande probabilidade de êxito quais os candidatos com mais hipóteses de conseguirem esse objetivo.

 

DEM Delegados Super Delegado Total Nevada
(35 Delegados)
Sondagem anterior às duas primeiras primárias
Nevada
(35 Delegados)
Sondagem posterior às duas primeiras primárias
HC 32 12 44 45% 47%
BS 36 0 36 45% 46%

 Nevada
35 Delegados + 4 Super Delegados (HC/3+BS/1)

 

Para já e do lado Democrata, face à esmagadora maioria de delegados não eleitos apoiando Hillary Clinton, para já com mais de 350 delegados garantidos a apoiá-la e contando com quase outros tantos ainda indecisos mas certamente seguindo o mesmo caminho (os tais Super Delegados), tudo parece apontar para a nomeação da candidata Hillary Clinton com maior ou menor dificuldade (para o contrário acontecer cada nova primária teria que ser uma nova New Hampshire – ou seja mais de 60% para Bernie Sanders – e mesmo assim nada estaria garantido para este candidato).

 

REP Delegados Carolina Sul
(50 Delegados)
Sondagem anterior às duas primeiras primárias
Carolina Sul
(50 Delegados)
Sondagem posterior às duas primeiras primárias
DT 17 36% 35%
TC 11 20% 18%
MR 10 15% 16%
JK 5 9% 9%
JB 4 11% 10%
BC 3 5% 6%

Califórnia do Sul
50 Delegados (Vencedor leva tudo)

 

Do lado Republicano todas as sondagens (sem exceção) continuam a apontar para a nomeação do candidato Donald Trump – sendo o resultado das primárias da Carolina do Sul bastante importante para um melhor esclarecimento das hipóteses futuras de cada um dos seis candidatos em disputa, não só pelo milionário de Nova Iorque ser posto à prova num estado apoiando aparentemente Jeb Bush (o clã Bush e as suas ligações aos militares), mas também porque todos os delegados em disputa serão arrebatados pelo candidato vencedor, com isso colocando o candidato vitorioso bem à frente dos restantes e os outros sob grande pressão. Com John Kasich e Jeb Bush a lutarem pela sobrevivência e Ben Carson mantendo-se ainda expectante (e acreditando num milagre), talvez que a partir de 20 de Fevereiro tudo se clarifique um pouco mais: mas sempre com Donald Trump bem à frente nas sondagens.

 

Próximo round no próximo Sábado (dia 20).

 

(imagem: todaynews24h.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:50

15
Nov 14

“Um NEGRO que optou pela TEORIA de que o PRETO é a AUSÊNCIA de COR”
(e por esse motivo – pelo menos até agora – ausentou-se)

 

australia_obama_ausm111_46748223.jpg

Barack Obama na Austrália
(numa mensagem subliminar à também poderosa China)

 

E mais uma vez – face à mais que previsível derrota eleitoral (quadro 1) e ao não cumprimento sucessivo das suas promessas básicas (feitas anteriormente aos seus eleitores) – um político ambicioso eleito com apoio popular maioritário (quadro 2), vem após uma das suas maiores derrotas (confirmando assim a sua crescente inexistência nos influentes corredores do poder) reafirmar a continuação da sua estratégia inovadora e revolucionária (que anteriormente parecia desaparecida em combate) e afirmar.

 

Quadro 1
(ainda provisório)

 

Eleições S Senado (36) C Congresso (435) G Governador (36)
Democratas 55 46 199 186 21 17
Republicanos 45 53 233 244 29 31
(outros) 0 1 3 5 0 2
Total 100 100 435 435 50 50

(36 e 435) Candidatos a eleger neste momento eleitoral

S (senado), C (congresso) e G (governador) anterior

Senado/Congresso/Governador Eleições EUA 2014

 

Quadro 2

 

Candidato Partido 2008 (%) 2008 (VE) 2012 (%) 2012 (VE)
Barack Obama Democrata 52.9 365 51.1 332
John McCain Republicano 45.7 173 --- ---
Mitt Romney Republicano --- --- 47.2 206

(VE) votos eleitorais

Presidente/votos eleitorais EUA 2008 e 2012

 

Eis apenas três das mais recentes Novas Bandeiras do ainda presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama (todas recuperadas do saudoso baú das suas memórias presidenciais):

 

• O anúncio para breve do estabelecimento de um grande acordo sobre Mudanças Climáticas;

• A promessa da continuação da sua luta por uma Internet Livre e aberta a todos;

• A mudança radical do Sistema de Imigração norte-americano.

 

E as reacções imediatas dos seus apoiantes Democratas e dos seus opositores Republicanos:

 

headshot_jenpalmieri.jpg

Jennifer Palmieri – Directora de Comunicações da Casa Branca
(uma das responsáveis pela campanha de ressurreição de algumas promessas presidenciais)

 

"As the President said, during his remaining time in office he’s going to squeeze every ounce of opportunity that he has out of the presidency. The American people are doing their part, working hard to get things done for their families and their communities, and they want the same out of Washington. The President is going to do everything he can to make sure they see results." (Directora de Comunicações da Casa Branca – Jennifer Palmieri)

 

6a00e551f08003883401b7c6d55337970b.jpg

Mitch McConnel e as Eleições de 2014
(o republicano septuagenário a caminho de líder republicano no senado)

 

"I've been very disturbed about the way the president has proceeded in the wake of the election, whether it was his intervention on net neutrality, his apparent decision to move ahead on immigration with executive orders, the rather ridiculous agreement with the Chinese" (Senador Republicano – Mitch McConnel)

 

E como conclusão – a que qualquer um de nós facilmente poderá chegar – apenas mais um pouco do mesmo, mantendo o Mundo sempre o mesmo rumo por Fé e por Destino, liderado pelos maiores, exemplares e gloriosos Estados Unidos da América: na realidade comandado pelas suas omnipotentes e divinas Corporações, suportadas por uma maioria de escravos (agora transformados em objectos/mercadoria ainda por cima considerada de desgaste rápido – vejam como em Portugal vêm tratando de igual modo e democraticamente os extremos etários, como os novinhos e os velhinhos, de modo a obterem uma média contabilística equilibrada e aceitável para o défice) e adoradas por uma minoria de fantoches (em sentido pejorativo) muito bem manipulados, mas também muito bem pagos (a vantagem demolidora para outras alternativas de vida).

 

usa-vs-china-thumb17475659.jpg

EUA vs. China
(ou os norte-americanos face ao grande crescimento económico e militar dos chineses)

 

No entanto desenganem-se os promotores da ideia de que só existem dois lados (e como tal duas únicas opções – o verdadeiro objectivo unificador e justificador do poder), pois além de Democratas e Republicanos representarem o mesmo lado (ainda por cima da mesma moeda – o dólar), o Universo que conhecemos nunca se poderá limitar à Unicidade Finita. O problema não está no passado (com George Bush, o último presidente branco), no presente (com Barack Obama, o primeiro presidente negro) ou no provável futuro (com Hillary Clinton, a primeira presidente mulher): sendo o tempo uma abstracção sistémica e os seus personagens um conjunto de imagens inseridas num cenário reflectido (artificialmente e utilizando um artefacto criado pelo Homem – o Espelho da Realidade), não tem nenhum interesse (particular ou geral) a descrição pormenorizada do agente oficialmente nomeado para desempenhar o papel de gerente. Quem manda são as Grandes Empresas (quadro 3) e os políticos são apenas fantoches. Talvez piões!

 

Quadro 3
(Revista Forbes)

 

N.º Companhia País Vendas Lucros
1 ICBC China 148.7 42.7
2 China Construction Bank China 121.3 34.2
3 Agricultural Bank of China China 136.4 27.0
4 JPMorgan Chase EUA 105.7 17.3
5 Berkshire Hathaway EUA 178.8 19.5
6 Exxon Mobil EUA 394.0 32.6
7 General Electric EUA 143.3 14.8
8 Wells Fargo EUA 88.7 21.9
9 Bank of China China 105.1 25.5
10 PetroChina China 328.5 21.1
349 EDP Portugal 21.4 1.3

(dados – forbes.com)

 

Mas terão sempre que ter cuidado com o poder crescente (económico e militar) da China: é que as três maiores empresas do Ranking (estabelecido pela Forbes) já são chinesas.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:35

31
Jul 14

Anti-Americano? Esquerdista?

 

Acham que eu ataco ferozmente o povo norte-americano?

Com todos os oráculos que nos cercam, certamente que eu podia ser ela!

 

Eu só quero viver em paz com tudo e com todo o mundo – mas sem armas nem pretextos retaliatórios e persecutórios (de modo a obter vantagem decisiva e assim roubar justificadamente o vizinho!

 

Deixem os manuais que vos certificam como oportunistas remunerados e não atropelem o vosso único amigo – que vos distingue entre um animal morto sedentário de um animal vivo nómada!

 

“A luta não é dirigida contra os USA ou contra o seu povo, mas contra os conglomerados internacionais sediados no seu território e servindo-se dele apenas como plataforma inicial de intervenção que apenas e unicamente visa a produção de mais-valia desprezando exponencialmente os seus comuns cidadãos (e de todo o mundo): o que é difícil de entender”?

 

 

Não percebem que o que se passa nos Estados Unidos da América é o resultado duma luta fratricida entre os Democratas (de Silicone Valley e seus drones) e os Republicanos (em que as armas são a solução final e a Indústria Militar o seu futuro)?

 

Infelizmente com outros Idiotas como eu!

 

Tal como acontece em toda a Europa alinhada com a estratégia da super poderosa e influente Indústria militar dos Estados Unidos da América, em Portugal a nossa opinião pública continua a recriminar o Outro Lado por todas as consequências criminosas dos Actos Mundiais (generalizados) de Terrorismo: tornando-se mesmo impossível criticar seja de que modo for a política global dos norte-americanos, sendo esses críticos imediatamente atacados e julgados por serem esquerdistas e por estarem ao lado da tenebrosa e diabólica Rússia de Vladimir Putin. Quem critica os países que se servem da força das armas para impor a sua vontade colonizando territórios exteriores ao seu, não só o faz em relação aos USA como em relação a todos os outros grandes produtores e vendedores de armamento: como a Rússia, a China, a França e o Reino Unido (para só considerar os cinco maiores exportadores mundiais – incluindo os USA).

 

Mas só quem não percebe o que se está a passar actualmente na maior potência militar mundial é que pode pensar assim: nos Estados Unidos da América já não são os políticos que determinam a política do seu país mas os grandes conglomerados internacionais que controlam a economia, as finanças e a indústria dessa grande nação que um dia propôs ao mundo o seu Sonho Americano. Veja-se o caso mais recente de Israel em que apesar do genocídio que se está a verificar na Faixa de Gaza e das críticas violentas de muitos estados do mundo incluindo os USA e a própria UN, o desprezo do Governo de Israel pelo presidente norte-americano Barack Obama é mais do que evidente (além de provocador e desrespeitoso): Israel sabe que quem controla a circulação de armas em direcção ao seu país não é a Casa Branca, o Congresso ou o Senado norte-americano mas a iniciativa privada e todos os seus contingentes de mercenários. O próprio Presidente dos USA está desde há já vários meses a ser posto constantemente em causa e cada vez é mais visível a tentativa de o destruir, demitir e eliminar através de mais uma tentativa de Impedimento!

 

Por factos com este é que a política se tornou nojenta e degradante!

(pelo menos para qualquer ser vivo, que assim ainda se considere)

E a dor do nosso planeta sente-se (intensamente) em cada dia que passa.

 

Anti-americanos são vocês!

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:51

13
Abr 12

A raposa, a toupeira e algumas das vítimas

 

A Toupeira da Fox é um caso confuso e curioso que envolve Obama, interesses republicanos e agências noticiosas trabalhando sem qualquer tipo de escrúpulos – como é hábito no caso da Fox – para os opositores às políticas do presidente norte-americano (democrata e negro).

 

Neste caso as notícias parecem indicar que a Fox foi vítima de uma toupeira infiltrada na própria estação e que agora parece querer divulgar os métodos nada corretos da mesma na sua atuação jornalística, pelos vistos nada deontológica.

 

A Toupeira – há anos a trabalhar para a Fox e cansada de toda esta situação – diz-se agora incomodada com as sucessivas suspeições contra os critérios noticiosos da Fox, que o têm prejudicado fortemente na procura de emprego noutro lugar.

 

E é aí que surge a Gawker com a criação de uma nova coluna escrita posta à disponibilização deste empregado anónimo da Fox, de modo ao mesmo poder dispor de um canal seguro de comunicação para o exterior e poder publicar tranquilamente as suas “novidades”.

 

Tudo isto é uma confusão, talvez para encobrir outros detalhes. Veja-se esta troca de correspondência, entre o porta-voz da Fox e o porta-voz da Gawker:

 

Fox: Nós encontramos a pessoa e estamos a explorar opções legais a tomar neste momento.

Gawker: Se a Fox me pôs na rua, isso é novidade para mim. Ainda aqui estou, de volta ao trabalho.

Fox: Nós já sabemos quem é.

 

Neste episódio jornalístico americano – próprio de uma novela luso/brasileira – a Gawker acaba ainda por informar que a Toupeira é um produtor associado, suspenso, mas pago, enquanto a Fox, após identificação do culpado, anuncia a sua imediata suspensão. Pois!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:59

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO