Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Set 16

“Traindo um acordo (EUA) e ainda-por-cima catalogando o outro lado de hipócritas (RÚSSIA).”

 

ccc.jpg

Samantha Powers – ao lado do BEM

(embaixadora dos EUA na UN)

 

Para quem ainda tinha dúvidas sobre o papel atual da UN na resolução dos grandes conflitos GLOBAIS (como é o caso da Guerra Civil na Síria envolvendo um Estado soberano e uma multidão de grupos constituídos pela nata do terrorismo internacional), basta observar o que aconteceu neste fim-de-semana na região do aeroporto militar da cidade síria de DEIR EZ-ZOR e quais foram as consequências de tais atos (na atual situação político-militar síria agora que se vive um período de cessar-fogo imposto pelos EUA e pela RÚSSIA – e a dois dias de um primeiro balanço conjunto destas tréguas onde era suposto reforçar-se esta iniciativa conjunta):

 

1 – Quatro aviões de combate norte-americanos entrando em território da Síria pela fronteira aérea do Iraque e dirigindo-se para uma zona controlada pelos terroristas do Estado Islâmico, atacaram a última posição de defesa do aeroporto militar de Deir Ez-Zor (controlado pelo Exército da Síria) destruindo as suas defesas e provocando mais de 80 mortos e de 100 feridos: numa operação tendo aparentemente como alvo os diversos grupos terroristas presentes no terreno (talvez uma centena cercando a cidade síria), mas que acabou por acertar nas forças do Exército Sírio suportando o regime de Damasco (os cercados pelo ISIS e centro do alvo dos EUA). Num cenário de cinismo e de hipocrisia em que os EUA se desculpabilizam apresentando o acontecimento como um mero erro de guerra (se no terreno os conflitos entre as várias agências norte-americanas de segurança é mais do que evidente com a CIA a apoiar uns grupos, o Pentágono a apoiar outros grupos e o Governo intrometendo-se a falar do que não sabe), como se os seus satélites de espionagem não funcionassem ou estivessem desligados ao mesmo tempo que do lado russo estes iam transmitindo em direto o cumprimento do acordo do lado deles;

 

2 – Numa operação 100% bem-sucedida levada a cabo pelos EUA a pedido de grupos terroristas seus aliados e presentes na área de Deir Ez-Zor e que destruiu cirurgicamente o último ponto de resistência governamental ao avanço dos terroristas combatendo ao lado do Estado Islâmico: destruindo as forças do Exército Sírio e abrindo completamente as portas da cidade aos terroristas do ISIS e a todos os seus atos ilegais e criminosos (afinal de contas a maioria destes combatentes são mercenários estrangeiros). Repito: num período de cessar-fogo imposto em conjunto pelos EUA/RÚSSIA em que é logo uma dessas partes que viola grosseiramente o acordo intervindo diretamente e destruindo o outro lado – por engano dizem eles!

 

eee.jpg

Vitaly Churkin – ao lado do MAL

(embaixador da Rússia na UN)

 

3 – Levando como seria de todo lógico e obrigatório a Rússia a convocar de Emergência o Conselho de Segurança da UN, de modo a ser completamente esclarecido este ataque dos EUA/ISIS às forças RÚSSIA/SÍRIA em mais uma tentativa deliberada de destruir todas as possibilidades de diálogo e de Paz tanto na Síria como no Iraque. Como seria de esperar não levando a nada (ou não tivesse os EUA direito de veto – tal como a Rússia) e proporcionando-nos mais um espetáculo deplorável por parte da representante dos EUA nesse Conselho de Segurança tentando esconder/desvalorizar o incidente mortífero (que os EUA ainda afirmam ter sido levado a cabo para defender a posição do Exército Sírio cercado pelo ISIS) afirmando que os russos e os sírios ainda eram piores: se eles cometiam vários crimes qual seria o problema se os EUA cometessem um ou outro!

 

4 – No guião norte-americano aqui e grosseiramente mais uma vez exposto por uma responsável/irresponsável que mais parece um porta-voz dizendo tudo o que lhe vai à cabeça mas respeitando a voz do dono (que na realidade nem se sabe bem quem é, nem mesmo eles próprios – CIA, PENTÁGONO, GOVERNO), que na realidade com a sua presença e desvio ainda aumentou mais o clima de suspeição em torno deste incidente provavelmente deliberado e provocatório (como já o tinha sido o abate do jato russo por um jato turco, contando com a cumplicidade-ausente dos inocentes EUA – dado a entender posteriormente pelo próprio presidente turco ERDOGAN); voltando-se de novo com a embaixadora dos EUA na UN Samantha Power à retórica simplista da luta entre o BEM e o MAL de modo a desviarem-se as atenções e não se falar mais no verdadeiro problema (na realidade o TERRORISMO GLOBAL e nunca um ESTADO CERCADO).

 

Ficando o Mundo a aguardar os novos folhetins desta novela trágica e interminável que em genocídios sucessivos já destruiu pelo menos quatro Estados soberanos – Iraque, Síria, Iémen e Líbia – e que inevitavelmente já se estendeu a outros continentes e até à própria EUROPA: colaborando no massacre e levando com as populações desesperadas e em fuga EM CIMA. Com eles vindo as vítimas mas também os seus verdugos – daí os atentados e todos os mortos causados. Sendo no entanto a HIPOCRISIA, o CINISMO e a INDIGNIDADE o que mais nos mete nojo – levando muitos de nós a tomarmos um partido (logicamente o do BEM) e conjuntamente com eles a darmos um tiro na cabeça (APOIANDO O MAL). Em mais um episódio irreversível de caminho para o ABISMO (seja americano, russo ou chinês).

 

E por mais que gritemos e gesticulemos (se entretanto não levarmos um tiro por engano) o sentimento de nojo que se entranha e nos asfixia parece jamais querer abandonar o nosso corpo: pelos vistos já fomos possuídos pelo Demónio e já não há nada a fazer.

 

[A cidade síria de Deir Ez-Zor está localizada a nordeste da Síria, a cerca de 150Km da sua extensa fronteira com o Iraque (a outra grande fronteira faz-se com a Turquia): distando cerca de 450Km da capital do país Damasco e sendo conhecida como integrando uma região rica em petróleo – muito importante no passado para o regime sírio no poder; entretanto e beneficiando do 100% eficaz ataque dos EUA às forças militares ao serviço do regime sírio, o Estado Islâmico aproveitou a sua supremacia no terreno (agora alargada) para abater mais um avião da Força Aérea Síria]

 

(imagens: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:43

Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
17

23

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO