Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Horas da Invasão ─ Será Mesmo Desta?

Domingo, 20.02.22

[Segundo o atual Líder Imperial, Espiritual e Planetário Joe Biden (perto de fazer 80 anos e no entanto, ainda com o Mundo nas suas mãos) e tendo pelos vistos já começado os bombardeamentos por parte dos ucranianos de Kiev (em princípio os invadidos), a invasão arrancando mesmo este Domingo e com o intervalo da previsão já a decorrer (das 00:00 de hoje às 00:00 de amanhã, tendo forçosamente de ocorrer algo).]

 

close-up-of-chess-pieces-with-a-chess-clock-on-a-c

Na previsão da Invasão (da Ucrânia pela Rússia)

E tal como no Xadrez

o pormenor poderá estar nos relógios (utilizados por uns e por outros)

Assinado o protocolo de Minsk (em 5 de setembro de 2014) e devido à continuação da violação do cessar-fogo aí estabelecido, sendo de imediato seguido pelo memorando (de Minsk, estabelecido em 19 de setembro, duas semanas depois),

─ Nunca aceite pela parte ucraniana tendo como impedimento para a sua recusa mesmo que assinando o protocolo e subescrevendo-o, a implementação mesmo que provisoriamente de um regime de governação autónomo para as regiões de Donetsk e Lugansk

Mais de sete anos depois (19 de fevereiro de 2022) e mantendo-se a mesma situação (de impasse) sem que ninguém antes se mostrasse muito preocupado (sendo esse “ninguém” os EUA a Europa não tendo voto na matéria, nem sequer na defesa do seu Velho Continente),

─ Deixando-se a Terra rodar tranquilamente em torno do seu eixo, estando-se debaixo de uma prolongada crise económica global, ainda mais agravada pela chegada da Pandemia paralisando parcialmente o nosso planeta

Eis que desde a queda de TRUMP, sendo este substituído pela outra face da mesma moeda (o Dólar) agora pela face BIDEN e simultaneamente, aproveitando o clima anti Putin (anti russo) desenvolvido pelos Democratas durante todo o mandato da Marioneta de Putin,

Joe Biden personificando em si o verdadeiro poder norte-americano, mas decorrendo este em paralelo, na sombra e no mais completo segredo (pelo menos para aqueles que não querem saber e que acreditam como tal no que eles dizem),

E tendo além do mais de recuperar da Crise Económica Interna, nada melhor para o mesmo e como tal para os EUA e tendo bastante experiência disso, investir fortemente na Indústria entre elas e sendo a charneira de todas as outras, todo o sector Industrial Militar (o tão falado Complexo Industrial-Militar),

Para tal (ter algum significado, resultar) tendo obrigatoriamente de criar um conflito, uma nova guerra, no mínimo apresentando uma forte indicação justificando o investimento e o necessário e obrigatório retorno, criando o ambiente propício para tal (aí entrando os Média, estando falidos, precisando de dinheiro),

E como com o pretexto apresentado para a investigação sobre os UFOS, agora passando este pretexto para o comportamento dos russos, pedir (patrioticamente) um reforço do seu Orçamento Militar podendo atingir a soma astronómica de 1 Trilião de Dólares.

Screenshot 2022-02-20 at 00-36-50 main_4 webp (ima

Joe Biden avisando Xi Jinping a não se aventurar (em Taiwan)

Recordando-lhe o conflito China/Índia

enquanto os EUA estão ocupados (com a Ucrânia)

Zelando exclusivamente pelos seus interesses e nos seus atos demonstrando pouco preocupar-se com os outros (não sendo tal da sua única responsabilidade, mas igualmente e talvez sendo esta ainda maior, dos que por tudo ou nada se vendem),

─ Neste caso e vendo-a como um(a) velho(a) prostituto(a) já sem dinheiro nem rendimentos sonhando ainda com os tempos passados julgando ainda poder revivê-los, a Europa

Do lado de lá do oceano Atlântico e protegido pelo mesmo e pela distância, desafiando a Rússia com um conflito, com uma possível e potencial Guerra Europeia, ameaçando-a da sua parte com uma resposta imediata e nunca vista, com os EUA,

Mais uma vez a indicarem os russos não estarem como tinham dito em retirada, mas pelo contrário reforçando ainda mais as suas forças colocadas nas suas fronteiras (com a Ucrânia), pelos vistos “não desaparecendo de vez de território russo, indo para casa”,

─ Nem necessitando de apresentar testemunhos ou factos (fornecidos pelos seus serviços secretos colocados na região), para tal bastando-lhes as opiniões de especialistas administrativos colocados em Washington

Mantendo a sua afirmação da “Iminente Invasão da Ucrânia pela Rússia”, agora com a data marcada para 20 de fevereiro:

Com a Rússia a invadir a Ucrânia sob um possível pretexto de ter sido atacada no seu próprio território (segundo os EUA nada disso, sendo o atentado perpetrado pelos próprios russos sobre o seu próprio povo, estilo “Sob Falsa Bandeira” por acaso uma criação teórica e prática norte-americana) e além do mais mostrando toda a sua violência e quem é verdadeiramente Vladimir, fazendo-o com um Ataque Químico.

Reafirmado tal por Joe Biden (a data da Invasão) e com o mesmo parecendo acreditar nestas novas previsões (no fundo antigas, mas tendo sido ultrapassada, agora recuperadas, não se confirmando as mais imediatas, as anteriores) depois de tantas vezes repetida sendo suas,

Esperando acertar agora, que essa mesma data está bem colada ao seu corpo, frágil de pré-octogenário:

ME2JNNGSERSDA64FIKRQWFBV2Q.jpg

Na transmissão do testemunho de Merkel para Scholz

Sendo a Alemanha o motor da Europa

Podendo-se estar simbolicamente a assistir ao seu funeral

Não começando a guerra dentro de horas (a partir da meia-noite), já este domingo 20, fim das Olimpíadas e dos exercícios militares conjuntos Rússia/Bielorrússia, caindo de vez a cobertura do novo presidente dos EUA, na continuação da criação do maléfico Boneco-TRUMP estando-se agora perante um seu descendente o Boneco-BIDEN,

Tentando (e sendo extraordinário, não se tendo memória, nem eles nem nós, eles tendo de ter desenvolvido um bom trabalho subliminar, aí estando os Média) os mesmos que criaram o Maléfico transformar a sua outra face (sendo siameses, filhos do Dólar) em Benéfico e se possível em Beato.

Agora até com o novo Chanceler da Alemanha (SPD à esquerda e tentando livrar-se da imagem da anterior Chanceler CDU à direita) a permitir a realização no seu território de uma Conferência de Segurança, tendo como protagonistas o presidente da Ucrânia e a CNN,

E ainda retribuindo a atenção norte-americana aconselhando os alemães tal como muitos outros já fizeram (tal a pressão, “ou está comigo ou contra mim”) a retirarem-se da Ucrânia aparentemente e só hoje, por razões de segurança e continuando a não a abrir as torneiras (dos alemães) de gás (russo) a 1/4 do preço atual de mercado (preço alternativo e no fundo proposto pelos EUA, por acaso nem o cedendo das suas reservas, para eles sendo estratégicas).

Atraiçoada a Europa pelo seu motor a Alemanha (traindo-a como o fez Hitler), tudo o de pior sendo de prever, certamente que não para a Rússia indo apesar de tudo sofrer, mas e podendo ser irreversível para a Europa (77 anos depois podendo estar de novo destruída, tal como o está agora a Ucrânia, “lembram-se dela ainda debaixo do regime pró-russo organizando o Europeu de Futebol?”) podendo desaparecer.

Lá ao fundo com os EUA e a China a observarem, a Rússia ainda viva,

Se na prossecução do seu trajeto suicida (sinais do fim de um império e o da ascensão de outro, como a História ensina sendo inevitável), pensando ter-se livrado da Rússia e continuando a cercar a China até com mísseis, os EUA persistirem, depois do fim da Europa (dos súbditos mais leais) e ficando desse lado logo desprotegido (abandonado o Atlântico como Eixo do Mundo),

Seguindo-se o fim da atual liderança do Império, depois de transferido o Eixo do Mundo para o Índico/Pacífico e com apoio da Rússia com a China a assumir a liderança, tal como já acontece com a Economia e as Finanças na Terra, a China já se podendo afirmar começar a liderar igualmente no Espaço.

A Europa essa “há muito que já se foi” sabendo disso o Reino Unido, saindo logo que pode dela (com o Brexit), mas infelizmente e por essa altura à mesma, já não existindo alternativa, já sendo tarde e sendo para além do mais (não querendo tornar-se no 51º estado norte-americano) uma pequena ilha (e logo tendo ao seu leme o inconfundível BoJo).

(imagens: rbth.com ─ timesnownews.com ─ elpais.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:07


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.