Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Superfície Marciana

Segunda-feira, 29.06.15

Já há vários dias sem notícias de Marte, eis que as câmaras do ROVER CURIOSITY nos oferecem novas imagens da superfície marciana. Como a imagem seguinte, referida a 27 deste mês e enviada após o fim do período de conjunção. Numa superfície sem presença de atmosfera, sujeita à acção de tempestades de poeiras e de outras partículas em suspensão (muitas vezes atingindo dezenas e dezenas de quilómetros de altitude e chegando mesmo a provocar o aparecimento de auroras muito semelhantes às ocorridas na Terra), sofrendo a acção constante dos efeitos nocivos das radiações solares (por não apresentar qualquer tipo de escudo protector) e suportando ainda condições ambientais impondo grandes amplitudes térmicas.

 

1027MR0044910000503829E01_DXXX.jpg

À Superfície do Planeta Marte

 

Muitas vezes apresentando-se como uma paisagem calcinada coberta de pequenos calhaus espalhados um pouco por toda a sua superfície, aqui e ali decorada com pequenas ou médias elevações rochosas parecendo fragmentar-se silenciosamente mas irreversivelmente (até se reduzirem a pó e entrarem em suspensão) como se tivessem sido atacadas por um vírus; outras vezes proporcionando-nos cenários que poderíamos observar no nosso planeta e que se por acaso um dia encontrássemos num qualquer lugar perdido da Terra, nos sugeriria uma qualquer estrada pavimentada e construída com placas montadas como num puzzle e com um determinado objectivo associado; e ainda outras vezes sugerindo-nos pelos materiais e estruturas apresentadas (e sua disposição geral) a possibilidade de estarmos a olhar para o leito de um antigo rio, lago ou mesmo oceano). Como poderá ser o caso da imagem (anterior).

 

(imagem – NASA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:24


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.