Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Nov 14

“Se continuarmos INDIFERENTES (A ELA) seremos liquidados por ELA (A INDIFERENÇA)”

 

Aqui vão as provas fotográficas divulgadas pelas autoridades militares russas encarregue da investigação do sucedido com o avião das linhas aéreas da Malásia abatido no passado mês de Julho sobre o leste da Ucrânia.

 

Os russos acusam as forças ucranianas de terem abatido o avião de passageiros da Malásia ao contrário do que fora afirmado inicialmente: de que o mesmo avião teria sido abatido por um míssil BUK (de origem russa).

 

01 Mig-29 Shooting Down MH17.jpg

 

As imagens terão sido obtidas através da utilização de satélites na altura sobre a área – falando-se de satélites russos, ingleses e norte-americanos – e que terão registado o incidente.

 

Na imagem anterior pode-se ver o avião de transporte de passageiros a atravessar o espaço aéreo do leste da Ucrânia, aparentemente sendo atacado por um jacto da força aérea ucraniana (ampliado na imagem seguinte).

 

02 Mig-29 Shooting Down MH17.jpg

 

As autoridades militares russas afirmam assim que estas imagens agora divulgadas só vêm provar que o Boeing das Linhas Aéreas da Malásia terá sido abatido por um MIG-29 da força aérea ucraniana.

 

Recordemos que a Ucrânia (numa versão apoiada pelos Estados Unidos da América e pelos seus aliados na Europa) repetiu incessantemente ao mundo que teriam sido forças rebeldes pró Rússia que teriam abatido com um míssil o avião civil malaio.

 

Os russos insistiram desde o início que um avião não identificado se encontrava nas vizinhanças do local onde se deu o incidente – facto esse que também era do conhecimento norte-americano mas que fora ignorado.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:47

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO