Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Out 19

[De entre as maiores falsidades típicas de Campanha Eleitoral e estando ativas por cá, sendo sem dúvida maioritárias até pelo seu grande impacto − NEGATIVO e CRIMINOSO − todas aquelas relacionadas com essa coisa vil que é o RACISMO: como por exemplo os ataques a JOACINE (por ser ex-imigrante, mulher, negra, gaga, historiadora e de um parido de Esquerda (LIVRE)  e as FALSAS promessas em nome do PAN (supostamente pedindo “perdão para violadores sexuais”) e do BE (com Fake News afirmando quererem aumentar o RSI para Ciganos e Migrantes). No fundo com o “AFASTA O COSTA” sendo um (dos poucos) Oásis no Deserto (deste monótono ato eleitoral) − afastado o roubo de dados, afetando cidadãos.]

 

Sem título.jpg

 

E se o jogo “AFASTA O COSTA” foi um dos momentos das LEGISLATIVAS 2019 – surgindo num ambiente de fim-de-campanha (sexta-feira 4, marcando o seu encerramento), logo, sendo apontado como tendo “objetivos oportunistas e estritamente políticos – encerradas as mesmas e confirmada a Vitória do PS – e de ANTÓNIO COSTA (domingo 7, já o período noturno ia avançado) – eis que (felizmente e neste caso, sendo um caso menor) a Verdade retoma a sua função (desmentindo alguns escrivas e esclarecendo rigorosamente todos os outros) oferecendo-nos a sua versão: tratando-se apenas de um caso de “Aproveitamento da Situação (criada em redor das Eleições) com Alguém a aproveitar-se para simultaneamente se Divertir (dada a componente lúdica do jogo) e ao mesmo tempo ganhar algum dinheiro (introduzindo um vírus no jogo) roubando os seus utilizadores.

 

thumbs.web.sapo.io.pngthumbs.web.sapo.io B.png

 

E tudo começando num PASSEIO DE RUA realizada no último Dia de Campanha, com um REFORMADO (vítima consciente ou não de FAKE NEWS) a acusar COSTA (de ter estado de férias durante os incêndios de Pedrógão-Grande em 2017 − o que é Falso) e com este último a exaltar-se, a dirigir-se agressivamente em direção ao Idoso e a tentar (segundo dizem evitado pelo segurança presente) dar-lhe o troco: algo que COSTA deveria evitar (ouvindo e respondendo civilizadamente, mesmo não fazendo o mesmo o seu opositor) – “lembrando-se do dia-a-dia de trabalho, muitas vezes árduo e penoso, do cidadão desconhecido e comum” (cada vez com mais deveres e com menos direitos)ou não fosse ele a tentar vender o seu produto (tentando manter o emprego) e o reformado um seu potencial cliente (e promotor). Mas e como sempre nada que se tenha passado na Campanha tendo influenciando o resultado (final), estando já pré-planeadas e pré-feitas as nossas pobres, limitadas e receosas (nunca aceitando nada de conhecido) cabeças – e de acordo com a “nossa bipolaridade” ganhando um, ou ganhando o outro.

 

E assim passados 6 dias sobre o encerramento das Legislativas 2019, com o jogo “AFASTA O COSTA” (tendo invadido as Redes Sociais) ainda vivo e bem ativo, continuando a espalhar o seu VÍRUS (Informático) e roubando os dados dos seus (mesmo assim ainda incautos) utilizadores (muitos deles eleitores): concluindo-se que se ANTÓNIO COSTA venceu as Eleições tal como era esperado (“2ª conclusão: e sendo sempre previsível a reação dos eleitores, devendo-se entregar todo o processo eleitoral − substituindo o presente − delegando-o em Agências Especializadas, neste caso de SONDAGENS”),Alguém(seguindo a sua opção de Vida) se serviu igualmente delas para fazer crescer a sua conta, não em votos (podendo proporcionar-lhe de uma forma mais ortodoxa um emprego) mas em euros (uma opção mais livre e no entanto lucrativa, apenas fazendo uns biscates e disponibilizando-nos mais tempo).

 

(imagens: Polígrafo/poligrafo.sapo.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:36

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO