Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Nov 15

“Morreu o mentor dos atentados”
(Expresso)

 

Abdelhamid-Abaaoud-2.jpg

 

Pelos vistos o pretenso responsável pelos atentados levados a cabo em Paris no último fim-de-semana – e que provocaram até ao momento cerca de 130 mortos e várias centenas de feridos, muitos deles em estado grave – não se encontrava lá longe na Síria (em Raqqa, a autoproclamada capital do Estado Islâmica), mas bem lá no centro da capital onde decorreram os atentados (no departamento de Saint-Denis onde se situa o Stade de France).

 

Foi morto ontem num departamento dos subúrbios de Paris quando as forças de segurança invadiram o apartamento onde provavelmente se escondia desde os atentados: ao mesmo tempo que a sua prima se fazia explodir, Abdelhamid Abaaoud um dos terroristas mais procurados no mundo (especialmente após o massacre de 13 de Novembro em Paris) era finalmente abatido.

 

O que aqui se pretende salientar (negativamente) relaciona-se com o tema fundamental ligado à proteção e segurança dos cidadãos e das instituições de um país como a França e aos importantíssimos serviços de informação e espionagem não só franceses como até mundiais (o que até nos leva a desconfiar se os norte-americanos não saberiam de algo mais – afinal de contas eles são grandes amigos da Arábia Saudita, um dos principais financiadores do terrorismo global):

 

Como foi possível afirmar-se que o autor do atentado estava na Síria (até teriam bombardeado o local onde estaria, como resposta imediata ao atentado terrorista), quando o mesmo se encontrava em Paris?

 

(imagem: independent.co.uk )

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:01

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11

21

22
25
26
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO