Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Mar 16

Escondidos entre as dunas dos desertos por vezes encontramos oásis – e com água invisível correndo misteriosamente debaixo de nós. Noutro mundo qualquer, além de (como cá) esconderem segredos, criadas condições, porque não noutros desertos replicar-se o evento – e podermos ter água, tratada e beber?

 

Esta imagem do planeta Marte foi obtida pela câmara da sonda 2001 MARS ODYSSEY no início deste ano.

 

PIA20433.jpg

Dunas polares de Marte

 

Nela podemos observar uma pequena área da região de OLYMPIA UNDAE, onde se situa uma extensa zona dunar já vem perto do polo norte marciano.

 

Como refere a NASA no seu PHOTOJOURNAL (photojournal.jpl.nasa.gov) a imagem foi obtida durante o Verão de Marte, pelo que as dunas se encontravam de momento livres do gelo marciano (e logicamente com maior capacidade de alteração e movimentação).

 

Um planeta escolhido pelos terrestres para uma futura primeira colonização, em detrimento (para muitos inexplicavelmente) do corpo celeste localizado mais perto de nós – a LUA.

 

Marte: um planeta que os privados desde há muito cobiçam, deixando por esse motivo à NASA os trabalhos de prospeção no planeta (com as suas sondas de brincar), enquanto eles (a espertalhona iniciativa privada) se vão preparando antecipadamente e com mais garantias de sucesso para enviar para lá naves tripuladas, iniciando aí o processo de colonização do nosso primeiro mundo extraterrestre.

 

Num futuro talvez mais próximo do que pensamos podendo enviar outras sondas e naves espaciais através do Sistema Solar, mas agora a partir de Marte, partindo como os navegantes à procura da Terra Prometida e de todas as suas riquezas ainda por descobrir: como por exemplo a descoberta de grandes depósitos de água um composto tendo connosco tanto em comum (e com toda a VIDA existente no nosso planeta TERRA).

 

E muitos corpos celestes já deram essa indicação: entre outros as duas luas de Júpiter GANIMEDES e EUROPA e as duas luas de Saturno ENCELADUS e TITÃ. Só que Marte é muito mais perto (0.5 UA), enquanto Júpiter (4.2 UA) e Saturno (8.5 UA) ficam mesmo muito mais longe (8X e 17X respetiva e aproximadamente). Mais perto só mesmo a Lua mas para já ninguém quer lá ir (fala-se da ESA poder vir a tomar a iniciativa talvez com a colaboração da ROSCOSMOS).

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:40

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

18

21
24

28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO