Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Nov 19

[Num momento (e hierarquicamente na base), estrategicamente optadas pela estrutura (do poder) devido à sua (referida) deficiência − já tentado com Putin − no seguinte por evolução e necessidade de movimento (e falta de tempo) descontinuadas e substituídas (no decorrer deste processo irreversível) pela mesma − ainda não alcançado com Putin.]

 

maxresdefault.jpg

 

O Síndroma de Asperger de Vladimir Putin

(confirmando-o por observação à distância, aqui com dois “retratos” seus,

confirmando essa perturbação mental)

 

bb064203b658f00b9d5b17ca37951dec.jpg

 

Num exemplo típico (da nossa sociedade a “preto-e-branco”) de como uma dita incapacidade psíquica ou física (as primeiras visíveis, as outras nem tanto) pode ser uma “faca de dois gumes” suscitando interpretações diferentes (deliberadas, estratégicas e interessadas) e podendo deixar-nos “mortos ou vivos ou em estado zombie,  dois exemplos claros, flagrantes e decisivos de como somos “mentalmente alimentados (com doses reforçadas de fazedores-de-opinião), manipulados e “alegremente dirigidos (em princípio em nosso nome e benefício) − o “Trabalho Liberta (“deixem-nos trabalhar”)− utilizando dois exemplares aparentemente distintos utilizados (e de como foram os mesmos tratados de forma bem diferenciada, apesar de lhes ser atribuída a mesma doença) ou para facilitar um único, transformando-o (como se se tratasse de um objeto) numa das duas faces da mesma moeda (como por exemplo da ainda moeda de referência global o dólar, de um lado tendo os estando pró − por ex. do preto ou do clã Trump − e do outro tendo os estando contra − por ex. do branco ou do clã Clinton − apesar de serem todos eles, por transformados,  não dois sujeitos, mas uma e a mesma “coisa”): Vladimir Putin (presidente russo) e Greta Thunberg (jovem ativista ambiental sueca) ambos diagnosticados com o síndrome de Asperger, para uns não se notando nada (não crentes), para outros sendo mais que evidente (crentes) e ainda para outros − muitas vezes incluindo os dois grupos anteriores − podendo ser umas vezes e outras não “portador de doença”, conforme as “Marés do Poder” como todos sabemos, podendo ser baixas ou altas.

 

EJPEH33WsAADRyu.jpg

 

I told you

Num Photoshop (montagem) associando a jovem ativista ambiental Greta Thunberg e as últimas grandes inundações registadas recentemente em Veneza (e replicando um retrato de Guterres saído na Times) com a mesma (nada tendo a ver com este assunto) tal como uma Entidade Superior, um Profeta ou mesmo um Alienígena do Espaço, a “atirar-nos à cara aquilo que já antes tinha repetidamente afirmado” como óbvia consequência das Alterações Climáticas.

 

Tendo estes dois casos em causa ainda a particularidade interessante de um deles – PUTIN − ter sido diagnosticado com esta “doença mental” apenas por visualização à distância (algo no mínimo de ridículo) − do potencial doente (olhem para ele, logo diz o bem informado, vê-se logo que é um “Aspegic”), “sempre e sempre doente– enquanto no outro caso – GRETA – e acompanhando nesse raciocínio o presidente russo Putin com a jovem ativista umas vezes a ser um Génio outras vezes uma Anormal (até pelo mesmo sujeito). Tal como com Putin e tal e qual como se constata com Greta, com o Poder (ou Poder-Contra-Poder, complementando a moeda e obedecendo ao pensamento a P/B) apenas tentando utilizá-los (em seu único benefício), mas nunca em benefício do pretenso doente, talvez de algum sector ou instituição querendo “tratar-nos da saúde (como poderia ser da educação): cansados da “Colisão (Trump/Putin) e fartos da sua “má digestão (sempre com produtos falsos ou deteriorados por contaminação) − do Público a quem é dirigida, a dita informação − virando-se agora os Média (como pedófilos-culturais, primeiro passo para o outro) para a jovem Greta Thunberg, umas vezes Asperger outras vezes nem tanto (ou nada), dependendo dos conteúdos (no momento) dos dois pratos da balança – de um lado tendo os 10 (%)  “apenas” com metade, do outro os 90 (%) “veja-se lá” (como uma dádiva do  céu, um gesto de caridade) com a sua outra metade. E podendo-se afirmar de que lado está Putin (sendo o líder de uma das três grandes potencias globais, logo a seguir aos EUA e à China), não se sabendo bem qual a posição de Greta: e se ter um “amigo preto” não significa não ser racista, andar de “iate ou catamaran” não significa ser Verde.

 

51350459_401.jpg

 

Viajante no Tempo

C/ Greta Thunberg a invadir e colocar as redes sociais (como o Twitter) a “arder” aparecendo num retrato de 1898 registado no Canadá (ou seja com 121 anos) e levando alguns a afirmar estarmos perante um caso de um Viajante no Tempo – não e como muitos pensariam oriunda do passado (fosse esse o caso, hoje teria em redor de 145 anos) mas do futuro e tendo como sua única missão salvar-nos, claro está que do Aquecimento Global e das Alterações Climáticas (nesse caso tendo certamente mais de 150 anos, apesar de não o parecer e estando sem dúvida bem conservada, exceção (e não sou eu que o digo, dizendo-o quem hoje diz “asperger não” e amanhã “asperger sim”, como quem toma um Aspegic) talvez à cabeça.

 

EJyDxT_XUA4WFLa.jpg

 

Na histórica recente de vários tipos de personalidades (referidas como importantes e mencionadas em qualquer lista VIP ordenada e oficial) por qualquer motivo associados ao “síndrome de asperger − para o povo e segundo a definição (Wikipédia) uma perturbação de desenvolvimento (e de comunicação) podendo ser intervencionada através de técnicas (uma delas, uma das básicas) como (por ex. nas escolas, por mais conhecida e divulgada) o da terapia da fala, (uma perturbação) não afetando propriamente a inteligência (apesar do seu modo de funcionamento referido como restritivo e repetitivo) mas perturbando as competências e rotinas do afetado, por este transtorno autista, obsessivo e descoordenado – e desse modo impedindo-os − segundo os seus observadores e analisadores (especialistas no assunto) − de “compreenderem os sentimentos dos outros e de apresentarem exteriormente coordenação física”, estando obviamente e por um “lado” Vladimir Putin (o “velho” de 67 anos) e por outro “lado” mas seguindo a mesma forma e padrão de raciocínio – vendo todo o “lado” como um conjunto de “pontos”, não como uma fronteira ou mero limite − o outro ponto de uma reta por definição curva e infinita, Greta Thunberg (a jovem de 16 anos). E se no caso do russo para além do perigo associado ao transtorno − podendo-o levar a carregar no botão (nuclear) interpondo-se entre a Coreia do Norte e os EUA e desafiando “o dedo da Slot Machine de Trump – existindo ainda a forte hipótese (segundo a CIA) de estarmos a lidar com um seu duplo (o original tendo sido eliminado e substituído, utilizando o mesmo molde, por uma réplica) – já no caso da jovem Greta Thunberg com a mesma a sofrer naturalmente (por esperadas) as consequências de se assumir como uma pessoa pública (transformando-se num bem material público, numa coisa ou objeto, talvez futuramente numa “Santa” de madeira), uma vezes adorada outras vezes gozada (e por escolha de lado, reciclando e descarbonizando o seu), sempre instrumentalizada. E o que seria de nós (os carbonizados, caso contrário nem existindo), vivendo sem uma ponta de carbono, imposta pelos calcinados (completamente queimados e dizendo-se descarbonizados), num mundo de “Terra Queimada”?

 

(imagens: SourceFed/youtube.com e couriermail.com.au – Spinoza/@spinozait/twitter.com − dw.com e Melissa/@cosmicconpod/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:14

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO