Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Brasil e Covid-19 ─ Catástrofe em Versão Genocídio (material e humana)

Sexta-feira, 23.04.21

Hoje sexta-feira dia 23 de abril de 2021 (pelas 22:00) e quanto aos números desta PANDEMIA do vírus SARS CoV-2 provocando a doença (podendo ser mortal) COVID-19, com o BRASIL a registar +64.939 infetados (total de 14.237.078), +2.659 óbitos (total de 386.416) e com 8.318 doentes internados em estado grave/crítico (em UCI): sendo (a 23.04) o 2º país do Mundo em novos casos de infeção (3º no total) e o 1º país do Mundo em nº de mortes (2º no total), uma verdadeira Catástrofe, um crime.

 

file-20210422-15-83b168.jpg

Brasil

(Pandemia Covid-19)

 

Olhando para a História do Brasil (esse país de mais de 200 milhões de habitantes, sendo em área o 5º maior do Mundo) e ignorando todo o seu passado histórico (desde o período pré-colonial, passando pela sua colonização por Portugal e saltando um pouco após a sua Independência, até à ditadura militar e finalmente à 6ª República), chegando-se ao século XXI e às presidências de F. H. Cardoso (1995/2002), de L. I. Lula da Silva (2003/20010), de Dilma Rousseff (2011/2016), de Michel Temer (2016/2018) e de Jair Bolsonaro (2019/?):

 

E nestes 21 anos deste o início de século no Brasil, ainda há poucos anos um país considerado e respeitado internacionalmente, integrando um vasto leque de países não alinhados e em vias de desenvolvimento ─ começando a tornar-se uma espécie de mini potência do Mundo ─ em apenas 2 anos (10% desse tempo) com o atual presidente (e SUPER) Jair Bolsonaro a destruir todo esse crédito acumulado (destruindo a sociedade e a economia brasileira), deitando fogo ao Brasil (à Amazónia) e aos próprios brasileiros (deixando-os ser dizimados pela Covid-19).

 

file-20210422-21-19j5xth.jpg

Pandemia no Brasil

(Infetados/dia)

 

E quanto à Pandemia do vírus SARS CoV-2 juntando-se ao “Top 3 Clube Privado Covid-19”, constituído por EUA e MÉXICO (e já com um suplente de reserva, a ÍNDIA).

 

Detendo o recorde Mundial de nº de mortes/dia (por Covid-19) ─ 4.250 vítimas mortais a 8 de abril ─ com o sistema de saúde em colapso (falta extrema de equipamento e recursos humanos), com milhares de pessoas sobretudo da classe mais baixa e de cor a morrerem (abandonados), com a falta de oxigénio a agravar-se (mesmo com os milhares de mortos registados, continuando a ser desviado para a Indústria) e tudo isto (e como afirma o artigo do site theconversation.com) a ser baseado apenas em 3 fatores aparentemente resolúveis ─ quando ainda-por-cima o Brasil num “Estado de Emergência Vermelho Carregado” se debate já com outras estirpes/variantes mais contagiosas/infeciosas ─ perigosas e letais ─ que o coronavírus original (como será o caso do coronavírus P1):

 

file-20210422-13-17fcf73.jpg

Jair Bolsonaro

(Presidente do Brasil)

 

Resolver o problema da extrema desigualdade (aumentando exponencialmente desde a “expulsão” de Dilma) ─ afetando sobretudo gente de cor, pobres e desempregados ─ abandonar o liberalismo selvagem (por ex. a precaridade no trabalho e os cortes na Saúde e na Educação) e ainda estando na base de tudo o “Problema Bolsonaro”.

 

E se perguntarem qual a resposta para este último e fulcral problema (sendo certo que caindo, de seguida desabando tudo), sendo simples, clara e até já tendo sido utilizada (antes, sempre com sucesso e só havendo danos materiais, nunca humanos) esta opção de solução designada e mundialmente conhecida como “IMPEDIMENTO”.

 

Se possível e como os outros, sendo “todos iguais e não havendo exceções”, com pena efetiva de prisão ─ até em termos de comparação (ser poder Vs. Estar preso) e por experimentação (a única forma de aprender).

 

(imagens: Sebastião Moreira/EPA, Joedson Alves/EPA e

Johns Hopkins University CSSE, em theconversation.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:14