Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



COP26 ─ A Cereja no Topo do Bolo (ambos de plástico)

Quarta-feira, 03.11.21

“It has become clear that the unaccountable exploitation and greed driving the climate crisis is also driving violence against land and environmental defenders.”

(globalwitness.org)

HUB_PAGE_LISTING.2e16d0ba.fill-544x300.jpg

Defensores do Ambiente

(e a sua luta desigual e mortal)

 

Depois da passagem de poderosos e de famosos pelo “bunker” da COP26 (instalado em Glasgow), aparentemente apoiando a causa da luta (oficializada a nível global como central) contra as Alterações Climáticas ─ chegando nos seus jatos privados e outras “bestas” rodoviárias (de transporte), protagonistas mecânicos integrando os ultras do “Clube do CO₂”

A notícia agora divulgada pela Global Witness (uma ONG lutando pela defesa dos direitos humanos e contra a exploração ambiental) sobre o assassínio durante o ano de 2020 de 227 pessoas (mais de 4 mortes/semana), como ativistas da luta global pela preservação de terras e do meio ambiente: lutando, pois, contra as Alterações Climáticas e o Aquecimento Global.

Depreendendo-se que mesmo com a crise ambiental a intensificar-se e tendo mesmo o planeta atravessado um período de aparente acalmia proporcionada pelo aparecimento da pandemia Covid-19 ─ “desacelerando ou mesmo paralisando o Mundo” ─ aumentando ainda mais a perseguição e os assassinatos, praticados sobre os “defensores da terra e do ambiente”.

“Já no seu relatório de 2019 com a ONG da Global Witness a relatar

um total de 212 ativistas ambientais assassinados.”

Manifestações de violência ─ para além da perseguição e assassínio ─ incluindo intimidações várias e mesmo (por parte do Estado) prisão, transformando o ano de 2020 (quanto à defesa dos direitos humanos/luta contra a exploração ambiental) se não o pior, um dos piores anos (registados).

Destacando-se nesse contexto a Colômbia, o México e as Filipinas (onde se verificaram 50% dos ataques fatais a ambientalistas), com as florestas a estarem em causa (abate e mineração) ─ os colonizados ─ mas nunca podendo esquecer (colocando do lado de fora deste enredo) o papel dos investidores/financiadores, muitas vezes atuando sem regras e com constante impunidade ─ os colonizadores:

Oriundos entre outras regiões da Europa.

Para além da manutenção da hipocrisia salvadora (com paixão e caridade católico-romana) dos colonizadores para com os colonizados (os bons selvagens) ─ uns dentro outros fora da COP26 ─ no tempo presente dos agora Descarbonizados mantendo-se a mesma pirâmide social dos antes referidos como Carbonizados.

(imagem: globalwitness.org)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:19


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.