Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Mar 20

Como se já não bastasse o surto epidémico de Covid-19 (definido como uma Pandemia) atravessando todo o nosso planeta e igualmente atingindo Portugal (e a Região do Algarve),

 

acesso-praias-albufeira-scaled.jpg

COVID-19: Albufeira fecha estacionamentos e acessos às praias

(Praia da Galé)

 

Sendo agora acompanhado na região algarvia pelo assassinato “macabro” de um jovem (de 21 anos de idade, técnico de informática trabalhando em Porches e antigo aluno da Escola Secundária de Albufeira), há cerca de uma semana dado como desaparecido e agora parcialmente encontrado – assassinado e esquartejado e ainda com partes do seu corpo por encontrar – tendo agora de nos socorrer pretendendo-se saber algo sobre a evolução deste vírus mortal na região, dos poucos órgãos de comunicação social escrita existente no Algarve (como por exemplo o real relatório da situação epidemiológica em Portugal, como é o caso da Região do Algarve, onde resido há mais de 35 anos) − já que pelos vistos os “matemáticos da DGS” não serão assim tão matemáticos como isso (pelo menos na recolha, tratamento e compreensão de dados) – depois da consulta de vários jornais algarvios e sabendo estes de antemão os números não estarem corretos, ficando-se a conhecer finalmente (em números sempre em evolução, podendo neste momento já estar alterados),

 

Região

Confirmados

Vítimas Mortais

%

%

Norte

3550

59,5

61

51,3

Centro

709

11,9

28

23,5

Lisboa/V.Tejo

1478

24,8

28

23,5

Alentejo

41

0,7

0

0,0

Algarve

108

1,8

2

1,7

Madeira

43

0,7

0

0,0

Açores

33

0,6

0

0,0

Total

5962

100,0

119

100,0

Portugal Continental e Ilhas

Confirmados/Vítimas Mortais

(Dados: DGS/29.03.2020/11:00)

 

Que o número de vítimas mortais registadas até ao momento na região, não serão nem os números apresentados pela DGS e pela ARS Algarve de apenas 1 indíviduo falecido, nem os números divulgados pelas Redes Sociais apresentando (acreditando neles, desde o início de março) uma lista já extensa de mortes em toda esta região (mais a Sul de Portugal) – só em Albufeira talvez a caminho de uma dezena e até com alguns deles identificados (provavelmente um dia destes, tendo que forçosamente de sair de casa e aparecer, provando estarem vivos), já que “para estas fontes adorando o impacto do sensacionalismo (de preferência trágico) todas as mortes serem Covid” – a notícia de que esse número (pelo menos no início deste domingo 29 de março) seria de 3: depois do idoso de 77 anos residente e falecido em Albufeira, sendo seguido dias depois pelo professor da Escola Manuel Teixeira Gomes (de Portimão) residindo em Carvoeiro (Concelho de Lagoa), surgindo hoje o caso do idoso de nacionalidade britânica de 77 anos residente em Benagil (o primeiro estrangeiro residindo na região vítima do Covid-19, segundo registado em Lagoa). E com todas as outras mortes sendo associadas ao novo coronavírus − pelas inúteis e por vezes (já agora recorrendo ao nosso 1º Ministro)repugnantes” Redes Sociais − nada tendo a ver com o mesmo.

 

Concelho

Confirmados

Vítimas Mortais

Recuperados

%

%

%

Portimão

20

17,7

0

0,0

1

100,0

Lagoa

4

3,5

2

66,7

0

0,0

Silves

3

2,7

0

0,0

0

0,0

Albufeira

25

22,1

1

33.3

0

0,0

Loulé

18

15,9

0

0,0

0

0,0

Faro

30

26,5

0

0,0

0

0,0

SB Alportel

1

0,9

0

0,0

0

0,0

Olhão

2

1,8

0

0,0

0

0,0

Tavira

3

2,7

0

0,0

0

0,0

VRSA

7

6,2

0

0,0

0

0,0

Restantes

0

0,0

0

0,0

0

0,0

Total

113

100,0

3

100,0

1

100,0

Concelhos da Região do Algarve

Confirmados/Vítimas Mortais/Recuperados

(Dados/já corrigidos: ARS Algarve/29.03.2020/14:00)

 

Segundo dados recolhidos consultando os jornais de hoje (domingo, 29 de março) da Região do Algarve, registando-se até agora 113 casos (DGS/108) confirmados de Covid-19 e 3 vítimas mortais (DGS/1), numa taxa de mortalidade (calculada sobre  amostra) de 2,7% (Portugal Continental/Ilhas/Estrangeiro de 2,0%) − ambos números aceitáveis sabendo-se que anteriores coronavírus (nas amostras consultadas muito longe do impacto deste, sendo este e em princípio muito mais violento) andaram por uma taxa de mortalidade de cerca de 2% (pelo menos não superiores) e que no caso do Covid-19 a taxa de mortalidade (até ontem/hoje) andava nos 4,7%. Itália nos 11%!

 

(legenda/imagem: jornaldoalgarve.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:34

Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO