Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Fev 21

Covid-19 em Portugal:

(quinta-feira 11 de fevereiro de 2021)

+3.480 infetados, +167 óbitos,

5.570 internados (-259) e desses 832 (-17) em cuidados intensivos.

 

Ultrapassado o pico máximo de infeções e de vítimas mortais desta nova vaga da pandemia do vírus SARS CoV-2 (responsável pela doença Covid-19) ─ e perto de se atingirem os 15.000 mortos ─ com todos os indicadores Covid-19 a estarem na globalidade em descida, desde o fim de janeiro.

Imagem1.jpg

 

Nesta nova vaga (2ª para uns/início em março e janeiro, 3ª para outros/início em março, outubro e janeiro) contabilizando-se desde já e cumulativamente 778.369 infetados e 14.885 óbitos, verificando-se um agravamento da situação pandémica (relativamente à vaga inicial) com o vírus a ser mais rápido e infecioso, contagiando mais gente em menos tempo (mais mortos num intervalo de tempo menor) e podendo pôr em causa os limites de intervenção do SNS (fazendo-o colapsar).

Imagem2.jpg

 

E apesar dos indicadores apontarem para uma tendência de descida (mas ainda em valores elevados), não se podendo ainda apontar uma data definida para o desconfinamento (parcial e progressivo) e o regresso à normalidade (nova normalidade em desconfinamento total), (nunca) antes do dia 15 de março: na melhor das hipóteses talvez se abrindo as portas (início das aulas do 3º período em regime presencial a 2 de abril) por meados de abril. A ser verdade uma excelente notícia para o Turismo nacional (e para a região do Algarve).

Imagem3.jpg

 

Tudo indo depender do papel desempenhado por cada uma das partes (nós e o vírus) em presença neste combate mortal (HOMEM Vs. SARS CoV-2) ─ desde o início de 2020 ─ do nosso lado cumprindo as regras básicas (máscaras, mãos, distanciamento), do lado do vírus compreendendo-o e antecipando se possível as mutações (as suas diferentes variantes, preparando-nos). E nunca se podendo esquecer dos testes (quantos mais testes melhor, melhor se identificando/controlando os focos) e da vacinação (o mais rápida possível, imunizando o maior nº de pessoas).

 

[Face ao entusiasmo (irresponsável, levando à desmobilização) de certos sectores do Governo (comandados por Costa e com Tiago, como súbdito fiel) perante a diminuição de infetados/vítimas (mortais) de Covid-19 ─ apontando o dia 15 de março como a data do nosso contentamento, com o início do desconfinamento ─ a declaração (cautelosa) do representante máximo do Estado (o presidente Marcelo) apontando a época da Páscoa como meta (Páscoa a 4 de abril e início do 3º período letivo a 6 de abril): desconfinando apenas no mês de abril (meados do mês) não vá o diabo (o vírus) tecê-las”. Mais valendo prevenir do que remediar.]

 

(imagens: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:21

Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO